História A guerra acabou e agora? - Romione e Hinny (Reescrita) - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Potter, Andromeda Tonks, Dominique Weasley, Draco Malfoy, Fleur Delacour, Fred Weasley Ii, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Hugo Weasley, Jorge Weasley, Lílian L. Potter, Louis Weasley, Lucy Weasley, Luna Lovegood, Molly Weasley, Molly Weasley II, Neville Longbottom, Percy Weasley, Personagens Originais, Ronald Weasley, Rose Weasley, Roxanne Weasley, Rúbeo Hagrid, Ted Lupin, Tiago S. Potter, Victoire Weasley
Tags Depois Da 2ª Guerra, Entre Os 19 Anos, Hinny, Romione
Visualizações 24
Palavras 1.322
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oi, bom, vou aqui postar rapidinho pq n quero ficar sozinha aqui embaixo, então até amanhã

Capítulo 20 - A seleção


POV Autora

 

Quando as portas do castelo foram abertas, os garotos ficaram encantados com a beleza do castelo, parecia que todas as pedras foram recortadas para se encaixarem perfeitamente, os quadros na parede se mexendo, acenando pra eles, as estátuas e as escadas, grandes e antigas. O castelo por fora estava apenas iluminado pela lua, mas dentro diversas tochas iluminavam o local, os alunos subiram mais escadas e chegaram numa grande porta, menor que a primeira:

-Al, já viu algo tão grande assim? Tão mágico, poderoso, algo muito grandioso aconteceu ou está para acontecer aqui. E não estou falando das guerras. Não, de certa é algo bom, famílias, amigos, tudo...

- Também sinto isso Rox. Tudo tão magnífico, por um momento, em toda nossa vida, vamos ter um pouco de paz, estamos seguros aqui, Rox, todos nós. - Al fala, abraçando sua amiga, sim, eles são apenas amigos.

- Bom, terei que me retirar agora, vejo vocês no banquete, a diretora McGonagall ira chamar vocês logo.

- Tchau Hagrid.

Depois da saída de Hagrid, os meninos ficaram conversando e esperando, nem estavam assim tão preocupados com a seleção, nada será ruim agora, vão fazer desses anos, os melhores de suas vidas.

As portas se abrem e uma mulher com vestes longas de um cor esverdeada, sai de lá:

- Bem Vindos, sua estadia em Hogwarts será inesquecível, aproveitem, se sintam em casa. A seleção não será algo que definirá vocês, não deixem que isso aconteça, muitos conflitos ocorreram por conta disso. Se alguém dizer a vocês, que todo corajoso é da grifinoria, ou todo corvino é inteligente, todo lufano é leal e justo e que todo o sonserino é mal, desacreditem. E se a parte do sonserino é difícil de acreditar, pensem bem, até hoje conheço uns 20 sonserinos, amigos meus que são bons, entre eles, Draco Malfoy e Severo Snape. Agora, aproveitem, e que a seleção comece.

Quando todos os alunos entraram, a cara de todos foi a mesma, cara de tacho, também, vocês querem o que? É Hogwarts.

Todos os alunos do primeiro ano se juntaram na frente do banco com o chapéu seletor:

- Vou chamar o nome de vocês e o chapéu irá dizer para qual casa vocês irão, Alice Taylor

“Corvinal”

- Alvo Severo Potter

“Você, seus primos e irmãos estão destinados a algo muito grande, tenha certeza do que vai enfrentar antes de entrar nessa batalha”

- Já estou nela há muito tempo- Diz Alvo.

“Então esta definido desde os tempos antigos não posso discutir com o meu criador, SONSERINA.”

- Anne White.

“Corvinal”

-Dominique Weasley

“Lufa-lufa”

- Elliz Malfoy

“Corvinal”

-Fred Weasley II

“Lufa-lufa”

- Hugo Weasley

“Grifinoria”

-Issac Walter

“Sonserina”

- Jack Malfoy.

“Grifinoria”

- James Sirius Potter.

“Corvinal’

-Jane Roberts.

“Lufa-lufa”

- Jonas Potter.

“Lufa-lufa”

-Julie Potter.

“Corvinal”

- Lily Luna Potter

“Grifinoria”

-Louis Weasley

“Sonserina

- Lucy Weasley.

“Corvinal””

- Malia King.

“Sonserina”

-Miguel Collins.

“Lufa-lufa”

- Molly Weasley II

“Lufa-lufa”

- Noah Wright.

“Sonserina”

- Rose Weasley.

“Sonserina”

- Roxanne Weasley.

“Grifinoria”

- Scorpius Malfoy.

“Sonserina”

- Teddy Lupin.

“Lufa-lufa”

- Thomas Phillips.

“Corvinal”

- Victorie Weasley.

“Corvinal”

 

_______________________________//_____________________________

 

Quando a Seleçao das casas acabou eles já sabiam que iriam ficar em casas diferentes, mas não tão distantes assim, achavam que depois da guerra as cassas estavam mais unidas. Mas brigavam como antes, mas dessa vez não era por causa de sonserinos com grifinórios, mas sim de corvinos e lufanos querendo receber uma atenção especial, por terem ficado séculos sem sua atenção tão desejada.

Decidiram ir falar com Minerva quando acordassem na manhã seguinte, para saberem como iria funcionar os treinos e aulas deles, já que estavam mais avançados que muitos alunos do quinto ano, e ingressariam no primeiro.

 Bom, depois que decidiram isso, digamos que um grifinório metido a besta, tentando se achar superior mexeu com o fogo. E você sabe o que dizem, quem mexe com fogo sempre acaba se queimando, dessa vez não foi diferente:

- Eu queria saber o que essas crianças estão fazendo em Hogwarts, só porque seus pais são os grandes salvadores do mundo bruxo, não é motivo de vocês entrarem aqui com 8-9 anos de idade. - comentou algum aluno do terceiro ano provavelmente.

- Olha aqui seu bosta, seguinte. - começou Rose se levantando da sua mesa junto com o resto da família- Eles são mais novos sim, nós também, mas te garanto que você não gostaria de nos ter como inimigos, todos vocês, não fazem ideia com o que estão se metendo.

- Ai, estou tremendo de medo de vocês, vocês não passam de crianças, que não vão aguentar a pressão das aulas e correr pro colinho do papai.

- Você tem razão. - diz Teddy- Nossos pais salvaram o mundo bruxo, mas não temos culpa de termos nascidos como filhos deles, não escolhemos nada disso, acha que escolheríamos? Acha que gostamos de ter perdido boa parte das nossas infâncias, pensando e estudando? Até porque as crianças aqui devem ir correndo pro colinho do papai e da mamãe. Vê se cresce seu merda, quando parar de ter que criticar os outros para aumentar a auto estima, pode ir falar com a gente, afinal qual é o nome do ser que esta a falar conosco?

- Gregory Blake.

- Agora Teddy podemos cuidar dele por favor?- pedem Lily e Hugo.

- Lily, dessa vez deixamos passar. Da próxima podemos até mostrar um pouquinho do que nós sabemos.

- Tá bom, podemos comer agora? Estou com muita fome.- diz Hugo.

- Ai Hugo só você mesmo, você puxou mesmo o apetite do papai.- diz Rose.- Mas sim podemos, acho que o Blake já entendeu, não precisamos dar muita importância para a existência dele.

 

Eles voltam para suas mesas e ficam esperando a hora de ir para seus dormitórios.

/Na mesa da Sonserina/

 

- Rose- chama um garota, Rose a encara- Esse é seu nome, não é?

- Sim eu mesma, e o seu é Malia se não me engano.

- Isso, só queria dizer que tudo o que aquele menino disse não faz o mínimo sentido, ele não sabe o que é ter um grande peso nos seus ombros.

- Mas sem ofensas, você sabe?

- Não como vocês, mas posso dizer que sim, meu pai me obrigou a treinar e estudar sobre todos os assuntos desde muito pequena, e minha mãe morreu quando eu tinha dois anos. Então eu posso dizer que se eu não for uma dos melhores da escola ele me mata, de verdade.

-É, você sabe o que é ter peso nos ombros. Acho que podemos ser amigas.

Malia(pensamento), eles não são como todos acham, eles não são metidos, só se fingem que são para ninguém cair nesse grande buraco, que é conviver com essa família. Na realidade eles são as pessoas mais legais que eu conheço.

POV Rose

Malia King, Miguel Collins, um com uma infância difícil sem a mãe, e com um pai cruel, Malia, ela faz parte da profecia. Mas será que Miguel também?

POV Scorpius

- Já arrumou uma amiga Rose? Essa é a minha menina.

- Sua menina o caralho Scorpius.

Vejo a nova amiga de Rose rindo.

- Posso saber o porquê da vossa senhoria estar rindo da minha desgraça?

E ela riu mais ainda:

- Meu nome é Malia, você deve ser Scorpius Malfoy, estou rindo porque vocês brigam muito, por qualquer coisa. Mas ainda se falam e são muito amigos, consigo ver algo além de amizade também, os sentimentos dele para você são verdadeiros Rose. Deveria dar uma chance para ele se aproximar.

- Talvez eu de, mas como você pode saber tudo isso? Legilimente?

- Não, sou diferente, sou mestiça, meu pai puro, porém minha mãe era trouxa, herdei um dom da mamãe, algo que existe no mundo trouxa. Por agora você terá que acreditar em mim, é isso que amigas fazem.

- Não sei o motivo, mas confio em você.


Notas Finais


pronto, obrigada pela atenção, comente e favorite caso queira, até amanha, flw <3<3
~MariaWeasley


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...