História A gente se entende... - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Saiki Kusuo no Psi-nan
Personagens Aiura Mikoto, Hairo Kineshi, Kaidou Shun, Kuboyasu Aren, Nendou Riki, Personagens Originais, Rifuta Imu, Saiki Kusuo, Teruhashi Kokomi, Toritsuka Reita, Yumehara Chiyo
Tags Aluna Nova, Amor, Comedia, Hentai, Kusuo, Romance, Saiki, Saiki Kusuo, Saiki Kusuo No Psi Nan, Shoujo
Visualizações 418
Palavras 1.628
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi ^^ Vou logo avisando que não sou tão boa com histórias, mas como eu amo esse anime, decidi fazer o Saiki finalmente ter alguém que entenda ele, e ainda uma garota hauhauahuhau. Fiquem com a fic e não usem drogas <3

Capítulo 1 - Ela


Fanfic / Fanfiction A gente se entende... - Capítulo 1 - Ela


P.O.V Saiki


Levantei da cama com vontade de dormir mais, de tanto ouvir as pessoas reclamando por telepatia. Esfreguei os olhos, e percebi que meu pai estava chegando. Ele abriu a porta e avisou:


- Kusuo-kun! O café ta na mesa.


Como se eu já não soubesse. Também sei que são panquecas com calda doce. E como eu amo doces, fui para a sala comer. Meus pais estavam agindo como dois pombinhos apaixonados como sempre, enquanto eu comia calmamente. Após o café, tomei um banho, me arrumei como de costume e fui para a escola.
Pelo caminho que eu passava, dava para perceber que o Nendo, o Kaidou e o Aren estavam passando por uma rua perto. Usei minha invisibilidade para passar despercebido e depois desativei quando ninguém estava olhando, assim que estive próximo ao portão da escola. Infelizmente, Nendo percebeu minha presença assim que eu apareci e os outros o seguiram para perto de mim.


- Eae, parceiro!


Eu o ignorei.


- Oi Saiki. Ah, hoje eu fiquei sabendo que terá uma aluna nova vindo. - disse Aren meio curioso.


Aff, de novo? De onde brotam tantos alunos novos? Não tem como matar os inúteis para substituir depois, não?


- Humpf. A DARK não poderá me capturar tão fácil só trazendo um espião. Eu, o Asa Negra, estou a frente dos seus truques. - disse Kaidou com sua típica pose quando seu chyunibyou (síndrome de oitava série) decidia se manifestar.


- Que legal, vamos chamar ele para comer ramen depois da escola. - disse Nendo viajando nas suas burrices alheias.


De repende, um garoto que estava passando perto gritou.


- OLHEM! A TERUHASHI-SAN CHEGOU!!


Instantaneamente, um mar de pessoas se amontoaram perto da "garota mais perfeita que existe". Eu conseguia ler seus pensamentos.


"Será que o Saiki-kun já está na sala? Hoje eu vim com um perfume novo, e vou fazer ele suspirar por mim! Afinal eu su a garota mais perfeita e mais bonita que existe, e ele será meu!"


Pra piorar, essa garota me persegue por estar apaixonada por mim. Não que ela não seja bonita. Ela é realmente linda. Mas ela não é tão gentil como aparenta ser. Ela é egoísta por dentro, além de chamar muita atenção. Por isso, não estou interessado. Aliás, romance é algo que eu nunca entendi. É meio estranho e incompreensível, além de trabalhoso. Não perderia meu tempo com isso.
Chegamos na sala e nos sentamos. Graças a Deus, a professora chegou antes que a Teruhashi viesse falar comigo. Ela se posicionou na frente de todos e pediu silêncio. Quando todos estavam calados, ela começou a falar.


- Pessoal, hoje temos uma aluna nova conosco. Por favor sejam gentis com ela.


A professora mal terminou de falar e eu ja ouvia os pensamentos das pessoas, principalmente dos garotos:


"Ai meu Deus é uma garota!"
"Será que é bonita?"
"Se for bonita quero que seja minha namorada!"


Esse povo é doido... Mas o mais doido de tudo é que eu não consigo perceber os pensamentos dela. Talvez seja pelo alvoroço de gente cochichando. Enfim, uma garota de cabelos bem brancos e curtos, olhos auis, físico pequeno, branca e meio séria entrou na sala. Algumas pessoas ficaram lisonjeadas, outras meio decepcionadas. Eu realmente não me importo. Ela começou a se apresentar.


- Olá, meu nome é Shizuka Mei, espero poder me adaptar rápido a vocês. Obrigada por me receberem. - ela falou escrevendo seu nome no quadro, e totalmente inexpressiva.


- Ok, Shizuka-chan, sente-se do lado do Nendo... ali. -ela disse apontando para a cadeira atrás de mim.


Ela se dirigiu séria até a cadeira, e quando passou por mim ela olhou para mim com um olhar aguçado. Parecia que estava me chamando com os olhos. Foi então que eu percebi que eu não conseguia ler seus pensamentos. Por mais que eu tentasse me desconcentrar das outras vozes, ela simplesmente não aparecia. Não creio que ela seja burra igual ao Nendo. Algo deve estar errado. Talvez eu deva verificar isso de perto mais tarde.


[QUEBRA DE TEMPO]


Assim que a aula terminou, as pessoas começaram a se amontoar em volta dela e a fazere perguntas. Percebi que ela estava um pouco envergonhada, porém seguia sem sorrir, apenas interagindo calmamente. Eu peguei meu lanche, um pão de yakisoba e tentei de fininho até o refeitório para me manter longe das pessoas, mas o Nendo puxou a gola da minha camisa e pediu para eu esperar. Aff... Chamou os outros e fomos comer juntos. Estávamos conversando normalmente na mesa e do nada um bilhete surgiu no meu colo. Quase tomei um susto. Comecei a ler discretamente.


*Bilhete On*
Sei sobre você. Pode confiar. Mas precisamos conversar... - SM
*Bilhete Off*


Antes eu já suspeitava, mas agora eu tenho mais certeza que tudo: a Shizuka é uma paranormal. Mas aparentemente ela não é igual à Aiura ou ao Reita. Ela é mais forte. Tanto que eu não consigo ler seus pensamentos. Confesso que estou curioso sobre isso. Mas aparentemente ela consegue usar o teletransporte ou a psicocinese, por ter trazido o bilhete ao meu colo sem ninguém perceber. Ou ainda a invisibilidade para esconder o bilhete. Há milhões de possibilidades. 
Eu comi pensativo, e completamente desligado às conversas dos outros. Assim que terminei, tentei usar a clarividência discretamente para encontrar a Shizuka. Felizmente a achei na escada mais alta da escola. Então eu me desconcentrei com a voz do Nendo.


- Oh, parceiro! Está fazendo caretas?


Ele se referia aos meus olhos quando eu usava clarividência. Era só o que me faltava.


- Eu sei fazer também! - ele fez uma cara que me deu vontade de meter um murro no nariz dele.


- Você chama isso de careta? Olha isso... - disse Aren praticamente fazendo malabarismo com suas expressões faciais.


De repente a mesa estava competindo para ver quem fazia a cara mais besta. Socorro, como eu saio daqui... Para a minha sorte, ou não, Teruhashi-san se dirigiu até a mesa, fazendo todos agirem como pessoas civilizadas.


- Olá pessoal! - ela disse com um sorriso gentil.


- T-Teruhashi-san... - eles falaram praticamente e uníssono.


Eu apenas a olhei, com minha típica cara de bunda.


"Nossa, Saiki tá tão lindo hoje... Mas eu sou mais, e vou fazer ele suspirar por mim. Já sei, vou usar minhas habilidades como garota perfeita!"


Quero ver se isso funciona comigo...


- Oh, Saiki-kun, você está com um perfume novo?


Eu fiz que não com a cabeça. Na verdade eu nem passo perfume... Só tomo banho mesmo.


- E-Então você trocou o shampoo?


Pensei um pouco e fiz que sim com a cabeça. É verdade que eu comprei um que estava na promoção ontem, quando o meu antigo acabou. Mas isso não importa muito.


- Ah, tá explicado. - ela deu um sorriso alegre  pouco aliviado.


"Como ele não suspirou por mim?! Eu Sou a garota perfeita, ele deveria estar agradecido por conseguir falar comigo."


Estaria agradecido se ela me deixasse em paz... Às vezes ela me lembra o Cristiano Ronaldo "sou lindo", aff... Enfim, preciso encontrar a Shizuka. Fiz que ia ao banheiro, mas me dirigi à escada que Shizuka estava. Encontrei-a com um fone de ouvido daqueles que cobrem a orelha, sentada em um dos degraus ouvindo música. Ela me percebeu e tirou o fone. Mas ela não disse nada. Na verdade, usou telepatia.


*Telepatia On*


- Podia ter se livrado daquela menina apenas ignorando.


- Costumo ser educado. - eu disse enquanto sentei no degrau do lado e fingi estar lendo um livro.


- Enfim... Você é o outro não é?


- Como assim outro? Psíquico? Sou...


- Vejo que você não é como aquela vidente e aquele tarado que me cumprimentaram mais sedo.


- Digamos que sou mais discreto...


- Não quis dizer isso... Seus poderes... Estão muito superiores aos deles. São como os meus.


- Então existe alguém com os mesmos poderes que eu...


- Também fiquei surpresa quando não conseguia te ler. Mas você consegue não chamar muita a atenção... Como faz isso?


- Acredite, não é como eu queria... Ainda luto pra que aqueles caras não grudem em mim.


- Da pra perceber que eles gostam de você. Quando vi vocês juntos, percebi que você faz um equilíbrio perto daqueles faladores...


- Talvez... Mas por que você se importa?


- Não me importo. Quero saber como faz isso... É que eu acabei chamando muita atenção hoje... Acho que fiz algo errado. - ela disse encolhendo um pouco o corpo e deixando suas bochechas corarem um pouco.


- Nah... É porque você é aluna nova. Depois eles começam a parar de te encher...


- Espero que sim... Ah, esses dispositivos, na sua cabeça. São o quê?


- Ah você percebeu eles. Essas antenas são pra controlar meus poderes. Não quero explodir nada enquanto eu ando... Esses óculos são pra não transformar ninguém em pedra.


- Ah entendi. Meus poderes são meio descontrolados também... Eu uso lentes de contato para controlar minha petrificação.


- Ah... Mas percebi que sem esses despositivos você é mais controlada que eu sem eles.


- Haha, acho que acabei me acostumando e aprendi a controlar com o tempo.


- Hmm...


*Telepatia Off*


Senti o Kaido, o Aren e o Hairo chegando. Ela provavelmente também sentiu, porque colocou os fones e fingiu que eu não estava ali. Então eles e o Nendo se aproximaram da gente.


- Olha, o Saiki tá aqui! - disse Hairo animado.


- A aluna nova também! - disse Nendo.


- Venham para a sala, já está quase na hora da aula.


Nós dois fizemos que sim com a cabeça e fomos atrás deles até a sala. Ela me olhou pelo canto dos olhos e deu um sorriso quase imperceptível. Entramos na sala.


CONTINUA


Notas Finais


AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA gente desculpa se o Saiki ficou com uma personalidade diferente do anime, mas eu to fazendo meu melhor pra adaptar direito;-; Enfim espero q tenham gostado :') até o próximo cap!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...