História A lenda dos assassinos - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 5
Palavras 1.878
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 28 - A caçada


Depois que Jason sai, chamo a enfermeira.

Kevin - ei quanto tempo eu tenho que ficar aqui no hospital de repouso?

Enfermeira - hoje ou amanhã você pega alta e pode ir para casa, mas você não poderá forçar muito sua mao, e você vai ter que fazer alguns exercícios para recuperar os movimentos!

Kevin - ok, quando eu receber alta me avise!

Enfermeira - ok!

A enfermeira sai e eu ligo a TV para passar o tempo, ponho em um canal de notícias, nas últimas notícias é falado que na rua perto a um ferro velho aqui da cidade foi encontrado três carros com vários mortos, ferimentos a facas, deve ser obra do Jason, ou será do Olisses? Vai saber, dois psicopatas com sede de sangue.

Algumas horas se passam e Mindy vem para o quarto novamente so que dessa vez sem acompanhamento de ninguém.

Kevin - ja chegou a hora de visitas?

Mindy - não, eu dei um jeito pra vir aqui pra te ver!

Kevin - fiquei sabendo que voxe ajudou o Jason e os outros, como foi o primeiro dia de trabalho?

Mindy - foi até que fácil te achar, com o chip em seu pescoço foi só seguir a força do sinal pra te rastrear!

Kevin - voce sabe que eu não entendo muito disso!

Mindy - olha só pra você, todo ferrado de novo!

Kevin - não consegui escapar, tentei e pensei de todas as formas, mas dessa vez o velho pensou bem, mas não pensou o bastante por que eu tenho pessoas que estão ao meu lado!

Mindy - será que o Olisses e a Touka vão ficar fora?

Kevin - eu não sei, espera, você está na área de informações, você não deveria saber disso?

Mindy - não fala nada la, o Jason pegou os dois apenas pra ajudar a te resgatar, mas não falaram nada se eles estavam soltos!

Kevin - se eles ajudaram a agência pra alguma coisa talvez não sejam soltos, mas tenha reduzido o tempo deles aqui ou podem dar a liberdade se eles trazerem benefícios a agência!

Mindy - mas, você sabe quando que vai poder ir embora?

Kevin - hoje ou amanhã, só esperando alta!

Mindy - espero que receba logo!

Kevin - ah mas que saco, problema atrás de problema!

Mindy - nem me fale!

Kevin - depois que resolvemos o problema nosso com a agência, tivemos que ir pra faculdade, e voltando ainda tivemos esse com aquele velho!

Mindy - mas que velho é esse, o que aconteceu pra ele te sequestrar?

Kevin - ele te sequestrou e te usou como refém pra eu fazer alguns trabalhos sujos pra ele!

Mindy - ele me sequestrou e te obrigou a fazer trabalhos sujos pra ele, que tipo de trabalho?

Kevin - ele queria que eu eliminasse a concorrência!

Mindy - entendi!

Kevin - não vou perdoar ele pelo que fez, te sequestrar, te torturar, imperdoável!

Mindy - calma, eu sei que você sofreu quando me sequestraram, mas eu to aqui e não vai adiantar perder o controle...

Kevin - você não entende, eles te sequestraram e te torturaram, a última pessoa que fez isso eu matei, e a  última pessoa que fez isso ainda vai morrer!

Mindy - eu entendo sim, te sequestraram também, também te torturaram, pior do que eu, eu também sofri quando acordei e não te achei no caminhão, você é a última e única pessoa que eu amo que ainda está viva!

Ela me abraça choramingando.

Kevin - quero que você me prometa uma coisa, se por acaso algum dia eu morrer, por favor, levante sua cabeça e prossiga com sua vida, você tem suas pernas, vá em frente e não desista!

Um doutor entra no quarto, Mindy levanta, ele começa a retirar os equipamentos de mim

Doutor - o senhor ja pode ir para casa, mas retorne em uma semana para começar um treinamento!

Kevin - tudo bem!

Ele sai e eu me levanto.

Kevin - cadê minhas roupas?

Mindy - estavam rasgadas, os médicos jogaram fora!

Kevin - ah que droga, chama o Jason pra mim?

Mindy - ta!

Ela sai e eu faço esperando, logo os dois chegam!

Jason - o que foi agora?

Kevin - minhas roupas rasgaram, tem como você ir la em casa e pegar umas pra mim?

Jason - por que você não manda a mindy?

Kevin - por que você sabe se defender e não tem ninguem atrás de você!

Jason - vou te falar!

Ele sai reclamando.

Kevin - e o olisses e a Touka?

Mindy - estavam lá fora junto ao Jason!

Kevin - preciso falar com eles!

Mindy - quer que eu chame ele?

Kevin - não, quando o Jason chegar com as roupas eu mesmo vou falar com eles!

Espero mais uns trinta minutos e Jason aparece.

Jason - pronto, aqui ta as roupas, agora vê se me esquece!

Kevin - valeu!

Vou para o banheiro e me visto, ao sair vou para o corredor onde Olisses e touka estavam.

Kevin - ei vocês dois!

Olisses - olha quem já está de pé!

Kevin - e olha so quem está mais controlado!

Olisses - o que você quer?

Kevin - aqui não é um bom lugar vamos la em casa, a gente se fala melhor!

Mindy - o chefe não vai brigar?

Kevin - ele tem confiança em mim, e se não tiver sei que ele tem no Jason!

Saímos da agência e vamos para casa minha e da mindy.

Olisses - casa legal, já se casaram?

Kevin - não trouxe vocês pra falar sobre isso!

Olisses - desembucha então!

Kevin - o que o Jason prometeu pra vocês ajudarem ele?

Jason - um tempo a menos na prisão!

Kevin - imaginei... bom, como o Jason é meio que o braço direito do chefe, podemos diminuir ainda mais o tempo se ajudarem a gente!

Mindy - o que você ta pensando em aprontar?

Kevin - só um jeito pra pegar e matar aquele velho!

Olisses - se for pra matar eu to dentro!

Kevin - jason, namoral, ensina esse cara a se controlar um pouco mais!

Touka - ei, e o que eu posso fazer?

Kevin  o Jason te chamou por alguma razão, o que você faz pra ajudar ele?

Touka - motorista!

Kevin - ja esta ai a sua forma de ajuda!

Jason - então vamo atrás desse cara ou não?

Kevin - quanto mais cedo melhor!

Mindy - eu vou rastrear ele a partir do fone que o Jason me deu!

Jason - qual o plano pra gente pegar ele?

Kevin - quem disse que dessa vez vai ter plano? Depois que a mindy rastrear ele nos vamos na base do improviso!

Olisses - eu vou com a sniper!

Kevin - como sempre!

Jason - só vou pedir um favorzinho!

Kevin - o que?

Jason - vamo começar isso amanhã, a gente não descansou desde que a gente saiu do outro estado!

Kevin - eu sei mas....

Mindy - eu tenho que concordar com ele, amanhã eu começo a rastrear ele pra você!

Kevin - tá bom, cadê a força do ódio no trabalho?

Jason - legal, quando a mindy conseguir a localização vocês me chamam!

Jason foi embora mas deixou o olisses e a touka comigo, o que fazer agora? Deixar alguém que não sei se confio em minha casa? Meio arriscado.

Olisses - o que fazer agora?

Kevin - vocês dois vão ficar aqui, nem pensem em nenhuma besteira, vocês ficam com outro quarto, mas se tentar algo, acabo com voce dessa ez olisses!

Olisses - to morrendo de medo!

Kevin - não me provoca, posso ta com uma mão sem movimento mas ainda sim você ja era!

Mindy e eu ajeitamos os quartos, preparamos alguma coisa pra comer e todos fomos dormir, es da noite tinha que prestar atenção em cada barulho da casa, não sei se o olisses ainda pensa em todo aquele massacre ou em me matar.

Acordo cedo acordando todos junto, nos arrumamos e vamos para a agência, o chefe vem reclamar comigo e já mando a mindy ir procurar o velho.

Chefe - Copper, o que pensa que estava fazendo levando dois prisioneiro para casa?

Kevin - esqueci de avisar, eles vão me ajudar em uma coisa, depois eu devolvo eles!

Chefe -- você não deveria estar de repouso pelo que me disseram?

Kevin - devia, mas só vou pensar nisso depois que terminar o que vim para fazer!

Chefe -o que está acontecendo?

Kevin - depois eu explico tudo, quando terminarmos isso!

Chefe - não faça nenhuma besteira Kevin Copper!

Kevin - ok!

Espero a mindy conseguir alguma coisa e nesse meio tempo Jason também chega na agência, um tempo depois ela cconsegue rastrear.

Kevin - onde que ele esta?

Mindy - ele foi para um prédio da cidade vizinha!

Kevin - voce não vai conseguir fugir, vamos!

Olisses, Jason e eu pegamos equipamentos e saímos, Touka estava no volante, Olisses estava recarregado sua arma que era uma sniper, Jason apreciando a faca que ele pegou para usar e eu esperando chegarmos.

Umas duas horas e chegamos na cidade vizinha, procuramos pelo prédio que a mindy falava, quando achamos, Jason e eu descemos do carro e touka levou Olisses para outro prédio para ele se posicionar.

Entramos no prédio e Jason ja foi passando a faca em quem ele achava, o prédio era privado ao que parecia, nenhum inocente, assim facilita. Quando limpamos o primeiro andar fomos para o elevador, mas a energia do predio foi cortada, jason abre a porta e subimos de escada mesmo.

A cada andar que chegávamos mais inimigos chegavam, eu pegava uma distância razoável, eu estava com uma pistola ja que não poderia usar as duas mãos para o combate, jason atacava diretamente. Olisses estava eliminando alguns deles de outro prédio, ele não nos acertando esta ótimo.

Olisses - melhor vocês se apressarem, tem um helicóptero prestes a sair!

Kevin - vamos mais rápido!

Subimos o mais rápido que conseguimos quando chegamos no último andar o helicóptero estava ligado, o velho estava quase entrando nele, alguns homens dele nos impediram, dei cobertura a Jason a distância, ele foi correndo em direção ao velho, quando ele chegou perto, ele agarra e joga o velho para trás, me aproximo dele e jogo a arma.

Kevin - deixa ele comigo!

Jason - ele é todo seu!

Seguro o velho pela gola da camisa e o empurrão contra o helicóptero.

Velho - seu pai era muito melhor, se ele estivesse vivo estaria decepcionado!

Levanto ele, solto ao cair acerto um soco em seu estômago.

Kevin - não fale sobre ele não minha presença!

Não estava usando a mao esquerda mas conseguia levantar ele com um braço apenas, pego ele pela gola novamente e o levanto.

Kevin - se meu pai era o melhor mesmo, não importa, ele foi o fracassado que morreu para um garoto de 12 anos sem habilidade ou força alguma!

Velho - impossível!

Kevin - pode não acreditar, não importa de um jeito ou outro você vai morrer escória!

Levanto ele mais um pouco fazendo sua cabeça passar pela hélice do helicóptero que estava girando, a cabeça em si não fora decepada, foi cortada em várias partes fazendo um puré de sangue, carne e ossos no chão.

Kevin - acabou!

Jason - se sente melhor? 

Kevin - não sei!

Jason - matar sempre faz alguém melhorar, afinal, seres humanos são os únicos que sentem prazer em matar os de sua própria espécie!

Kevin - vamos embora!

E assim foi, depois de irmos embora, o prédio continuou do mesmo jeito que deixamos, cheio de corpos e muito sangue, alguns dias depois foi mostra nas notícias que foi feito um massacre na cidade vizinha, a notícia repercutiu por um curto tempo, mas logo o assunto morreu, olisses e touka não estavam mais presos, estavam em uma casa por ai, eram vigiados constantemente pela agência, e eu, eu estou tirando um tempo de folga para descansar e recuperar o movimento da mao.





Notas Finais


Muito diálogo eu sei, mas assim que é bom


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...