1. Spirit Fanfics >
  2. A liberdade é azul >
  3. 24

História A liberdade é azul - Capítulo 24


Escrita por:


Notas do Autor


Oii Amores! Obrigada pela paciência. Eu juro que nunca mais vou reclamar do óculos. Eu vou escrever algumas partes da guerra apenas, então vou pular várias partes.

Boa leitura amores

Capítulo 24 - 24


Fanfic / Fanfiction A liberdade é azul - Capítulo 24 - 24

Ōnoki sempre teve orgulho das suas decisões e dos seus critérios, e isso piorou com a sua idade. Ele sempre foi também uma pessoa teimosa, tinha plena confiança nas suas convicções, e raramente deixava as pessoas o convencerem que estava errado.

 

Firme como uma rocha,Ōnoki levou sua vida de maneira irredutível. Isso é, até encontrar duas pessoas tão irredutíveis como ele, e assim como acontece quando uma pedra se choca com outra, faíscas começaram a nascer no seu coração.

 

A primeira foi quando o pirralho do Kazekage falou sobre coisas complexas demais para um jovem comum da sua idade entender. “Então me responda… Quando vocês se perderam?” Aquela pergunta ficou tinindo em seus ouvidos vários dias. Quando foi que Ōnoki perdeu suas convicções e precisou apelar para a ajuda de criminosos como a Akatsuki? Ele não conseguia se lembrar.

 

A segunda faísca também foi causada pelo Kazekage, quando em seu discurso ele falou que era companheiro do jinchuuriki da Kyuubi. Para ele, sodomitas como eles não tinham valor, e logo aquela faísca queimou seu preconceito. o Kazekage se mostrou forte o bastante para enfrentar inimigos mais experientes e fortes do que ele.

 

Mas a pequena chama ameaçou apagar quando Madara, o mesmo velho Madara apareceu diante deles.

 

-Então, aquele mascarado não é o Madara de verdade? - Naruto perguntou o que passava na mente de várias pessoas em voz alta.

 

-Parece que não - O Kazekage respondeu.

 

-Tsuchikage-sama, você já contratou a Akatsuki várias vezes, não tem ideia de quem seja aquele mascarado? - A irmã mais velha do Kazekage perguntou um pouco desesperada com a situação.

 

-Não faço a menor ideia, mas isso não importa. Precisamos impedir ele, independente de quem seja.

 

Pelo menos era isso que ele tentava se convencer conforme Madara atacava, eliminando cada um dos ninjas sem dificuldades. Aquela pequena chama de esperança estava lutando bravamente para se manter acesa, mas ele sabia o quão forte Madara é, e ainda com um corpo do Edo-Tensei… Tsuchikage ou Kazekage, Ōnoki pensava em segredo que ninguém conseguiria parar aquele homem.

 

A irmã mais velha do Kazekage conseguiu acertar Madara com seu fuuton, mas ele apenas limpou a poeira e executou o selo do cavalo e atacou.

 

-Katon: Gouka Mekkyaku (Destruição do inferno).

 

Chamas intensas e robustas formaram uma parede, e vários ninjas precisaram se juntar para criar um Suiton: Suijinheki (Barreira de Água) capaz de impedir o jutsu do Madara. Quando o vapor chegou neles, Ōnoki aceitou que eles não venceriam aquela luta.

 

Mas Ōnoki não esperava que as duas pessoas teimosas se juntariam, pedra sobre pedra, criando uma faísca que incendiou seu coração outra vez, a chama criando a luz pela qual ele precisava seguir.

 

Ele viu Gaara proteger cada ninja dos ataques de Madara enquanto ainda era curado, dando tempo para Naruto criar seu jutsu.

 

-Chou Oodama Rasengan (Super Rasengan Gigante).

 

Impulsionado pela luz dos dois, Ōnoki resolveu ajudar.

 

-Doton: Chidoukaku (Mudança do núcleo da terra).

 

Bateu sua palma no chão e fez a terra debaixo dos pés de Madara subir, de encontro ao jutsu do Naruto. Até alguns ninjas foram pegos pelo turbilhão, ele não podia negar o tamanho da força daquele Jinchuuriki. Madara precisou usar o Susanoo para impedir que levasse danos.

 

Os dois não se deixaram abalar, Gaara limitou o máximo que pode dos movimentos do Susanoo. A situação não poderia estar pior, mas diante daqueles dois, ele não tinha opção senão dar o seu máximo também.

 

-Doton: Kajuugan no jutsu ( Técnica dos pesos das pedras). Deixei a areia ao nosso redor mais leve também.

 

Ficou surpreso quando ele executou um plano tão rápido. O kazekage criou uma onda de areia contra o Susanoo, e ao mesmo tempo conseguiu tirar ele de dentro do Susanoo, permitindo que Naruto mirasse ele com seu Rasen Shuriken.

 

Mesmo quando o ataque dele falhou, Ōnoki não sentiu desespero. Mesmo quando o coração da aliança quebrou, ele se manteve firme. Quando voou para parar o enorme meteoro que vinha dos céus, ele se questionou quando foi a última vez que ele se sentiu assim, inspirado e motivado.

 

-Doton: Chou keijuu iwa no jutsu (Técnica da liberação ultra leve).

 

Se não fosse uma situação tão desesperadora, ele iria rir da situação. Forçou sua testa e suas unhas contra a pedra, precisava vencer, precisava manter aquela chama que ele sentiu ao lutar ao lado daqueles dois pirralhos. Mais uma vez sentiu vontade de rir. Quem diria, dois pirralhos sodomitas mudariam sua filosofia de vida com tanta facilidade.

 

❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃

 

Naruto se sentiu ingênuo, fraco e sem esperança. Ele nunca tinha visto alguém tão forte. Sua insegurança aumentou quando olhou para Gaara, ele tinha muito mais a perder agora e simplesmente não tinha como aceitar. Precisava fazer alguma coisa, mas sem chacra, era impossível. 

 

-Naruto, eu vou te emprestar meu poder, só dessa vez. 

 

Naruto nunca imaginou que a ajuda viria justamente da bijuu selada dentro de si, por isso não foi fácil aceitar tal ajuda logo de início,

 

-Você quer tentar me enganar? Você quer controlar o meu corpo!

 

-Não, eu só vou te dar o meu chacra. Eu não gosto do Madara, então se for para ser controlado por alguém, que seja por você.

 

-Nossa, isso foi o mais perto de um elogio que eu já ouvi vindo de você!

 

-Vai ficar tricotando ou vai proteger seu namorado?

 

Podia ser sua mente cansada, mas ele podia jurar que viu a raposa sorrindo apesar da raiva carregada na sua voz. Aceitou sua ajuda, não ligava de quem viesse, ele só queria proteger Gaara e aos outros. Ele criou vários clones, cada um deles com um Oodama Rasengan.

 

-Vai… Naruto! 

 

-Oodama Rasen Tarengan! (Bombardeio dos Rasengans gigantes)

 

Naruto usou todo o chacra que recebeu de uma vez, chegou ao seu limite físico, principalmente por ser um clone. Cansado, ele se ajoelhou e tentou encontrar qualquer forma de seguir em frente e proteger suas pessoas importantes.

 

❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃

 

Mesmo vendo acontecer, Ōnoki não sabia como aceitar que tinha encontrado alguém mais teimoso que ele, pois era exatamente isso que Naruto era, um maldito teimoso que se recusava a desistir, mesmo quando não tinha mais saída.

 

Madara se aproximou e Gaara foi em auxílio do Naruto caído, e aquilo queimou outra vez no seu interior. Era dali que vinha a sua força? Do desejo de proteger alguém querido?

 

Sim, ele entendia aquilo, mesmo que em escala menor, Ōnoki já tinha sentido isso. Ele lutou pelo bem da sua vila e da sua nação, sem se importar com as pessoas deixadas para trás no caminho. Ele fez tudo aquilo, mas nunca sentiu sua alma tão ardente como agora.

 

-Já chega, Naruto. Eu vou lutar contra ele - Ōnoki falou com o máximo de força que conseguia.

 

-Não fale besteiras só porque está de idade, Ōnoki. Eu bem que queria testar mais jutsus, mas você parece que não aguenta mais dançar. Parece também que você não aprendeu nada vivendo nesse mundo de ódio.

 

Madara falou do alto onde estava, e mesmo sendo mais forte e poderoso, ele estava errado.

 

-Eu vivi mais do que você! Eu aprendi o dobro do que você sabe. É por causa das coisas que vivi no passado que eu sei o que vai ser melhor para o futuro.

 

-E mesmo assim estamos em guerra novamente.

 

-Essa guerra é diferente. Desta vez, estamos lutando juntos para conseguir algo diferente. Olhe para esses dois -  Ōnoki apontou para Gaara que estava ajudando Naruto a ficar de pé - Eu aprendi com esses dois que o tempo não para. Mesmo que lentamente, o futuro está vencendo o passado e indo em direção à paz e ao amor.

 

-Quanto tempo teremos que esperar por isso? Por isso o genjutsu do meu Mugen Tsukuyomi (Reino do pesadelo infinito) é a única esperança para esse mundo!

 

-Há muito tempo, você me fez desistir de mim mesmo. Por isso, eu vou me levantar aqui e te derrotar! Eu escolhi acreditar nesses dois, e por isso eu não vou perder!

 

Apesar das palavras fortes, seu corpo não era mais o mesmo, e naquele momento importante fraquejou. Seria patético cair depois de dizer palavras tão fervorosas, mas não precisou se preocupar com isso. Gaara o manteve firme com sua areia.

 

-Vamos juntos, eu vou te ajudar na sua missão.

 

-Vovô baixinho, eu vou te convidar para o nosso casamento! - Naruto falou com um sorriso enorme no rosto.

 

-Eu já disse que eu sou o Tsuchikage!

 

-Casamento? - Gaara e sua irmã perguntaram juntos.

 

-Um dia vamos casar, não vamos?

 

Naruto perguntou como se fosse a coisa mais normal do mundo, o que fez Gaara balançar a cabeça algumas vezes antes de rir. Mesmo em meio a guerra, aqueles dois conseguiram trazer luz e esperança.

 

-Por mim e pelo futuro! Eu vou continuar lutando!

 

-Patético! 

 

Madara avançou contra eles, mas na hora certa, a princesa Tsunade apareceu na frente deles, chutando Madara para longe e o indisciplinado Ay, o Raikage conseguiu acertar um soco no Muu-sama.

 

-Viver muito valeu a pena. Imagine… ver o dia em que os cinco kages se uniriam e lutariam juntos!

 

Realmente,  Ōnoki se sentiu grato por aquele dia. A coragem e a determinação queimaram e os levaria até a vitória.

 

❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃

 

Naruto estava indo com Killer Bee ao encontro do outro Madara, o entardecer perdendo a sua força quando a memória do seu bushin o atingiu como um golpe.

 

Naruto levou um susto quando uma mulher ruiva se materializou ao seu lado junto com alguns ninjas de Konoha, mas logo esqueceu da raiva quando a Tsunade-baa-chan se recusou a curar ele.

 

-Baa-chan!

 

-Essa guerra não é mais só para te proteger - O velhote baixinho disse logo depois de um ataque combinado entre eles - Essa guerra agora é para proteger a todos nós!

 

-É por isso que eu quero lutar contra o Madara também!

 

-Me escute, Naruto. No começo, eu só concordei em entrar na Aliança Shinobi para acabar com a Akatsuki. Mas quando eu lutei ao seu lado, eu senti algo diferente, algo que eu tinha esquecido a muito tempo. Por isso eu quero estar aqui e proteger a Aliança Shinobi como o Tsuchikage! As vilas se uniram por você, Naruto, e pela primeira vez, as coisas podem mudar de verdade! Nos deixe cuidar desse Madara. Será o nosso primeiro passo para a paz.

 

Ele disse segurando o seu ombro, mostrando o quanto confiava nele. Ele ainda estava relutante em aceitar, mas Gaara parou ao seu lado e segurou na sua mão, incentivando ele a confiar.

 

-Mas, precisamos que você cuide do outro Madara. Esse vai ser o seu primeiro passo para o futuro que você tanto quer.

 

-Nós vamos te proteger neste campo de batalha, então nos proteja naquele campo de batalha - Tsunade-baa-chan pediu.

 

-Fique seguro, ok - Gaara beijou seus dedos juntos antes de soltar sua mão - Proteja os meus ninjas, conto com você.

 

-Nos vemos em breve - Naruto falou baixinho quando beijou a marca na testa dele.

 

A última coisa que seu clone registrou foram os cinco confiando uma promessa a ele.

 

-Vença!

 

Naruto fechou os olhos para se concentrar e gravar aquela memória tão preciosa no lugar mais fundo do seu coração e da sua alma. Venceria, não importa o que enfrentasse. Venceria por ele, por Gaara e venceria pelo mundo todo.

 

❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃❃

 

Naruto manteve a determinação e a coragem durante toda a luta, nem mesmo a escuridão da noite foi capaz de o desanimar. Ele continuou lutando, grato por ter conseguido se tornar amigo da Kurama e das outras Bijuus. Estava aguentando tudo com coragem, até Madara aparecer ao lado do ninja mascarado.

 

-Por que ele está aqui? - Naruto se recusava a aceitar que...

 

-Ei, Naruto, se ele está aqui… Brother… - Killer Bee falou, assimilando o mesmo medo que ele sentia naquele momento.

 

-O que aconteceu com o Gaara e o pessoal?

 

Naruto gritou a ponto de sentir a garganta doer, enquanto seu corpo tremia por inteiro. Naruto já tinha sentido medo antes, mas nunca daquela forma. O ataque de pânico que teve pouco tempo atrás não se comparava com a dor intensa que estava o punindo. Madara o ignorou, por isso ele gritou outra vez.

 

-Eu perguntei o que aconteceu!

 

Naquela hora, até mesmo seu chacra se agitou e vazou do seu corpo, reagindo a sua raiva. Como se não fosse nada, ele finalmente respondeu sua pergunta.

 

-Não sei, mas eu suspeito que nenhum deles esteja muito bem.

 

Sua paciência se findou com aquilo, e usando as caudas da Kurama como braços, tirou as estacas negras que estavam suprimindo o Hachi-san e o Bee-ossan.

 

A bile na sua garganta aumentou e a dor na sua cabeça se intensificou a ponto dele precisar fechar seus olhos. Enquanto tentava achar seu foco, seu equilíbrio no meio de todas as memórias que estavam passando por trás das suas pálpebras fechadas, a Kurama chamou sua atenção

 

-Naruto! Se controle! 

 

-Não posso! Kurama se o Gaara e a Tsunade-baa-chan...

 

-Entre no Sennin Modo e verifique! Vou conseguir algum tempo para você!

 

Ele obedeceu, deixou seu clone usando o chacra da Kurama e se sentou no chão, se concentrando na energia ao redor dele até conseguir chegar onde ele estava ao entardecer. Um por um, sentiu o chacra deles, vivos, feridos, mas estavam vivos.

 

Ele agarrou o tecido da camisa, a gratidão e o alívio fizeram uma pressão enorme no seu peito. Naruto precisou lutar contra o desejo de chorar por causa daquele sentimento libertador.

 

-Deixe para chorar depois! Temos dois inimigos para enfrentar!

 

-Obrigado, Kurama! Eu precisava saber.

 

-Eu sei, o pirralho Kazekage é importante para você. Precisamos resolver as coisas aqui o mais rápido possível para ajudar ele e os outros Kages velhotes.

 

-Sabe - Naruto comentou enquanto preparava seu chacra para a batalha - Você é mais legal do que parece!

 

-Não fale besteiras! - A raposa respondeu com rispidez, mas um pouco de divertimento também.

 

-Não é besteira! Você é até fofa!

 

-Me chame de fofa outra vez e eu vou fazer você broxar na próxima vez que vir o Gaara!

 

-Espera! Você viu? - Perguntou devagar quando sentiu o sangue fugir do seu rosto.

 

-Eu vejo tudo que você vê seu idiota!

 

-Hee… Você é bem safada não é?

 

-Olha quem fala - A Kurama afinou um pouco a voz como se estivesse o imitando - A personagem do livro bateu uma punheta assim… Francamente!

 

O susto e a vergonha foram tão grandes que Naruto mal conseguiu desviar do golpe do Madara.

 

-Kurama!

 

A raposa apenas riu, pensando que era até bom ter um amigo idiota como o Naruto.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...