História A History Of Twists - Imagine Kim Seokjin - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Jin, Romance
Visualizações 29
Palavras 966
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annieonghaseyo Min Kooks! Hoje vos trago o mais novo capítulo do Imagine. Gostou da entrada? Ta muito formal kskss! Vamo que vamo na lingua do povão mesmo! Boa leitura caros leitores!

Ass: Autora

Capítulo 2 - A History Of Twists - Cap 02 - Imaine Kim Seokjin


Fanfic / Fanfiction A History Of Twists - Imagine Kim Seokjin - Capítulo 2 - A History Of Twists - Cap 02 - Imaine Kim Seokjin

       

          《S/N ON》


 Depois da aula fui com a s/a para casa,(ela sempre me acompanha) dei tchau para ela e entrei, quando abri a porta me deparei com minha mãe sentada no sofa com outro homem, ele n me parecia ser confiável. 


"Oi filha, quero q conheça o s/pd, ele é o seu novo pai."


"Prazer te conhecer s/n."


"Oi, mas mãe, o que era tão importante que eu teria que cancelar o cinema?"


" Você não está vendo? É muito importante eu te apresentar o seu padrasto, mas tem mais uma coisa mais importante..."


" É disso q eu estou falando, fala, eu disse pra s/a que irira ligar pra ela se desse pra ir."


" Eu estou namorando com ele ja faz 5 meses, mas n queria te contar porque estava esperando a hora certa, nós iremos se casar, mas não será aqui, ele é um empresário de umas das maiores empresas do Brasil, mas ele é coreano, e ele foi contratado para trabalhar em Seul, nós vamos se casar lá e morar também, você vai passar o dia em casa arrumando as suas coisas, porquepartirmos amanhã de manhã. "


" Mas como assim? Você estava namorando e não me contou, vai casar e eu não desconfiei, vamos morar na Coreia porque ele foi contratado lá, e eu vou abandonar a minha melhor amiga?" 


" Sim. Filha, você tem que entender que isso é assunto de adulto, e isso será bom pra nós. "


" Só se for para vocês dois, porque não está sendo nada bom pra mim. "


" NÃO FALE COMIGO ASSIM, EU SOU SUA MÃE E VOCÊ ME RESPEITE. "


" Eu tenho 17 anos eu tenho consciência, eu sou racional e eu tenho minha opinião, e eu não vou abandonar tudo o que eu construí até hoje aqui no Brasil."


" Filha, você não escolhe, iremos e pronto. "


 No mesmo instante sai gritando e chutando as coisas que eu via pela frente toquei minha mochila num canto, peguei meu celular e liguei para a s/a.


" Oi s/a, não vai dar pra ir no cinema. " Falei com voz de choro.


" O que ouve s/n?"


" Minha mãe estava namorando, vai casar e nao vai ser aqui vai ser na Coreia do Sul, e nos vamos morar lá, não estou nem um pouco afim de ir."


" Sério? Meu deus! E ela não tinha te contado?"


" Não eu descobri agora, vamos partir amanhã de manhã, eu não quero te deixar. " Falei com voz de choro. 


" Não vai ser a mesma coisa sem tu aqui comigo. " 


  Ja estávamos quase chorando quando ouço alguém bater na porta, dou tchau pra s/a e mando entrar. 


" Oi"


" Oi s/pd"


" Então, deveríamos se conhecer melhor né, ja que vamos morar juntos. "


" É, mas é que agora não quero conversar. "


" Ta ok! Nos vemos na hora do café."


" Ta tchau."


  Enquanto ele saia ia pensando em como seria lá em Seul, sera que eu iria fazer novos amigos? Será que eu iria conseguir me comunicar? Porque eu não sei nada de coreano, mas eu ouvi falar que quase todos os coreano falam inglês, e eu sou ótima no inglês, é o que o professor diz.

 Enquanto eu pensava minha mãe e o s/pd conversavam na sala. 


" Sua filha é muito bonita ." Disse o s/pd


" Agora é sua também."


" Ela é inteligente?"


"Pelas notas das provas sim."


" Ainda bem, porque no colégio em que ela irá estudar o estudo das crianças é muito rígido"


"Hmmm."


" Nós não precisamos ir de manhã cedo, vamos ver um vôo de tarde, para ela ter mais um dia para se despedir dos seus amigos."


" É uma boa ideia, mas é capaz de transformarem aquela escola em um oceano, ela e a sua amiga são um pouco muito dramáticas."


" Como você?"


" Bom, quase. kkkk"


"Kkkk"


 //Na manhã seguinte na escola//


 " S/N!!!"


"S/A!!"


" Não me deixa não, por favor. "


" Mas eu não tenho escolha"


" Então promete falar comigo todo o dia?"


"Prometo!"


   Ficamos um bom tempo abraçadas, porque logo depois nosso carinho uma pela outra iriram ser afastados por meio mundo. 


              // Em Seul//


   Ao chegar em nosso apartamento, fui para o meu quarto, parei na janela e fiquei olhando para a rua, as pessoas andavam como se nada tivesse acontecido, minha mãe chama a minha atenção. 


" Filha desfaz a sua mala por favor?!"


 Não respondi, mas me levantei e fui desfazendo, pensando como aquele homem mexeu com a cabeça da minha mãe.

  Ela não me tratava do mesmo jeito ela era carinhosa, atenta e amorosa com suas palavras, agora não tem mais nada disso. 

  Depois de arrumar as minhas coisas mandei uma mensagem para a S/a, ela não viu, deve ser por causa dos fusos horários, agora ela deve estar na aula, pelo menos alguma coisa de Geografia eu aprendi, eu nunca estive me sentindo tão sozinha quanto agora. 


" Quer ir no shopping?" Perguntou a minha mãe. 


" Ja que não tem nada pra fazer."


" Vamos então. "


            // No Shopping//


   Nos shoppings do Brasil eu nunca vi nada assim, essas roupas são lindas e diferentes, combinam muito bem comigo, minha mãe não deixou eu comprar o shopping todo, só metade, eu estava cheia de sacolas.

  Mas daí uma sacola acabou caindo no chão, ainda bem que não era a de maquiagem, enquanto eu recolhia as roupas e ia colocando na sacola, um homem apareceu e me ajudou, ele era lindo, estava sempre sorrindo, e percebi que ele era coreano.


" Muito obrigada. " Falei envergonhada. 


" Denada." 


  Eu fui andando, olhei para trás e vi que ele estava me olhando, fiquei mais envergonhada ainda. 

 O s/pd entrou em uma loja de roupas de homem, minha mãe entrou junto, eu fiquei sentada no banco da praça, quando eu ouvi uma pessoa se aproximando e sentando do meu lado...


Notas Finais


Chegamos ao final do capitulo :')

Mas acalmense! Ja vem novos! ,
;)

Todos os dias(tirando finais de semana) há capítulo novo aqui no Spirit!^^

Adios Min Kooks!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...