1. Spirit Fanfics >
  2. A Loli Pervertida no Apocalipse! >
  3. 14- O muro caido e a velocidade

História A Loli Pervertida no Apocalipse! - Capítulo 14



Notas do Autor


Ola eu vim aqui hoje para passar um conhecimento do senhor jabiroca e quem não segue o senhor jabiroca ele vai pro inferno e que o Storystorage morra amem
Storystorage:filho da put...
O senhor jabiroca passou o conhecimento e ele disse...
Se o mundo do minecraft é infinito como o sol gira em torno dele?
*suas cabeças explodindo*
Esse foi o conhecimento do senhor jabiroca
Amem

Capítulo 14 - 14- O muro caido e a velocidade


Continuando...

Blanche- De onde eles vieram? -

Hiro- Não sei, mas temos que ir ver se não entram mais zumbis. - Diz, indo e pegando a faca que ele havia arremessado no zumbi. - Deve ser um local sem arame ou uma parte do muro quebrou. -

Laura- Temos que dar uma olhada... -

Hiro- Sim, mas peguem armas. Vamos ter que ir checar o muro, vai saber quantos ainda tem no quintal. -

Eles se equipam e vão ate o quintal, onde começam a prestar bastante atenção em cada parte do muro pra ver o que poderia ter acontecido. Todos estavam no silêncio total, mas Yuri pediu para Hiro falar com ele rapidinho.

Yuri- Hiro, eu sei que você está escondendo algo... -

Hiro- Como assim? Eu não tô escondendo nada. -

Yuri- Hiro, Laura me disse que quando você achou ela, você havia matado dezenas de zumbis, e, sozinho. Mesmo não sendo impossível, alguém que conseguiu tal proeza, deve ter altas habilidades. Anda logo, desembucha. -

Hiro- Tá... - Ele suspira pesarosamente. - Uns 4 anos atrás, quando eu estava procurando suprimentos na cidade, fui atacado por um grupo de zumbis, não consegui reagir a tempo e fui mordido, mas estranhamente, não fui infectado. - Ele aponta para uma parte de seu braço. - Foi aqui. Logo após, passei mal por alguns segundos, mas melhorei. -

Yuri- Hm... Estranho... -

Hiro- Bem, depois fui diretamente atacar zumbis. Me senti mais rápido, mais forte, reflexos melhores... Antes, se uma bala passasse por mim, demorava 2 segundos pra eu reagir... - Ele ri, com Yuri sorri. - Bem, é isso. -

Yuri- Maneiro, protagonista de mangá shounen. -

Hiro- Poxa Yuri. - Ele ri mais.

Yuri- Espera, alguém mais sabe? -

Hiro- Não, e que ninguém fique sabendo. -

Yuri- Claro, nenhuma palavra sai de minha boca quanto a esse assunto. -

Blanche chama a atenção deles.

Blanche- Gente, olha o que achamos! -

Yuri e Hiro seguem ela e então eles vem uma parte do muro caído.

Blanche- O muro caiu, e foi por causa daquilo. - Diz ela apontando pra um zumbi gordo e grandão. - Estão vendo? -

Hiro- Sim estamos vendo. -

Yuri- Sim, estamos... -diz ele acenando com a cabeça fingindo que estava vendo. - Na verdade, pro que estamos olhando? - Diz ele confuso.

Laura- É, pro que? Você só me disse pra não se mover e nem fazer barulho. -

Hiro- Você não estão vendo? - Os menores negam, logo Blanche pega Yuri no colo, fazendo-o corar, mas aumentando seu campo de visão. Laura rapidamente sobe até os ombros de Hiro, o incomodando. - Já lutei com um deles, e foi muito difícil... -

Blanche- Mas de qualquer jeito, vamos ter que mata-lo ou ele vai nos atrapalhar e até quebrar o muro de novo. -

Yuri- Ah! Tive uma ideia. -

Hiro- Manda. -

Yuri- Preciso falar com você primeiro, Hiro. - Ele olha para sua amada. - Poderia me soltar? - Ele faz olhos fofos, como de um cachorrinho, fazendo Blanche corar fortemente.

Blanche- C-claro... - Ela coloca Yuri no chão novamente.

O pequeno logo vai com o protagonista de shonen para um pouco mais longe.

Hiro- Não tá me parecendo coisa boa. -

Yuri- Calma, é simples, eu e as garotas vamos distrair ele, enquanto você sobe numa árvore, aí, vamos levá-lo pra lá e você termina de matar. -

Hiro- E deixa eu adivinhar, você quer que eu use minha velocidade pra cortá-lo varias vezes? -

Yuri- Sim. -

Hiro- Cara a última vez que eu fiz isso eu quase morri com as dores no coração. -

Yuri- Você tava sozinho. A Laura é médica, ela pode cuidar de você. -

Hiro- Ok, mas se a Laura fazer algo pervertido tu morre e eu to falando sério. -

Yuri engole seco quando ouvi isso.

Hiro sobe em cima da árvore e fica pronto pra quando o zumbi vier, Yuri fala pras meninas atraírem o zumbi pra aquela árvore que o maior ia acabar com ele.

Eles em seguida botam o plano em pratica e começam a atrair o zumbi pra baixo da árvore.

Laura- Aqui! Me pega, seu gordo! -

Logo, ele já estava debaixo da árvore, e assim, Hiro caiu em cima dele.

Hiro- "Você vai pagar, por seus amiginhos quase terem matado a Laura.” -

Ele usa a faca rapidamente, cortando a cabeça do zumbi, após muitos cortes precisos. Ele cai junto o corpo de monstro, desmaiado. Os outros levam ele para dentro rapidamente.

Mais tarde...

Hiro estava na cama do seu quarto e estava sem nenhuma do.r Laura deve o ter dado um remédio e também sua regeneração ajudou muito, mas do nada uma lembrança vem na cabeça de Hiro.

Ele estava na cama de um hospital e médicos do lado de fora falando da situação dele. Ele estava com vários cortes na barriga e nos ombros.

Médico- É um milagre que ele ainda esta vivo. -

Médica- A situação dele é muito grave senhora. -

???- Ele vai sobreviver? - Diz, em lágrimas.

Médica- Felizmente, sim. -

A mulher no lado de fora, que estava conversando com os médicos, abraça seu marido em lágrimas de felicidade.

 Mas a lembrança acabou quando ele ouviu Laura o chamando.

Laura- Hiroooo... Hiro. HIRO! - Ela o chama repetidamente tentando o acordar.

Hiro sai da lembrança e vê Laura em cima de si.

Hiro- O-oi pequena. - Diz, ficando corado.

Laura percebe o maior ficando corado e fica confusa.

Laura- O que foi Hiro? - Pergunta, ainda confusa.

Hiro- Vo-você tá encima de-dele... - Diz, gaguejando e ficando muito vermelho.

Laura logo percebe onde estava e sai de cima dele e desce da cama, muito vermelha.

Laura sai do quarto e vê Bela, Jackson, Yuri e Blanche esperando que ela dê uma boa notícia.

Bela- Meu pai tá bem? -

Laura- Sim, ele está bem. -

Bela- Ainda bem. -

Yuri- O cara caiu de cara no chão e nem se machucou... - Ele ri fracamente.

Jacson- Nunca duvide do Hiro, cara. -

Bela- Posso vé-lo? -

Laura- Claro! -

Depois de todo mundo ter conversado com Hiro, eles foram dormir. Enquanto isso, Laura queria... ’brincar' com seu amado Hiro-kun.

Com Hiro...

Hiro- “Vou dormir, a Laura não vai me deixar sair daqui mesmo.  Eu quase morri então ela não me deixaria sair até ter certeza que eu tô bem." - O poste humano pensa enquanto olha pro teto.

Com Laura...

Laura- “Hoje eu vou pegar muito pesado com você Hiro-kun... Mesmo assim, se prepare." - Pensa a menor já borbulhando de pensamentos ilícitos.

De volta com Hiro...

Hiro fecha os olhos e tenta pegar no sono, até que ele ouve a porta do quarto abrir.

Hiro- Laura e você? - Pergunta, com os olhos ainda fechados.

Laura- Sim, sou eu Hiro. -

Ela lentamente se dirige a cama dele, logo subindo na mesma e se acomodando no topo de Hiro.

Laura- Eu vou te agradecer Hiro-kun, por ter me salvado e nos ajudado matando aquele zumbi. - Diz ela com malicia na voz e com um sorriso pervertido aparecendo no rosto.

Hiro- La-Laura acho melhor não eu ainda to machucado. - Diz ele, tentando impedi-la ainda vermelho enquanto isso a menor chegava perto do rosto dele.

Laura- Depois de um pouco de tortura com a Blanche, o Yuri derramou tudo. Eu sei de suas habilidades especiais... - Ela ri maldosamente.

Hiro- “Yuri seu filho da puta com boca de sacola rasgada, você me paga!” - Pensa ele com raiva já querendo quebrar Yuri na porrada.

Laura pega na parte sensível de Hiro que fica como um balde de tinta vermelho.

Laura- Vamos brincar. Hiro-kun~. - Fala ela com uma voz fofa e maliciosa.

Hiro- “Espero que Blanche te deixe sem andar, seu anão de jardim desgraçado." - Pensa, com raiva de Yuri que estava numa situação quase igual a sua no outro quarto.

 

Continua...


Notas Finais


Se você chegou até aqui você é um otimo leitor e espero que jabiroca abençoe você
Amem e adeus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...