1. Spirit Fanfics >
  2. A Letter >
  3. Primeiro Capítulo

História A Letter - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


e vamos nós de novo!

Capítulo 1 - Primeiro Capítulo


Narrador POV



A plateia se encontrava cheia, todos os seus lugares estavam ocupados, e aqueles sentados mantia-se concentrados no palco. Lá, 2 pessoas estavam a vista, uma delas era Serena usava um vestido estilo tomara-que-caia com diferentes tons rosa parecido com de uma princesa, uma faixa branca cobrindo seus ombros e um laço rosa preso na faixa.

A garota tocava piano com um melodia prazerosa, uma que trazia sentimentos felizes a todos presentes no local, passaram alguns minutos ainda tocaram e tendo a concentração da plateia, a segunda pessoa presente, um rapaz, então se pronunciou:

- Que bela melodia, minha querida Yvonne,- a chamava pelo nome de sua personagem- Ela representa todo meu amor por você. Poderia me dar o prazer de fazê-la a mulher mais feliz do mundo?- o outro clamava pela ajoelhado pela mão de Yvonne, segurando uma pequena caixa com um anel dentro.

Antes sentada em um banco a frente do instrumento musical, a de cabelos mel levantou e se aproximou do garoto, e deu sua resposta:

- Sim, meu amado Satoshi!- terminou jogando-se nos braços do outro e dando um selinho no mesmo, recebendo uma onda de aplausos vindo da plateia e indicando o fim da peça.

As cortinas se fecharam, e o garoto deu a primeira palavra.

- Finalmente essa porra acabou!- dizia Ash, soltando os braços de Serena e passando as mãos para ajeitar seus cabelos pretos arrepiados, ele vestia roupas de época, sendo uma camisa de cauda azul com detalhes vermelhos e um lenço azul bebê preso no seu pescoço e calças coladas brancas.

- Fala baixo, idiota, o pessoal lá fora vai te escutar!- dizia Serena dando um cascudo do seu companheiro de cena.

- Aí! Tá bom, não precisava disso.- falou reclamando da dor.

- SE PREPAREM PARA NOS DESPEDIMOS!- falou uma jovem com cabelos marrons, olhos verdes, vestia roupas de realeza igualmente aos outros que a acompanhavam.

Assim, todos se juntaram, a cortina se abriu e eles se despediram e agradeceram a plateia.


Quebra de Tempo, 1 hora



Em frente a entrada de um colégio, se encontravam dois garotos, eles conversavam entre si sobre a peça que presenciaram, segundos depois eles ganhavam companhia .

- CALEM!- gritava Serena já vestida normalmente, acompanhada de duas pessoas, enquanto passavam pela grande porta da escola, poucos segundos ela já estava nos braços do mesmo.

- Oi meu amor, você arrasou lá!- respondeu o garoto depositando um selinho em sua namorada nos seus braços.

- Não precisam esfregar que vocês se amam na cara dos solteiros, tá? Não to afim de ficar de vela.-dizia a garota de olhos verdes. interrompendo e evirando os olhos para o momento do casal.

- Shauna!- a de cabelos mel repreendia a amiga e corada pelo comentário.

- Vocês mandaram muito bem mesmo!—Gary dizia- Ainda não sei como vocês conseguiram meteram o Ash nessa.- ria por saber que era quase impossível o amigo fazer coisa do tipo. 

- Vai a merda, Gary!- o moreno de cabelos arrepiados reclamava- Eu fui praticamente ameaçado pelo Shauna a entrar, se não ela "Me esfolava vivo", palavras da mesma.- se arrepiou por lembrar da ameaça da esverdeada.

- Deveria é me agradecer, foi tão bem que até deixou o Calem com ciúmes.- sorria maliciosa por saber que o namorado da amiga nunca aprovou o outro como parceiro romântico de Serena.

- Ei! Mas ela falou a verdade, só não fiquei inseguro por saber que vocês são praticamente amigos de infância.- afirmou Calem rindo sem graça.


Ele foi acompanhado de risadinhas, mas apenas a de Serena e Shauna era verdadeira, já que os outros dois amigos sabiam da queda do referido pela protagonista da peça.

- É, claro...- disse Ash sorriu disfarçando a tristeza por saber que nunca teria chance- Ah, acho que tá na hora de eu ir, até segunda, galera!- o mesmo se afastou e levantando a mão como adeus. 

Segundos depois:

- PUTA QUE PARIU, ESQUECI QUE TENHO QUE IR COM ELE, ME ESPERA ASH!- gritou Gary correndo atrás do amigo.

- Falando nisso, meu pai disse que viria me pegar, até mais, e usem camisinha!- Shauna se despediu e riu vendo o constrangimento do casal, os deixando a sós.

- Então... somos só nós dois...- sorria Calem maliciosamente quando viu a esverdeada se afastar.

- Desculpa, amor, hoje não vai dar para a gente sair, meus pais estão em casa, e viram a peça, acho que vão querer me ver, tchau- Serena se despediu com um selinho do seu namorado e foi para casa o deixando sozinho.

A garota assim saiu...


Casa de Serena:


- Cheguei!- gritou assim que chegou- Quem eu quero enganar, é claro que eles não estão em casa, me sinto mal por ter mentido pro Calem.- terminou a de cabelos mel indo para seu quarto.

Chegando ao cômodo, ela deixou sua mochila na cadeira mais próxima, porém ao fazer isto, o objeto pegou impulso e esbarrou em um quadro, assustando a menina.

- Aí merda!- botou a mão no coração, em seguida, olhou a foto do quadro e uma carta jogada próxima na mesma.

Se abaixou para tirar o vidro da moldura quebrada, e pegou a foto, lá estavam: Serena, mas uma Serena criança, e do seu lado, via-se Ash, Gary e Shauna, seu quarteto de amigos desde que chegou na região Kanto, ela se concentrava lembrando dos bons momentos vividos. Antes de se levantar, pegou a carta igualmente jogada e recordou que nunca soube quem era o emissor daquele objeto que a marcou tanto...

 

“Seus lindos olhos são a primeira coisa que me vem a cabeça a cada dia que acordo, e a única coisa que eu gostaria de ver pelo resto da minha vida. Serena, desde o dia que eu te conheci, tive certeza de quem desejava para passar o resto da minha, queria poder ter coragem para te dizer isso pessoalmente, mas mesmo meu amor por você sendo grande, não sei se terei coragem de te dizer pessoalmente. Todos os meus dias a teu lado, são como a melhor versão do paraíso que eu poderia ter. Seus jeitos, sorrisos, piadas, vontades, e tudo mais que há, são como uma energia que preenche meu corpo quando estou com você. Um dia, sei que terei a coragem para te falar tudo isso pessoalmente, e assim realizar meu maior sonho com você.”

 

Casa de Ash:


O garoto, sendo o primeiro de seus amigos que saiu, já havia chegado em sua residência à um tempo atrás, se encontrava agora deitado na cama.

Refletia sobre as palavras ditas pelo namorado da melhor amiga: "Amigos de infância". Era o que ele significava para Serena, a pessoa que era apaixonado desde pequeno, mas nunca teve coragem de confessar pessoalmente, o fazendo perde a chance, já que a garota agora namorava com um de seus amigos, não que ele tivesse raiva de Calem, ele não sabia e nunca soube dessa paixão secreta, mas desde o começo do namoro, preferiu manter distância dos dois. 

Porém, depois de ser ameaçado por Shauna a participar da peça, o de cabelos arrepiados teve de se reaproximar, aumentando ainda mais sua paixão, principalmente por ser ele o par romântico da garota, aquele que tinha recebido um selinho da mesma...

E assim, Ash pegou no sono, tocando os seus lábios, recordando-se da sua sorte de hoje...
 


Notas Finais


até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...