1. Spirit Fanfics >
  2. A Lâmpada falsa e o poço mentiroso >
  3. Único

História A Lâmpada falsa e o poço mentiroso - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Único


Eu queria saber escrever como grandes autores, saber passar sentimentos e sensações apenas por palavras, mas não sei nem pontuar direito.

Eu queria saber cantar como elas, quem sabe assim eu chamaria mais sua atenção, mas só faço o contrário, apenas sei te afastar, seria diferente se eu soubesse cantar?

Eu queria saber dançar, não precisa ser de toalha, poderia ser apenas de um jeito que te agradasse, que prendesse seu olhar em mim, pra ver seu sorriso.

Eu queria VOCÊ.

Queria te fazer feliz, te fazer sorrir, te fazer rir, apenas estar ao seu lado, mas eu queria você pra te fazer feliz? Ou eu queria você por que eu seria feliz? 

Eu encontrei em você o amor que eu nunca tive, meu primeiro amor me recusou de imediato, repulsava meus sentimentos, foi doloroso o sofrimento.

Meu segundo amor na verdade não me via, ele via o ex amor dele em mim, então não era eu a quem ele amava.

Mas foi agradável a sensação de ser buscado, eu sempre tive de ir atrás do amor, ele nunca veio até mim, então como um rolo eu caí ao primeiro que me veio, lembro exatamente de suas palavras, foi apenas um "Oi🌚", mas foi o suficiente.

Eu caí de amores pelo primeiro que me apareceu, então me veio um segundo, mas com minha gula pelo amor eu acabei perdendo ambos, mesmo não sendo amor, ainda sim vinha me a dor.

Mas depois de tanto erros sem acertos me veio você, eu não pretendia nada, mas aconteceu e como aconteceu, foi inexplicável, foi natural, mas nem tudo que reluz é ouro.

Aconteceram muitos e diversos problemas entre a gente, eu nunca desisti, ao menos não de verdade, como amigo ou amor eu sempre estive aqui, ou lá, te buscando sem parar, mas você não mais sente o mesmo...

Demorei mas me conformei, no fundo de mim eu sabia que não ia acontecer, veio da parte na qual meu eu interior acredita que nunca serei amado, que não sou sequer digno de ser amado, não discordo, me conheço melhor que ninguém, obviamente nunca serei amado, mas será pedir demais?

Será que eu desejei mais do que poderia ter? A Lâmpada mágica nunca me citou regras, muitos menos o poço dos desejos, nunca me disseram que eu não podia pedir o amor, talvez seja verdade, não é que eu não possa pedir o amor, talvez eu apenas não seja digno dele, então assim como a Espada de Arthur, eu não posso portar algo do que não sou digno.

Então no fim apenas me resta não desejar o amor, devo pedir para parar de desejar, mas como desistir do sonho de uma vida?

Desejando...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...