História A Jornada do Guaraná Antarctica. - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Alface, Crack Fic, Dolly, Guarana, Refrigerantes
Visualizações 19
Palavras 527
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Luta, Policial, Violência
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Participação especial do refrigerante de cola sem açúcar e do hidrante da esquina

Capítulo 5 - O roubo do Alface-Parte 1


Fanfic / Fanfiction A Jornada do Guaraná Antarctica. - Capítulo 5 - O roubo do Alface-Parte 1

Lá estava eu, sentado na minha cama grudando o resto do meu Notibook com Durex, quando o Dolly entrou na casa correndo feito um louco barroando em tudo.

"Deve ter bebido suco de maracujá" Pensei saindo do meu quarto para ver o Dolly

-EU VI ELE!!! 

-Ele quem?!- Disse GJ saindo do banheiro com a boca toda suja de pasta de dente, isso me assustou porque eu pensei que ele tinha pegue raiva do jeito que ele sai por aí beijando os cachorros.

-EU VI A COCA COLA... 0% AÇÚCAR 

-Edaí?- Falei desinteressado já que 80% dos assuntos que o Dolly fala é tudo merda sem sentido.

-Edaí?! EDAI QUE ELE ROUBOU O ALFACE DOURADO!!!!-Gritou com uma cara de desesperado fazendo o GJ se engasgar com a pasta de dente e começar a tossir.

-Alface o que??

-Alface dourado guaraná! Você é surdo?! Eu demorei 5 anos para achar ele e agora eu o perdi para uma coca cola maconheira carioca!- Disse Dolly que se jogou no chão e começou a chorar.

Eu não conseguia ver o Dolly assim... Até porque se eu não recuperasse aquela porcaria ele ia ficar chorando todas as noites por um ano e eu nunca mais ia dormir.

-Ta bom cara, para de chorar! Eu, você e principalmente o GJ vamos achar seu alface dourado ok?

-UHUUUU VAMOS SALVA-LÁ BETH!-Gritou Dolly se recompondo e dando um giro super louco que vestiu ele com uma bolsa de acampar gigante e tênis de corrida.

-Por que EU tenho que ir?- Perguntou GJ depois que conseguiu voltar a respirar de tanto tossir.

-1- Porque eu não vou deixar você sozinho aqui para destruir tudo de novo e 2- Você pode ser uma isca.- Respondi pegando uma mochila de Naruto e colocando comida e roupas nela.

-Pfff... Não digo nada porque você ta certo.- Respondeu GJ pegando uma pedra e colocando em uma sacola pra levar, eu sei lá por que mas ok.

Depois disso o Dolly usou umas macumba lokona que teleportou a gente pra frente de um prédio gigante que vendia maco... quero dizer, flores e botânica.

-Quê que é isso , Dolly? O que estamos fazendo aqui?!!

-Aqui é o covil maligno dakele vagabundo cruel...- Respondeu Dolly, encarando o hidrante.

-Por que tu ta olhando um hidrante?!

-Não sei, ele me é suspeito.- Dolly começa a andar procurando uma chave para abrir a porta trancada desse prédio e eu e GJ ajudamos, mas o GJ tropeça no hidrante e chuta ele com raiva fazendo a porta abrir super-rápido e quebrar.

-OLOKO EU TENHO SUPER PODERES!!!-Gritou GJ olhando pras mãos dele.

-Eu acho que é porque tinha uma alavanca nesse bagulho.

-Bora entrar logo amiguinhos! Não sabemos o que ele pode estar fazendo com a Beth.- Disse Dolly correndo até a porta puxando a gente com ele.

Assim que entramos a porta se reconstruiu e se trancou atrás da gente e uma sombra assustadora apareceu no fim do corredor escuro. Eu abracei o GJ e o Dolly ficou na frente da gente com os braços abertos.

-MOSTRE SE LADRÃO DE ALFACES!!!-Gritou o Dolly.

Então a sombra ficou se aproximando mais e mais até que...

 

 


Notas Finais


Clima de suspense pq sim >:D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...