História A lenda de Tristan - Capítulo 42


Escrita por: e WinterMary

Visualizações 21
Palavras 10.441
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ecchi, Fantasia, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Vamos lá então né pessoal, partiu pro último capítulo dessa temporada.

Capítulo 42 - O início de uma nova era


Fanfic / Fanfiction A lenda de Tristan - Capítulo 42 - O início de uma nova era

_Ryoma tossia no chão enquanto via seu amigo adentrar a devastada floresta coberta de neve que ficava próxima a Tristan, a chuva caia pesada lavando o sangue de todos os guerreiros que pereceram em batalha, Ammit finalmente havia sido morto, más aquilo não tinha gosto de vitória, no rosto de todos presentes ali era visível a tristeza.

_"Mestre Ryoma, sinto muito pela perda de seu amigo." Disse Darius em sua forma humana se aproximando de Ryoma.

_"Ele não era meu amigo, era minha família, era meu irmão.....Darius, vá pra cidade e começe o relatório de danos e de......baixas, veja se o rei Agamenon está vivo, ter perdido o rei de Tristan nesse momento seria problemático demais." Disse Ryoma se levantando.

_"Oque vai fazer Ryoma ?" Perguntou Reaper.

_"Preciso falar com ele." Respondeu Ryoma enquanto a armadura do corajoso se desfazia e ele retornava a sua aparência comum.

_"Não acho que ele queira companhia agora Ryoma." Disse Reaper botando a mão no ombro do Herói.

_"Ghost e eu somos amigos a muitos anos, deixa que eu me entendo com ele." Disse Ryoma indo atrás de Ghost.

_"As coisas serão bem complicadas de agora em diante." Disse Minerva a Reaper.

_"Perder alguém não é só algo complicado, é um sentimento que te destrói por dentro." Respondeu Reaper enquanto seus cabelos voltavam a ser negros e ela ia em direção ao que sobrava de Tristan.

_"Muito bem, todos vocês, vamos até a cidade, vocês vão ser tratados com mais atenção lá." Disse Minerva enquanto todos que participaram da batalha a seguiam.

              Alguns minutos depois

_"Humpf, acho que esse lugar é bom o bastante não é Myura ?" Disse Ghost com o cadáver de Myura em seus braços chegando ao fim da floresta, ás margems de uma cachoeira congelada que dava vista pra uma enorme planície, onde era possível ver o nascer do sol durante a manhã.

_Ghost havia voltado a sua forma comum enquanto caminhava pela floresta, ele se sentou no chão coberto de neve enquanto a chuva grudava o cabelo de Myura no rosto dela, Ghost deitou o corpo da garota com a cabeça em seu colo enquanto acariciava sua cabeça, as lágrimas de Ghost desciam pelo seu rosto se misturando com as gotas da chuva.

_"Me perdoe Myura, eu não pude.....eu não pude....te proteger, mesmo com todo esse poder eu não....não fui capaz de te manter em segurança." Dizia Ghost em voz baixa entre soluços e lágrimas que continuavam escorrendo de seus olhos.

_"Um sonho ? Nunca pensei nisso, mas eu gostaria muito de poder ver o por do sol."

_"Nome ? Nunca tive um, na maioria das vezes eles me chamam de lixo ou então de sangue ruim."

_"Myura ? Que nome bonito, acho que posso me acostumar a ele."

_"Você me deu motivos pra viver novamente, fui rejeitada e desprezada pelos dois lados do meu povo, más você me aceitou e me deu um caminho para seguir, lutarei ao seu lado em qualquer batalha até que o fim da minha vida chegue."

_"Estou contando com sua proteção então meu rei."

_"eu sei que você irá me proteger, então farei o mesmo por você."

_"Myura....que sonho bobo você tinha, você se contentava com tão pouco, nesses 37 anos você foi a melhor amiga que eu podia pedir.....o coração que bate no meu peito nesse exato momento foi dado a mim por você, e no final das contas eu não pude te proteger como você me protegia, seu único sonho era ver o por do sol e nem isso eu pude te dar, ao invés disso te transformei em uma arma, e te fiz lutar por mim, me perdoe Myura......." Disse Ghost abraçando o corpo de Myura enquanto seu semblante se tornava frio.

_Ghost retirou sua adaga e retirando seu capuz e sua máscara ele fez um corte em sua mão, com um olhar frio enquanto chamas saíam de seus olhos e evaporaram as gotas de chuva que caiam próximas a eles, Ghost levantou seu punho enquanto dizia:

_"Diante deste lugar que há de ser seu túmulo, Myura, eu juro a você, não deixarei pedra sob pedra no reino dos Deuses, um por um eu terei a cabeça deles, isso é a promessa que faço hoje, onde quer que você esteja, espero que possa apreciar quando eu queimar o Elysio e todos que vivem nele." Dizia Ghost enquanto o sangue escorria por seu braço.

_"Saia daí Ryoma, você é péssimo pra esconder sua presença, ainda mais agora." Disse Ghost soltando o corpo de Myura gentilmente no chão, colocando a máscara e o capuz de volta e se levantando.

_"Eu queria agradecer a você Ghost, eu não consegui entender direito oque você fez, más sei que concertou minha mana, posso sentir ela correndo novamente, além disso, não teríamos vencido a guerra sem sua ajuda." Disse Ryoma saindo de trás das árvores.

_"A mana provém da alma, quando destruiu seu fluxo de mana você danificou sua própria alma, eu só fundi outra alma a sua pra que seu fluxo se normalizasse novamente, não é algo complicado, más evite que aconteça novamente, além disso só consegui chegar aqui a tempo graças aos seus preparativos Ryoma, você liderou bem o exército em combate." Disse Ghost olhando o horizonte a frente.

_"Isso não é verdade irmão, quase todo o exército foi aniquilado sob meu comando, eu falhei como comandante." Disse Ryoma se lembrando da dura batalha contra Ammit.

_"Você lidou com um inimigo que destruiu muitos mundos meu amigo, é verdade que morreram muitos sob seu comando, más eles decidiram seguir você em batalha, mesmo que isso significasse marchar para a morte, você inspira confiança e lealdade Ryoma, é por isso que lutaram ao seu lado." Disse Ghost.

_"obrigado por isso Ghost, é bom ter você de volta.......eu também sinto muito por sua perda.....parece que ela era alguém importante pra você." Disse Ryoma em um tom solidário.

_"Reúna todos na mansão se ela estiver de pé ainda, eu tenho informações cruciais que preciso dar a vocês." Disse Ghost de costas para Ryoma enquanto olhava Myura no chão e limpava as lágrimas do rosto.

_"Escuta Ghost eu sei que você deve estar passando por um momento difi......" Dizia Ryoma sendo interrompido.

_"Reúna os outros Ryoma, você não a conhecia, perdi dois membros da minha família hoje, eu quero gravar bem esse sentimento na minha mente e na minha alma, para que eu possa infligir esse mesmo sentimento neles dez vezes pior." Disse Ghost apertando o punho com muita força.

_"Entendo, então eu vou reunir os outros, você não vem ?" Perguntou Ryoma.

_"Só preciso de mais um tempo, ela queria.......ela só queria ver o por do sol, acho que aqui é um bom lugar para o túmulo dela, a vista para o por do sol deve ser incrível." Disse Ghost olhando a planície a frente.

_"Perdão Ghost más você não pode......sabe, pegar a alma dela como faz sempre ? pelo menos ela estaria com você." Perguntou Ryoma parecendo desconfortável.

_"Eu poderia, más não posso prender ela a mim por mais tempo, ela já lutou a guerra pessoal dela durante toda a vida, pelo menos na morte quero que ela tenha paz." Respondeu Ghost.

_"Entendo, vou falar com os outros, vamos te esperar na mansão, leve o tempo que precisar." Disse Ryoma se virando e voltando a Tristan.

_Enquanto voltava a a Tristan debaixo da pesada chuva, Ghost viu Muramassa cravada no chão, ele se aproximou e tentou tocar o cabo da espada, más ela queimou sua mão.

___________________________________

                          Aviso

Esse item Lendário tem dono. Além disso é extremamente nociva para você.

___________________________________

_"A espada do Hunter só pode ser empunhada por alguém destemido e puro, bom.....eu com certeza não sou puro, e ela é nociva pra mim, se não me engano essa espada mata instantaneamente qualquer morto vivo, será que as almas que eu controlo se encaixam nessa descrição ? É a única explicação pra eu ter perdido um pouco de HP apenas de tocar nela, bom....ninguém além do Hunter seria capaz de retirar essa espada, então acho que vou deixá-la aí, também não é como se eu tivesse outra escolha." Disse Ghost olhando um pouco mais para o lado e vendo o corpo de Ammit.

_"Ammit......você era um verdadeiro monstro de tão poderoso, nem mesmo perdendo uma das almas e tendo seu coração perfurado você caiu....se algo como você era só a criação de seres ainda mais poderosos, qual a chance nós temos de sobreviver ?..........não Ghost, um passo de cada vez, você precisa lidar com a ameaça que está na sua porta no momento....os Deuses, pensando bem, ter você lutando por nós seria muito bom Ammit, porque não tentamos......Levante-se." Disse Ghost estendendo a mão na direção do cadáver de Ammit.

___________________________________

                          Aviso

O poder do alvo requerido é alto demais, você não pode recrutar esse alvo. Torne-se mais forte e tente novamente.

Tempo até o desaparecimento da alma: 

10 Minutos e 17 segundos

___________________________________

_Humpf, sou fraco demais pra mandar em você não é ?......bom, não vou dizer que estou surpreso, acho melhor voltar a mansão." Disse Ghost deixando o cadáver de Ammit na chuva enquanto voltava a Tristan.

             Algumas Horas depois

_Todos haviam se reunido, a mansão ficava bem pra dentro da cidade, então não tinha ficado muito destruída com excessão de algumas janelas quebradas e rachaduras nas paredes que foram causadas pelos terremotos, os pilares estavam reunidos, Valéria estava em estado de choque, Fréya havia sido morta nos escombros da cidade quando Ryoma refletiu parte do poder de Ammit, e depois de receber a notícia de que Hunter tinha morrido ela entrou em um estado emocional muito delicado, o olhar dela estava perdido, quase como se a alma tivesse deixado seu corpo e fosse apenas uma casca vazia. Lucius se reuniu com os pilares pois tinha um assunto que queria tratar com Ryoma, más precisava esperar ele estar livre, então como era um assunto importante ele resolveu participar juntamente de Anna, Todos olhavam Ghost enquanto ele se apoiava na mesa, um silêncio mórbido se abatia sobre a sala, más foi quebrado por Ghost que começou a falar.

_"Antes de mais nada, eu Gostaria de agradecer a todos vocês, vocês lutaram bravamente, o inimigo era poderoso demais e as baixas são irreparáveis, perdemos milhares de bons guerreiro e um verdadeiro herói nessa batalha, o Hunter tinha o costume de rir e fazer piada com tudo, ele achava que se sorrise bastante poderia de alguma forma passar alegria para as pessoas ao redor dele, era uma ideia idiota assim como ele, mesmo assim eu vou sentir falta das gracinhas dele, apesar de que não as via já tinha muitos anos. O Hunter será levado conosco em nossos corações, ele venceu a guerra, ele nos deu a chance de vencer, ele era o verdadeiro herói, infelizmente temos problemas ainda maiores vindo ao nosso encontro, eu fiquei preso no inferno durante 37 anos, muita coisa  aconteceu nesse tempo, más eu aprendi muitas coisas lá também, o castelo de Lúcifer possuía uma extensa biblioteca com livros que nunca foram tocados por humanos, más em termos de informação ela contava com uma vasta lista de informações, e o que vou contar a vocês agora é a história completa do porque estamos aqui." Disse Ghost em um tom sombrio.

_"Nós já sabemos o plano por trás de nossas invocações a esse mundo e também de toda a história dos Deuses Ghost, você está atrasado." Disse Ryoma.

_"Vocês não sabem de nada, a informação que tenho é proveniente das anotações do próprio lúcifer, ele mantia registros dos heróis e de tudo que os Deuses faziam, então escutem e prestem atenção........Depois da batalha dos Originais e da morte de um deles, uma grande explosão de poder criativo foi expelida do corpo do Original morto, dando origem ao universo e a 5 Deuses, Os gêmeos do trovão, Zeus e Odin, o Deus do sol e o da lua Amom.....e ela, que reina sobre os irmãos e sobre o Elysio, a deusa da criação, Nephest......depois desse incidente os Originais acharam interessante o universo, e decidiram torná-lo infinito, depois ordenaram aos Deuses que populassem os mundos com outros Deuses para que servissem a eles, porém os Deuses se rebelaram e fugiram pelo universo deixando seus criadores a sua procura pelo infinito que eles haviam criado.....os Deuses também possuem poderes criativos, más a escala é milhares de vezes menor se comparado ao poder dos Originais, depois de fugir os Deuses sabiam que nunca iriam poder ficar completamente tranquilos com seu criadores a sua procura, então eles criaram o Elysio, uma espécie de base de operações de onde planejaram a morte dos Originais e a ascensão deles ao poder, o primeiro passo que eles precisavam tomar era aumentar seus números, Então começaram a se reproduzir, Nephest teve filhos com todos os seus irmãos, dando origen a muitos outros Deuses e também um tipo de divindade mais fraca que eles chamam de anjos, como Samael. Porém esse método para aumentar o poder geral deles era ineficaz, então os Deuses tentaram criar um exército com os poderes criativos deles, más o resultado foi a criação dos humanos que eram inúteis para os Deuses por serem fracos demais, o plano deles não tinha progredido em nada, mesmo centenas de Deuses juntos não poderiam acabar com um único Original, então eles começaram a pensar em uma forma de aumentar o próprio poder, se não conseguiam em quantidade teriam que aumentar a qualidade." Disse Ghost sendo interrompido por Reaper.

_"Sim, até aí tem poucas coisas novas, más nós já sabemos que essa forma para aumentar o poder deles é criando heróis e absorvendo a força deles quando eles atingem o apice de seu poder." Disse Reaper de braços cruzados.

_"Sim, você está certa Reaper, más existe um grande porém nesta parte, a criação dos heróis era algo complicado, os Deuses então criaram uma magía chamada "Sistema".......é uma magía muito poderosa e eles usaram humanos para testa-la na tentativa de criar heróis para serem o gado deles....porém isso resultou na morte das cobaias, os humanos eram fracos demais para suportar o poder do "Sistema", já que a centelha divina que existe neles é praticamente zero, oque levou os Deuses a usar um outro método." Explicou Ghost.

_"Do que você está falando Ghost, nós somos Humanos e sobrevivemos." Disse Ryoma confuso com a História de Ghost.

_"Sim Ryoma, nós somos Humanos, más não somos apenas humanos.....como eu disse os humanos eram fracos demais para suportar o sistema, isso exigia uma nova espécie mais forte para aguentar esse poder, uma espécie que já possuísse em seu DNA uma centelha divina mais prediminante.....foi aí que os Deuses se disfarçaram de pessoas comuns e tiveram filhos com os humanos, dando origem aos Semi-Deuses....porém no início os bebês emitiam um poder grande demais devido a seu lado divino sobrepor o lado humano, isso resultou na morte de muitas crianças, então uma medida foi tomada, um poderoso encantamento foi colocado ao redor do planeta Terra, um capaz de anular qualquer poder mágico e sonbrenatural naquele planeta, permitindo que os Semi-Deuses pudessem crescer com segurança tendo seus poderes anulados por essa magía, porém era nescessário a criação de um planeta para testes, então por meio da magia "Sistema" juntamente ao poder criativo dos deuses eles criaram outros 4 planetas.....Morag, Azura, Golgor e o planeta em que estamos agora: Volumbra......depois disso com o "Sistema" eles começaram a criar monstros nesses mundos, as criaturas mais horrendas que a mente deles pudesse imaginar, estava pronto o cenário para que eles testassem suas cobaias, eles esperaram até que um casal de Semi-Deuses crescesse e os enviou a esse mundo desolado e repleto de monstros, assim que saíram do efeito do encantamento do planeta Terra seus poderes de Semi-Deuses se manifestaram, e o "Sistema" que é a lei que rege esse mundo moldou esses poderes em forma de magias e Skills, esse casal de heróis tiveram filhos que vieram a se tornar aventureiros, Humanos melhorados centenas de vezes. Eles povoaram e dominaram esse mundo, provavelmente depois de terem atingido o limite de seu poder os heróis tiveram esse poder roubado, porém o experimento dos deuses havia sido um sucesso, agora eles podiam aumentar seus números por se reproduzirem entre si, e aumentar seus poderes por criarem Semi-Deuses e depois tomarem sua força, tendo isso em mente os Deuses fizeram o mesmo nos outros três planetas, criando cada vez mais Semi-Deuses para serem absorvidos depois, e esse processo dura até hoje, nos outros planetas heróis devem estar sendo drenados agora mesmo, em outras palavras a terra é um criadouro, e os outros quatro planetas são o abatedouro. Os Deuses fizeram tudo isso na esperança de um dia serem fortes o bastante para se rebelarem contra seus mestres." Explicou Ghost.

_"Pera aí, você está dizendo que nosso pai ou mãe é um dos Deuses ao qual nós declaramos guerra ?" Perguntou Reaper dando um tapa na mesa e a quebrando.

_"Exatamente Reaper." Respondeu Ghost.

_"Para de falar essa merda, eu vi meu pai e minha mãe serem mortos bem na minha frente, tá me dizendo que aquilo era falso ?" Perguntou Reaper com olhar triste e irritado ao mesmo tempo.

_"Não era falso, os Deuses tem a capacidade de mudar sua aparência, se parecer com o marido ou a esposa de alguém para ter a relação sexual é muito simples pra eles.....já o monitor, com aquele papo de cuidar de milhares de mundos e fazer pequenas alterações para manter o equilíbrio era tudo mentira, a função dele era manipular a vida dos Semi-Deuses para que eles não se tornassem alguém muito importante na terra....." Explicou Ghost.

_"Isso só pode ser brincadeira." Disse Reaper se sentando no chão com a mão na cabeça.

_"Ghost, você disse que a pessoa não pode ser muito importante na terra para poder ser invocada pra cá não é ? Más minha família era muito poderosa e influente, isso faz sua teoria cair por terra." Disse Lucius vindo do canto da sala.

_"No momento em que você foi invocado sua família ainda era tão poderosa assim ?" Perguntou Ghost intrigado.

_"Bom....acho que não." Respondeu Lucius parecendo pensativo.

_"Imaginei." Disse Ghost olhando para Lucius.

_"Mas porque essa condição de não sermos importantes ? Isso é meio idiota não é ?" Perguntou Ryoma.

_"Essa é a parte interessante dessa história, a magía "Sistema" parece não ser perfeita, ela sem dúvidas é muito poderosa más tem algumas falhas, como por exemplo a condição de só poder trazer pessoas que ela julgue sem importância, e também nós já quebramos o sistema uma vez, ele se readapta a isso, más o fato de ser possível quebra-lo mostra que é uma magía falha.....e é isso que vamos usar contra os Deuses." Disse Ghost.

_"É muita coisa pra assimilar" Disse Ryoma se sentando na cadeira.

_Todos na sala pareciam surpresos demais com essas revelações para falar alguma coisa. Reaper continuava sentada no chão com o rosto entre as pernas. Novamente um silêncio se abateu sobre a sala por  um instante más foi quebrado por uma barulheira que vinha do lado de fora da mansão, todos saíram para ver o motivo de toda aquela algazarra, assim que chegaram na rua viram uma figura voando sobre a rua. Possuía asas e armadura negra, olhos flamejantes e cabelos cor de fogo.

_"QUEM É VOCÊ ?" Perguntou Ryoma em um tom autoritário.

_"Eu sou Ares, o Deus da guerra, procuro aquele chamado "Ghost"....ele está entre vocês ?" Perguntou Ares calmante.

_"Estou aqui, não pensei que revidariam tão rápido." Disse Ghost caminhando até a frente da divindade.

_Hahahaha, não, não vim aqui para matá-lo, isso seria muito fácil, más gostaria de dizer que recebi sua mensagem....corajosa devo dizer..... más você não acha que está se dando muita importância ?" Perguntou Ares.

_"Eu sei que não somos problema pra você, más você não vai nos matar não é ? Você é orgulhoso demais pra isso, é por isso que você vai embora e vai nos deixar, e vai se arrepender amargamente disso mais tarde quando eu levar sua cabeça como troféu." Respondeu Ghost.

_"Está dizendo que se eu não matar vocês agora que são inferiores vocês vão me matar ?" Perguntou Ares novamente com um leve sorriso no rosto enquanto pousava na rua e caminhava até Ghost ficando cara a cara com ele.

_"Não apenas você, nós vamos destruir todo aquele maldito lugar infestado de parasitas egoístas como você." Respondeu Ghost.

_"Você se diz inteligente, más revelou seu plano, então agora que me alertou que deixar você vivo seria uma decisão tola, oque te leva a crer que não vou estripa-lo como um porco na frente dessas pessoas ?" Perguntou Ares mais uma vez.

_"Minha inteligência não se compara com sua arrogância, se quisesse nos matar teria feito isso no instante que chegamos aqui, afinal com todo esse poder emanando de você, provavelmente seria algo fácil pra você nos matar. Mas você não vai acatar meu aviso porque é confiante demais na sua força, "por mais que eles treinem e fiquem mais fortes nunca vencerão um Deus" é oque você está pensando agora não é ? Não é tão difícil imaginar como sua espécie nos vê, é por isso que você vai morrer, você e todos aqueles Malditos lá em cima, eu juro que vou ter a cabeça de todos vocês em uma bandeja." Disse Ghost olhando nos olhos flamejantes de Ares enquanto chamas saíam dos seus também.

_Hahahahaha, eu gostei de você, você é muito interessante, eu quase fiquei com medo, é sério." Dizia Ares gargalhando enquanto andava de um lado para o outro.

_Derrepente algo que parecia uma força gravitacional se abateu sobre Tristan a pressão era tanta que todos os curiosos ali foram esmagados virando poças de ossos moídos e sangue no chão, os pilares e os que estavam com eles foram esmagados contra o chão, isso causou uma pequena cratera, todos tentavam se mover más sem sucesso.

_"Você atiçou minha curiosidade Ghost, vou me lembrar do seu nome." Disse Ares abrindo as asas e começando a voar.

_"Aonde você..p..pensa..que..va...vai ?" Perguntou Ghost se opondo a gigantesca força feita sobre ele e ficando de joelhos.

_"Ora, vejam só, consegue manter essa pose de durão mesmo depois de eu liberar 30% da minha presença ? Vamos ver como se sai com digamos.....40% ?" Disse Ares liberando uma pressão ainda mais poderosa esmagando novamente Ghost contra o chão.

_"Maldito." Disse Ghost não podendo se levantar.

_"Droga, não consigo me mover nem um centímetro." Disse Ryoma com o rosto contra o chão.

_"Nem eu.....Minerva, consegue se mexer ?" Perguntou Reaper mas sem obter uma resposta.

_Ao olharem todos estavam desmaiados, com excessão de Ghost, Ryoma e Reaper.

_"Eu poderia simplesmente levar o poder de vocês embora, más você chamou a atenção de Nephest e ela ordenou que eu não matasse vocês, devo dizer que também me interessei em você Ghost, vamos ver se você não é só conversa, espero ter uma luta empolgante com você, caso seja louco o bastante para seguir com o objetivo de guerrear contra o Elysio é claro.....más o mais importante, este mundo é um planeta de classificação 1 estrela que está sob o comando da própria Nephest, más devido a recente insubordinação sua, eu irei aumentar a dificuldade para 3 estrelas hahaha, minha visita era apenas para te dar este aviso, é uma boa oportunidade de ficar mais forte Ghost, eu realmente espero que você não morra, e mais uma coisa, Nephest está ocupada com a colheita nos outros Mundos, então vocês terão um prazo de 12 anos, se não se tornarem mais fortes nesse tempo.......acho que vocês sabem oque acontece não é ? hahaha" Disse Ares enquanto uma tela muito parecida com a dos heróis aparecia em sua frente e ele apertava alguns botões.

_Um grande clarão envolveu todo planeta Volumbra, a luz era cegante e durou alguns segundos, quando ela passou Ares tinha desaparecido e finalmente eles podiam se levantar.

_"Que merda é essa que aconteceu afinal ?" Se perguntava Reaper limpando a poeira do corpo.

_"Malditos, eu não esperava por essa jogada, vocês me pegaram......tem um bom planejador do lado de vocês também não é ?" Dizia Ghost a si mesmo em voz baixa olhando para o céu.

_"Ghost que porra foi essa ? Quer nos matar ?" Perguntou Ryoma irritado segurando o braço de Ghost.

_"Isso foi só a jogada mais problemática que eles podiam fazer, más essa visita foi bem proveitosa, agora eu tenho uma boa noção do poder de um Deus, graças a isso sei o quanto preciso ficar mais forte, também preciso levar em conta que Ares provavelmente não é sequer um dos Deuses mais fortes, então vamos ter que treinar e evoluir muito." Respondeu Ghost puxando bruscamente seu braço e se soltando de Ryoma.

_"Você podia ter matado todos nós provocando um Deus assim." Disse Ryoma enquanto se impunha perante Ghost.

_"você é idiota ou oque ? Não percebe Ryoma ? Isso não foi benevolência da parte dos Deuses, provávelmente somos os primeiros heróis a quebrar o sistema e poder ir além do nível 20, isso quer dizer que os Deuses podem pegar ainda mais poder de nós, somos só um experimento, por isso eles estão nos deixando vivos ainda, além disso nós já provocamos quando declaramos guerra contra eles, eu tenho meu jeito de fazer as coisas, eu vou destruir completamente o castelo dourado de mentiras deles, e nada vai ficar no meu caminho, se quiser me ajudar eu agradeço, mas se não quiser.......então saia do meu caminho." Disse Ghost pausadamente ficando em frente a Ryoma.

_"Gente eu tô me sentindo estranho, alguma coisa aconteceu comigo." Disse Ameros olhando para as mãos dele.

_"O que tá acontecendo Ghost ?" Perguntou Lucius.

_"Eles aumentaram a dificuldade." Respondeu Ghost.

_"Como assim ? Tipo um jogo ?" Perguntou Reaper.

_"Exatamente como um jogo, o planeta Volumbra foi um planeta configurado pelo "Sistema" como 1 estrela, era como se fosse o nível Easy em um jogo, o máximo que um aventureiro normal podia chegar de poder aqui era Rank S......isso não era exatamente um problema já que os monstros mais fortes desse mundo também só podiam alcançar esse Rank, más eles aumentaram a dificuldade agora para 3 estrelas, é por isso que vocês se sentem estranhos, o patamar máximo que vocês tinham alcançado foi quebrado, e agora vocês podem ficar mais fortes.

_"Então isso é algo positivo já que podemos ficar ainda mais fortes." Disse Lucius.

_"Não é bem assim que as coisas funcionam Lucius, pense comigo, os heróis podiam alcançar até o Rank S 3.....e os aventureiros até o Rank S....os monstros também podiam alcançar até o  Rank S...com o aumento da dificuldade desse mundo eu não sei como esses Ranks ficam, más sei de uma coisas, os aventureiros vão precisar treinar para evoluírem enquanto os monstros recebem esse aumento instantaneamente, isso somado ao enorme número de aventureiros de Rank A que foram mortos na luta contra Ammit......" Explicou Ghost.

_"Temos que nos preparar o mais rápido possível." Disse Lucius assustado.

_"Oque tá acontecendo eu ainda não entendi." Disse Ryoma.

_"Não vai ter ninguém  pra proteger o pais da nevasca já que a maioria dos aventureiros do reino morreram na guerra contra Ammit, os monstros vão dominar esse país graças ao novo patamar de poder deles, e em outras partes do mundo os aventureiros vão morrer aos milhares até que evoluam o suficiente pra se tornarem páreos para os monstros.....más aqui no país da nevasca, com certeza a aniquilação será concretizada, porque não há quem possa proteger esse país mais, nós não podemos estar em todo lugar." Disse Lucius entendendo a explicação de Ghost.

_"É melhor entrarmos para discutir o que fazer." Disse Ghost.

_"Se isso é verdade, eu irei pegar os vampiros que sobreviveram e irei proteger o reino negro, Minerva, foi bom te ver irmã, fique bem." Disse Adam abraçando Minerva.

_"Obrigado pela ajuda irmão, lidere bem o nosso povo." Disse Minerva.

_"Você realmente achou humanos bem diferentes das histórias do pai né ?" Disse Adam sorrindo.

_"Parece que sim." Disse Minerva olhando para Ghost e Reaper.

_"Preciso ir agora, Adeus." Disse Adam se retirando.

               Alguns minutos depois

_"Muita coisa precisa ser feita, preparativos, medidas contra as represálias do Elysio também precisam ser tomadas, e uma solução para o problema do aumento do poder dos monstros também tem que ser criada." Disse Ghost.

_"Escuta, eu não sei oque você pretende fazer, más as pessoas precisam de ajuda, não temos tempo pra isso agora, precisamos agir." Disse Ryoma batendo a mão sobre a mesa.

_"Apenas matar os monstros é uma solução temporária Ryoma, nem mesmo você pode estar em todos os cantos do país da nevasca." Retrucou Ghost.

_"Porque simplesmente não cuidamos das pessoas que pudermos ? Quer dizer humanos morrem oras, então deixe que morram." Disse Reaper parecendo bem irritada com algo.

_"Humm, esse tipo de coisa só podia sair de um monte de estrume como você mesmo Reaper." Disse Delária.

_Delária mal havia acabado de falar quando Reaper disferiu um tapa no rosto da elfa com as costas da mão que fez Delária voar pela cozinha até a sala de estar onde bateu contra a lareira e depois caiu sobre a mesa de vidro, Ghost rapidamente foi até Delária ver como ela estava e viu que o golpe tinha sido muito forte, Delária tinha ficado desacordada, o golpe deslocou a mandíbula dela do lugar e ao cair sobre a mesa de vidro ela se cortou, Ameros logo começou a usar magia de cura, nessa hora Ghost se levantou e todo ambiente começou a ficar quente, o herói se virou para Reaper e antes mesmo dela piscar Ghost a colocou contra a parede e tapou sua boca a erguendo do chão.

_"Agora você não vai falar nada, apenas vai escutar." Disse Ghost com chamas saindo de seus olhos e uma voz demoníaca.

_"Ghost solta ela." Disse Ryoma.

_"Você também cala boca Ryoma." Retrucou Ghost em um tom bastante elevado enquanto apontava pra ele.

_"Qual é o seu problema ? Já não basta ter essa personalidade odiosa ? Você ainda precisa machucar as pessoas que lutam ao seu lado, você faz esforço para ser essa porcaria de ser humano que você é ou isso é natural ? Eu olho pra você e não vejo sequer um vestígio da pessoa que você era no outro mundo, o Hunter tá morto, ele morreu pra que eu, o Ryoma você e todos os merdas desse planeta pudessem viver, más ele era o melhor de nós, quando olho pra essa sua atitude egocêntrica eu vejo que quem devia ter morrido naquela luta era você......eu não vou aceitar esse disrespeito a memória dele, da próxima vez que você encostar a mão nos membros da minha equipe, eu e você teremos um problema Reaper." Disse Ghost soltando Reaper enquanto as chamas de seus olhos desapareciam.

_"Quem sabe se você tivesse ensinado bons modos para essa garota nós não teríamos tantos problemas, já que depois de você ter supostamente "morrido" ela tá se achando a poderosa de Tristan, passando por cima até das ordens do Ryoma, colocando a equipe dele em apuros. Más enfim, como eu sou uma pessoa odiosa talvez devesse perguntar pra ele." Disse Reaper apontando pra Ryoma.

_"Você está avisada Reaper.....nunca mais toque no que é importante pra mim, eu não sou mais o nerd que você protegia na terra, não me teste." Disse Ghost levando a elfa desacordada em seus braços até o quarto.

_Reaper sai da mansão com bastante pressa, ele está irritada, está profundamente amargurada e triste pela morte de Hunter e Demiurgos, as palavras de Ghost foram pesadas e ela precisava esquecer os problemas por um momento, ela caminha sob a chuva parecendo sem rumo e pensativa, no caminho vê pessoas debaixo das marquises se protegendo da chuva, vê enfermarias mágicas emprovisadas montadas para ajudar os feridos da batalha, ela vai até a guilda Chama carmesim onde muitos estão sendo tratados e abrigados por causa das terríveis perdas na batalha contra Ammit......Reaper se senta no balcão e pede uma bebida forte, o atendente lhe dá a bebida e ela vira o copo imediatamente e logo pede outra. Já era de madrugada, Reaper estava bêbada, ela sai da guilda cambaleando enquanto uma pessoa qualquer a ajuda a se recompor, ela empurra a pessoa pro lado e continua caminhando, depois de alguns minutos ela finalmente chega a mansão novamente, ela abre a porta com um pouco de dificuldade e logo em seguida entra, ela fecha a porta atrás dela e vê bastante embaçado a lareira acesa, ela vai até a cozinha e toma uma jarra inteira de água, a visão turva dela se abranda um pouco e ela consegue andar com mais clareza, ela sobe as escadas se apoiando e caminha até chegar a porta do quarto, Reaper ainda estava muito abalada pela morte de Hunter e Demiurgos, além disso ela sabe que Cullen ainda estava furioso com ela devido ela ter ficado muitos meses desaparecida sem dar satisfações aos membros da equipe dela de onde tinha ficado, isso estava fazendo ela se sentir ainda pior, então ela queria se redimir com Cullen, ela abre a porta do quarto, desabotoa sua armadura no quarto escuro e a joga de lado, ela retira as botas e a armadura que proteje as pernas em seguida. Reaper engatinha nua pra cima da cama enquanto acaricia o grande peitoral a sua frente, não demora e ela logo tem seu cabelo agarrado bruscamente e puxado para trás, Reaper beija os lábios daquele belo homem e eles fazem amor durante grande parte da noite.

                       Dia seguinte

_Reaper se levanta desorientada e com uma enorme dor de cabeça, ela olha para o lado e vê aquelas belas e largas costas, ela dá um sorriso por finalmente ter conseguido reconquistar seu homem, então ela veste sua usual camisola e se põe a descer as escadas, ao chegar ao andar térreo ainda no pé da escada ela se depara com Cullen sentado na sala de estar, junto dele estava Olga e Sarah, a pequena Lana brincava nos braços de Ryoma, Reaper tentava entender o que tinha ocorrido, ela tinha certeza que Cullen estava deitado na cama quando ela desceu, nessa hora saindo da cozinha vem Ameros se dirigindo até Reaper.

_"Como você está Reaper ?" Perguntou o mago entregando uma xícara de café a ela.

_"........Annnnn, eu.....eu, estou...bem." Dizia Reaper coçando a cabeça enquanto olhava pra Cullen.

_Nessa Hora desce as escadas Sigfried que estava desacordado desde a batalha com Ammit, ele desce as escadas e passa o braço por cima do ombro de Reaper com um sorriso sínico.

_"Irmão como você está ? Eu fiquei preocupada com você já que você não acordava." Disse Olga se levantando e se aproximando um pouco enquanto todos que estavam tomando café na cozinha  saem para ver Sigfried.

_"Eu estou bem, apenas tinha gastado mana demais e precisava recarregar, más ontem a noite eu recebi uma recarga muito boa, minha nossa....essa mulher é um furacão na cama hahahahah, foram quantas vezes querida ? 4 ? 5 ? Eu não me lembro bem." Disse Sigfried pegando a xícara de café da mão de Reaper e a bebendo.

_Reaper estava estática e corria com os olhos de um lado para o outro na tentativa de se lembrar de algo, más a cabeça dela doía tanto que ela realmente não estava entendendo a situação, todos começaram a olhar para Cullen, ele estava com uma expressão sem sentimentos enquanto olhava para Reaper.

_"Ryoma é melhor você se preparar para intervir." Sussurrou Minerva no ouvido de Ryoma.

_"Isso não é problema meu, a Reaper que se entenda com esses dois aí." Respondeu Ryoma com a pequena Lana nos braços.

_Cullen se levanta do sofá lentamente e desvia o olhar de Reaper, ele caminha por entre todos de cabeça baixa enquanto um silêncio mórbido se abate pela casa, Cullen vai em direção as escadas, Ameros sai da frente para que ele passe mas Sigfried permanece no caminho, nessa hora Cullen levanta o rosto ficando frente a frente com Sigfried, os olhos de Cullen se voltam para Reaper e uma expressão enojada surge no rosto do guerreiro enquanto Reaper ainda tenta processar a situação, ele volta seu rosto para Sigfried e diz:

_"Eu quero passar."

_"Claro cara vai lá." Diz Sigfried se soltando de Reaper e abrindo espaço para Cullen.

_Cullen sobe as escadas indo até seu quarto, Todos começam a conversar novamente como se nada tivesse acontecido e Reaper arregala os olhos olhando pra Sigfried finalmente entendendo oque houve, ela corre em direção as escadas indo atrás de Cullen.

_Reaper adentra o quarto do guerreiro e o encontra sentado em sua cama pensativo.

_"Cullen, me desculpe, eu.....eu...." Disse Reaper sendo interrompida.

_"Não tente explicar Reaper, você não é de fazer isso mesmo, desde o início eu é que fui um tolo por acreditar que no seu coração podia haver algo mais do que morte e egoísmo, você me mostrou um caminho para me tornar um homen melhor do que eu era e com isso eu achei que poderia fazer o mesmo por você, más o caminho que você escolheu trilhar é solitário e repleto de sangue, por onde você passa você leva com você tristeza e angústia, eu realmente achei que nós tínhamos algo, más eu me enganei, você me fez acreditar em uma mentira enquanto ria de mim pelas costas, eu te entreguei tudo, minha vida, meu corpo, minha espada, e até o meu coração, más você cuspiu nessas coisas porque elas não tem valor pra você. Sabe, eu não menti na primeira vez que nos encontramos, você realmente era a mulher mais linda que eu já tinha visto, más o tempo revelou que você era a pior delas também, você não me deixa morrer, más também não quero viver amarrado a uma pilha de lixo como você, você é a pior de todas as mulheres que já conheci, eu tenho nojo de você, só de olhar na sua cara eu tenho vontade de vomitar, infelizmente sou obrigado a continuar aqui se quiser viver não é mesmo ?....afinal, essa maldição de escravidão ainda está aqui, más sabe Reaper, eu estou pensando seriamente se a morte não seria melhor do que continuar tendo que conviver com um ser tão desprezível como você, se tudo que você fez foi pra que oque eu sentia por você morresse....meus parabéns, você conseguiu, eu te odeio Reaper, com todas as fibras do meu ser, eu te odeio." Disse Cullen cuspindo no chão próximo a Reaper.

_Reaper escutou em silêncio tudo que Cullen disse, cada uma daquelas palavras ficaram gravadas na mente e no coração dela.

_"Agora se puder sair do quarto eu agradeceria, me enjoa ficar no mesmo lugar que você." Disse Cullen sentando novamente na cama.

_Reaper se virou lentamente, e caminhou em direção a porta, ela não disse uma palavra, abriu a porta, saiu e fechou a porta atrás dela e foi para seu quarto.

_Todos estavam tomando café após terem presenciado a cena de Reaper, Cullen e Sigfried, com excessão de Reaper, Cullen e Valéria que estavam em seus quartos todos estavam conversando, inclusive Baltazar, Ogg, Frida, Pórtos, Lucius e Anna, que tinham sido convidados por Ghost.... Pórtos estava um pouco recluso e desanimado por ter perdido sua amiga Tereza, Sarah estava conversando com ele tentando animá-lo. Lucius chamou Ryoma e pediu pra falar com ele em particular, Ryoma e Lucius foram até a sala de reuniões.

_"Em que posso te ajudar Lucius, você mencionou antes que queria conversar comigo, do que se trata ?" Perguntou Ryoma fechando a porta da sala de reuniões e se sentando em uma das cadeiras ao redor da mesa.

_"Bem, na verdade, eu tenho perseguido sua força vital a bastante tempo Ryoma, eu cheguei ao reino da nevasca a algums meses,  más estava ocupado me fortalecendo, eu tenho motivos pra acreditar que sua alma tem uma grande semelhança com um falecido amigo meu, o assunto que tenho pra tratar com você é que eu gostaria de analisar sua alma." Disse Lucius ainda de pé.

_"Analisar minha alma ?.....nunca ouvi falar disso, e como você faria isso ?" Perguntou Ryoma.

_"Na verdade é bem simples, talvez sua alma possa me dar algumas respostas, apenas deixe eu segurar o seu braço." Disse Lucius estendendo a mão.

_"Bom, acho que posso te ajudar se é apenas isso." Disse Ryoma deixando lucius segurar seu pulso.

_uma pequena corrente elétrica percorreu o corpo de Ryoma e então lucius soltou seu pulso.....o mago começou a andar de um lado para o outro na sala enquanto parecia pensativo e bastante ancioso.

_"E então ? Funcionou ? Conseguiu as respostas que queria ?" Perguntou Ryoma se levantando.

_"Não..... não consegui, tudo isso não me deu resposta nenhuma, suas almas tem uma semelhança grande más isso deve ser por terem classes iguais....fora isso, não serviu de nada...DROGAAA." Gritou Lucius dando um soco na parede enquanto sangue escorria de seu punho.

_"Acho que você precisa de um tempo sozinho, fique a vontade Lucius, desculpe por não ter funcionado como você queria." Disse Ryoma abrindo a porta e dando de cara com Ghost.

_"O mago......está aí ?" Perguntou Ghost.

_"Acho que ele precisa de um tempo sozinho Ghost." Disse Ryoma terminando de sair pela porta.

_"Não se preocupe, serei rápido." Respondeu Ghost entrando na sala e fechando a porta.

_"Lucius." Chamou Ghost.

_"......." Lucius permaneceu em silêncio pensativo enquanto olhava pela janela.

_"Eu Gostaria de conversar com você sobre algo." Disse Ghost se sentando na cadeira.

_"Oque eu poderia fazer por você Ghost ? não acho que seja capaz de ajudar os pilares agora, vocês não precisam de mim com o poder atual de vocês." Respondeu Lucius se sentando na cadeira que estava a frente de Ghost.

_"Não acho que isso seja verdade, você foi muito importante na última batalha Lucius, más poderia ser ainda mais se pudesse me ajudar com isso." Disse Ghost retirando um imenso livro de seu inventário, a capa era feita de ouro massiço e com entalhes e escrituras muito bonitas.

_"Do que se trata esse livro ?" Perguntou Lucius puxando o grande livro pela mesa em sua direção.

_"Eu mostrei esse livro ao Ameros e ele não entendeu se quer uma palavra, e Delfíne disse que eram hieróglifos muito antigos que nem mesmo ela podia reconhecer completamente, isso me deixa apenas com você como opção." Respondeu Ghost.

_"Bem claramente não sou sua primeira escolha." Disse Lucius inexpressivo folheando o livro.

_"Não me leve a mal, não duvido de seu poder, más Ameros e Delfíne estão aqui a mais tempo e não conheço você direito, mesmo assim estou te confiando este grimório." Disse Ghost retirando seu capuz e a máscara da boca.

_"Humpf, bom, eu consigo ler algumas coisas, aparentemente se trata de um tipo de magia muito estranha, nunca vi alguma coisa assim, preciso entender melhor pra dizer oque é." Disse Lucius ainda olhando o livro.

_"É aí que está a questão, eu sei do que se trata, e vou pedir que você mantenha sigilo sobre isso, esse grimório pertencia a biblioteca de lúcifer, ele contém o conceito da magía "Sistema"....se você puder dominar está magía Lucius, você seria um aliado extremamente crucial na guerra contra o Elysio." Disse Ghost com um olhar sério.

_"O "Sistema" ? como Lúcifer tinha uma coisa dessas ?" Perguntou Lucius ficando muito interessado no livro.

_"Bem....Lúcifer era uma divindade menor....em comparação com as divindades maiores do Elysio ele não era grande coisa, mesmo assim parece que todos os deuses podem acessar o "Sistema" isso significa que em um cenário bastante ruim os deuses poderiam retirar nossos poderes, já que basicamente foram eles que nos deram, porém talvez você possa impedir isso com esse grimório......eu tentei aprender essa magía, más não fui capaz nem de começar, as runas que compõe a essência dessa magia são extremamente complexas, os hieróglifos são de uma língua que nem os demônios falam e além disso o custo dela é alto de mais pra mim, por isso foi impossível pra mim, más acredito que você possa conseguir." Disse Ghost se levantando.

_"Porque resolveu confiar isso a mim ? Somente por falta de opção ?" Perguntou Lucius.

_"Em parte devo admitir que sim, prefiro fazer as coisas eu mesmo, más uma magía desse calibre é totalmente impossível pra mim, então estou indo contra meus instintos de deixar isso com alguém que mal conheço e estou confiando isso a você, você com certeza tem seus próprios objetivos, más a batalha contra o Elysio também te envolve, então espero poder contar com você novamente quando a hora chegar." Disse Ghost se aproximando da porta.

_"Você e seus amigos parecem não estar muito bem" Disse Lucius.

_"O Ryoma não consegue ver a situação a longo prazo, ele quer correr por aí salvando as pessoas em vão sem dar uma solução definitiva, quanto a Reaper........ é muito difícil manter ela focada em algo que não beneficie ela mesma, então não posso contar com ela de qualquer forma, você pelo menos me parece um pouco mais centrado e ponderado que eles, então não me decepicione." Disse Ghost saindo pela porta.

_Depois disso todos ainda estavam decidindo oque fariam após o que Ares tinha feito, lutar contra os monstros agora seria uma tarefa extremamente difícil e talvez impossível para os aventureiros comuns, e os heróis não podiam estar em todos os lugares, eles ainda discutiam enquanto Ryoma ficava pensativo em meio a discussão.

_"Eu preciso proteger as pessoas do país da nevasca, caso contrário não vai haver ninguém pra fazer isso, o Ghost parece ter outros planos, e a Reaper não parece se importar muito, talvez a Frida possa me ajudar." Pensava Ryoma olhando para Frida.

_"Mestre Ryoma, oque você pretende fazer agora ?" Perguntou Darius a um Ryoma distraído.

_"O anjo Negro.....os rumores sobre a força dela não eram mentira, na batalha contra Ammit ela foi muito bem....talvez seja bom eu dar uma olhada no que ela pode fazer, 'Sensorial'." Disse Ryoma em voz baixa olhando para Frida.

____________________________________

                               Frida

Rank S

Trabalho: Mestre do punho celestial

Força: 75

Agilidade: 75

Resistência física: 75

Resistência Mágica: 75

Inteligência: 70

HP: 175000

MP: 65000

                         Skills

Punho celestial da 4° onda(Rank S)

A arte marcial do punho celestial é a mais poderosa técnica feita com as mãos vazias, pois ela tornará seus punhos verdadeiras máquinas de destruição. Com essa habilidade você tem quatro formas diferentes de usar os punhos.

1- Punho obliterador: está técnica eleva sua aura e a concentra nós punhos para que você possa destruir armaduras.(Se a defesa da armadura for superior a 100 não irá funcionar) 2- Punho Divino: Está técnica te permite concentrar sua aura nos punhos pra que eles possam atravessar magia(Não funciona  em magias de Rank S 3) 3- Punho Fantasma: está técnica te permite imbuir seu punho com uma aura concentrada que te torna capaz de combater seres não matérias.(apesar disso você ainda não poderá vê-los) 4- Punho veloz: essa técnica te permite envolver seu punho com uma aura que te fará desferir uma sequência de 300 golpes em apenas 10 segundos. (os socos feitos com essa técnica são enfraquecidos, o poder é equivalente a 55 de força apenas.)

        Espírito abrandado(Rank S)

Essa técnica de respiração te permite acalmar sua alma em uma batalha, aumentando sua concentração e aumentando sua força em 25 e sua resistência física em 25.

Artista marcial dos punhos vazios (Rank S)

Você se tornou um mestre em combate corporal com as mãos vazias, você não precisa mais de uma arma, pois você se tornou a própria arma, seus reflexos de luta e esquiva são superados apenas pela sua determinação em destruir o oponente. Essa habilidade faz dos seus punhos verdadeiras armas, bloquear uma espada ou qualquer outra arma com esses punhos não é um problema pra você.

                          Magías

Onda espiritual(Rank S)(50000 MP)

Emite uma onda espiritual muito forte que afasta os inimigos, podendo também matar inimigos mais fracos.

___________________________________

                           Aviso

Uma classe compatível com espadachim foi detectada.......iniciando atualização do sistema...........

-----------------------------------------

Sistema atualizado, gostaria de iniciar a mudança de classe ? Isso pode resultar em estado de inconsciência por um periodo.

            Sim/ Não/ Mais tarde.

___________________________________

_"Mudança de classe ?.....nunca vi isso antes, más porque não ? Acho que não tenho nada a perder......SIM" Disse Ryoma ao sistema.

_Os olhos de Ryoma viraram para trás e ele começou a tremer caindo no chão logo em seguida enquanto se debatia, Ghost pediu que Darius pegasse Ryoma e o levasse para o quarto, e que ninguém se preocupasse porque aquilo era normal.

_"Oque tá acontecendo com o Ryoma Ghost ?" Perguntou Delfíne aflita.

_"O imbecil apenas resolveu mudar de classe sem ler o aviso do sistema antes, não se preocupe, ele vai acordar em alguns dias." Disse Ghost saindo da sala e indo até seu quarto.

_O peito de Ghost começou a doer assim que ele estava subindo as escadas, o herói colocou a mão sobre o coração enquanto respirava ofegante, com muita dificuldade Ghost chegou ao andar em que seu quarto estava, no corredor ele se deparou com Minerva, ela ia dizer algo más Ghost disse que não podia falar naquele momento e entrou rapidamente em seu quarto, o herói trancou a porta atrás dele e logo em seguida quase caiu no chão, porém ele se apoiou em um cômoda que havia ali derrubando tudo que estava em cima dela e fazendo bastante barulho.

_"Hahahaha, oque foi Ghost, você parece meio doente hahaha." Disse ????

_"Cala boca, não importa o quanto você tente eu não vou deixar você tomar o controle." Disse Ghost fazendo um grande esforço pra se levantar.

_"Tá tudo bem aí dentro Ghost ?" Perguntou Minerva do lado de fora da porta.

_"Sim Minerva, eu estou bem, apenas esbarrei em algumas coisas." Disse Ghost tentando fazer com que Minerva se afastasse.

_"Hahahaha, eu adoro ver esse seu esforço em manter toda responsabilidade sob seus ombros Ghost.....o grande Ghost, o herói que fez o impossível, o mortal que matou Lúcifer e se tornou o rei do inferno hahahahah, parece ser uma piada quando eu falo isso, mas e depois Ghost ? Até quando pretende manter segredo sobre seu estado de seus companheiros ?" Disse ???? Em um tom sarcástico.

_"Cala a boca, para de atormentar a minha mente, meus companheiros não precisam saber disso, eles tem que se manter focados, e você não vai impedir isso, eu não vou deixar." Disse Ghost com determinação enquanto se sentava na cama.

_"Quanto tempo faz desde que aconteceu Ghost ? 9, 10 anos ?" Perguntou ???? Com sinismo.

_"Você já morreu, cala essa maldita boca seu desgraçado." Disse Ghost um pouco irritado e ainda bastante ofegante.

_"Não não Ghost, eu estou bem vivo, você pode ter acabado com meu irmãozinho e assimilado a alma dele, más não vai fazer o mesmo comigo, você não pode conter a alma de dois reis demônios nesse seu corpo meio humano Hahahaha, ainda mais agora que selou o poder de Ammit no coração que aquela fedelha te deu, maldita devia ter matado ela quando tive a chance, más isso não importa, porque eu vou estar aqui todos os momentos Ghost, no menor descuido seu eu vou dominar seu corpo, ou então verei você sucumbir por estar guardando esse poder no seu corpo, de um jeito ou de outro, você morre Hahahaha esperarei ancioso." Disse ????? Gargalhando.

_"Maldito irritante......antes que eu morra farei você sentir oque eu senti naquele dia, vou exterminar toda sua espécie desse mundo, a era dos Deuses vai chegar ao fim, e você vai assistir tudo de camarote por meio dos meus olhos." Disse Ghost se recompondo.

_"Más oque foi isso ? falando sozinho agora ? e que história é essa de "meus companheiros não precisam saber disso"....." Pensou Minerva após escutar Ghost falando graças a seus "Sentidos superiores".

_Durante a Madrugada Ghost não conseguia dormir, Delária tentava adentrar o quarto do herói más Ghost saiu pela sacado e se dirigiu ao telhado, ele queria ficar sozinho enquanto se perdia em seus pensamentos, más se deparou com Valéria, que já estava lá.

_"Me desculpe, pensei que não haveria ninguém aqui, eu vou deixar você sozinha." Disse Ghost se virando de costas.

_"Não tem problema se quiser me fazer companhia." Disse Valéria com um olhar perdido.

_"Bom.....acho que vou aceitar então." Respondeu Ghost se sentando no telhado ao lado de Valéria.

_"Sabe Ghost, eu não consigo entender porque ele fez aquilo, era mesmo nescessário que ele morresse ?" Perguntou Valéria abaixando a cabeça.

_"O hunter tinha uma visão diferente de mim sobre o  mundo Valéria, ele via o melhor nas pessoas, esperava o melhor delas, ele entregou de bom grado sua vida para que as pessoas pudessem lutar por sua felicidade, eu não concordo com oque ele fez, más eu respeito, e vou garantir que a morte dele não tenha sido em vão." Disse Ghost olhando para a noite escura a sua frente enquanto apertava forte o punho.

_"Como Ghost ? Como você pode destruir aqueles que governan o mundo muito antes de você existir ?" Disse Valéria começando a chorar.

_"Eu vou mudar esse mundo Valéria, as pessoas desse mundo nunca serão totalmente livres enquanto os Deuses regerem sobre elas, eu tenho um plano em mente que pretendo colocar em prática durante esses doze anos que teremos pra nos preparar, más depois disso terei que me concentrar totalmente nos Deuses, não sei exatamente ainda como vou derrota-los, se é que isso é possível, más durante esse período eu vou precisar de alguém que possa comandar um exército e liderar uma cidade, e é por isso que eu gostaria que quando eu der início a isso, você esteja comigo, eu prometo que vou cuidar de você Valéria, em nome do Hunter e de toda ajuda que você nos deus na batalha que passou." Disse Ghost estendendo a mão para Valéria.

_"Me prometa uma coisa então." Disse Valéria olhando para a mão de Ghost.

_"Oque ?" Perguntou Ghost ainda com com a mão estendida.

_"Quando chegar a hora faça aqueles Malditos sofrerem." Disse Valéria apertando a mão de Ghost.

_"Nem precisava pedir." Respondeu Ghost.

              Uma semana depois

_A mansão acorda com batidas rápidas e fortes na porta, todos se levantam rapidamente assustados e começam a descer as escadas, Reaper atende a porta e um mensageiro da Chama carmesim entra ofegante e se apoia nos joelhos.

_"Oque está acontecendo aqui ?" Pergunta Reaper.

_"Senhorita Reaper, venho em nome do mestre da guilda." Dizia o mensageiro ainda bastante ofegante.

_"Meu pai ? Oque ele quer ?" Perguntou Delária descendo as escadas já recuperada de seus ferimentos graças a Ameros.

_"O mestre da guilda mandou a seguinte mensagem: "Essas palavras são para os heróis e seus aliados, somente nas últimas 24 horas recebemos centenas de pedidos de ajuda para o extermínio de monstros, segundo algums pedidos, espécies de monstros nunca vistos antes estão atacando cidades sem qualquer motivo ao redor do país da nevasca, os relatos são absurdos, destacamentos de ciclopes de Rank S atacando vilarejos, monstros marinhos que que aventureiros de Rank A não tiveram a menor chance, e até mesmo um revoada de dragões destruindo cidades após cidades, um ou dois pedidos desse eu poderia considerar uma brincadeira, más centenas ? Se isso for verdade, somente vocês podem salvar o reino, pois se não puderem.......estamos todos mortos.".....essas são as palavras do mestre da guilda." Disse o mensageiro enquanto Sarah dava a ele um copo d'água.

_"Que ótimo, as missões de extermínio vão valer um bom dinheiro agora." Disse Reaper parecendo pensativa.

_"Isso não é hora pra essas gracinhas Reaper......Ghost, temos que fazer alguma coisa......agora." Disse Ryoma tomando a frente de todos com os braços abertos em um gesto de 'e então ?'.

_"Não sou o líder de vocês, vocês são heróis, assim como eu, sei que nem todos aqui concordam com minha forma de fazer as coisas, mas sinceramente isso não me importa, sei que posso contar com a maioria de vocês quando chegar o momento, é por isso que não vou dizer oque vocês devem fazer, tomem suas próprias decisões, a partir de amanhã.....estarei partindo de Tristan com Delária, Minerva, Ameros e Valéria." Disse Ghost se virando de costas e começando a subir as escadas.

_"Eu nunca disse que iria com você a lugar algum Ghost.....de onde tirou essa ideia ?" Perguntou Ameros.

_Ghost parou de subir os degraus da escada e ainda de costas disse: " Tenho certeza que até amanhã de manhã você terá mudado de idéia Ameros.

_Nesse momento Ryoma tomou novamente a dianteira, ele parecia um pouco exaltado e disse: "É assim que vai ser Ghost ? Você vai fugir ? E todas as pessoas que vão morrer se nós não nós unirmos ? Isso não é justo."

_Na mesma hora em que Ryoma terminou a frase Ghost se virou bruscamente descendo novamente os degraus da escada bastante irritado e ficando frente a frente com Ryoma dizendo: "Fugir ? Não é justo ? Sabe oque não foi justo Ryoma ? A morte do Hunter..... você viu alguma justiça naquilo ? E oque você me fala da morte da Myura ? Pareceu justo pra você alguém que foi desprezada a vida inteira por sua própria espécie morrer sem conseguir realizar seu sonho ? O SONHO DELA ERA APENAS VER A DROGA DO POR DO SOL, E OQUE VOCE ME FALA DA MORTE DO DEMIURGOS, OU DA FRÉYA ? FOI JUSTO, E TODOS OS PAIS E MÃES DE FAMILIA QUE MORRERAM NAQUELA GUERRA PRA QUE EU E VOCÊ E TODOS AQUI NESSA SALA PUDESSEM VIVER ? FOI JUSTO RYOMA ? EU VI MINHA ESPOSA E MEU FILHO SEREM DEGOLADOS BEM DIANTE DOS MEUS OLHOS IMPOTENTE ENQUANTO O REI DO INFERNO SE DELEITAVA NOS MEUS GRITOS DE DESESPERO, ENTÃO NÃO ME VENHA FALAR DO SEU SENSO DISTORCIDO DE JUSTIÇA PORQUE EU NÃO ME IMPORTO COM ELE." Gritava Ghost ofegante enquanto todos olhavam espantados para Ghost.

_Ryoma estava sem palavras pelo que Ghost tinha acabado de falar más depois de Ghost se acalmar Ryoma disse colocando a mão sobre o ombro do seu amigo: "Ghost eu....não imaginava, eu sinto muito.... más olha cara, você sabe que eu lutaria ao seu lado em qualquer batalha, mesmo que seja uma impossível como a que você quer travar, más nesse momento cara, as pessoas precisam de nós, você não é assim cara, você não é uma má pessoa.

_"De cabeça baixa para não ter que olhar o semblante de todos ao seu redor Ghost disse com um tom de voz triste: "Sim Ryoma, eu sou uma má pessoa, matei muitos, mas eu morri no inferno muitos anos atrás, tudo que restou de mim é uma casca, uma sombra do que fui um dia, más essa casca está preenchida de vingança, então sim....podem me chamar de mal ou do que quiserem, más eu sou um mal nescessário pra que esse mundo possa ter um futuro, você se recusa a pensar de forma lógica, e a Reaper......tirando as batalhas ela não consegue assimilar uma idéia simples como  me ajudar a melhorar as coisas...... é por isso que farei as coisas do meu jeito, você pode sair por aí matando monstros inutilmente, e Reaper...... você pode fazer oque quiser..... é oque você sempre faz mesmo, más eu vou dar um jeito nas coisas, porque foi pra isso que eu recebi esse poder.

_Reaper ainda estava um pouco surpresa pelo que Ghost havia dito más a raiva que fervia em seu sangue pelas palavras de desprezo dele eram grandes demais pra ele se calar, então com muita raiva ela tirou o mensageiro de seu caminho e agarrou Ghost pela roupa, o herói parecia nem se importar, o olhar dele era sem vida e triste, más Reaper disse: "Você se acha o mais inteligente não é ? Bom Ghost isso pode ser verdade, eu não sei oque você passou no inferno más isso não te dá o direito de falar oque quer, você não sabe nada sobre mim, então não fale como se ainda fossemos a mesma coisa que éramos na terra.

_"Realmente nem você e nem eu somos mais os mesmos Reaper." Disse Ghost retirando as mãos de Reaper dele e subindo as escadas.

_"Idiota." Disse Reaper cruzando os braços.

_"Espero você pela manhã Ameros." Disse Ghost subindo para os andares superiores.

_"Oque você vai fazer Ryoma ?" Perguntou Reaper.

_"Não tenho outra opção Reaper, preciso ajudar as pessoas do país da nevasca, com o aumento do nível do mundo as criaturas são impossíveis de serem mortas por qualquer um abaixo do rank S, e mesmo assim eles teriam extrema dificuldade, um dragão deve ser realmente impossível pra eles, mesmo eu devo ter dificuldades agora." Disse Ryoma.

_"Nós iremos com você mestre." Disseram Zack, Darius e Delfíne ao mesmo tempo.

_"Obrigado gente." Respondeu Ryoma.

_"Minerva..... você ouviu oque ele disse não ouviu ? Ele tinha uma família no inferno, porque ele não me contou isso ?." Disse Delária sentada no sofá encostada em Minerva com um semblante abatido.

_"Eu ouvi Delária, deve ser algo difícil pra ele falar, as coisas vão se ajeitar com o tempo, não se preocupe." Respondeu Minerva abraçando Delária.

_enquanto via todos se retirarem para seus quartos para se prepararem Reaper sentiu uma grande solidão, ela pensou um pouco enquanto olhava para seu punho fechado. "Agora, é a era em que os humanos lutarão não por glória..... más para evitar a extinção.


Notas Finais


Bom galera é isso, esse capítulo encerra a 1° Temporada de "A lenda de Tristan"..... agradeço a todos que leram até aqui...de coração mesmo, espero ver todos vocês na segunda temporada que vai ser incrível galera, ela inclusive já está em produção e começará a ser lançada em breve. Então é isso, um ótimo dia a todos e valeu galera.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...