História A Invocação Das Trevas - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Invocação do Mal, Once Upon a Time
Personagens Personagens Originais, Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood
Tags Invocação Do Mal, Once Upon A Time, Romance, Terror
Visualizações 6
Palavras 678
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Estupro, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Capítulo 5 "Novato"



       
  
Depois do acontecimento,Daniel se trancou no quarto,e Robin levou Regina em seu colo até,o quarto deles. Regina só dormiu novamente no colo de Emma,que estava fazendo carinho em seus  longos cabelos negros.

    *04:34* 


  Nesse horário, Regina acordou
e logo,percebeu que envolta também estava Katy e Emma dormindo tranquilamente,e só então sorriu,era o primeiro sorriso de Regina depois daquele acontecimento. Regina saiu da cama,mancando um pouco e indo até o guarda-roupa escolhendo,um tênis de corrida branco e dourado,uma calça jeans e um blusa social branca e então desceu encontrando,seu marido dormindo no sofá. Deixou uma bilhete dizendo que iria caminhar um pouco e voltaria no horário antes do almoço,antes de dar um beijo na testa do marido e ir até a porta,saindo logo em seguida.

       
            Algumas horas mais tarde, Robin já tinha acordado e recebido uma das notícias que,ele estava esperando e logo depois ligou para Regina.

   Regina: Regina Warren Mills - se apresentou como sempre fazia ao atender uma ligação

    Robin: - Oi amor - ele disse e ela logo reconheceu a voz

    Regina: - Oi querido,aconteceu algo? - disse preocupada

  Robin: - Preciso que venha para casa,mas não se preocupe,não é nada ruim

  Regina: -Estou precisando de coisas boas mesmo - disse antes de se despedir e desligar

            *11:56*


  Regina assim que chegou em frente a casa,notou um carro de policiais ali e então entrou na casa logo,avistando seu marido que estava sentado junto a um homem.

    Regina: - Olá Querido,Lucy já voltou? - se dirigiu ao marido 

    Robin: - Não,já tentei ligar porém,o só dá na caixa postal - diz e logo,percebe o olhar de curiosidade da esposa ao homem ao seu lado - Regina,esse é Tom Ellis,Tom,essa é minha esposa Regina Mills -

Regina já havia pedidos para sempre ser apresentada sem o sobrenome do marido a pessoas que não eram seus clientes

    Tom era um homem mais alto que Robin,tinha cabelo negros junto a uma barba recém feita e olhos também negros. E tambem usava um conjunto de blazer cinza

   Tom: - Olá,senhora Mills. Fui enviando como ajudante,sou um dos detetive dessa cidade. - comentou simpático 

  Regina: - apenas Regina,por favor - diz logo - viu a van preta lá fora,certo? - perguntou e logo recebeu um aceno afirmativo - lá está o nosso ajudante oficial. Vá para lá e ele o ajudará no que fazer - porém antes que Tom pudesse ir até lá, Dan apareceu e depois das apresentações logo disse:

 Dan: - Sabe que tiro não pega em fantasma,né?

 Regina: - Vai com calma,Dan. Você sabe que ele é novato. - diz tentando segurar o sorriso e o tom zombeteiro 

      Depois disso Regina decidiu se trocar e foi direto pro quarto. Porém,antes que pudesse subir as escadas,ela passa pelo escritório de Daniel e deixa as emoções a invadir. E logo,Robin percebe seu olhar distante.

      Robin: - Amor - a chamou e iria a abraçar. Porém, a porta bateu fazendo um barulho muito alto e logo depois todas as luzes se apagaram.

    Regina viu um vulto atrás de Robin e logo foi atrás dele, percebeu então que o vulto tinha desaparecido no quarto de Emma. Logo todas as luzes voltaram e Regina pediu ajuda aos meninos para vasculhar pelo quarto,poderia ter algum esconderijo ou alguma coisa que fosse de interesse ao espírito.

   Já tinham vasculhado metade do quarto quando,Regina decidiu abrir o armário antigo que era dos antigos donos. Logo percebeu que  uma das tábuas estava solta e então a tirou, encontrando um buraco na parede e então pediu uma lanterna a Tom que logo a trouxe.

 Ela passou pelo buraco e percebeu que tinha um tipo de deposito de brinquedos que ela,logo constatou ser dos gêmeos. Regina fechou os olhos e logo soube o que aconteceu naquele lugar.

    Pedro tinha conseguido fugir do primeiro tiro e correu até aquele lugar com o objetivo de se esconder do irmão mais velho. Porém,o que ele não sabia que se esconder no escuro não era uma boa idéia.

       Pedro não foi morto pelo irmão mais velho e,sim por um dos piores espíritos daquele lugar



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...