História A Guardiã das Trevas - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Animais, Animes, Anjos, Aventura, Demonios, Deuses, Espíritos, Felinos, Lendas, Leões, Luta, Magia, Mistério, Mitologias, Monstros, Naruto, Romance, Sobrenatural, Sombrio
Visualizações 11
Palavras 821
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Então galerinha, para aqueles que me acompanhavam antes, eu excluí minhas fanfics, mas calma, irei refaze-las em todos os sentidos.

Essa história se baseia um pouco na vida que eu queria viver, ela tem algumas coisas que realmente aconteceram comigo, sim a personagem sou eu mesma kkkkkk

Capítulo 1 - A Casa do Bruxo!


Fanfic / Fanfiction A Guardiã das Trevas - Capítulo 1 - A Casa do Bruxo!

Nunca pensei muito no que me tornaria no futuro, talvez pelo motivo de ser ainda uma criança....

Stefani Weingartner, nascida em uma cidade grande no Brasil, mas teve que se mudar para uma cidade simples no japão com sua mãe, ela havia vindo em busca de uma grande oportunidade de emprego e Stefani veio por diversão, já gostava da cultura de lá por causa dos animes, vocês conhecem Naruto? Ela ama, e tem varias coisas dele e ter chegado ao japão é algo que ela pode chamar de sorte .

Mas nem tudo saiu como ela imaginava, os colegas da escola eram horriveis e ela passava o tempo todo sozinha em casa,sua mãe viajava tanto devido ao emprego, que até parece que Stefani vivia sozinha.

-Mãe quando você volta? - Questiona Stefani a sua mãe ao telefone.

-Tenho muitos pacientes ainda para ajudar, talvez eu demore alguns meses, sei que vai ficar bem. - Explica ela.

-Eu sei que vou, mas é chato ficar sozinha aqui sem fazer nada. - Explica Stefani.

- Convida suas amigas para brincar com você, como esta indo na escola? - Questiona sua mãe.

-Mãe eu não tenho amigas, a escola esta indo bem, mas os colegas me tratam mal, estou cansada disso. - responde Stefani.

-É só ignora-los, tenho que ir agora, se cuida, beijinhos! - a mãe de Stefani desliga o telefone.

-Que droga! Já esta na hora da aula!- Reclama Stefani pegando sua mochila e se preparando para sair.

Stefani adora as aulas, gosta de aprender novas coisas, mas o motivo de odiar ter que ir para a escola é de seus colegas de classe. Stefani não tem nenhum amigo ou amiga e todo dia ela é perseguida por garotos e garotas encrenqueiro(a)s.

"Olha só aquela garota, ela é esquisita!"- cochicha um garoto para alguns alunos novos que entraram na classe.

O mesmo começa a fazer piadas, atirar coisas e tentar chamar a atenção de Stefani, que tentava ignora-lo ao maximo que podia.

Na hora do lanche os colegas dela derrubavam sua bandeija com o lanche no chão, derrubava seus livros e empurravam ela nas escadas, algumas vezes as quedas na escada lhe causavam feridas e hematomas.

"Que droga, não aguento mais tanta humilhação, como eu queria mudar de escola!" - Pensa Stefani chorando sentada numa calçada próximo a uma rua bloqueada por varias faixas e placas de madeira.

-Olha quem está aqui, se não é a garota mais feia do colégio! Hahaha! - Diz um dos colegas que vive aprontando pra Stefani.

-O que você quer? Já estou cansada de você! - Diz Stefani irritada.

-Ia incomodar você, mas não vou até ai, minha mãe disse que é proíbido! - Diz o menino apontando para a rua bloqueada.

-O que tem nessa rua? - Questiona Stefani intrigada.

-Ué você não conhece a lenda, ah é você é uma ESTRANGEIRA hahahaha! - Diz o menino rindo.

-Conta logo a lenda imbecil! -Diz Stefani

-Ah meus avôs me contaram que essa rua tinha pessoas estranhas, e nela tinha um bruxo, diziam que ele criava um demônio no porão de casa. Ai um dia esse bruxo morreu e coisas sobrenaturais começaram a acontecer! - Diz o menino meio assustado.

-Sobrenaturais é? - Diz Stefani não levando muito a sério.

-Sim, os vizinhos do bruxo diziam que estavam vendo fantasmas, ouviam vozes e estavam vivendo uma vida de azar, ai todos resolveram abandonar a rua e nem mesmo os policias e a prefeitura quiseram destruir as casas! Ai eles resolveram bloquear e botaram esse aviso para manter distância! - Diz o menino apontando para a placa de aviso.

-Que besteira! - Diz Stefani

-Não acredita em mim não é? - Diz o garoto.

-Não, não existe fantasmas, isso é historinha pra garotinhos mijarem na cama! - Diz Stefani

-Ah é, então eu te desafio a entrar lá! - Diz o garoto.

-Ta! Eu entro! Mas o que eu ganho com isso? - questiona Stefani.

-Eu e meus amigos vamos parar de te incomodar e vamos te respeitar se entrar la! - Diz o garoto cruzando os dedos escondido de Stefani.

Stefani passa pelos varios obstáculos de madeira que bloqueavam a rua, enquanto o garoto fugia de lá com medo de ser culpado se houvesse um acidente.

Stefani após passar por todos aqueles obstáculos, finalmente ela estava na rua tão temida e tal lugar era mesmo arrepiante.

Todo o gramado dos vários quintais daquelas casas abandonadas estavam secos e amarelados, as casas estavam velhas e caindo aos pedaços, a rua inteira estava coberta de folhas mortas que caíram das árvores que também haviam morrido.

-Relmente parece que uma maldição tomou mesmo conta disso aqui! - Diz Stefani enquanto olhava as casas daquela rua.

Todas as casas eram praticamente iguais, exceto uma que chamou a atenção de Stefani. Uma casa preta de dois andares, com janelas e a porta de entrada quebradas.

-"Será essa a casa do falecido bruxo?" - Pensa Stefani.


Notas Finais


Algumas características do personagem

Nome: Stefani Weingartner
Idade: 9 anos
Aniversário: 01/01/1999
Signo: Capricórnio
Cor dos olhos: Verde
Cor do cabelo: Castanho bem escuro
Usa óculos

Ano em que se passa o momento da história: 2008

Estação do ano: Primavera
Mês: Maio


Fiquem a vontade para comentar, responderei a todos ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...