História A Grande Profecia - Parte 2 - The Secrets - Capítulo 181


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas dos Kane, H2O, Meninas Sereias, Magnus Chase e os Deuses de Asgard, Once Upon a Time, Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos, Winx Club
Personagens Afrodite, Amós Kane, Annabeth Chase, Apollo, Bloom, Capitão Killian "Gancho" Jones, Carter Kane, Cleo Sertori, Darcy, Emma Gilbert, Eros (Cupid), Hades, Henry Mills, Icy, Jason Grace, Nico di Angelo, Percy Jackson, Personagens Originais, Peter Pan, Piper Mclean, Quíron, Regina Mills (Rainha Malvada), Rikki Chadwick, Sadie Kane, Silena Beauregard, Stormy, Thalia Grace, Valtor, Wendy Darling, Zeus
Tags Anúbis, Aventura, Bruno Norgaard, Chase, Colegial, Comedia, Demigod, Drama, Dramédia, Férias, Kane, Luta, Macri Mattos, Magia, Margaard, Mistério, Neinths, Novela, Percy Jackson, Romance, Segredos, Semideuses, Wes, Wesbela
Visualizações 25
Palavras 1.824
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, olá!
Pelo que me parece a internet daqui de casa está sendo melhorada, mas ainda tem seus altos e baixos. Internet complicada zzzz

Esse é o meu capítulo favorito. Achei tão lindinho tudo *-*

Na capa é o que Macri vai ver

Já viram a capa nova da história? Só troquei o personagem do Bruno

Boa leitura!
#FinalAGP #RumoA12Mil #RumoA5Mil

Capítulo 181 - Abra e veja o futuro - Parte 1


Fanfic / Fanfiction A Grande Profecia - Parte 2 - The Secrets - Capítulo 181 - Abra e veja o futuro - Parte 1

Mattos acendeu a luz e seus olhos se arregalaram. Ela avistou um caminho da porta de entrada que se seguia subindo a escada de pétalas de rosas lilás. Se recordou do dia da formatura dela e como não conseguiu ter a noite perfeita com Bruno. Um sorriso surgiu em seus lábios.

Seguiu o caminho de rosas até o quarto principal. Respirou fundo e abriu a porta vendo que a cama era outra e em formato de coração. Por cima estavam as pétalas nela e ao lado tinha um carrinho cheio de algodão doce das cores rosa e azul.

Andou até o carrinho, mas antes verificou se Norgaard estava no banheiro. A resposta foi negativa. Na hora que ia pegar um saquinho de algodão doce, avistou uma caixinha retangular fechada com um bilhete escrito “Abra e veja o futuro.”. Ela franziu o cenho e retirou a tampa curiosa.

Tinham três bombons. Um com o desenho de um bolo, o do meio com uma aliança e o terceiro eram flores. Uma lágrima desceu dos olhos dela e um sorriso bobo surgiu nos lábios.

― Então ― a voz de Bruno soou surpreso, ele achava que Macri iria demorar mais.

Macri se virou e notou que ele estava com uma roupa mais formal. Segurava uma caixinha de veludo azul na mão e seus olhos violetas estavam brilhosos.

― Eu

― Ah, não. ― A interrompeu. ― Eu quero fazer isso direito. ― Se ajoelhou a frente dela e abriu a caixinha revelando o anel mais lindo que Macri já tinha visto na vida.

Ele tinha a mistura de duas pedras. Uma roxa e outra laranja da cor do coração deles e juntas formavam uma coisa só. Assim como seria de agora em diante.

― Macri Mattos de Sousa ― ele soava seguro ―, passamos por tantas coisas separados, juntos, mas negando o que sentíamos um pelo outro.

“Podemos ter brigado muito, podemos ter sido os melhores amigos, eu posso ter sido um falso com você, mas saiba que o que eu sempre senti estava em mim. E eu sempre te amei, por isso que até hoje a árvore de Bven continuou firme e forte. Passamos por tantos problemas e finalmente nos reencontramos como deveria ter sido antes.”

“Eu não quero perder mais tempo e o que eu mais desejo nesse mundo é que passamos nossa imortalidade juntos. Eu te amo sempre e para sempre, Quiqui. Quer ser minha parceira de crime, minha 16, minha Quiqui, minha pequena, minha mor, minha princesa, minha rainha e minha Macri para sempre?”

― Claro que sim, meu parceiro de crime, meu 18, meu Nono, meu mor, meu tudo, meu Norgaard, meu rei, meu Bruno. ― Ela soou com a voz embargada e Bruno emocionado colocou o anel nela. ― Eu te amo sempre e para sempre. ― Sussurrou e selou os lábios deles num beijo lento.

Ele quebrou o beijo ofegante e com um sorriso no rosto. Mirava nos olhos rosados de Macri que tinha voltado com o brilho. E se lembrou de uma coisa.

― E nós vamos procurar um psicólogo.

― Ah, é. ― Macri se recordou do acordo. ― Psicólogo mágico.

― Deve ter algum sem ser Dédalo. ― Bruno segurou a mão dela. ― Não pense que só você vai fazer terapia, eu também vou. Porque eu quero ter certeza de que to bem mesmo e que o grego não tenha feito nada demais comigo durante as consultas.

― Você tem razão e acordo é acordo. ― Macri roubou um selinho dele. ― Agora me explica essa roupa, senhor Norgaard.

― Brandon e Moani nos chamaram para ir a Bven e é para ir assim. ― Contou roubando um selinho dela. ― E mais uma coisa, eu quero que seja perfeito e acho que devemos esperar até a lua de mel.

― Então vamos casar amanhã. ― Ela sugeriu arrancando uma risada baixa dele. ― E o senhor tem que voltar a escola.

― Vou voltar e vamos nos casar nas férias, que tal? Podemos ir de lua de mel até Belize. ― Soou sugestivo.

― Então, eu vou querer uma festança e você está falando sobre a ilha no Caribe que Madonna canta?

― Essa mesma. ― Bruno selou os lábios deles e Macri sorriu entre o beijo. ― Agora vamos ver o que Broani quer de nós.

Ele falou e Macri notou que seu vestido roxo não estava mais ali. Ele tinha trocado a roupa dela para um vestido branco longo, leve e com uma fenda. Tinha alças que ficavam próximas aos ombros. Uma sandália de brilhante surgiu nos pés dela, um colar que tinha a mesma mistura de pedras do anel de noivado, e com uma maquiagem bem marcada nos olhos.

― Quem precisa de estilista quando se tem o melhor noivo do mundo? ― Macri comentou e deu um selinho nele.

― Eu fico bastante aliviado de Brandon e você não estarem mais se amando daquela forma. ― Bruno falou ao segurar a mão dela.

― É. ― Macri afirmou incomodada e logo se teletransportaram para Bven. ― Bru, você lembra do que Moani contou para gente quando criança?

Eles andavam pelo jardim de Bven e a árvore estava verdinha lá.

― Vamos ter outros filhos e você vai ter com um outro mortal. ― Ele respondeu e depois mirou bem firme nela. ― Você tem outra pessoa?

― Não, não é isso. ― Macri soou apressada. ― É que mesmo nos casando, vai acontecer isso. Uma hora ou outra vai acontecer, Norgaard. E eu não quero que isso acabe com o que temos.

― Macri, nosso amor existe há mais de cento e cinquenta anos. Antes aconteceu isso e continuamos juntos, nada vai mudar. Mesmo que eu ou você tenhamos filhos com outras pessoas.

― Por isso que eu te amo, 18. ― Ela soou baixinho e o abraçou.

― Também, 16. ― Ele abraçou de volta e selou os lábios deles mais uma vez ao segurar o queixo dela.

Macri quebrou o beijo e sorriu pegando na mão de Bruno novamente. Seguiram até o castelo de Bven e estranharam a movimentação toda. Tinha tantos repórteres de Magix ali e quando viram o casal correram fotografa-los.

― Macri, você voltará a Magix para a estreia do filme? ― Um perguntou fazendo com que a princesa se recordasse do filme que fez.

― Seu namorado está de bem com aquelas cenas? ― Outro questionou.

― Bruno, quando vai pedir Macri em casamento? ― Um terceiro falou.

― Ele acabou de fazer isso. ― Macri contou e mostrou o anel. ― Nós temos que ir. ― Acenou para eles e puxou Norgaard para dentro do castelo notando que alguns guardas que eram de Ashtown estavam ali.

― To entendendo nada. ― Bruno falou confuso.

― Eu trouxe algumas pessoas de Magix para cá, fiz mal? ― Brandon surgiu por trás deles bem arrumadinho.

― Acho que não, mas poderia ter nos contado. ― Macri retrucou.

― Eu ainda to testando e nós temos o dever de povoar Bven. ― Se explicou.

― Maaaacri! ― Sibele gritou voando até a filha de Afrodite.

― Bele! ― Macri abraçou a pequenina.

― Concordo, mas nos avise. Eu fiquei perdidinho lá fora. ― Bruno contou. ― E o que de tão especial vocês têm para nos contar?

― Vamos entrando. ― Brandon deu a passagem e os dois entraram no salão principal.

Tudo estava devidamente arrumado e Macri estava surpresa em ver tanta gente ali. Toda a família estava ali e seus amigos. Bruno estava de olhos arregalados ao ver Violet com Liv no colo.

― Ela ta viva? ― Soou pausadamente e Brandon assentiu.

― Algumas pessoas não morreram. ― Isabela comentou ao ficar ao lado deles.

Ela usava um vestido longo azul e recortado ao lado de Wesllen e Moani que estava com um vestido verde longo e rendado.

― Como a mãe do Daniel? ― Macri perguntou e Isabela assentiu.

― É. ― Moani começou a falar. ― Mataram ela pensando ser eu, mas agora foi revertido. E seu amigo?

― Nem sabe que eu existo. ― Macri falou sobre Tennyson.

― Estou vendo um anel? ― Isabela pegou a mão de Macri enquanto os garotos conversavam.

― Ele acabou de pedir. ― Macri contou empolgada e as duas vibraram. ― Mas também, estou vendo um anel nos dedos de vocês.

― Nando me pediu na praia, foi tão lindo! ― Isabela contou.

― Brandon foi bem tradicional, pediu a minha mão a minha mãe. Já que meu pai está cumprindo um castigo. ― Moani explicou.

― Está tudo nos eixos novamente. ― Wes comentou ao passar o braço envolta de Novak.

― E espero que fique assim para sempre. ― Brandon suspirou e depositou um beijo na boca de Moani.

― E agora Bven vai ser povoado? ― Bruno questionou e o Francesco assentiu.

― Brandon chamou algumas pessoas para morar aqui. ― Sibele contou empolgada.

― Só de Magix? ― Macri perguntou a ele.

― Chamei Khamis também. ― Ele contou.

― Podemos chamar quem quisermos? ― Isabela questionou.

― Sim e a partir de hoje eu e Moani vamos ser os governantes de Ashtown em Bven. ― Explicou.

― Meus pais também deixaram eu ser a governante de Neinths aqui. Acho que podemos povoar nosso mundinho aos poucos. Mas, eu vou terminar minha faculdade. ― Macri comentou e segurou a mão de Bruno. ― E é claro que meu amor vai governar comigo.

Ela roubou um selinho dele enquanto o mesmo estava surpreso.

― Eu não tenho reino nenhum. ― Wes falou e Isabela riu baixinho.

― Não precisa de reino, meu Nando. Bven já é nosso reino. ― Ela depositou um beijo nos lábios dele.

― Isabela tem razão. ― Moani argumentou. ― Nós somos os criadores e governantes de Bven.

― Macri e o Johnny, pai da Scalline? ― Brandon se recordou.

― Tudo normal. ― Respondeu e pegou uma taça de champanhe de um garçom.

― Ele é mortal, então ele esqueceu de tudo, certo? ― Bruno questionou um pouco firme e ela negou.

― Não podia apagar o pai da minha filha da minha vida. Johnny é meu melhor amigo desde as outras vidas iguais a vocês. ― Ela começou a se explicar. ― Eu fiz um pedido para ele não se esquecer.

― Quando você fez isso? ― Wesllen perguntou com um tom firme.

― Quando fizemos o pedido, eu fiz um bem baixinho e ninguém ouviu. ― Contou. ― Já me expliquei a ele e está tudo certo. Johnny está cuidando de Scalline hoje. ― Ela bebericou um pouco.

― Você tinha que ter nos contado. Nós mudamos tudo, podia ter algum erro

― Não teve erro. Ninguém se lembra de nada, exceto nós e o Test. ― Macri interrompeu Brandon. ― Estamos em paz e Bven vai ser povoado. Tudo está nos eixos novamente.


Notas Finais


Até o próximo!
Beijoss*
Macri


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...