1. Spirit Fanfics >
  2. A história da anja da escuridão >
  3. Noivado?!

História A história da anja da escuridão - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Gente não estou brincando. Está difícil as vezes ter idéias kkk
Mas enfim, aí está.

Capítulo 6 - Noivado?!


Depois de terem mostrado as outros a marca, somente um Akira soube dizer o que seria.

- O Rei a amaldiçoou, ou seja, ela se tornou noiva dele. Grr... Eu não esperava que o Rei.. de minha própria espécie faria isto. Logo ele. - Disse Akira furioso.

Eu sou noiva daquele cara?! Como assim?

- O que?! Porque eu?!- Disse assustada.

- Você é metade Anja da escuridão, do mundo de anjos obscuros e e metade provavelmente humana. Isso o atraiu de alguma forma. Miserável... - Disse ele ao me explicar.

- Ah não.. Não quero casar, não! E ainda mais viver com alguém que nem amo. Tem que tirar isso de mim! - Disse nervosa e tentando arranhar a marca.

- Não faz isso. Só irá lhe machucar. - Segurou minha mão e disse calmo.

- Mas que farei? - Perguntei inquieta.

- Não irei ver você partindo e perdeste mais uma vez... Quero dizer. Não quero lhe perder. - Disse ele inconformado e num tôm de voz sério.

Ele se preocupa e se importa realmente comigo. Por conta que ele perdeu quem amava.

- Obrigada.. Akira. - Disse firme, porém com medo.

- Agora, vá dormir. Está ainda de noite. Boa noite. - Me colocou na cama e falou severo.

- Ok Akira.. Boa noite. - Disse e fui dormir.

Dia seguinte

Já amanhece, e a marca ainda permanece aqui. Que ódio.

Me levantei, coloquei uma roupa preta e fui ver os outros.

Cada um estava em seu canto. Nico veio me ver, conversamos e Kazuo apareceu. Ele notou a marca e também disse.

- Essa marca é a do noivado. Sabes né? Foi aquele Rei demônio maldito né? - Disse Kazuo e perguntou curioso.

- Sim. Eu não quero isto. Quero tirar isso! - Falei angustiada.

- Irei ajudar-la. - Disse Nico se metendo.

- Eu também! - Disse Kazuo decidido.

- Obrigada garotos. Obrigada por querem me ajudar. - Disse esperançosa.

Com o decorrer do dia, eu sentia incomodo e ouvia vozes de alguém.

"Você não pode fugir disto, Mayara."

"Eres minha."

Enfim, já perto de anoitecer, decidi ficar um pouco ao ar livre, descalça e para relaxar.

Quando do nada apareceu um homem já conhecido por mim.

- Hideki! Você... - Disse séria.

- Eu? Oras, eu avisei. Só queria ver minha noiva. - Disse e se aproximou de mim.

- Eu não quero. - Disse grossa.

- Que pena. Uma anja da escuridão e um Rei demônio seria ótimo. Mas e dai? Eres minha. - Disse maléfico e quase me beijou.

E finalmente aparece Akira que lançou Hideki para longe de mim.

- Você está bem? - Disse ele preocupado.

- Sim estou. Ele não me beijou. - Falei inquieta.

- Ora ora, como ainda a protege? Você é abaixo do meu nível. - O rei dos demônios riu e falou sério.

- Grr. Quero fazer um acordo. - Disse Akira frio e encarou o Rei.

- Acordo? Aham. Qual seria? - Perguntou o Rei.

- Eu e você batalharmos e em troca você liberta Mayara se eu ganhar. - Falou Akira decidido.

- Haha. A Mizuki estaria emocionada se estivesse viva e vendo este esforço que faz para proteger-la. - Disse ele provocando Akira.

- MALDITO! CALA A BOCA! Grrrr... Ela não morreu em vão! - Disse Akira com ódio.

Sua áurea ficou negra, diferente de quando ele está calmo e normal...

Na mesma hora toquei na mão dele.

- Hey! Akira! Não ligue para isso. Guarde esse ódio na hora que for necessário. A Misuki não gostaria de ver você assim. - Olhei nos olhos dele e falei calmamente.

- Ela? Eh.. Eu.. não aguentei. Ele teve participação na morte dela. Lógico. Sempre penso nisso. Ela era diferente do qual nos demônios estamos acostumados a ter. Eu sou uma espécie diferente, incubus, etc. - Disse ele inconformado e triste.

Ignorei o Rei e pus meus olhos na dos Akira.

- Não foi sua culpa. Não escolhemos quem iremos amar. Só quem ama de verdade, sabe. - Disse calma.

Akira chorou um pouco e parou.

- Obrigado Mayara-Chan.. - Disse ele agradecido.

Não sei amar, não sei como é o amor, mas sei que é bom, e verdadeiro e existe.

- Palmas e palmas. Uau. Que lindo! - Disse o Rei dos demônios irônico.

- E se eu ganhar? Ela irá casar comigo. - Disse ele maléfico.

- Grrr... É. Temos um acordo? - Disse Akira firme.

- Sim. Temos. Até mais minha noiva. - Disse ele sedutor.

Depois que ele foi embora, Akira ainda triste e tentando esconder as lágrimas disse que iria se preparar para a luta.

Fiquei preocupada demais, mas não quis me meter nisso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...