1. Spirit Fanfics >
  2. A história nunca contada! >
  3. Sofrimento!

História A história nunca contada! - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Sofrimento!


Fanfic / Fanfiction A história nunca contada! - Capítulo 2 - Sofrimento!

Naruto esperou uma boa oportunidade é se escondeu na cerca de madeira. Fazendo com que os ninjas passassem reto. 

- KKkkk essa foi boa!!- disse Naruto animado saindo do seu esconderijo. 

- O QUE FOI BOA NARUTO??- gritou Iruka-sensei. Naruto deu um pulo alto pelo susto que levou, caído no chão viu Iruka furioso com ele. 

- Iruka-sensei o que faz aqui??- 

- O QUE EU FAÇO AQUI NÃO IMPORTA!! VAMOS QUE VC TEM QUE ESTAR NA ESCOLA AGORA!!- Gritou Iruka puchando Naruto pela camiseta até a academia ninja. 

Iruka não escondia que estava triste com as ações de Naruto. É sua forma de desmonstrar isso foi lhe dando um belo sermão. O terceiro hokage apareceu na escola tarde de Naruto para lhe dar um sermão da queles tbm. 

Amanhã séria o exame de graduação todos os alunos estavam eufóricos. Como castigo Naruto limpou os rostos dos hokages. 

- Naruto...eu tava pensando...que tal depois que vc terminar de limpar os rostos dos hokages agente ir comer lamem??- perguntou Iruka. 

- AGORA TA FALANDO A MINHA LINGUA VOU LIMPAR TUDO RAPIDINHO!!!- gritou Naruto. 

Naruto admitia que Iruka era o que ele mais tinha de próxima a um pai. Iruka era um dos poucos que não olhavam Naeuto com desprezo. Um olhar gelito. 

Naruto limpou tudo quieto é em silêncio, enquando limpaza parecia que junto da água é sabão que escorria pela pedra esculpida as lembranças tristes é nem um pouco boas de Naruto viam a tona. 

As lembrança, as pessoas, academia ninja. Tudo o assombrava faziam parte de seus pesadelos com constantes. Mesmo que Iruka seja alguém especial para ele, Naruto ainda sentia o grande vazio que habitava seu coração é sua alma. 

- Terminei!!- disse Naruto. 

- Vamos!!- disse Iruka puchando Naruto até o Ichiraku. 

Quebra de tempo 

Era exatamente 21:46 da noite é Naruto não conseguia dormir. Ele tinha medo dos seus pesadelos. Tinha medo que os aldeões o atacassem enquanto ele dorme ou colocassem fogo na casa como colocaram no seu apartamento no centro de konoah. 

"Seu infeliz!" 

" Vc não devia existir!" 

" Demônio!" 

" Vc matou minha família!" 

" Eu vou matar vc garoto raposa!" 

" Míseravel!" 

Tudo ainda assombrava naruto. O loiro escondia as diversas cicatrizes pelo seu corpo colocando plusas de mangas compridas, calças é casacos. 

Com lágrimas nos olhos Naruto lembrava é aí da sentia as torturas que ainda sufria na vila mas agora não era tanto quando antes. Quantas vezes Naruto teve que fazer seus próprios curativos, teve que ficar sem remédios pra dor. 

Naruto nunca iria ao hospital pois não o aceitariam lá. Se Naruto desce baixa no hospital o matariam lá dentro é diriam que ele não resistiu.

As vozes ecoavam pela sua cabeça, Naruto via mas sombras as sinluetas dos aldeões com facas, madeiras, ferros, pás, picaretas, ele os via ali pronto para o ferirem. 

- PAREM!! EU... NÃO FIZ NADA!! PAAAAARRREEEEEMMMMM!!!- Gritava Naruto com as mãos nos ouvidos é chorava em despero. Naruto se incolheu no primeiro canto que viu em seu quarto é lá ficou. 

Naruto balançava seu corpo pra frente é pra trás, o garoto chorava é repita baixinho palavras desconexas. 

- Eu não fiz nada....parem....eu ...fiz nada!!.... não matei, não roubei.... parem....!!- repitia diversas é diversas vezes. 

Em seu subconsciente... 

Kurama ou kiuuby via seu portador, uma criança chorar é sofrer daquele modo. Não entendia até mesmo ele não tinha tal sangue frio a esse ponto. 

Via é revia o garoto de 11 anos sofrer todas as noites com delírios. O garoto ainda tão jovem as vezes se cortava quando a tristeza era muito profunda. Ele via Naruto chorar derramar lágrimas enquando se cortava com uma gilete ou uma faca de cozinha. 

Naruto não chorava todas as noites pela dor que sentia quando se cortava é sim pela dor é vazio que se faziam presente dentro dele. Kurama curava os ferimentos de facas é giletes até não ficar a cicatriz. Os ferimentos que ele sofria quando estava nas mãos dos aldeões ele não podia fazer muito. O corpo de Naruto não era forte, kurama fazia o Possível pra não deixar cicatriz mas era uma missão impossível. 

" PAAAAARRREEEEEMMMMM!!" 

Kurama escutava Naruto gritar, outro delírio. Kurama sentia seu coração é sua consciência pesar. Ele era o culpado de tamanho sofrimento. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...