História A Hunt For Love - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Shadowhunters, Supernatural
Personagens Abaddon, Amara, Bobby Singer, Castiel, Crowley, Dean Winchester, Ellen Harvelle, Isabelle Lightwood, Jo Harvelle, Jody Mills, John Winchester, Lúcifer, Mary Winchester, Rowena MacLeod, Ruby, Sam Winchester
Tags Dean Winchester, Ellen Harvelle, Isabelle Lightwood, Jo Harvelle, John Winchester, Mary Winchester, Sam Winchester
Visualizações 111
Palavras 1.193
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente, peço perdão pela demora, apesar de ainda estar dentro do prazo de postar um por semana, só Deus sabe como eu gostaria de postar o mais rápido possível para ver os comentários que me deixam feliz ❤
E também fico super triste por toda semana tentar, mas não conseguir postar mais de um cap, é que o retorno das aulas me deixou muito ocupada mesmo, e tenho feito meu melhor.

Boa leitura babys 😊

Capítulo 13 - Welcome To Sacramento


Fanfic / Fanfiction A Hunt For Love - Capítulo 13 - Welcome To Sacramento

Welcome To Sacramento


A placa de boas vindas era legível apesar de bem suja, dava um ar de cidade meio abandonada.


- Fiu fiu.. - Dois homens diziam assim que parei o Impala no estacionamento de um motel onde a localização de John apontava, e desci com minha bota de cano alto e um shorts com uma blusa regata preta e um casaco por cima.

Eu somente revirei os olhos e segui até a porta com um grampo.



- Vamos... - Eu resmungava comigo mesma tentando abrir a porta do motel depois de tanto observar Dean.

O barulho da tranca abrindo me deu visão a um quarto perfeitamente arrumado, nenhum sinal de que John passou por ali.

Suspirei um pouco zangada, 2 dias na estrada para me deparar com um quarto perfeitamente limpo.

Passei na recepção e por fim reservei o quarto, não acreditava que John não deixou nenhuma pista.

O mais inacreditável era como ele conseguiu sumir tão rápido, jurava que o encontraria aqui.

Sai do quarto depois de deixar as malas, fui direto tomar uma cerveja.



- Uma cerveja por favor - Eu disse ao dono do bar que estava no balcão, ele deu gargalhadas com os outros homens que ali estavam pela forma como eu pedi, parece que ser educada era uma piada ali.

Suspirei e olhei a tela do meu celular, não sei porquê eu esperava a ligação de Sammy o tempo todo, apaguei a tela e coloquei no bolso indignada comigo mesma, como eu poderia estar apegada nele depois do despacho que ele me deu, nem com os homens mais gatos que eu já dormi, fiquei assim.

Um som de uma reportagem na tv tirou minha atenção, a mulher dizia sobre Dean sendo procurado por homicídio e seus dois comparsas ainda não identificados, eu só esperava que não mostrasse meu rosto ali, e por sorte não mostrou.

- Aqui sua cerveja Madame! Mais algo? - Ele perguntou sendo cínico e os homens riram debochando de mim, eu apenas estreitei os olhos virando o rosto.

Antes de beber um gole da cerveja, eu fiquei paralisada, minha visão escureceu e por questão de segundos eu comecei a ver uma garota lutando com um homem, ela na verdade parecia se defender dele. O cenário parecia os fundos desse bar.

Minha visão retornou ao normal e eu fiquei um pouco atordoada, quem era a pessoa na visão e o que significava? Era algo bem estranho já que as visões não ocorriam recentemente.

O suspense pareceu tomar um rumo quando eu ouvi um grito feminino vindo da parte de trás do bar, imediatamente larguei minha cerveja e corri até o local enquanto puxava a arma da cintura.

Logo a minha frente vi a mesma garota, lutando com o mesmo homem, ele parecia assaltar ela ou algo assim.

- Hey, Você! - Eu disse apontando a arma pro homem, ele que me viu saiu correndo para dentro do bar, eu o segui.

Assim que entrei as luzes estavam apagadas, os homens que riam de mim a poucos segundos se escondiam com medo dentro do estoque, eu sorri involuntariamente vendo aquela cena.

Perto do balcão eu vi o assaltante de costas para a parede, apontei a arma novamente.

- Hey você, olhe aqui. - Eu disse mas ele não se virou, eu então com a arma em mãos ainda o virei pelo ombro e então notei que não se tratava de um assaltante, e sim de um demônio.

Eu rapidamente guardei a arma e peguei uma faca que Dean deu, e apontei em seu peito.

- O que você faz aqui? - Perguntei e ele apenas sorriu

- Vim dar um aviso... - Ele disse e eu olhei sem entender - A gente já sabe que os Winchesters estão na área.. - Ele falou e eu ameacei enfiar a faca em seu pescoço - Opa! Espera ai, gatinha, você não vai querer ficar conhecida nacionalmente como seu irmão, não é!? - Ele perguntou apontando para a câmera e eu vi que se eu matasse ele, todos pensariam que matei um inocente.

Para ajudar as luzes de emergência piscavam, indicando que os policiais já vinham.

Meu tempo notando isso me permitiu que eu abaixasse um pouco a guarda e o demônio tentou me atacar, não me deixando escolhas além de enfiar a faca em seu tórax.


- Droga.. - Eu disse vendo o corpo que ele possuiu no chão, nem adiantava eu tirar as fitas da gravação do local, pois havia testemunhas.


- Você pode me tirar daqui? - A garota que eu salvei pediu com medo

- Venha.. - Eu puxei ela pelo braço rapidamente e evadi antes da polícia entrar.



(...)


- Onde você vai ficar? - Peguntei para a garota enquanto fazia minhas malas no quarto do motel antes de descobrirem que eu estava lá

- Não sei, na verdade eu não tenho rumo.. - Eu estranhava o modo daquela garota agora

- Qual seu nome? - Perguntei mas ela não pode responder assim que alguém bateu na porta.

Eu fiz sinal para ela ficar quieta e com a arma na mão olhei pela viseira da porta.

- O que? Não acredito - Eu disse bufando



Sam


A uns 2 dias papai me ligou, pedindo para desistir dele, o que não funcionou comigo, na verdade foi o que me motivou a não desistir dele e então depois de rastrear seu paradeiro, segui até um motel em Sacramento.

Quando cheguei no local referido, encontrei o Impala de Dean, e o quarto tinha luzes acesas.

Estranhei que eles estivessem lá, não era do tipo dele desobedecer ordens do papai.

Bati na porta na esperança de ver Dean e John, mas na verdade me deparei com Izzy.


- Izzy? O que você faz..- antes de eu terminar ela agarrou minha blusa e me puxou para dentro do quarto, irritada




Izzy


- O que VOCÊ faz aqui? - perguntei irritada

- Eu não pude deixar papai sozinho - Ele respondeu - Pelo jeito nem você - ele deu um sorrisinho

- Eu preciso dele para salvar Ellen.. - Cortei seca preparando as armas para colocar na cintura

- Afinal quem é a moça? - Ele perguntou mas eu a cortei assim que ela foi responder

- Temos que sair daqui! Eu matei um demônio no bar quando salvei ela, e tinha câmeras, a polícia estará me procurando em questão de segundos. - Eu finalizei e vi que Sam me olhava um tanto assustado, só então notei que falei "demônio" perto da garota, me virei a ela que nos olhava - Ann.. demônio.. porquê, se sabe né, ele era ruim e.. - Eu tentei explicar mas ela começou a dizer

- Eu sei o que era.. 

- Como? - Perguntei vendo que realmente ela não era normal

- Eu já fui uma bruxa, mas eu perdi os poderes a um bom tempo então.. - Ela dizia bem calma, eu apontei a arma para ela seguida de Sam, não gostando nada daquilo

- Calma, eu.. eu realmente era a vítima ali.. - Ela disse com as mãos pra cima

- Qual seu nome? - Perguntei mais uma vez com a arma ainda em sua direção, ela suspirou

- Ruby.. 

- Ok, Ruby, cai fora daqui.. - Sam disse e ela saiu do quarto. Em seguida as sirenes começaram a soar em nossa porta.

- Vamos! - Sam disse e pegou minhas malas me ajudando a sair pela janela.

Eu era procurada agora, também.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...