História A guarda de segurança mais loka da história-Fnaf - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Balloon Boy, Ballora, Bidybab, Bonnie Hand Puppet (Bonbon), Bonnie the Bunny, Carlton, Charlotte "Charlie", Chica the Chicken, Circus Baby, Dave, Endoskeleton, Ennard, Foxy the Pirate, Freddy Fazbear, Fritz Smith, Funtime Foxy, Funtime Freddy, Golden Freddy, Jason, Jeremy Fitzgerald, Jessica, Lolbit, Mangle, Marionette, Michael, Mike Schmidt, Minireena 1, Minireena 2, Nightmare, Nightmare Balloon Boy, Nightmare Bonnie, Nightmare Chica, Nightmare Foxy, Nightmare Freddy, Nightmare Mangle, Personagens Originais, Phone Guy, Plushtrap, Purple Guy, Sammy, Shadow Bonnie, Shadow Freddy, Springtrap, Toy Bonnie, Toy Chica, Toy Freddy
Tags Five Nights At Freddy
Visualizações 115
Palavras 1.296
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, FemmeSlash, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Spoilers, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Golden... A empregada


Fanfic / Fanfiction A guarda de segurança mais loka da história-Fnaf - Capítulo 8 - Golden... A empregada


-- Para curar seus machucados, você tem que tirar a roupa, e por isso o Golden tem que sair. -- falou o mascarado.

-- QUEEEEEEE????!!!!!! -- exclamei

-- Para eu poder curar os seus machucad-

-- EU JÁ ENTENDI!!!! -- o interrompi, mas ao gritar senti minha cabeça doer um pouco mais, me fazendo por as mãos na cabeça -- Aaainnn!!!

-- Senhor do céu... -- ouvi o mascarado murmurar -- Golden... Sai.

-- Mas... -- começou ele -- Okay.

Então ele sai da sala, e o mascarado olha para mim.

-- Já acabou o drama? -- pergunta ele

-- Eu não vou tirar a roupa. -- falo determinada.

-- Mas é necessário!

-- Caguei! Eu não vou tirar a roupa na sua frente.

-- Se eu fosse uma garota, você pararia com esse draminha? -- ele pergunta, me deixando meio confusa

-- Hum... Talvez

No momento em que falei, uma nuvem escura cobriu o corpo dele. Que que tá acontecendo?

Quando a nuvem finalmente se dissipou... WTF!!??

No lugar do mascarado, havia uma humanotronic. Que ela tinha cabelos negros que iam até suas costas, e usava um vestido preto com uma saia rodada. 

-- Melhorou? -- perguntou ela ( ou seria ele? ), Sua voz era a mesma, mas mais fina e delicada.

-- ... -- fiquei sem reação, afinal não é todo dia que se vê um ser masculino virar um feminino... Pensando bem, também não é comum ser atacada por um bando de humanotronics assassinos.

-- Então... Vai parar com esse drama? -- fala ela parecendo impaciente.

-- ... É mesmo necessário?

-- Sim, tira a roupa e você vai ver o motivo.

Sem muita escolha, comecei a tirar o meu uniforme, quando estava nua, entendi o que ela quiz dizer.

Meu corpo estava cheio de arranhões, uns bem profundos.

Olho para ela confusa.

-- Depois eu explico! -- fala ela -- Agora deitesse na mesa.

Fiz o que ela mandou, ela estendeu as mãos um pouco acima do meu corpo, e começou a sussurra palavras que eu não entendia.

Suas mãos ficaram rodeadas por uma aura negra, e senti um desconforto se espalhando pelo meu corpo.

Depois de alguns minutos, ela recolheu as mãos, e olhou para mim.

-- Prontinho! Já está curada. -- ela disse.

Olhei para o meu corpo, e me surpreendi com o que vi, não tinha nem sequer uma só cicatriz.

-- Mas o que? -- olho para ela.

-- E também limpei seu uniforme. -- ela apontou para minhas roupas que estavam limpinhas.

-- Não precisava.

-- Precisava sim, eu quero garantir que não haja provas de que eu tentei te assassinar.

Pego minhas roupas e as visto, e olho para ela.

-- Obrigada por me curar.

-- Não me agradeça, eu ainda vou te atacar durante as noites que você trabalhar aqui.

-- ... Oxi! 

-- A vida é assim, agora... -- novamente uma nuvem negra cobre o seu corpo, quando ela some, vejo que ela voltou a ser ele -- Bem melhor.

-- Bem... Qual é o seu nome?

-- Puppet, e o seu?

-- Lisa.

-- Bem... Vamos?

-- Okay

Saímos da sala, e vejo o Golden limpando o rastro de sangue, que eu fiz quando fugi para a minha sala.

Os outros humanotronics estavam conversando, brincando e até mesmo dormindo. Bando de preguiçosos.

-- Olha só quem acordou, a humana preguiçosa -- brincou o Foxy

-- Vai catar coquinho na ladeira! -- respondo.

-- Eu cato se eu quiser!

Revirei os olhos, e vou até o Golden.

-- Quer ajuda? -- falo

-- Hum... ? -- ele se vira para mim confuso -- Não, não preciso. Mas se quiser... 

Eu vou no armazém, pego um rodo e uma vassoura, e volto para ajuda-lo.

Passamos um tempo limpando, em silêncio, enquanto os outros ficaram conversando.

-- Bem... Pode me responder uma coisa? -- pergunta ele quebrando o silêncio

-- Pode sim -- respondo sem olhar para ele concentrada na limpeza

-- Por que no seu primeiro dia de trabalho você foi limpar o restaurante?

-- Por que me mandaram fazer já que o faxineiro havia faltado.

Todos os humanotronics pararam de fazer o que quer que estavam fazendo, e olharam para mim confuso.

O Golden para de varrer e olha para mim, desconfiado.

-- Quem te disse isso? -- perguntou ele, olhando nos meus olhos, como se achasse que eu fosse mentir.

-- O William me disse. -- falo sem entender a reação deles. 

Parecia que eu tinha acabo de mostrar o detonador de uma bomba, pois alguns humanotronics começaram a ter um mini ataque de pânico, enquanto outros começaram a sussurrar entre si. O Golden ficou murmurando para si mesmo coisas aleatórias.

-- Alguém pode me explicar o que está acontecendo? -- falo irritada.

-- Lisa... O William mentiu para você... O faxineiro não faltou naquele dia, por que eu sou o faxineiro e o cozinheiro daqui.

-- Então... Q-quer dizer q-que... -- falo botando a mão na boca

-- Sim quer dizer que ele te mandou para a sua mort-

-- Quer dizer que você é tipo a empregada daqui? -- o interrompo, tentando me impedir de rir.

Ele fica sem reação, como se não acreditasse no que ouvia.

O Foxy e o Puppet explodiram em risadas, deixando o Golden bem irritado, mas sua reação apenas me fez rir junto a eles.

-- NÃO ACREDITO QUE NÃO PENSEI NISSO ANTES! -- disse o Puppet em meio às risadas.

-- Gostei dessa humana! -- fala o Foxy enquanto ri com as mãos no estômago como se doesse -- Ai minha barriga HAHAHAHAHAHAH!!!!!

-- Sua... -- diz o Golden olhando para mim, como se tentasse me matar apenas com o olhar -- Sua desgraçada!!! ALÉM DE SER UMA IMBECIL, IDIOTA, FEIA É TAMBÉM UMA BURRA!!!

-- Me chamou do que? -- falo parando de rir e encarando ele com ódio

-- Além disso tudo é surda? 

-- Olha aqui o robozinho ridículo! Não ouse falar comigo assim!

-- Senão o que? Vai me bater? Você é a humana mais fracote que já vi em toda a minha vida, qualquer coisa e você já se machuca! VOCÊ NÃO PASSA DE UMA MENININHA DE PORCELANA!!!

-- E você? -- rebato, demonstrando o ódio que sentia em minha voz -- É apenas um robô, não tem sentimentos! É um assassino! Mata pessoas inocentes! VOCÊ É PIOR QUE O TIO AF-

Me interrompo, percebendo que ia falar demais.

-- QUER SABER!?? CANSEI!! -- grito soltando os utensílios de limpeza -- Limpe essa merda sozinho! Não vou ficar mais aqui!

Me viro e vou em direção a minha sala, onde acho o meu celular em cima da mesa. O pego, me sentando num canto da sala, e o olho

Loka ❤️

Kity: O QUE VOCÊ FEZ COM A LISAAAA!!!

EU VOU LIGAR PARA A POLÍCIA!

"Eu": Sou um humanotronic... Relaxa, ela tá viva, só desmaiou.

Kity: Quem é você? Por que deveria acreditar em você?

"Eu": Sou o Bonnie, um amigo dela. Tenho a ajudado ela a sobreviver aqui.

Kity: Ah! Agora tudo faz sentido. Tava estranhando o fato dela ter sobrevivido por tanto tempo sem ajuda.

........... EU VOU MATAR ESSA GURIA ASSIM QUE EU VÊ-LA.

Não acredito que ela disse isso.

Olho em outras conversas.

Henry o melhor chefe 👍

Henry: Desculpa por interromper seu espediente, mas queria avisar a você que terá que trabalhar no turno da manhã também, a pizzaria não vai abrir hoje.

"Eu": Okay 👍

Isso explica o fato de eu ainda estar aqui.

Mãe ❤️

"Eu": Mãe, vou trabalhar até mais tarde

Mãe: Ok! Se cuida, eu te amo ok?

"Eu": Também te amo ❤️

Pelo visto o Bonnie andou resolvendo algumas coisas. Guardo o celular no bolso.

O fato do Golden ter me xingado, me deixa abalada, mas, foi necessário.

Eu já sabia que o William havia me enganado, sabia desde de que comecei minha investigação.

Me lembrei do que eu quase havia dito durante a discussão, quase havia revelado algo que nem mesmo minha família sabia, afinal aconteceu antes de me adotarem.

Sim, sou adotada, acho que esqueci de mencionar.

Colo meus joelhos junto ao meu peito, e abraço minhas pernas, me lembrando das coisas que eu já passei, me lembrando da minha antiga família, me lembrando do meu antigo nome.

O meu antigo nome era...

.

.

.

.

.

.

............................. Eliza Afton.

TO BE CONTINUED




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...