1. Spirit Fanfics >
  2. A irmã dos Winchesters-diário >
  3. Capítulo 3

História A irmã dos Winchesters-diário - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Capítulo 3


15 de Fevereiro

Depois do último dia que escrevi no meu diário a minha vida virou de cabeça para baixo, no dia 12 aquele cara novamente foi a minha casa e dessa vez ele estava sério, ele falou que queria conversar comigo sobre a a faculdade já que meu pai poderia ser o seu professor , meus pais acharam estranho aquilo mas concordaram, ele pediu para nós conversarmos em um lugar privado então ele pediu a permissão dos meus pais para nós dois sairmos ja que Gerald tinha 16 anos ele só era dois anos mas velhor então meus pais concordaram, meu pai disse que se ele tentar me machucar ou fazer alguma coisa comigo era para eu me proteger ( meu pai já serviu ao exército e me ensinou algumas coisas) e eu concordei. Então fomos para uma lanchonete perto da minha casa, quando chegamos lá pedimos alguns lanches até aí ok mas ele começou a perguntas estranhas como "você já viu ou ja sentiu alguma coisa na sua casa" "como são seus país com você" ai eu perguntei a ele por que aquelas perguntas tipo não tinha nada haver com o que ele falou que nos iriamos conversar, então falei para ele que já vi ele e outro cara me observando ele ficou em silêncio por alguns minutos até que vejo o outro cara que estavamos falando naquele exato momento entrar na lanchonete ele se aproximou da nossa mesa e disse "não tem ninguém nos seguindo e você já contou para ela" então Gerald balançou a cabeça negativamente, então o outro cara olhou para mim e abriu um sorriso então se aprensentando " olá eu sou Harry, prazer em te conhecer Alice" fiquei confusa como aquele cara sabia meu nome e por que ele estaria lá fiquei com medo daqueleshomens tentarem fazer alguma coisa comigo mas mative meu sorriso como se tivesse traquila então aquele cara sentou-se a nossa mesa e falou que eu tinha que ter uma conversar comigo então falei "o que tenha me dizer fale aqui e agora" eles se olharam um para o outro e deram um sorriso de canto, fiquei confusa e perguntei "qual é a graça" então Harry nem conseguia falar direito com tantos salgados que ele comia rapidamente parecia que ele não comia a dias, Gerald então falou " pode ter pessoas que conhecem seus país por aqui se eles ouvirem nossa conversar eles pode contar para seus pais" fiquei confusa novamente, mas criei coragem e perguntei onde a gente podia falar dessa conversar "importamte", ele falaram que estavam hospedados em um hotel ali por perto, perguntei para eles "vocês são gays" Gerald começou a rir e falou "não, nos somos irmãos" então rir um pouco envergonhada, então eles passaram o endereço e falei que ia pensar no que eu resolveria, eles falaram que não era para eu contar para meus pais sobre aquilo, fiquei desconfiada pelo por que não poderia contar para os meus pais, então batemos um papo bem longo depois de horas conversando resolvi ir para casa já que estava ficando tarde, eles perguntaram se poderia me levar mas falei que era perto então poderia ir sozinha, no trajeto de casa fiquei pensando se ia ou não, então veio uma chuva de pensamentos em minha cabeça, "o que eles querem falar de tão importante", "será que eu deveria mesmo ir", "e se eu ir e eles tentarem fazer algo comigo" "sei me defender mas dois contra um não iria conseguir me defender" mas fui interrompida por esses pensamentos quando acabo encontrando o meu professor de História, ele se chamava Felipe, ele era super legal, engraçado, gentil, ele foi um dos professores que mas gostei, nesse dias que eu estudei ele virou um amigo de confiança, eu sentia que podia confiar nele não sei o por que mas sabia que podia confiar nele , ele era baixo com cabelos escuros, e olhos escuros também, ele não parecia ser um professor mas sim um aluno do ensino médio, quando ele me viu perguntou "quem era aqueles homens que você tava conversando?" Fiquei perplexa,e falei para eles que eram meus amigos então ele falou que "eles não são um pouco velhos para ser meus amigos" mas falei "eles eram amigos do meu primo mas velho que acabaram virando meus amigos" então ele falou "está bem entendi."
Já que ele fazia o mesmo trajeto que eu resolvi ir com ele no meio do caminho ele tinha perguntado "você já parou paa pensar que seus pais não são seus pais* então respondi "Não nunca tinha parado para pensar, mas por que a pergunta?" então ele respondeu "Nada só foi uma pergunta aleatória mesmo" dando um sorriso, então continuamos conversando até eu chegar em casa quando cheguei em casa meus pais fizeram uma chuva de perguntas então respondi rapidamente e simplesmente.

No dia 13 fiquei pensando se eu ia ou não então tive uma idéiaresolvi chamar meu professor para ir comigo ele era adulto e era meu amigo então se eu fosse com ele não teria problema, então perguntei para meus pais se eu podia ir na casa do meu amigo Carlos então eles falaram que eu podia ir, já tinha combinado com meu professor mas fiquei um pouco desconfiada de levar ele junto comigo e se ele falece para meus pais nem todos os professores não totalmente legais, mas ele era o único adulto que era meu amigo, encontrei com meu professor na frente da escola e de lá formos para o endereço passado por Gerald, quando chegamos lá o meu professor perguntou se eu tinha certeza se eu queria entrar lá por que se acabasse rolando uma briga ou tentarem algo comigo ele falei sair na mão com os dos caras balancei minha cabeça positivamente então batemos na porta e Harry atende quando ele abriu a porta deu de cara com meu professor então falei "Harry esse é meu professor de História trouxe ele aqui por que estava com medo de você e seu irmão tentarem algo comigo " falei sinceramente e sériamente, ele concordou com a cabeça e falou "ok, te endendo se fosse comigo também traria uma pessoa comigo" então entramos e me sentei nunca cadeira perto da mesa e falei "o que vocês querem falar de tão sério comigo?" Perguntei, então Gerald e Harry se olharam e Harry falou " Alice nós não faz muito tempo descobrimos que nós tínhamos uma irmã" fiquei confusa então falei "tá, mas o que eu tenho a ver com isso"
Então eles responderam " achamos que você é a nossa irmã" então fiquei em choque " como assim? Não é possível" eles suspiraram e falaram "sim é possível nós alguns anos atrás achamos um irmão que não sabiamos que existiam então pedimos uma amiga nossa para rastreiar alguém que possa ser nosso irmão ou irmã então ela trouxe nós dois até você" Minha cabeça estava processando aquilo tudo então respondi " como vocês tem tanta certeza assim que eu sou irmã de vocês?" Então Gerald pediu para eu sentei para ele me explicar a História toda, ele me contou que eles tinham um irmão chamado Adam mas o irmão acabou morrendo então ficaram curiosos para saberem se tinham mas irmãos então uma amiga sua conseguiu me achar então eles resolveram se aproximar da minha família se disfarçando já que os meus país já sabiam que eles estavam atrás de mim mais não os conheciam, então foi aí que o meu mundo desmoronou, "meus pais não são meus pais" fiquei me perguntando, o meu professor parecia não esboçou nenhuma reação, mas perguntei "se vocês estão disfarçados qual são seus nomes de verdade" então Gerald falou "eu sou o Sam e esse é meu irmão Dean" falou ele me olhando, então pelo resto do dia ele me explicou "tudo" , então descobri que meu professor de História era um cúmplice e o nome dele era Kevin, quando soube daquilo tudo resolvi não tomar medidas precipitadas então como já estava escurecendo resolvi ir para casa ainda processando aquelas coversa que eu tive com Sam e Dean os meus supostos Irmãos, fui para casa, e quando entrei em casa fui direto para o meu quarto ainda processando aquelas Informações todas.

No dia 14 eu resolvi tomar um providência, Fui na casa Camila que é uma amiga minha que eu conheci na escola, fui na casa dela já que a mãe dela é uma daquelas médicas que fazem exame de dna então resolvi ir na casa dele, no trajeto de casa percebi que um cara de sobretudo estava me seguindo em tão resolvi andar mais rápido mas ele estava andando mas rápido, fiquei um pouco apavorada pensando que aquele cara podia ser um sequestrador, então desacelerei os meus pasos para ele pensar que eu não estava com medo então continuei até que eu reparei que o cara tinha sumido, então resolvi seguir tranquilamente já que o cara não estava me "perseguido".
Quando cheguei na casa da Camila perguntei a ela se sua mãe estava em casa então ela respondeu que ela estava, perguntei a mãe da Camila se ela podia fazer um teste de DNA que era para um projeto da minha prima, ela falou que faria para mim, então eu paguei um fio de cabelo meu, e uma amostra de DNA de Dean e Sam (Não sou idiota eles achavam que eu ia acreditar em tudo que eles falaram preciso de provas para acreditar), a mãe de Camila me perguntou de quem era aqueles fios de cabelos falei para ela que era de pessoas proximas que queriam ajudar no projeto da minha prima, a mãe de camila falou que isso ia demorar uma semana para os resultados, falei que ok então que minha prima iria passar duas semanas na cidade. Fiquei na casa de Letícia conversando com ela e ajudando ela em algumas lições que ela não tinha feito, as 18:00 horas resolvi ir para casa, no trajeto de casa percebo que o mesmo cara de sobretudo estava me seguindo novamente,mas desta vez andei normalmente, quando estava andando percebo que ela avia desaparecido, mas fiquei confusa já que estavamos em uma rua reta sem becos, então pensei que ele tinha voltado o caminho, chegando em casa vou em direção ao meu quarto.

Hoje dia 15 resolvi não sair de casa (já que parece que todas as pessoas estão atrás de mim) fiquei praticamente meu dia todo deitada, no tédio resolvi escrever em meu diário.

Palavras do autor

Olá pessoal demorei em postar a terceira parte mas está aqui, essa terceira parte pode está meio confusa mas no decorrer dos Capítulos vocês irão entender.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...