1. Spirit Fanfics >
  2. A Horcrux Perdida >
  3. Primeira Briga!

História A Horcrux Perdida - Capítulo 19


Escrita por:


Notas do Autor


Estou de volta muito feliz com o resultado que a fic está tendo.

Diversos leitores estão se manifestando comentando na fic e me mandando mensagens no privado. Muito obrigada meus amores. Amo vocês!

Muito obrigada por escolher esta fanfic para ler.
Beijos
Até lá embaixo!

Capítulo 19 - Primeira Briga!


P.V. HARRY POTTER

Largo Grimmauld, 12

- E se o feitiço me atingisse? Eu sofreria na sua frente. - Draco disse me empurrando e desvencilhando-se do abraço.

- Eu cancelaria o feitiço Dray, não atingiria você. - Eu disse sorrindo

- Não adianta vir com merda de Dray não. - Ele disse bravo.

- Não seja ranzinza Draco era para o seu bem. - Ele fez um gesto obsceno e foi ao guarda roupa pegar uma roupa, sua cara não estava nenhum pouco receptiva. 

- Vou trocar de roupa no banheiro, troque de roupa logo. - Fui acompanhá-lo até o banheiro. - Trocarei sozinho, eu sei fazer isso. 

Ele então fechou a porta na minha cara, eu ri e fui pegar uma roupa no armário. Optei por uma calça preta social e uma camisa social, dobrei as mangas até o cotovelo e calcei um sapato. Draco saiu do banheiro com uma calça, camisa e sapato preto, seus olhos estavam mais azuis que nunca, o cabelo loiro penteado para o lado direito e sua expressão ainda estava vazia. 

- Você está lindo Dray. - Eu disse para agradá-lo mas recebi um olhar frio, peguei pesado com o ciúme, em parte exagerei, mas em parte fui sincero.

- Eu sei Tiago. - Se ele me chamou de Tiago é porque está furioso. - Vai me mostrar a passagem ou terei que chamar Ronald? - Ele perguntou me provocando e eu também fechei a cara. 

- Faça o que quiser Lúcio. - Ele me olhou espantado e me acompanhou.

 Desci as escadas e fui até uma sala que era pra ficar os objetos inutilizáveis, ao abrir a porta tinha um quadro com a imagem de Régulo Black, puxei o quadro e entrei na passagem, Draco estava atrás de mim mas não tomou a iniciativa de puxar assunto.

 Chegamos então a um local fechado iluminado por tochas, tinha um amplo espaço e equipamentos trouxas para treinamento do porte físico e possuía uma cadeira com correntes, parecida com a do julgamento em um ministério da magia. Draco olhou abismado em volta, Hermione puxou seu braço para uma conversa amigável e ela começou a apresentar o lugar à ele. Ronald veio em minha direção e passou os braços amigavelmente por trás dos meus ombros.

- E aí Harry, como vai a vida de casado? - Ele pergunta e sorrio, faz tempo que não conversamos sozinhos.  

- Não sei.

- Isso explica sua expressão de poucos amigos, quer desabafar?

- Não, obrigado. 

- Bom Harry, guardar para você não vai ajudar em nada. - Nos sentamos no chão afastados de Mione e Draco.

- Eu tive uma crise de ciúmes com Draco por causa de você. - Ele me olhou assustado. - Foi para o bem dele, eu queria deixá-lo estressado para que ele utilizasse feitiços sem a varinha, a raiva ajuda. - Rony assentiu. - Mas ele ficou bravo.

- Eu também ficaria. Mas não tem nada que um sexo não resolva, quantas vezes vocês já ficaram? 

- Duas, ontem e hoje cedo. 

- Posso te fazer uma pergunta íntima? - Assenti. - É bom? - O olhei de soslaio. - É bom ficar com garotos dessa maneira?

- Eu gostei. É diferente mas Draco é incrível na cama, ele faz eu esquecer de tudo e me concentrar apenas nele, Dray faz com que tudo ao meu redor desapareça. - Eu suspiro e fecho os olhos.

- Pelas Barbas de Merlim você apelidou Draco com Dray? - Ele riu. - Só você mesmo. Bom, foi legal para ele?

- Sim, ele disse que foi incrível e se ele não tivesse gostado eu teria percebido.

- É verdade que você é o ativo?

- Sim, por que? - Perguntei abrindo os olhos e vendo Draco rir com Hermione. 

- Sei lá, sempre achei Draco meio frio e misterioso, achei que você ficaria por baixo. - Eu senti que ele estava escondido algo, e este sexto sentido nunca falha mas ignorei.

- Achou errado, mas Draco deve ser incrível como ativo também. 

- Deve ser. - Rony disse olhando Draco e eu o olhei incrédulo. - Entre vocês quero dizer, não que eu não queira saber. Calma eu não quero saber mesmo é uma coisa de vocês, mas sim ele deve ser incrível em qualquer posição. - Ele corou e olhou o chão.

- Eu entendi o que você quis dizer. - Eu disse me levantando. - Mas tire os olhos de Draco Malfoy, Ronald Weasley ou se arrependerá de ter nascido e me conhecido.

- Sai fora Harry, eu estou namorando Hermione. 

- Mas o que você tem no meio das pernas é igual ao que eu tenho, eu acho né, então se controle. - Tirei minha varinha da calça. - Mas isso é só um aviso Ron. - Sorri e chamei Hermione, Draco veio atrás dela e em momento algum olhou para mim, ele passou do meu lado e se colocou ao lado de Ronald, controlei meus nervos e Hermione disse: 

- Bom, o foco é deixar Draco apto a realizar feitiços sem a varinha então, Draco me dê sua varinha. - Ela estendeu a mão.

- Deixei no sofá na sala de estar. - Ele disse.

- E que outro sofá tem na casa Draco? - Rony perguntou rindo.

- Verdade né! - Ele riu também e respirei fundo.

- Então Draco se sente naquela cadeira. - Mione disse e ele foi.

- Irei fechar as correntes. - Eu disse o seguindo mas Rony segura. meu braço. 

- Pode deixar que eu vou, você indo pode piorar a situação. - Eu assenti, Rony afagou meu braço e foi até Draco. 

- Draco não está bem brigado com você. - Mione disse se aproximando.

- Eu estava o ajudando, minha intenção foi a melhor. 

- Eu sei, mas você precisa ver direito a colocação de suas palavras. Rony é meu namorado e eu sei que ele jamais me trairia, mas você não confiar em Draco é o cúmulo, vocês estão casados Harry, confiança em primeiro lugar. 

- Hermione, abra os olhos com o Rony, ok? Não venha se intrometer na minha vida sendo que a sua pode estar pior. Sei que o namoro seu e do Rony estão por um triz, porque você não aceita que Rony fique conversando com Lilá Brown.  Isso também é falta de confiança.

- Mas acima de tudo eu sou amiga de Rony e caso terminemos continuarei esta amizade, já você e Draco com certeza não continuarão! 

- Cuide da sua vida Hermione Granger! - Fui até Draco e Rony que estavam rindo. - Conseguiu prender Rony? Ou está difícil? 

- Ele já prendeu Potter. Vamos para a atividade. - Draco disse sem olhar nos meus olhos.

- Então Draco, o objetivo é você não deixar que eu, Rony e Harry não encostemos em você. Você precisará manter um escudo físico em volta de você enquanto tenta livrar as correntes do seu corpo.

- Mas isso é difícil. - Ele disse olhando pela primeira vez em meia hora para mim. 

- Eu acredito em você, sei que você consegue. - Rony disse e Draco assentiu, eu quis matar Ronald Weasley. 

- Primeiro iremos apenas encostar em você, um leve toque na primeira fase. Mas depois que você se soltar vale tudo, ninguém será seu amigo. Você vai precisar nos derrubar, quem cair não pode mais te atacar. - Todos assentimos.

- Estou pronto. -. Draco disse e nos afastamos. Eu estava com medo de Draco ser ferido mas eu confio nos meus amigos.

- Farei a contagem. 3,2,1 Agora! - Hermione disse e nós corremos na direção de Draco ele entrou em desespero e conseguimos encostar nele. - De novo! 3,2,1 já! - Corremos de novo e ao passar senti uma pequena película tentar nos segurar mas era fraca. - Está quase Draco, de novo! 3,2,1 já! - Corremos até Dray novamente e dessa vez ao chegarmos a cinco passos dele uma barreira nos impediu de prosseguir e fomos lançados para trás. 

- Muito bem Draco! - Rony disse aplaudindo e o fuzilei com um olhar. Vi Draco se concentrar em soltar as correntes mas ele não estava conseguindo.

- Pense em mim. - Eu disse e não era para ele necessariamente pensar nos momentos bons, mas Draco entendeu e as correntes estouraram, fiquei até com medo. Ele nos olhou e disse:

- Estão com medo? - Deixei Hermione e Rony irem primeiro, eles lançavam feitiços não verbais de todas as direções rapidamente mas Draco conseguia repeli-los com uma habilidade incrível, até que um jorro de luz laranja atingiu Rony e ele voou longe caindo no chão, Weasley estava fora. Hermione começou a duelar com Malfoy em uma rapidez que era difícil de acompanhar, mas Dray se saiu perfeitamente bem. Ele lançou um feitiço desconhecido em Hermione e ela caiu, restando apenas eu e ele. - Acho que só falta nós. - Ele disse e eu sorri.

- Eu te Amo. - Eu disse e ele sorriu. 

- Eu o amo mais Potter. - Sorrimos e ele lançou um feitiço prateado em mim, desviei e ergui a sombrancelha.

- Muito ousado. Mas que vença o melhor. - Joguei minha varinha para Hermione e seria um duelo onde nenhum teria varinha.

Draco e eu começamos a andar em círculos, rodeando e vendo qual era a posição melhor, um leão e uma cobra a espreita esperando o momento perfeito para dar o bote. Lancei o feitiço para petrificá-lo mas ele criou um escudo e o feitiço voltou para mim, me agachei e ele atingiu Rony pela segunda vez. Draco tentou me acertar com um jorro de luz vermelha mas pensei em Protego! e o feitiço atingiu meu corpo mas não fez efeito. Dray me olhou enigmático estreitando os olhos e eu apenas sorri. Rony e Hermione estavam longe nos observando. 

- Elektro! - Eu disse mas Draco desviou. Ele criou um escudo tão forte que me arremessou para trás mas caí em pé. - PROTEGO ELEKTROSEMPRA! - O escudo foi até o meio do salão, Hermione e Rony voaram, o cabelo de ambos espetados por conta do choque, Draco estava com o rosto vermelho mas ele caiu em pé também.

- Crucio! - Draco murmurou e de encontro falei:

-  Expelliarmus! 

 Os jorros de luzes amarelas saíram de nossas mãos e os feitiços se encontraram, se um de nós abaixasse a mão o outro seria ferido. Me lembrei de quando estava com Voldemort no dia em que Cedrico morreu, nossas varinhas ao lançarmos os feitiços houve o Priori Encatatem! Quando as duas varinhas são feitas do mesmo material os feitiços se “casam”.

 E é exatamente isso que aconteceu entre mim e Draco, mas não temos varinhas, tudo isso é com a mão. O que significa que nós estamos conectados. Nosso amor é muito forte. Até que ouço uma voz já conhecida ressoar bem alto no encontro de nossos feitiços, Alvo Dumbledore surge ali no meio e se rompermos este contato ele sumirá assim como a Fênix. 

- Cá estamos nós novamente... Harry e Draco, estou aqui para lhes dar um aviso apenas, tempos difíceis se aproximam. Esta conexão de vocês é feita por conta do amor e só com este poderoso poder vocês irão superar estas dificuldades, nunca se separem como eu já disse e repito se vocês se separarem algo terrível acontecerá. Em sincronia ergam a mão para o alto e ninguém se machucará. Verdades serão reveladas mas a compreensão de ambos será necessário. Adeus meus caros! - Então erguemos a mão para o alto e juntos caímos, Dumbledore desapareceu.

- Empate. - Hermione disse.

- Vocês não viram o que aconteceu? - Draco perguntou olhando para eles.

- O quê? Vocês caindo após lançarem um feitiço? Vimos sim e foi empate.

- Vocês não viram Dumbledore? - Perguntei.

- Está louco Harry? - Rony perguntou e Draco se levantou e veio correndo em minha direção, me levantei e nos abraçamos.

- Nunca mais duvide de mim Harry. - Ele disse olhando nos meus olhos e quase me perdi na imensidão de seus olhos azuis como o oceano.

- Foi horrível brigar com você neste meio tempo Dray. Não consigo. - Então eu o beijei, nossas línguas entraram em sincronia e minha mão desceu até sua bunda, apertei ela e Draco grudou mais nossos corpos, suas mãos se enroscaram em meu cabelo e me puxou para si. Nos afastamos ao ouvir Rony dar um pigarro alto.

- Acho que está tarde e devemos ir, para deixarmos vocês curtirem  noite. - Rony disse e deu um olhar para Draco que não entendi. - Antes que eu me esqueça minha mãe convidou vocês para passarem o fim de semana lá em casa já que segunda voltamos para Hogwarts. Ela quer desejar felicidades para vocês pessoalmente.

- Nós iremos. - Juntos fomos até a sala de estar, olhei no relógio e vi que era 23h45, Rony com Hermione foram embora. Draco e eu subimos aos beijos para o quarto descobrir novas posições para aproveitarmos a madrugada.


CONTINUA...


Notas Finais


Bom meu povo, é isso!

No próximo chapter Drarry estará na casa de Ronald Weasley. E verdades que podem abalar o relacionamento de Drarry serão reveladas.

O próximo capítulo demorará uns dias mas virá, promisse!

Me digam suas teorias. Obrigada por lerem até aqui...
Beijosssss
Até breve.... <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...