História A Killing Smile - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Seokjin (Jin)
Tags Bts, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Namjin
Visualizações 25
Palavras 887
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eai gente, tudo bom?
Hoje vamos ter revelações!!! Então peguem a pipoca, a mantinha, sentem, relaxem e Enjoy!

Capítulo 5 - O porquê.


Sim, eu sei que é estúpido confiar na pessoa que raptou você, mas até agora, ele não tem me dado razões para desconfiar.

-Deveria confiar sim. Pode não parecer mas eu não quero e nem vou te magoar.

É, não quer me magoar mas me tem preso naquela salinha , e depois eu que sou idiota.

-Se não me quer machucar, me tira daquele quarto...-Pedi cabisbaixo, ainda abraçado a ele. O mais novo segurou meus pulsos que se encontravam na sua cintura. Suas mãos eram fortes mas me seguravam com delicadeza.

-Eu...- Começa ele mas interrompo-o e concluo a frase com algo que ele sempre diz:- "Não posso"...Eu sei.

Tentei afrouxar o abraço e libertar-me dele mas o palhaço puxou os meus pulsos com força o suficiente para não me magoar e me deixar abraçado a ele. O seu cheiro era bom e doce ao contrário do que eu esperava, julgando pelo seu aspecto e a máscara. Será que por baixo dela ele é tão doce quanto o cheiro?

-Então suponho que não possa tirar a máscara.

-Você ficaria em perigo.

-Você sempre diz isso...-Repliquei como se fosse uma criança que quer um brinquedo.-Mas só uma vez, por favor, ninguém precisa de saber.

-Mesmo que pudesse te mostrar, se você fugisse daqui iria contar à policia e eu seria preso. Não vou tirar ela. Não só por isso mas porque realmente não posso. É para o seu bem.- Desabafou ele com um tom triste e baixando a cabeça.

-Ok.-Rendi-me.-não insisto mais. Mas pode ao menos me dizer o que é tão mau assim para você ter de me manter aqui? Juro que é a última pergunta que faço.

-Talvez. Aguentaria?- Ao ouvir tais palavras soltei seu corpo, finalmente,(não porque queria mas por causa da dor que já se acomodava nas minhas costas) e me sentei na lateral na banheira, ele se virou para mim esperando minha resposta.

Se eu aguentaria? Talvez, quero dizer, para começar fui colocado numa situação que não achei que suportasse, ainda por cima durante tanto tempo. Nunca pensei passar por tudo isto...Se bem que tive sorte de ter sido ele a me raptar. Há pessoas em situações bem piores que a minha então...contando com tudo isso, acho que aguento. Será que eu quero mesmo saber? Ah eu quero sim. Com certeza, quero. Posso estar a fazer merda? Posso, mas merda já eu fiz ao ter saído de casa do Yoongi. 

-Bem...tendo em conta a minha situação actual, seja o que for que vá dizer, não pode ser tão mau. Acho que aguento. -Falei a medo pensando se é mesmo isso que quero. Oh bem, agora já está e o que quer que venha por aí deve ser menos...qual é a palavra? Ah sim: Apavorante.

-Se é mesmo isso que quer...ok, mas depois não venha dizer que não avisei. -Fiz um leve aceno com a cabeça para que continuasse. -O que aconteceu foi  o seguinte: Sabe aquelas histórias de apocalipse zumbi? -Assenti curioso. - Então...está havendo uma invasão...

-De zumbis?!- Disparei interrompendo-o, absorto e ele colocou uma expressão na face como se eu tivesse dito uma idiotice bárbara.

-De palhaços...-Corrigiu-e como se fosse óbvio - Eu fazia parte do grupo de palhaços.- Jura?! Nem reparei!- Era suposto  eu estar na rua como os outros, aterrorizando pessoas, mostrando-lhes que deveriam sim ter medo, que o medo rege as pessoas. Mostrar que não somos só caras feias de palhaços, somos pessoas tal como eles, somos diferentes, mostramos que a feiura das pessoas está no interior e que é isso que elas devem temer.- A cada frase que ele dizia, pesadamente, fazia uma pausa para eu entender e ele procurar as palavras para explicar de uma forma clara.- Eles pulverizam as pessoas que encontrarem com um gás que trás ao exterior a beleza interior. Algumas juntam-se a eles, mas claro que como o grupo é grande, alguns discordaram desse ataque e tal como eu, uns amigos saíram do grupo e tentaram impedir o que aconteceria mas era tarde demais. Outros palhaços do meu grupo de delatores conseguiram salvar algumas famílias, tal como a tua, até tudo isto acabar, só faltava você, mas era perigoso demais juntar vocês.-Um nó se formou na minha garganta e meus olhos marejados fitaram o chão tentando conter as lágrimas.- Embora estejamos longe deles, eles estão bem. Os policiais e os médicos estão a tratar de tudo mas até lá, você tem que ficar aqui.

Era muito para assimilar. O meu irmão e minha mãe estão bem e ao cuidado de um palhaço? Imagino o pânico que eles sentem, a angustia...Tae deve ter tido vários ataques de asma... Mesmo assim é melhor saber que eles estão bem e não ter de mentir e falar que viajei porque eles se encontram na mesma situação que eu.

-Então...é por isso que eu não posso sair...mas e a máscara?-Viro meus olhos para a mesma, subindo um pouco a cabeça.

-Eu e os delatores temos a cabeça a prémio. Se eu tirar a máscara e te apanharem irão saber que alguém te salvou e te torturariam até falar o que sabe...-Ele baixou a cabeça, evitando meu olhar.

-Eu...-Estava sem resposta.- Vou me vestir.

-Pela primeira vez te deixo calado. -Ironiza ele, rindo soprado e se virando de costas para mim de novo, para que eu me vestisse.


Notas Finais


Acabou por aqui este capítulo mas calma gente, assim que der eu posto mais.
Espero que estejam gostando e se preparem que vem aí bomba OPA, Soltei e saí correndo!
Bye!!
Kisseus <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...