História A Guerra dos Dois Lados - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Eren Jaeger, Levi Ackerman "Rivaille"
Tags Drama, Eren, Eren X Levi, Lemon, Levi, Levi X Eren, Romance, Shingeki No Kyojin, Yaoi
Visualizações 150
Palavras 1.399
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiii bolinhos... Mais uma att pra vocês... Como eu disse antes, a fic tá perto do fim... E eu decidi que vou fazer outra do Levi e Eren, a diferença é que a próxima vai ser no mundo atual... E com eles como adultos... Bem, no último cap dessa fic eu darei mais detalhes...
Espero que gostem do cap...
Boa leitura! Desculpa os erros...

Capítulo 15 - Quase lá


Fanfic / Fanfiction A Guerra dos Dois Lados - Capítulo 15 - Quase lá

Havia se passado alguns dias desde a cerimónia de sepultamento. Eu já tinha voltado as minhas atividades normais, assim como todos. Eu e Armin estávamos reconstruindo uma parte das muralhas. Ou melhor estávamos usando meu titã como pedreiro. Armin aquele safado ficou só de boa comendo, enquanto eu fazia o trabalho duro.

Meu titã realmente tava mais forte e presente, mas em nenhum momento eu perdi o controle da minha consciência. O que foi bom, pois aproveitei para pensar no Levi e tentar não odia-lo naquela forma. Até me surpreende, já que a raiva que eu senti enquanto pensava nele foi pouca. Nos últimos dias temos ficado bastante tempo juntos. Na maior parte do tempo ficámos conversando sobre coisas aleatórias. Também rola ums beijos, e uns ataque de fúria da minha parte.

Com forme os dias se passava a viaje de Armin se aproximava cada vez mais, e isso me dixava um pouco pra baixo, mas eu sabia que era algo nom pra ele.

-Armin falta quantos dias até sua viajem?

-Sei lá. Zeto não me diz nada, ele só fica dizendo que é pra mim tá preparado que a qualquer hora nós estamos indo. Ele disse que um outro soldado vai com a gente. Já perguntei várias vezes quem é, mas ele não diz. Segundo ele é alguem que vai pra escrever relatos sobre como é fora das muralhas.

-Quem será? Acho que é alguém que Zoe conhece. Provavelmente alguém que vai a mando dela, já que ela não pode sair daqui.

-Talvez. Ahhhh, eu tô cansado. -olhei pra ele.

-Você? Mas fui eu quem passou o dia carregando pedras para tampar os buracos. Fala sério.

-Mas eu tive que dizer onde era a localização certa de colocar as pedras. E isso cansou minha garganta.

-Me poupa Armin. -ele jogou uma pedrinha em mim.

-Acho que por hoje chega. Amanhã a gente termina de consertar as muralhas.

-Por hoje chega? Tá com umas 2hrs que eu e você tamo aqui sem fazer nada.

-Claro. Como eu ia fazer alguma coisa se eu sai da transformação. No modo humano a única coisa que eu posso fazer é reclamar de dor nas costa. Falando nisso, eu me pergunto como o pessoal da tropa consegue tê tanta energia. Mano, eles passam horas lutando e depois agem como se aquilo não fosse nada. Bando de esquisitos.

-Esquisito é você que mal aguenta uma caminha de 10 metros sem reclamar. Nós recebemos treinamentos pra aguentar quase tudo, mas você recebeu treinamento pra ser preguiçoso em tudo.

-Olha quem fala. Você não fez nada o dia todo.-ando até ele e dou um soco no seu braço.

-Isso é abuso de poder. Só não revido porque você namora o Levi, e se ele souber que eu fiz algo pro namoradinho dele, vai vir me bater.

-A gente não namora.-sentei do lado dele.

-Então pede ele em namoro.-olhei pro horizonte onde o sol deixava escapar os últimos raios de luz.

-Vamos voltar. Hoje eu tô morto e quero dormi cedo.-falei me levantando.

-Tudo bem.

-Armin.

-Oi.

-Vou sentir sua falta, falta das nossas conversas, da sua amizade.-disse com a cabeça baixa. Armin veio até mim.

-Seu besta, ainda falta muito pra me viajar e você já tá deixando a situação difícil.-ele me abraçou. -Não faz assim Eren, você sabe que eu tô quase desistindo só por sua causa. Eu não quero te deixar, você sabe.-senti uma lágrima quente cair no meu ombro.

-Desculpa Armin. Eu não tenho o direito de fazer isso, é so que, eu amo tanto você. Te considero como um irmão, como alguém muito especial pra mim. Por isso é tão difícil dizer adeus. Mas eu quero que você vá e seja imensamente feliz.-dei um beijo no seu rosto. - Eu prometo que logo vou te encontrar. -ele chutou minha perna.

-Aiiiiiii. Por que fez isso?

-Odeio despedida e para com isso, têm muito tempo até minha viagem. Vamos logo, antes que eu comece a chorar e não pare mais.

-Certo.

Deixei Armin em casa e fui pro alojamento. Entrei no meu quarto banhado e cheiroso, andei até minha cama e me joguei nela. Precisava desesperadamente dormi e foi o que eu fiz, apaguei por completo.

Quando eu acordei pensei em que ano, mês, dia, hora, minuto e posição rotacional da terra nos estávamos. Parece que eu tinha morrido e acabado de ressuscitar. Mas sabe aquela hora que você dormi pra caramba, mas acorda pior do que tava antes? Se não sabe, bem é aquela hora em que você dorme cansado e acorda amassado por um titã. Eu tava so o bagaço da laranja. Comecei a me mexer na cama quando sinto algo grudado em mim. Sensação familiar. Olho pro lado.

-Levi? O que raios você tá fazendo aqui?-ele sorria.

-Vendo você dormi.

-Fala sério. Saí daqui.-disse cutucando seu ombro.

-Zeto disse que devíamos ficar perto um do outro.

-Mas na mesma cama? Não me culpe se eu vomitar você.

-Não se atreva.

-Vai pro sofá.

-Vai você.

-Não vou, vai você.

-Não vou.-respiro fundo e chuto a bunda do levi fazendo ele cair no chão.

-EREN.

-Diz.-ele me olha com olhar assassino.-Você sabe que eu não tenho medo desse olhar, né?

-Sei.-ele levanta e pula em cima de mim.

-LeVIIIIII.-ele me abraça e fica com a cabeça no meu pescoço.

-Você têm um cheiro bom.-ele fala cheirando meu pescoço..

-E você cheira a guerra.-ele olha pra mim

-Guerra cheira a sangue. Eu não cheiro assim

-Guerra cheira a treta e você tem cara de treta. Tenho pena de quem se meter com você.

-Então você têm pena de si mesmo.

-Não. Eu domo você.-falo apertando suas bochechas.

-Sei.-sinto algo.

-Levi.

-Oi

-Você tá duro?

-O quê? Claro que não.

-O que é isso?-puxo algo que tava no meio das minhas pernas. - Ahhh. É um livro.

-Só você pra confundi livro com isso.-ele aperta meu membro.

-Levi.-ele gargalhada. Ele vem até meu pescoço e começa a me beijar. Faz uma trilinha de beijos por todo meu pescoço, começa a passa a língua e deixa pequenos chupoes, vem pra minha boca e a gente começa um beijo quente. Sua língua invadi minha boca e passa por todo lugar. A minha não fica atrás. Seus lábios sedentos e quentes me envolvia por completo. Ele termina o beijo mordendo meus lábios.

-Levi

-Hum?

-Você ta me deixando duro.-ele gargalha.-Sai-chuto ele.

-Vou pro sofá.-Levi

-Não, eu vou.

-Eu vou..

-Vou eu.-no fim tava nos dois no sofa.-A ideia era ficar longe um do outro.-ele pula em cima de mim e me joga pra fora do sofa.

-Tô longe agora. -me levanto bufando.

-Levi você é uke( passivo)? Porque eu não fico por baixo.

-Sem problemas. Eu deixo você sentar nele, mas têm que rebolar.

-Levi seu pervertido.-jogo um travesseiro nele.

-Você começou. -vou pra cama e deito. E escuto ele rir.-Você ri igual uma hiena.

-Você adora essa hiena.-Levi tava do lado da cama. Começo a ri.

-Eu amo.-olho bem nos seua olhos. Ele começa a fazer uma caminhada com seus dedos pelo meu braço.

-Tenho uma surpresa pra você.

-O que é?

-Amanhã eu mostro.-ele olha a hora.- Hoje passámos mais tempo juntos do que nos outros dias.

-Talvez meu titã esteja começando a gosta de você. -ele veio bem perto e deu um beijo na minha testa.

-Amanhã na hora do por do sol, eu e você na saída das muralhas. Leva uma mochila com roupas. -ele levantou.

-Pra quê?

-Amanhã Eren.-ele saiu do quarto. Certeza que ele tava aprontando.

*passagem de tempo*

Sabe aquele momento em que o tempo resolve não passar e um minuto vira uma hora? Pois é, isso não aconteceu comigo, o minuto virou o Flash. Eu já tava igual um bambu na saída das muralhas esperando o Levi. Eu tava nervoso, tipo muito.

-Tão pontual.-olhei e vi Levi todo pomposo atrás de mim.

-Pontualidade é uma das minhas muitas qualidades.

-Sei. -ele veio e me deu selinho.-Vamos.- andamos um longo caminho. O sol já jogava por trás das montanhas seus últimos rais de brilho. Eu conhecia uma parte do caminho, mas entrámos em uma trilha que não sabia onde dava. Andámos mas um pouco e entramos em uma caverna. Ah sim, eu pensei besteira. Caverna, levu e eu sozinhos. Qualquer um pesaria besteira.-Chegamos. -Era como um pequeno mundo de contos iluminado por pequenas luzinhas verdes. Haviam cerejeiras que se ligavam por um tipo de teia verde, algumas amareladas, as teias contiam florzinhas de cores variadas. O chão é um tapete de folhas rozadas com cristais azuis. Nas paredes da caverna- que era enorme por sinal- tinha mais cristais, ele pareciam com um jogo de luz. Era tudo minuciosamente delicado e bonito. Nem parecia ser desse mundo de guerra.

-Que lugar é esse?-falei explorando o local.

-Eu encontrei quando tava me escondendo de um titã. -É tão lindo.

-Lindo o suficiente pra um pedido especial.







Notas Finais


...tentei pensar em um lugar bonito pro Levi levar o Eren e na minha cabeça o lugar é bonito, mas na hora de descrever eu falhei miseravelmente.. Mas é isso ai..
...Quem é o outro soldado que vai viajar com Armin?. ..
...Qual será o pedido de Levi?...
Obs: nem tudo que parece é, mas as vezes parece e é...
Bjos no kokoro....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...