História A Hero - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Dabi, Eijirou Kirishima, Fumikage Tokoyami, Iida Tenya, Itsuka Kendo, Katsuki Bakugou, Mashirao Ojiro, Mei Hatsume, Midoriya Izuku (Deku), Minoru Mineta, Momo Yaoyorozu, Personagens Originais, Shouto Todoroki, Tetsutetsu, Tomura Shigaraki, Toru Hagakure, Tsuyu Asui, Uraraka Ochako (Uravity)
Tags Anime, Boku No Hero, Izuocha, Luta, Originais, Shounen
Visualizações 15
Palavras 3.867
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Romance e Novela, Shounen
Avisos: Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Fiquei animado com o festival, então consegui escrever e lançar esse capitulo ainda hoje :3

Vou tentar lançar mais antes de viajar semana que vem.

Estou pensando nesse arco desde o começo da fic, então admito que estou animado.

Capítulo 14 - O Festival Começa


Fanfic / Fanfiction A Hero - Capítulo 14 - O Festival Começa

Dois dias antes do festival 
           U.S.J 
          17:50 
          Narrador On

Katsuo — Urgh… meu braço... — Gemia de dor, com sua mão esquerda apertando o braço direito. 

Hisoka — Está doendo muito? — Disse, se aproximando do amigo. 

Ao se aproximar de Katsuo, Hisoka guardou suas espadas e começou a conferir o braço direito do amigo. 

Hisoka — Não parece ter quebrado e nem deslocado. — Disse, e começou a tocar nele. — Dói se tocar? 

Katsuo — N-Não… mas dói… 

Hisoka — Talvez seja melhor te levar para a enfermaria. 

Katsuo — Não precisa… já está passando… — Disse enquanto se levantava. 

Hisoka — Já tinha testado isso antes? — Perguntou, ainda preocupado com o braço de Katsuo. 

Katsuo — Apenas duas vezes, quando tinha dez anos… — Disse, passando a mão esquerda no braço direito. — Doía muito mais antes. 

Hisoka — Acha que consegue continuar o treino? 

Katsuo — S-Sim. Mas pega mais leve. 

Hisoka — Pode deixar. — Disse, e pegou uma de suas espadas. — Lá vou eu. 

Hisoka avançou em Katsuo, e atacou ele com sua espadas. 

Dois dias depois 

Arredores da arena do festival 

9:45 

Várias pessoas andavam nas ruas em volta da arena do festival, na tentativa de comprar alguns doces e guloseimas. 

Civil¹ — A arena do primeiro ano promete, não é? 

Civil² — Sim. Eu soube que os filhos do herói número um estão participando! — Se empolgou, enquanto pegava a sua pipoca. 

Civil¹ — Exato! — Confirmou a fala que o outro havia dito. — Faz tempo que o primeiro ano não está tão animador! Além disso, o número um vai estar assistindo o torneio junto de nós! 

A euforia para o festival do primeiro ano estava grande. E isso se dava ao fato dos filhos do herói número um, Shoto, estarem presentes nesse evento.

Vendedor — Eu podia estar vendendo alguma coisa baseada na família Todoroki. Talvez eu vendesse mais do que vendendo comida... — Dizia entristecido, cozinhando alguns salgados. 

Faltando apenas alguns minutos para o começo do festival, gritos de euforia eram ouvidos por toda a parte, sendo possível ouvi-los do lado de dentro da arena. 

Sala de Espera 

9:50 

Katsuo estava do lado de fora da sala, conversando com a sua mão pelo telefone. 

Katsuo — Não se preocupe, irei ficar bem. — Interrompeu sua mãe, que falava eufórica do outro lado da linha. — Eu não vim aqui na intenção de ficar em uma posição menor do que primeiro lugar. 

Mãe — Tem certeza? Passou o protetor solar? Esta levando um agasalho? Roupa de frio? — Dizia, enquanto ligava a televisão. — Faz pelo menos dez anos que não estou tão animada para um festival da U.A. 

Katsuo — Qualquer coisa que acontecer a escola irá tomar providências. — Respondeu a mãe, enquanto olhava para o relógio do corredor. — Preciso desligar, o festival começa em sete minutos. 

Mãe — Certo, estarei te assistindo pela tv. — Dizia, colocando seus cabelos atrás da orelha. — Dê o seu melhor. 

Katsuo — Eu já disse, eu vim para ganhar. — Corrigiu a mãe, e desligou o celular logo em seguida. 

Katsuo olhou para o relógio, e entrou dentro da sala. 

Katsuo — Precisei atender, era minha mãe. — Disse enquanto entrava na sala. 

Hisoka — Não se preocupe, ninguém se importou muito. — Disse, após o amigo entrar na sala. 

Katsuo — Deixaram você participar com armas brancas? 

Hisoka — Eu pedi uma autorização antes do torneio. Por conta de minha condição física, acharam mais justo eu usar as armas que estou acostumado. — Explicou, enquanto guardava algum de seus equipamentos. — Mas o uniforme de educação física não é igual ao meu uniforme, então fica mais difícil de guardar tanta coisa… 

Katsuo — Entendo. 

Hisoka — Admito estar um pouco tenso, mas acho que todos estão... 

Satoshi — Eu não estou tenso, por que sei que irei vencer! — Apertou sua mão, enquanto olhava para Hisoka. 

Hisoka — Ah, ok. 

Sakura — Que inveja, Yasuo e Yoshi! — Disse, terminando de guardar suas coisas. — Vocês estão sendo o centro das atenções! 

Yasuo — O nosso pai é apenas o número um, não sei o que tem de mais. — Respondeu para Sakura. 

Yoshi — Má escolha de palavras, maninha. — Disse, enquanto fazia um cafuné na irmã, irritando-a. — Nosso pai nunca mostrou a gente para a mídia, então é lógico que estão eufóricos. 

Shino — Então irei acabar com a euforia, assim que te derrotar! — Disse animadamente, brincando com Yoshi. 

Yoshi — Vamos ver! — Entrou na brincadeira. 

Yasuo — Estão animados demais… — Sussurrou, olhando para o seu braço esquerdo. 

Yuga — Tudo bem? — Tocou o ombro da amiga. 

Yasuo — Hum? Não é nada… 

Yuga — Seu pai está na plateia, então acho que é normal estar nervosa. — Sorriu em direção a Yasuo, na tentativa de mostrar segurança. 

Yasuo — Não é com ele que estou nervosa… — Sussurrou, deixando Yuga curiosa. 

Steven — Está na hora, vamos entrar. — Alertou a todos, fazendo-os ir em direção a porta. 

Shino — Vamos mandar a ver! — Gritou, e logo olhou para o resto da turma. — Podem ser meus concorrentes, mas ainda são da minha turma. Ou seja, não devem ser eliminados rapidamente. 

Katsuo — Engraçado você falar isso, sendo que perdeu para o Steven. — Disse, passando por ele.

Shino — E-Ei! — Gritou envergonhado. 

Após Steven, todos começaram a sair pelo portão da sala. 

Arquibancada dos Professores 

9:58 

Iida estava sentado em uma cadeira ao lado de Grape Juice, observando a arena ainda vazia. 

??? — Posso me sentar aqui? — Pediu para o professor da 1-A.

Iida olhou para o lado, e um homem com a cabeça semelhante a um corvo estava ao lado dele. 

Grape Juice — Tokoyami! — Disse, fazendo um sinal de oi com sua mão. 

Iida — Então aqui está o professor da 1-B? — Disse, enquanto cumprimentava o colega. — Chegou um pouco atrasado, não acha? 

Tokoyami — Perdi o horário. — Respondeu, enquanto se sentava ao lado de Iida. — O Todoroki não vai ficar aqui? 

Iida — Ele disse que prefere ficar na plateia. 

Tokoyami — Entendo. 

Grape Juice — Como está a classe B? Eles não foram muito bem no treinamento de resgate. — Puxou assunto com Tokoyami. 

Tokoyami — Eles andaram treinando depois daquilo. — Respondeu para Grape Juice. — O único que não se preocupou com nada foi Yukio. 

Iida — Ouvi falar dele. — Disse, olhando para o homem corvo. — A 1-A treinou também. Eu daria destaque a Steven, Katsuo, Shino e Satoshi. 

Tokoyami — Ouvi falar do segundo nome. É ele o garoto gênio? 

Grape Juice — E que quase arrumou uma briga no treinamento. — Aproveitou a deixa de Tokoyami. 

Iida — Exatamente. — Disse, ajeitando seus óculos. — Aquilo foi um acidente, Mineta. 

Tokoyami — A minha sala tem alguns nomes de peso, mas não é comparável a sua. — Disse, e os dois encararam-o. — Afinal, você tem o gênio, o que derrubou o zero pontos e o que terminou em primeiro no exame de admissão. 

Iida — Apenas detalhes. Garanto que a sala B vai se sair bem. 

As luzes do estádio logo se acenderam, e uma música começou. 

Grape Juice — Irá começar! — Comemorou, se ajeitando em sua cadeira. — É o Falconi que vai narrar? 

Iida — Exatamente. 

Falconi — Senhoras e senhores! Eu sou Falconi e serei o apresentador de vocês! — Falava no microfone, enquanto recebia gritos de animação em troca. — É chegado o dia que os alunos afiam suas espadas e enfrentam inimigos, com o seu coração de aço! E lá estão eles! Em primeira mão, a turma A! 

Um grito foi ouvido, que se estendeu por todo o estádio. Após o grito, todos repetiam o nome Todoroki. 

Sakura — Já sabemos quem é o foco das atenções... — Sorria sem graça, observando as pessoas na arquibancada. 

O herói Shoto Todoroki estava em pé, no fundo das arquibancadas. Lá, além de assistir ao torneio, também poderia garantir uma maior segurança aos cidadãos. 

Yoshi — Ei, Yasuo, olha lá o nosso velho! — Disse para a irmã, enquanto olhava para o pai deles. 

Yasuo — Ah… ok..  — Disse, parecia estar mais preocupada com outra coisa. 

Falconi — E lá vem, a turma B! 

Outro vinte alunos passaram por outro portão, com um garoto de cabelos vermelhos na frente de todos eles. 

??? — Estão aclamando pelos Todoroki… — Disse, com o garoto de cabelos vermelhos ao lado dele. 

Yukio — Mas que perda de tempo. — Disse, olhando para a plateia. — Seria mais fácil se já me entregassem o primeiro lugar. 

Falconi — E agora, dos estudos gerais, as classe C, D e E! 

Os alunos dos estudos gerais entraram, olhando para a plateia com um olhar deprimido. 

???² — Não iremos passar nem da segunda fase, né? — Disse um garoto de cabelos pretos.

Falconi — E agora, do curso de apóio, as sala F, G e H! — Gritou, enquanto os outros entravam. — E do curso de negócios, as salas I, J e K! 

Todas as salas acabaram de entrar na arena, ficando em frente a um palco com apenas um telão e um microfone. 

Falconi — E com vocês, o juiz do torneio, Presente Mic! 

O herói logo entrou, subindo no palco em frente aos alunos. 

Presente Mic — Eu quero ouvir todos dizerem "Yeah"! — Gritou, e ouviu gritos de entusiasmo da plateia e dos alunos. — Que plateia animada! 

Katsuo — Ele precisa fazer isso toda hora? — Sussurrou para Hisoka, que respondeu apenas com um suspiro. 

Presente Mic — Antes de começar, iremos ouvir o juramento do representante dos alunos, Shino Yawn! 

??? — Hum? Por que ele? 

Yukio — Ele foi a pessoa que ficou em primeiro no exame de admissão. — Respondeu ao garoto que perguntou. 

Shino subiu na plateia, nervoso por não saber o que dizer. 

Shino — B-Bem… eu juro… — Começou a gargejar, por não saber o que iria dizer. — Dar… o meu melhor? 

Katsuo — Pelo menos não disse algo estúpido. — Disse, levemente aliviado. 

Yukio — E o que seria algo estúpido para você? — Perguntou, já que estava ao lado de Katsuo. 

Katsuo — Algo como "Irei aniquilar todos"? — Respondeu seriamente para Yukio. 

Yukio — Não seria algo estúpido, apenas estaria confiante de sua força. — Respondeu, encarando Katsuo. 

Katsuo — Se ele dissesse isso, todos estariam contra nossa turma nesse momento. E se você não acha isso estúpido, o estúpido é você. — Disse, gerando um clima tenso entre eles. 

Yukio — Você é esperto. Além disso, não são todos que tem coragem de me responder. — Disse, enquanto ria um pouco. 

Katsuo — Pena que a recíproca não é verdadeira. — Disse, e logo prestou atenção no juiz. 

Hisoka — Vai querer ter outra pessoa te odiando? — Sussurrou para Katsuo, que não respondeu. 

Presente Mic — E essa será a primeira prova! 

O juiz apontou para o telão, e nele estava escrito: Rouba Bandeira. 

Mira — Rouba Bandeira? 

Kim — Eu brincava disso quando era mais nova… 

Presente Mic — Cada aluno receberá uma bandeira de determinada cor, e essa bandeira valerá três pontos. — Explicava como seria a atividade, olhando para os alunos. — As outras bandeiras valerão apenas um ponto, e vocês precisarão de cinco pontos para passar. 

Katsuo — Então, deveremos ter a nossa bandeira e mais duas... — Pensava, olhando para os lados. 

Presente Mic — Vocês estarão livres para usar toda o campus da escola, tirando a área das barracas, dormitórios e o prédio principal. — Dizia, enquanto fazia alguns movimentos de dança. — Apenas as 42 pessoas que fizerem cinco pontos primeiro irão ser aceitas na próxima fase, e vocês terão duas horas para completar esse desafio.

Katsuo — Apenas 42 pessoas serão aceitas? Isso complica... — Pensou, com a mão em seu queixo. 

Presente Mic — Vocês terão 30 minutos para se posicionarem nos arredores da escola. Quando conseguirem os cinco pontos, voltem para a arena. — Disse, e logo trouxe uma imensa caixa. — Venham aqui e façam uma fila para pegarem suas bandeiras. Quando todos tiverem pego, os portões se abrirão. Junto das bandeiras, irão receber um comunicador, para que possam saber quanto tempo falta para a prova acabar. 

Dez minutos depois. 

Katsuo já havia pego sua bandeira, assim como a maioria dos alunos. 

Katsuo — Azul escuro, mas iria preferir ser branco. — Pensou, enquanto segurava a bandeira em sua mão direita. — Melhor evitar que eles vejam onde eu guardo minha bandeira. 

Hisoka — Katsuo, já pegou a sua? — Se aproximou do colega, com a própria bandeira em mãos. — Acabei ficando com a preta, e você? 

Katsuo — Azul escuro. — Disse, virando-se para o colega. — Já tem alguma estratégia em mente? 

Hisoka — Apenas correr e procurar outras pessoas. — Respondeu. — Não dá para ficar escondido, já que é necessário cinco pontos para poder passar. 

Presente Mic — Tirando dentro de roupas íntimas, podem guardar suas bandeiras onde quiserem. — Disse, com todos ouvindo. — Os portões se abrirão, fiquem atentos no tempo para não cometerem nenhuma falta. 

Hisoka — Ei, boa sorte. — Disse, estendo sua mão para Katsuo. 

Katsuo — Ah, o mesmo para você. — Retribui, apertando a mão do colega. 

Presente Mic —  Atenção a contagem! — Gritou, enquanto os vários televisores ao redor do estádio começavam a ligar. — Três! 

Katsuo — Caso eu use a Ghost Body, a bandeira irá ficar intangível assim como eu, desde que ela esteja em meu bolso ou minha mão. — Pensou, enquanto se posiciona. — Irei passar por todos, assim que o portão se abrir! 

Presente Mic — Dois! 

Yasuo — Irei congelar o chão, assim vários ficarão incapacitados de se mover... — Pensava, também se posicionando. 

Presente Mic — Um! 

Yuga — Irei levitar, assim terei vantagem aérea... — Pensou, enquanto seus olhos começavam a brilhar. 

Shino — Irei virar uma águia, e ninguém vai me alcançar! — Pensou, imitando um pássaro. 

Presente Mic — Comecem! 

Todos os alunos começaram a correr para fora da arena, mas acabaram ficando entalados com todos querendo sair ao mesmo tempo. 

Aluno¹ — Saia da frente! 

Aluno² — Deixe-me passar! 

Os olhos de Katsuo ficam brancos, e ele logo atravessa todos os alunos, saindo do portão. 

Aluno² — É um fantasma?! 

Aluno³ — Foi só eu que senti um calafrio? 

Shino logo estava sobrevoando a arena, e se afastando dela o mais rápido possível. 

Yasuo — Perca de tempo... — Disse, e fumaça saia de sua boca. 

A filha de Shoto logo congela o chão do corredor, deixando vários incapacitados de andar. 

Hisoka — Sorte eu ter preferido andar pelas paredes… — Pensou, e logo pulou para o lado de fora. 

Falconi — Vários tentam escapar do gelo que Yasuo Todoroki deixou na extensão do portão, mas não parece ser nada fácil escapar dele! — Narrava pelo microfone, e os alunos conseguiram ouvir através dos comunicadores. 

Katsuo — Preciso me afastar para algum lugar… talvez a U.S.J? — Pensava, atravessando tudo que estava no caminho para poder seguir em linha reta. 

Juiz — Vocês tem 25 minutos para se posicionarem! 

Katsuo — Já se passou cinco minutos?! — Pensou, enquanto corria pelo Campus.

23 minutos depois 

Katsuo corria em direção a U.S.J, tomando cuidado para não ser seguido. 

Katsuo — Dentro daquele prédio, eu poderei implantar algumas armadilhas, além de saídas em caso de emergência. — Pensou, enquanto se escondia atrás de uma pedra. — Mas devo tomar cuidado para não quebrar nada, ou o Professor Grape irá brigar... 

Falconi — Acabou os 30 minutos! Agora vocês tem uma hora para conseguirem cinco pontos! — Alertou, deixado o nosso protagonista ainda mais alerta. 

Katsuo continuou no mesmo esquema, correndo e se escondendo, até chegar em uma estrada com a U.S.J no final dela. 

Katsuo — Achei! — Pensou, mas logo ouviu algo nos céus. 

Ao olhar para cima, era possível notar uma águia voando.

Katsuo — Uma águia de cabeça branca, essa espécie é nativa da América. Ou seja… — Pensou, enquanto observava-a. 

A ave, que em suas garras estava uma bandeira cinza, avançou em Katsuo. 

Katsuo — Droga! — Pensou. 

A águia se transformou em Shino, que logo caiu em cima de Katsuo e imobilizou-o. 

Shino — Desculpe, mas é um pouco pessoal. — Disse, enquanto segurava os braços do garoto. — Dê sua bandeira, caso não queira ter algo quebrado. 

Katsuo — Quebre, se for capaz… 

Após seus olhos ficarem brancos, Katsuo atravessa o corpo de Shino, fugindo dele e indo em direção ao amontoado de árvores que tinha por perto. 

Shino — Acha que é tão rápido quanto um guepardo? — Disse, enquanto ficava de quatro no chão. 

Shino se transformou em um guepardo, e avançou para cima de Katsuo. 

Katsuo — Não acho, mas garanto que ele não é bom entre várias árvores! — Disse, enquanto atravessava o tronco de uma. 

Shino tentou procurar Katsuo pela floresta, mas ele não conseguia pegar velocidade no meio de tantas árvores. 

Shino — Maldição! — Disse, enquanto se destransformava. — Onde está você? Vamos resolver isso do jeito antigo! 

Katsuo pula de cima de uma das árvores, ficando atrás de Shino. Logo segura os braços do garoto, impedindo-o de o atacar. 

Shino — Ei! Me solte! — Grita, tentando se soltar de Katsuo. 

Katsuo — Você pode ser maior e mais forte do que eu, mas a sua posição atual não ajuda!

Katsuo segurava os braço de Shino, e conseguiu encostar na bandeira dele que estava na gola de sua camisa. 

Shino — Não! Não ouse encostar nisso! — Gritava, tentando impedir que Katsuo pegasse sua bandeira. 

O corpo de Shino começou a mudar, ficando muito maior. 

Katsuo — O quê? — Disse, conseguindo derrubar a bandeira do adversário no chão. 

Katsuo se afastou, usando sua Individualidade para atravessar as árvores e poder fugir para o mais longe possível. Enquanto isso, Shino acabava de se transformar em um Elefante, e começou a destruir as árvores ao seu redor no desespero de Katsuo estar por perto. 

Katsuo — A bandeira dele está no chão, mas não irei conseguir pegá-la sem ser esmagado… — Pensou, enquanto se afastava o mais rápido possível. 

Usando sua tromba, Shino pegou a bandeira e fugiu do local, evitando outro confronto com Katsuo. 

Katsuo — Não esperava que ele se transformasse em um elefante, já que nunca mostrou isso durante os treinamentos... — Pensou, enquanto se escondia atrás de uma árvore. — E ele também acabou de mostrar que não é necessário imitar o animal antes de se transformar. Talvez faça isso para se locomover mais livremente depois da transformação? 

Katsuo deixou isso de lado, e após conferir se sua bandeira estava com ele, foi em direção a U.S.J, que estava a alguns metros de distância. 

Katsuo — Tem alguém me seguindo? — Se perguntou, antes de olhar para trás. 

Katsuo estava ouvindo alguns barulhos estranhos, como galhos quebrando e pedras sendo jogadas. E confirmou suas suspeitas, quando um aluno avançou nele. 

Em um rápido pensamento, Katsuo se abaixou, fazendo com que o garoto atingisse uma árvore e quebrasse ela imediatamente. 

Katsuo — Por pouco! — Disse, aliviado. 

??? — Tem um pensamento rápido? Gostei disso! — Disse, saindo do meio da madeira da árvore. 

Um garoto com cabelos loiro e arrepiados para cima, os olhos semelhantes aos de um felino. Seus dentes pareciam mais presas, e suas unhas eram semelhante a garras. 

Katsuo — Quem é você? Veio pegar a minha bandeira? — Disse, se afastando lentamente. 

??? — Sou Félix Pual, da turma B. — Disse, encarando Katsuo. — Caso não queira se machucar, me entregue sua bandeira! 

Katsuo — Nem sonhando… 

Félix — Então, você que pediu! — Disse, antes de avançar em Katsuo. 

Félix avançou em Katsuo, que conseguiu desviar. O garoto da turma B acaba quebrando outra árvore durante o seu ataque. 

Nome: Félix Pual 

Idade: 14 anos 

Altura: Um metro e 68 centímetros

Individualidade: Felinomania 
Quando atira sua Individualidade, seus cabelos ficam arrepiados e seus dentes se tornam presas. Suas unhas viram garras afiadas como faca, e seus olhos ficam semelhante ao de um leão. Também é capaz de enxergar melhor no escuro. 

Félix — Me entregue, que será muito mais fácil. — Ordenou, tirando sua mão direita de um pedaço de tronco. — Mas caso não queira, tudo bem. Eu gosto de fazer as coisas do jeito difícil. 

Félix avança em Katsuo novamente, que ativa sua Ghost Body para poder impedir o ataque e logo em seguida começa a fugir. 

Katsuo — Ele ataca igual ao pulo de um gato. — Analisou em sua mente, atravessando várias árvores. — Deve achar que se avançar em mim rapidamente, fica difícil de eu conseguir revidar ou desviar, mas… 

Katsuo fica em frente ao prédio da U.S.J, e Félix avança nele novamente. 

Félix — Não vai escapar! A sua bandeira já é minha! 

Katsuo deitou no chão, e quando Félix passou por cima dele, chutou sua barriga e pegou a bandeira amarela que estava presa em sua cintura. Com o chute que Katsuo deu, Félix acabou sendo jogado na parede do prédio, e não conseguia acreditar no que aconteceu. 

Katsuo — Sua Individualidade é poderosa, mas você não sabe usá-la corretamente. — Disse, segurando a bandeira dele. 

Félix — Isso… não pode ter acontecido… — Disse, passando a mão na cintura. Não conseguia acreditar que Katsuo havia pego-a. 

Sem que nenhum dos dois percebesse, uma figura observava a luta entre os dois estudantes. 

Félix — Não… você não tem o direito… — Disse, enquanto ficava de quatro. — Você não tem o direito de pegar a minha bandeira! 

Félix avança desesperado em Katsuo, que consegue desviar a tempo. 

Katsuo — Ficou desesperado? Ele está avançando em mim desordenadamente… — Pensou, e logo olhou para o lado, vendo algumas escadas que davam no teto da U.S.J. — Tive uma idéia… 

Katsuo se afasta de Félix e começa a correr, subindo as escadas e ficando no teto da U.S.J. 

Félix — Não vai fugir, seu desgraçado! 

Em apenas um pulo, Félix já se encontrava no teto do prédio. 

Félix — Me devolve ela! — Gritou, avançando no adversário e logo em seguida atravessando o corpo dele. 

Katsuo — Você não vai parar tão fácil... 

Katsuo correu pelo teto, ficando em uma de suas extremidades. Félix avançou no adversário, conseguindo fazer um arranhão em seu rosto. 

Katsuo — Eu fico com isso! — Exclamou, segurando a mão de Félix. — Vamos ver se são tão afiadas. 

Katsuo usa as unhas para fazer um círculo no chão ao redor de Félix, quebrando-o logo em seguida. 

Félix — Idiota, gatos sempre caem em pé... — Pensou, quando se viu em queda livre. — Ei! Espera! Gatos não gostam de água…! 

O lugar em que Félix havia caído era a Zona de Naufrágio, e acabou caindo na água. Quanto a Katsuo, ele havia conseguido se segurar, mas apenas sua mão direita tinha conseguido. 

Katsuo — Droga, não fui rápido o suficiente. — Pensava, colocando o máximo de força na mão direita. — O tempo de reação da quebra do vídeo foi menor do que eu esperava, e meus reflexos só fizeram a mão direita levantar… 

O garoto tentava se levantar, mas sua força não era o suficiente. Quando largou o vidro, outra pessoa aparece e segura seu braço direito. 

Yukio — Você parece estar com problemas... — Disse, enquanto segurava o braço de Katsuo. 

Katsuo — Você... — Se lembrou da conversa que tiveram mais cedo. 

Yukio — Tinha decidido vir para a U.S.J, conseguir a minha segunda bandeira, e vi você lutando contra o Félix. — Disse, e logo soltou uma risada. — Gênios pensam iguais, não é mesmo? 

Katsuo — O que você quer? 

Yukio — Não posso apenas ajudar um necessitado? É claro, vou querer algo em troca. 

Katsuo — A bandeira de Félix... — Pensou, após ouvir a proposta de Yukio. 

O garoto de cabelos vermelhos começa a ajudar Katsuo a se levantar, mas logo para quando retira da cintura do garoto uma bandeira azul escura. 

Yukio — Na luta mais cedo, você pegou a bandeira amarela, que pertencia ao Félix. Então, essa é a sua bandeira? — Disse, e Katsuo apenas o encarava seriamente. — Você foi inteligente e pontual durante o seu combate, e isso torna você alguém perigoso. 

Katsuo — Seu… — Disse frustadamente, sem poder fazer nada. 

Falconi — 15 minutos já se passaram! — Alertou pelos comunicadores. 

Yukio — Não é nada pessoal, mas alguém tão bom quanto você, é um risco para mim. — Disse, aproximando seu rosto um pouco mais de Katsuo. — Não irei pegar a de Félix, para te dar alguma chance de continuar na competição. Boa sorte, vai precisar com aquele cara raivoso lá em baixo.

Yukio jogou Katsuo na água da zona de naufrágio da U.S.J, e logo pulou do telhado do prédio. 

Yukio — Serei o primeiro a terminar, aparentemente.


Notas Finais


Vou tentar lançar mais um capitulo antes do domingo, e tentar lançar outro durante a viagem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...