História A Garota Suicida - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Conquista da Honra
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Ameaça, Assédio, Drama, Romance, Suícidio, Suspense
Visualizações 81
Palavras 804
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - O Mistério Está Revelado?


Fanfic / Fanfiction A Garota Suicida - Capítulo 3 - O Mistério Está Revelado?

É o... Vinicius?! (eu surpresa, o olho fixamente..)

Vinicius: você está bem Ana? Ele te fez alguma coisa? (ele me olha com um olhar preocupado)

Eu o respondo: sim, eu estou bem.. Muito obrigado.. Se você não tivesse aparecido agora, eu nem seu o que ele iria fazer comigo.. (falo com alívio, não sei o por que mais eu me sinto tão segura e tranquila perto dele..)

E logo o Vinicius fala: não se preocupe eu não fiz nada de mais.. Eu vou te levar pra casa está bem? (faço um gesto com a cabeça dizendo que sim) ele me dá um leve sorriso.. E depois caminhamos para minha casa..

Pelo caminho ouço uma voz famíliar, e mais a frete vejo a Sofia atravessando a rua.. E logo pensei.. (ué mais ela não estava doente? Ela não falou que ia ficar de repouso, disse até que faltaria a escola amanhã..) vou em sua direção e me afasto um pouco do Vinicius, e falo pra ele espere aqui já volto. Ele faz um gesto com a cabeça concordando, e decido fala com ela..

Eu a pergunto: Sofia? Você não estava doente? Se curou tão rápido assim. Ou só queria me passar a perna, para eu fazer o trabalho tudo sozinha!?

A Sofia surpresa me responde: é que.. É que.. Só vim a farmácia para comprar um remédio que estou precisando..

Eu confusa a respondo: porque não me pediu para a sua mãe comprar? E pra que se arrumar tanto para ir a farmácia? (ela ficou pensando alguns minutos..) e falou: é que.. (a interrompo e falo nervosa) é que, nada! Você está me enrolando esse tempo todo e eu feliz achando que encontrei uma amiga..

A Sofia com raiva fala: hahaha, você acha mesmo que vou ser amiga de uma escrota como você? Deve está sonhando sua infeliz.. Eu com os meus olhos cheios de lágrimas falo: não fala mais comigo, e eu vou tirar o seu nome do trabalho e vou falar com a professora que eu fiz sozinha!

Sofia se explodiu de raiva e me jogou contra a parede com muita força, e fala: VOCÊ NÃO VAI FALAR NADA SUA VAGABUNDA, AMANHÃ VOCÊ VAI CHEGAR NA PROFESSORA E FALAR QUE EU E VOCÊ FIZEMOS O TRABALHO EM DUPLA! CASO CONTRÁRIO, VOCÊ VAI VER O QUE EU VOU FAZER COM A SUA CARA SEU LIXO! Eu fiquei paralisada, não conseguia falar nada de tanto medo, até que o Vinicius chega e a empurra pra longe fazendo ela cair no chão. E começa a gritar com ela: VOCÊ ESTÁ DOIDA SUA DESGRAÇADA?! QUEM LHE DEU O DIREITO DE TRATAR A ANA ASSIM?! OLHA SOFIA EU SÓ TE DIGO UMA COISA, NA PRÓXIMA VEZ QUE VOCÊ FAZER QUALQUER COISA COM A ANA, VOCÊ VAI VER O QUE EU VOU FAZER COM A SUA CARA, SUA PIRANHA! (a Sofia assustada pelo modo que Vinicius fala com ela, e começa a contrariar ele) Sofia: eu faço o que eu bem entender com essa sonsa, e aí dela falar alguma coisa. E vai se ferrar seu idiota apaixonado! (Sofia saiu correndo após disso, o Vinicius vem na minha direção e me dá um abraço bem aconchegante.. Foi uma sensação muito boa, nunca senti isso antes.. Parecia que eu estava nas nuvens..) Vinicius me solta e pergunta: me desculpe por não chegar a tempo de impedir com que ela faça isso com você..

Eu o respondo sorrindo: não se preocupe, não foi sua culpa. A única culpada aqui foi a Sofia.. Vamos esquecer isso e vamos em bora (eu seguro a mãe do Vinicius entrelaçando os nossos dedos, ele me olha e dá um lindo sorriso.. E faz um sinal com a cabeça dizendo que sim)

Depois disso chegamos até a minha casa, ficamos parados no portão pra nos despedir.

Eu falo: muito obrigado por hoje, você me ajudou muito.. Não sei como eu irei te agradecer..

Vinicius a responde: eu sei como você pode me agradecer..

Eu respondo com dúvida: como?

Ele fala: aceita sair comigo? (eu realmente não esperava isso, minha cara começou a queimar, e sinto eu ficar toda vermelha.. Fiquei alguns minutos parada tentado processar o que ele acabou de falar.. Porque é a primeira vez que eu vou no encontro..) e logo respondo: tudo bem, eu aceito (eu falo envergonhada..) o Vinicius me olha com um sorriso de orelha a orelha.. E depois fala: então tá, amanhã eu venho te buscar as 20 horas, até amanhã Ana (ele fala e depois me dá um beijo no rosto) eu o respondo corada e envergonhada: a- a- até amanhã.. (o Vinicius vira para ir para a sua casa.. E eu fico parada no portão com a mão na bochecha onde ele a via beijado, com um sorriso..) depois de uns 5 minutos parada no portão resolvo entrar.. Já era 00 noite, fui correndo para o meu quarto me troquei e fui dormir..


Notas Finais


Até o próximo capítulo fofas e fofos, fiquem ligados que hoje mesmo irei lançar o capítulo 4, até o próximo capítulo..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...