1. Spirit Fanfics >
  2. A gravidez - Jikook >
  3. 2 temporada 2.9

História A gravidez - Jikook - Capítulo 45


Escrita por: isahpirenche

Capítulo 45 - 2 temporada 2.9


Fanfic / Fanfiction A gravidez - Jikook - Capítulo 45 - 2 temporada 2.9

Ambos depois que comerem a pizza, estavam conversando como todo casal, Jimin se levantou do colo do maior comendo seu creme de avelã com a maior tranquilidade e foi em direção a cozinha

- Jimin...acho que sua bolsa estourou...- Jungkook falou um pouco nervoso e Jimin bufou, ainda não tinha pago o boquete no seu marido

- poxa filha, logo agora? - Jimin falou baixo e Jungkook riu indo pegar as bolsas que já ficavam prontas - amor...ainda dar tempo do boquete...- Jimin falou e Jungkook negou rindo

- isso não é hora, daqui a pouco começa as suas contrações...- Jeon disse indo rapidamente no quarto da bebê e pegando as bolsas

- que droga - o loiro fez uma feição de dor e Jeon acelerou o passo, não estavam muito preparados para o nascimento da alfa naquele momento

(•••)

- você já bebeu demais, gatinho, acho melhor parar! - Kitty disse tentando tirar o copo da mão do menor que deu um selinho na mesma segurando as nádegas da mesma que riu com a intensidade do seu amigo

- você sabe que quando eu bebo, eu fico mais safado...- Jungwan disse baixo no ouvido da garota que riu segurando o mesmo

- não vou fazer nada com você bêbado, eu não sou maluca - Kitty disse baixo e beijou a bochecha do garoto que riu todo bobo

- GALERA TENHO BOAS NOTÍCIAS - Taeyang apareceu gritando fazendo todos pararem e o olharem - MINHA IRMÃ VAI NASCER! - todos começaram a gritar e fazer mais bagunça

- UM BRINDE A JUNGMIN! - Cher disse alto e todos brindaram, Jungwan estava mal, quase não conseguia ficar em pé, o mais novo saiu dali indo em direção ao quintal pegar algum ar, seu coração estava apertado

- acho melhor você parar de beber, ou terá um ataque cardíaco - Jongdae disse com um tom de voz grave fazendo Jungwan se arrepiar

- você é meu tio ou meu pai? você é tatuador ou médico? eis a questão - Jungwan disse um pouco bravo e Jongdae riu

- eu ainda não entendo o porquê da raiva, sempre teve raiva de mim, desde quando disse que gostava de você...- Jongdae sentou do lado menor que ria irônico

- você acha mesmo que eu teria sentimentos por alguém? eu só quero foder...amor eu tenho da minha família e meus amigos - o menor falou e o mais velho o encarou - só acho que...você nem sequer esperou...não esperou eu ter um mínimo de atitude mais madura e você virou outra pessoa, esse Jongdae eu não reconheço...- Wan iria se levantar e Dae segurou o mesmo

- Wan... éramos novos demais, eu nem sabia o que estava fazendo...- Dae segurou a bochecha do mesmo e alisou

- tudo bem...agora você tem sua família, vai ser papai e eu vou seguir a minha, não preciso que você tome conta da minha vida -  Wan saiu rapidamente dali deixando Jong para trás sem argumento nenhum

(•••)

- firme Jimin, segura firme...- Jungkook disse baixo segurando a mão do mais novo, o mais velho estava tenso, Jimin gritou pela última vez e riu quando ouviu o choro da sua pequena e olhou para o Jungkook que sorriu segurando a mão do mesmo e deu alguns selinhos no menor

- e-ela é bonita demais...- Jimin disse fraco e Jungkook assentiu sorrindo, estava completamente bobo com a sua filha alfa

- descansa meu amor, feche os olhos...- Jungkook disse dando um beijo na testa do menor - estarei olhando a nossa pequena...- Jeon disse baixo e alisou o rosto do menor que sorriu fraco e vagarosamente foi cochilando

Depois de alguns minutos, as enfermeiras, limparam a cama do Park com o mesmo ainda dormindo e o quarto do mesmo, uma enfermeira vagarosamente entregou a Jungmin para Jeon

- oi papai - a enfermeira disse baixo e Jeon se emocionou vendo a mesma com os pequenos olhos puxados meio abertos

- ela é tão linda...- Jungkook disse ninando a sua filha que fechava os olhos vagarosamente e abria novamente para encarar seu pai

- ela reconheceu sua voz...- a enfermeira riu e olhou para a menor - ela tem os olhos do senhor Jeon Jimin - a enfermeira disse baixo e Jeon concordou sorrindo - vou deixar vocês a sós, qualquer coisa pode me chamar! - a enfermeira saiu do quarto

- oi pequena, omma Mimin, está dormindo nese momento, ficou tão cansado que não conseguiu ver seu rostinho lindo ainda...- Jungkook disse baixo e alisou o rostinho da pequena que encarava reconhecendo a voz do seu pai - seus irmãos estão em uma festa com os seus primos e já sabem, quero dizer, todos já sabem - Jeon dizia baixo e Jimin riu escutando o maior conversando com a sua filha

- Jeon, posso ver minha filha, fofoqueiro? - Jimin disse ansioso e Jungkook o entregou fazendo o mesmo quase chorar ao ver aquele sorrisinho bonito

- aproveita essa pequena hoje, que amanhã vai ser dia de visita, você já sabe né - Jungkook disse fazendo Jimin rir e concordar

- meu bebê, você nasceu na família mais doida de todas! - Jimin disse ninando a pequena que estava quase dormindo

- cheirinho de morango de desenho, que alfa cheirosa - Jeon falou baixo e logo depois cheiro o pescoço do Jimin que riu - puxou meu omegazinho...

(•••)

- vamos embora Jungwan, arrumamos a casa, a maioria já foi...- Taeyang disse baixo vendo seu irmão novamente sóbrio jogado no sofá, já era seis horas da manhã

- irmão, temos que levar o Sehun, Sun e a Yang embora - Cher disse abraçando seu irmão mais velho por trás

- eu posso levar Jungwan em casa, quero conversar a sós com ele - Jongdae disse cruzando os braços e o menor gargalhou

- eu não vou ir com você nem a pau, eu posso ir andando, minha casa é no condomínio mesmo - Jungwan disse levantando e Sun parou o mesmo

- vai logo cara, não fique fazendo rodeios! - Sun falou fazendo o ômega fazer bico e assentir com a cabeça um pouco irritado

- tudo bem, posso ir - Jungwan fechou a cara e JongDae revirou os olhos com a imaturidade do menor

Assim que JongDae e Jungwan entraram no carro, Jungwan olhou para o mesmo que colocou o cinto e olhou para o menor

- olha, eu queria te dizer que...- Jong tentou se pronunciar e o menor abriu o porta luvas tentando achar algo importante e o maior olhou para o mesmo

- olha, se você for me dar satisfações... - Jungwan riu e pegou uma foto - não é necessário... não temos nada - Jungwan olhou para o homem da foto e sorriu triste o cara era muito lindo - é seu noivo? - Jungwan perguntou olhando para a foto

- sim, ele é meu noivo - Jongdae começou a dirigir e Jungwan ficou olhando a foto, o cara era mais velho, um corpo mais maduro e malhado, Jungwan nunca se sentiu com a autoestima tão baixa assim na sua vida

- ele é bonito, está grávido de quantos meses? - Jungwan guardou a foto, "não mexa em coisa que não é sua, ou você verá coisas que não quer ver", a visão de Jungwan embaçou e o menor disfarçou

- ele está com dois meses, está cheio de complicações - JongDae disse sorridente e o menor olhou para janela, se maltratando por total

- e quando você vai contar para os seus pais? - Jungwan fez mais uma pergunta e Jongdae riu e encarou o mais novo, parando na porta da casa dos Jeon's

- isso é uma conversa ou uma entrevista, eu to bem...- JongDae falou encarando o menor que olhou para o mesmo

- não, não está não, você mudou, não tem mais aquele brilhos nos olhos que me fazia encarar por algumas horas sem nenhum esforço - Jungwan alisou o rosto do mesmo e sorriu fraco - nem seus pais você visita mais...obrigado por me trazer até aqui! - Jungwan tentou abrir a porta do carro mas ainda continuava travada

- você não quer... sair comigo? - JongDae disse baixo e o menor negou com a cabeça e beijou vagarosamente a bochecha do moreno

- eu não vou ficar me maltratando não, JongDae, não quero me apaixonar por um homem de família - Jungwan sentiu Jongdae ficar sem ar e destravar a porta do carro

- t-tudo bem - o mais velho sorriu porém o menor continuou sério - espero te reencontrar mais vezes, querendo ou não você é meu sobrinho de consideração - o tatuado tentou disfarçar o clima tenso

- beleza...- Jungwan saiu do carro sem olhar para trás, estava totalmente derrotado, se sentia um lixo, estava pagando pela provocação e os foras que dava no maior que era bobo e inteligente

Jungwan aproveitou que seus irmãos ainda não estavam em casa e aproveitou para chorar debaixo do chuveiro, era crítico seu primeiro amor, estar casado, com um filho e o pior quase marcado

O menor só parou quando escutou toques na porta, obviamente era seus irmãos que já tinham chego, rapidamente o mesmo desligou o chuveiro e se secou

- Jungwan? - Taeyang falou baixo e escutou um leve "hum" do menor - Cher e eu iremos arrumar a casa antes de dormir, quer ajudar? nossa irmãzinha chega aqui a noite...- o mais velho perguntou e o menor abriu a porta de cueca

- vou ajudar é claro - Jungwan disse sorrindo, estava ansioso para ver sua irmã, assim como seus outros irmãos

(•••)

- já vieram seus pais, os kim's, os Chang's, o trio sensação, Taemin, Magusara, Mark, Jackson e Taehyung e seu irmão abençoar essa criança e ninguém está controlando as crianças abençoadas - Jimin disse preocupado com as bênçãos

- Taeyang disse que acabou, eles limparam lá meu bem, nada de ruim aconteceu, Junghyun e seu marido Taeyang, depois da viagem passaram aqui e foram direto a casa - Jungkook disse baixo aliviando o coração do menor que tinha um grande cuidado com todos e Jeon sentia

Jeon pegou a menor no colo e sorriu ao ver a carinha franzida da mesma, porém logo abriu uma feição serena ao ver seu pai

- Cher vai ficar com ciúmes desse chamego todo que você tem por mim, hein, pequena! - Jungkook disse rindo e Jimin fez biquinho

- essa puxação de saco tem que ser comigo - Jimin disse olhando para sua filha que deu uma leve risada - olha! que garotinha safada! - Jungkook começa a rir e Jimin beijar a cabeça da mesma que fechou os olhos vagarosamente



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...