História A Lista De Não Beijos De Choi YoungJae - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanyeol, Chen, D.O, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Amor, Bts, Chanbaek, Exo, Got7, Hunhan, Jackbam, Jikook, Jingyeom, Jinyu, Kaisoo, Kristao, Markjin, Namjin, Sulay, Taegi, Taeyoonseok, Xiuchen, Yoonseok
Visualizações 259
Palavras 1.055
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


LEIAM AS NOTAS FINAIS

Capítulo 4 - Sobre mensagens e tremendos vacilos



A quinta aula do período foi algo que me fez pensar.

O assunto das aulas de filosofia é sempre muito polêmico, mas dessa vez, me fez deixar um pé atrás.


No começo, o professor perguntou o que faríamos quando crescer. Eu não sabia.

Depois, ele perguntou o que tínhamos dito no passado para a mesma pergunta. Eu não sabia.

E em seguida, ele distribuiu uma folha, com o intuito de colocarmos todas essas nossos ideais no papel.

No fim da aula só o que eu tinha era uma folha de sulfite em branco.


Ele disse que a próxima aula era a hora de ficar “em grade”, e os que não haviam conseguido, deveriam ficar ali com ele.

Resultado? Todos saíram da sala e eu fiquei.


Eu encarei a folha e suspirei frustrado, não tinha ambições em minha cabeça, não tinha coisas que eu queria fazer. Era só o vazio.


Algum tempo depois ele começou a ler as folhas que entregavam. Em algumas, as ideias eram mirabolantes, em outras, nem tanto.

E a minha folha continuava em branco.


Suspirei derrotado e abaixei a cabeça, sempre fora tão fácil fazer as lições, mas agora..


-Com licença, Senhor, eu posso conversar com Youngjae por um momento?- eu levantei a cabeça rapidamente e enxerguei Baekhyun com um sorriso radiante, e antes mesmo que eu percebesse, sorri junto a ele.

-Claro. YoungJae?- me levantei e fiz uma reverência pra ele, O professor sorriu e me apontou pra folha que ele tinha me entregado, peguei ela junto a uma caneta e o segui.

Acho que a minha cabeça doía tanto que eu resolvi nem pensar o porquê dele ter me chamado.

Caminhamos lado a lado em silêncio até o terraço, e pela feição dele, eu já tinha imaginado que ele ia me jogar lá de cima, então a cada passo, a minha imaginação me assustava.

Talvez até mais do que me assustava o fato de que seus braços rodearam a minha cintura.

E então, já estávamos respirando o ar puro da manhã.


-Você tá bem?- sua voz era calma e sorria abertamente. Eu estava começando a desconfiar.

-Tô… Porque?

-Não me olhe assim. Me faz parecer um maníaco.

Eu listei três respostas muito grossas, mas preferi dar apenas de ombros. Ele estava sendo legal, não vamos acabar com esse momento né?

-Porque resolveu me tirar dos meus devaneios?

-Pelo que eu vi, você estava quase chorando lá dentro.


Não respondi, afinal, não era mentira.

Eu resolvi olhar pra cima e prestar atenção nas nuvens, que agora se iluminavam mais por conta da proximidade do meio dia.


Me sentei numa parte que tinha sombra e continuei a olhar pra cima, ignorando a existência do garoto ali.


Mas não pude continuar assim por muito tempo, porque logo a mão dele limpou meu rosto molhado. Eu estava chorando.


-Sabe o que é engraçado?- comecei a falar-lhe- Nós somos praticamente desconhecidos, então… Porque estou chorando?- perguntei procurando alguma resposta em seu rosto. Mas só o que encontrei foi seriedade, ele respirou fundo e me puxou pra um abraço. O que me fez soluçar baixinho, molhando sua camisa sem querer.


-O que é mais curioso nessa história toda, é que você está completamente errado.


Eu não queria saber o porquê de estar errado. Não queria saber como ou quando. “Não me importa” era o que eu repetia pra mim mesmo. Mas no fundo, eu sabia que era tudo em vão.


-Olha esse céu.- ele pediu carinhosamente, enquanto afagava meus cabelos.

Eu levantei meu rosto e me vi a dois centímetros do seu rosto, e ele não havia percebido isso ainda. Então aproveitei pra gravar todos os defeitos que encontraria nele. Ele precisava ter algum defeito.

Mas eu não encontrei nenhum.

O que encontrei foi seu olhar no meu. E sua mão em minha nuca me puxando pra mais perto.

Eu fechei os olhos e me deixei levar.


Me deixei levar pelo movimento dos seus lábios nos meus. Me deixei aproveitar o gosto de manga que ele possuía. Me deixei colocar as mãos em seus ombros, e curtir o momento. Mas toda essa paixão sumiu no momento em que eu senti seu dente morder meus lábios. E eu senti gosto de sangue.

Eu o empurrei e fiz uma expressão de choque, ele ficou confuso. Me levantei correndo e sai pela escola.

Juntei meus materiais na sala que já estava vazia e corri pra casa. Meu pai estava me esperando impaciente no carro, YuGyeom já estava com uma cara enfurecida, e eu entrei pedindo mil desculpas.

Minha boca ardia e sangrava.

Merda!




(...)





Onze horas da noite. Já estava de banho tomado, dentes escovados e deitado na cama.

Meu celular tinha vibrado três vezes, mas eu resolvi não ver. Peguei o papel branco e escrevi com muita raiva:


Listas de Não Beijos De Choi Youngjae


•Im JaeBum

•BYUN BAEKHYUN



Eu ainda não acredito que ele me mordeu a ponto de sangrar. Não acredito.

Peguei meu celular na intenção de falar com Mark/BamBam, mas o que eu encontrei foram três notificações de mensagens. Duas de JB, é uma de um número desconhecido.

Optei por abrir apenas a do JB.



Mais que iludido:


Oi… Você tá bem?

Eu vi suas coisas no terraço, e eu vi Baekhyun rindo num canto com Chanyeol. O que aconteceu? Estou ficando preocupado.


Eu:


Relaxa, só um mal entendido.

Eu só quero nunca mais ter que olhar na cara daquele idiota. Espero que ele não tenha gravado.


Mais que Iludido:


Eles estavam com os celulares na mão… Mas o que você fez de tão errado assim?

Eu:

Byun Baekhyun só mordeu a minha boca até sangrar. Isso que você tem que saber. E eu me senti... Um lixo.



Mais que Iludido:


Você bate e eu seguro.

Que idiota.

Não liga pra ele não.


Eu:


Obrigado.



Sorri com a troca de mensagens e resolvi abrir a outra. Pra falar a verdade, eu já estava até esperando…


Desconhecido:


Jae? É o BaekHyun. Me desculpa pelo que houve hoje. Foi uma aposta, e eu ia ganhar uma boa quantia em dinheiro. Espero que entenda. Não foi nada pessoal.



Sabe a raiva que eu estava sentindo antes? Então, agora triplicou. Tirei print e mandei para Mark. Explicando a história toda de novo, sem esconder nada dessa vez.


Mark Hyung sz:


Se você desculpar ele, da próxima vez, eu é que vou te morder até sangrar.


Eu:


Pode deixar.




Eu ri bastante com isso, mas optei por apenas desligar o celular e encarar o estrado da cama de YuGyeom. Ele é do tipo que dorme cedo, então, o que me fez embalar no sono foi o barulho que ele fazia, suavemente, enquanto descansa. 


Notas Finais


Oie;
Então
Eu queria pedir desculpas pela demora
Mais eu vou entrar em semanas de provas, não sei se consigo escrever muito, mas irei tentar.
Mil desculpas por esse capítulo, caso sobre algum erro, ainda estou sem uma Beta :v
Até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...