História A irmã de Min Yoongi. - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abuso Sexual, Baby Girl, Daddy Kink, Fetiches, Romance
Visualizações 69
Palavras 1.237
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaa, esta saindo mais um cap fresquinho procês.
Espero que gostem porque eu realmente adorei escreve-lo.
Boa leitura :3
(Desculpa qualquer erro de português, ainda não dormi e estou morrendo de sono rs)

Capítulo 7 - Strange, uneducated and mysterious. This is my brother


Fanfic / Fanfiction A irmã de Min Yoongi. - Capítulo 7 - Strange, uneducated and mysterious. This is my brother

Me deparo com um Park Jimin pós-banho, com a toalha enrolada na cintura, fios de cabelos molhados e grudados em sua testa, com o abs exposto e algumas  gotículas de água espalhadas pelo mesmo.

_Mas que porra!-Falo em português.

_Omo! Feche os olhos!-Jimin fala com os olhos arregalados.

_Eles já estão fechados, idiota!-Viro de costas, ainda de olhos fechados.

Não consigo vê-lo, mas sinto que suas bochechas estão violentamente coradas.

Ouço a porta do banheiro do quarto de Jimin bater, deduzi que ele havia se trancado lá, então abro meus olhos.

_O que você quer? Sua brasileira tarada.-Ele fala do banheiro.

Não puder conter uma risadinha baixa que escapou de mim sem querer. 

_Tarada? Você que disse que eu poderia entrar, seu pervertido!-Elevo meu tom de voz.

_Achei que fosse meu irmão, ele disse que precisava falar comigo a sós..-Ele suspira.

_Só vim perguntar se você sabe onde seu pai esta.-Bufo.

_Ele foi trabalhar, só volta a noite, ele falou para faltar a escola para ter que cuidar de você, aish.-O mais velho resmungou.

_Não preciso de babá.-Reclamo.

_E eu não precisos de garotas taradas invadindo meu quarto sem se identificar.-Agora é a vez dele elevar a voz.

_Se eu soubesse que você estava semi-nu, não teria entrado seu babaca.-Retruco.

_Sai do meu quarto!-Ele bate na porta do banheiro.

_Como quiser.-Levanto as sombrancelhas revirando os olhos.- Coreano do pau pequeno.. -sussurro a ultima frase, falando-a em português.

Saio do quarto de Jimin batendo os pés, desço as escadas e encontro Jihyun.

_O que esta acontecendo lá em cima? Eu ouvi alguns gritos.-Ele fala.

_Ah, é só o grosso do seu irmão me expulsando no quarto que minutos antes tinha dito que eu podia entrar. Avisa a ele que bipolaridade é um problema sério.

Jihyun riu e me deu dois tapinhas nas costas enquanto eu descia as escadas. Fui até a sala e me sentei no sofá, bufei sem paciência e peguei meu celular, navegando pela internet e esperando algum sinal de Lucas.

~Jihyun pov.~

Terminei de subir as escadas e fui apara o quarto do meu irmão. Entrei no mesmo vendo Jimin terminando de colocar sua bermuda.

_O hyungie já está se arranhando com a menina nova, é? -Me sento na cama.

_Que susto, pensei que fosse ela de novo querendo ver meu corpinho.-Ele ri, me arrancando uma risada também.

_Você não é tão gostoso assim, hyung.-Reviro os olhos.

_Dongsaeng, todo mundo sabe que eu sou sim.-Ele faz uma cara te convencido.

_Aham.-disse irônico.

Ficamos conversando por um tempo, falamos sobre várias coisas, inclusive a menina nova. perguntei várias vezes se Jimin gostava dela mas ele negou todas as vezes, dizendo: "Deus me livre deu gostar da irmã do Yoongi-Hyung"  ou "Prefiro as coreanas"..

 

~Quebra de tempo~

~Gaby pov.~ *5:58*

Já era quase 6 horas da tarde e aqueles meninos ainda não desceram desde que eu e o Jimin.. Bem..  Você sabe.. 

*Pii-kaa-CHUUU*

~(autora: sim, esse é o toque de notificação dela hihihi)~

Meu celular apita, recebendo uma notificação. Pego ele e vejo que é uma mensagem de Lucas, "Aaah, finalmente" pensei. O desbloqueei e abri o chat

*Chat on*

Ei, já cheguei na Coréia.-

Aqui é madrugada ainda.-

Por favor, não vamos deixar a distância atrapalhar nossa amizade.-

Não deixe de falar comigo, ok?-

Te amo, tchau seu besta<3.-

-Oi neném.

-Desculpa não ter lhe respondido antes, estava com um problema na internet na casa da minha amiga.

Hm, mas eae.-

Esta se divertindo com sua "amiga"?-

-Claro, mas preferia que vocês fizesse as coisas que ela fez ontem pra mim *Emoji de lua perv.*

Ah é? E o que sua amiguinha fez?-

Não, esquece, prefiro nem saber..-

_Hmm, ciumes?

Nunca!-

Mas não esquece que sua melhor amiga SOU EU.-

Obg.-

_Tá bom, ciumentinha.

Vá tomar no centro do seu orifício anal, meu anjo.-

_KK, ME AMA,<3

Meus sinceros A-T-A.-

*Posta uma foto no storie do wpp*

(Foto de capa)

*Responde seu storie* 

-UYUY, GOSTOSINHA NO AZEITE.

PASSA NADA E NEM PODEEE.-

-BROTA XOTA BEBÊ .

SÓ NOIS ENTENDE.-

-Kkskdaskjhd, mds, sdds de conversar assim com tu, pequena.

Pô, nem fala.-

-Aah, deu mó sono agora, aqui é madrugada.

-Vou dormir rapidão, dps falo cntg.

Blz, tchau coisa feia<3.-

-Tchau neném.

*Chat off*

Desligo o celular e sorrio boba já com saudades. Desfaço meu sorriso quando vejo Park Jimin descendo a escada. Ele caminha até mim e se senta do meu lado no sofá. Me ajeito no sofá virando o rosto pra ele e fitando a tv.

_Ae, desculpa pelo que eu disse mais cedo..-Ele fala tímido e eu o olho pelo canto dos olhos, vejo ele encolher os ombros. 

_Ta, e me desculpa por entrar no seu quarto e não dizer que era eu.-Me ajeito novamente, o olhando direito dessa vez.

_Oh, a culpa não foi sua.-Jimin sorri de canto.

_Tem razão, a culpa não foi minha.-Ele me olha com o cenho franzido e solta um riso depois, rio junto.

Ouço buzinas em frente a casa.

_Deve ser meu pai.-Jimin se levanta e vai ate a mesinha de centro, pega o controle que abre o portão da garagem e vai ate a janela e aperta um botão e a garagem se abre. Alguns minutos depois o Sr. Park entra.

_Gabrielly, vamos, vou te levar em casa.

_Oh, Tudo bem. -Me despeço de Jimin e de Jihyun.

Os meninos me ajudam os as malas, as botando no carro e eu entro nele. No caminho, decido mandar uma mensagem para Lucas ver quando acordar, ele sempre me manda mensagens fofinhas para quando eu acordar as ler, escrevo "Sabe Lucas, você é uma pessoa que se faz 'presente' mesmo estando longe, tu me faz um bem danado. Sei que sou uma menina de sorte em ter você como melhor amigo porque entre tantas pessoas ruins e falsas eu encontrei você, que é o contrário de tudo isso. Eu amo você e quero te agradecer por ser meu melhor amigo e me aturar desde os seis anos de idade <3". Apertei em "enviar" e quando me dei conta o carro ja estava estacionado em frente a uma casa.

Uma casa bem grande, branca com detalhes dourados tão bonito que parecia ouro. Desci do carro com a ajuda no Sr. park, que foi andando na frente com minhas duas malas, e eu com a outra. Ele toca a campainha e depois de mais ou menos 1 minuto, um menino pálido de mãos gélidas e dedos compridos abre a porta, ele é alto com cabelo loiro platinado, quase branco,  e olhos tão negros que alguém poderia se perder na escuridão de sua irís.

_Oi Min!-O Sr. Park fala dando um sorriso- Esta é sua irmã.-Ele me apresenta,colocando a mão em minhas costas, fazendo eu sair de trás do mesmo.

O menino me observa de cima abaixo e depois da um sorriso de canto falso por me ver corar e abaixar a cabeça.

_Bom, agora eu tenho que ir.-falou o Sr. Park.- Min, Gaby, até mais.

_Até Sr. Park.-Eu e o garoto falamos juntos, o olho rápido levantando as sombrancelhas pela coincidência, o mesmo solta um riso de lado em tom de deboche e caminha pra dentro de casa, sem ao menos me ajudar com as malas ou tentar sem simpático em uma troca de diálogos. 

Então esse é meu irmão? Um cara frio e intimidador, nada cavalheiro ou sociável?  Tô vendo que vão ser anos muuuuito longos.

 

CONTINUA...

.

.

.


Notas Finais


Se der ainda hoje posto mais cap's, já que é sábado e eu sou desocupada mesmo hehehe.
Vou trocar o tempo que passo dormindo para continuar a fic.
Até o próximo cap.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...