1. Spirit Fanfics >
  2. A Herdeira do País das Maravilhas >
  3. A primera parte da vitória

História A Herdeira do País das Maravilhas - Capítulo 44


Escrita por:


Notas do Autor


A Elphaba tá diferente!
(Quem pegou essa referência comenta aí hehe)

Capítulo 44 - A primera parte da vitória


Fanfic / Fanfiction A Herdeira do País das Maravilhas - Capítulo 44 - A primera parte da vitória

De seu esconderijo, Charlotte viu as cartas avançando contra as paredes nada seguras que protegiam seu exército, mas ela acreditava que não conseguiriam alcança-los.
E assim aconteceu.
A metros de distância, seus olhos testemunharam a linha de frente do inimigo derretes sob a chuva ácida, misturando o preto, branco e vermelho do baralho com o metal brilhante da armadura em uma massaroca sobre a terra do campo de batalha. Eles não expressavam reação nenhuma, pois apesar de animados, eram seres sem tato. 

Alice, agora ao lado da amiga, mantinha os olhos em seu amado, ainda pairando por ali como um anjo de asas negras para salva-la. Queria tanto que ele a levasse junto para a caverna do dragão, não mais preocupada com a rainha ou qualquer outra coisa do mundo superior. Ficou chateada ao vê-lo se afastar minutos depois, quando entendeu que seu trabalho estava feito. Sentia que ele a tinha abandonado. 

As duas saíram de seu esconderijo, as gotas pararam de cair assim que a presença do jovem se foi.
-Eu disse que ele estava olhando por nós -Sorriu Alice, apesar de tristeza.
Um corvo solitário ainda pairava pelas ruínas, atento como sempre. A pequena estendeu a mão querendo alcança-lo e mesmo sem conseguir, pediu a ave.
-Diga que está tudo bem e que estou com saudades. 
Depois do barulho característico, a ave se foi.

Mais focada em seu objetivo, Lotte contornava a massa de cartas e armaduras com a espada em mãos precisava de algo que confirmasse a morte do general vermelho e logo encontrou. Do outro lado, quase atravessando uma parede do antigo castelo viu o que parecia pele derretida, parte ainda grudada no ossos. Era difícil olhar muito tempo a fusão do metal fervente do elmo com a face do homem. 
-Então acho que é oficial, nós ganhamos
Retirando sem cuidado o capacete do cadáver, ela se virou de volta ao exército e bradou para as peças que saiam de seus esconderijos:
-A VITÓRIA É NOSSA!
Mas talvez não fosse verdade.

Puxando uma Alice agora contente para seu cavalo, galopava em direção á Marmoreal.
-Ainda temos que saber sobre nossa Rainha, talvez seja necessário um ataque direto ao palácio de copas. -disse ela -Por via das dúvidas, vamos reagrupar. 
A pequena concordou com a cabeça e olhou para trás em busca de seus soldados. Em formação tão limpa quanto num tabuleiro de xadrez, eles marchavam pelo caminho trilhado pelo cavalo. 

***

O Madson encontrou ao cruzar as portas para o salão de entrada foi uma enorme e nada surpreendente sala vazia, com suas colunas de arabescos intactas. A quebra de expectativas não baixou sua tensão e com a espada em punho avançava pelo próximo portal que levava até a sala do trono. Lá, além das escadas, haviam várias portas laterais que levavam aos cômodos de onde normalmente eram recebidos convidados e com tantas opções, ela não sabia para onde seguir.
Um barulho vindo do andar de cima deu sua direção e, sem hesitar, subiu as escadarias, tentando manter o silêncio no cômodo. O elemento surpresa não podia ser desperdiçado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...