História A Garota Suicida - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Conquista da Honra
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Ameaça, Assédio, Drama, Romance, Suícidio, Suspense
Visualizações 154
Palavras 668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Confissões?


Fanfic / Fanfiction A Garota Suicida - Capítulo 6 - Confissões?

Eu o olho fixamente e respiro fundo.. (eu tenho que contar para ele.. Ele é meu único amigo, e eu confio nele.. E obviamente se eu não contasse ele ia ficar bravo e triste comigo.. Eu não quero perder ele.. Eu suspiro e faço um gesto para ele deitar do meu lado..) e falo senta aqui eu irei te contar o que aconteceu e quem fez isso comigo.. (ele se deitou.. E começou a fazer cafuné em minha cabeça e eu comecei a contar.. Não escondi nada dele, com exatamente tudo que aconteceu e os detalhes.. Ao longo que eu fui contando, eu lembrava de cada momento e começo a chorar.. Tentei parar de chorar.. Mais quanto eu mais tentava, mais lágrimas saia do meu olho.. Enfim consegui contar tudo a ele.. Eu olhei para seu rosto e ele estava com uma expressão de ódio em seu rosto.. Como se estivesse pronto para matar alguém.. Eu não pude reconhecer a pessoa gentil e doce naquele momento, a raiva dele me dava medo..) então tomei coragem e falei: por favor não faça nada com ele ou fale alguma coisa, porque de letra ele vai saber que foi eu que lhe contei e vai querer vim atrás de mim.. Você me promete? ele me olha por alguns minutos e depois diz: eu prometo.. (depois a gente ficou conversando e trocando carinho aos poucos aquela expressão de ódio foi desfazendo.. Eu me sinto tão bem perto dele.. Tão feliz.. Será que eu estou amando?)

Se passaram 2 semanas depois do ocorrido, todos os dias o Vinicius vinha me visitar.. Hoje é o dia da minha alta, neste momento estou arrumando as minhas coisas, e o Vinicius está me ajudando com as malas.. Eu estava com medo de voltar a escola e bate de cara com o desgraçado do Matheus.. Saímos do hospital e entramos dentro do carro para nós voltarmos pra casa, chegando lá guardei as minhas coisas, e eu e o Vinicius resolvemos fazer um passeio na praça.. Já acabei de me arrumar e estou descendo, depois vejo Vinicius me esperando com um sorriso no rosto.. Cheguei até ele e ele pegou a minha mão e falou: vamos? (eu concordo com a cabeça) andamos pela rua de mãos dadas.. Encontramos algumas pessoas da escola mais nem demos atenção, só queríamos curtir aquele momento.. Nós andávamos conversando e rindo sobre coisas regulares.. As vezes ele me fazia rir ou eu o fazia rir, foi um passeio tão bom.. (eu acho que pode chamar isso como um encontro, não?) ficamos um pouco cansados e resolvemos sentar um pouco, continuamos a conversar.. Até que o Vinicius para e começa a olhar fixamente na altura dos meus lábios.. Eu fiquei confusa e resolvi perguntar: tem algo no meu rosto? (falei um pouco envergonhada..) ele deu um leve sorriso e foi se aproximando de mim.. Eu fiquei sem reação.. E ele foi chegando muito mais perto, e diminuiu todos centímetros que deixava os nossos lábios separados.. E me beijou gentilmente, não sei pela qual razão eu retribuir o beijo e cada vez nosso beijo ficava mais apaixonado.. Até que para o beijo porque ficamos sem fôlego, respiramos calmamente..

Ele decide falar: Ana eu sempre tive medo de dizer isso..

Eu sem entender nada mais com o coração acelerado, o respondo: o que você tem pra mim falar? (falo um pouco nervosa..) ele respira fundo e fala: Ana, eu te amo... Sempre te amei e vou continuar te amando.. Por favor me dá uma chance, só isso que te peço.. (eu fico surpresa e me veio uma felicidade na hora.. Uma emoção tão grande que não aguentei e começou a sair lágrimas dos meus olhos.. Então é assim quando você é amada por uma pessoa..? Então é isso que é o amor..? Eu estou apaixonada por ele.. Então será que eu aceito o sentimento dele? Não quero perder ele nunca.. Quero ser mais íntima dele.. Mais do que amiga.. Já estou decidida..) eu respiro fundo e decido falar: eu..


Notas Finais


Até o próximo capítulo gente que irá sair amanhã o 7 e o 8, será que Ana vai aceitar os sentimentos do Vinicius e eles começaram um novo romance? Apoiam #Vinian?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...