História A Love For The God of Mischief - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Thor
Personagens Frigga, Loki, Odin, Personagens Originais, Thor
Tags Loki
Visualizações 102
Palavras 955
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Juro que não queria demorar mas travei legal
Gente descobri uma música fantástica sobre o Loki de uma banda que é muiti boa e que estou seriamente pensando em escrever uma fic baseada na letra. Basicamente conta sobre como Loki trapaceou (novidade)e fez com que Balder(acho que é ele que era invulnerável a tudo exceto uma plantinha) morresse e vai até o castigo dele com a cobra na caverna
https://youtu.be/EDJVJAo6xEM

Capítulo 17 - 17- Convencido


Fanfic / Fanfiction A Love For The God of Mischief - Capítulo 17 - 17- Convencido

Senti o sangue fugir do meu rosto e me sentei no chão quando ne senti tonta com a ideia.

Frandal logo estava a minha frente —Você ta bem? Oque houve?

—E-eeu acho que aquele não era Haldir.

Frandal pareceu entender já que seus olhos se arregalaram instantaneamente.

------------

Enquanto isso em outra parte do palácio aesir.

—Mortal? Eu disse que descobriria seu segredo, pequena mentirosa- a face de Haldir que sorria maliciosamente logo mudou para a face do delicioso deus da trapaça.

********

—Meu pai do céu,  como eu pude ser tão idiota, Frandal? Como não percebia que Haldir agia fora do seu normal?

Frandal segurou em meus ombros, me confortando—Esse é Loki sendo Loki, não se culpe afinal não poderíamos imaginar que ele faria algo assim. Loki é assim imprevisível então se acostume com isso se você realmente quer ficar com ele. E além do mais, ele não ouviu nada demais.

—Nada demais?! Ele sabe que sou uma mortal, acho que isso já é mais do que suficiente.

—Hm, esqueci dessa parte. Mas não vejo utilidade para ele usar isso contra você.

—Mas e se ele contar a Odin?

—Ele não teria razão pra fazer isso e mesmo que tivesse ele e Odin não se dão bem a muito tempo.

Ahh, coitado do Loki.

—Eu esqueci sobre isso, eles parecem conviver bem.

—Eles o fazem por Frigga e talvez pra manter as aparencias, afinal não é como se Odin pudesse renegar seu filho,  por mais que ele mereça. 

—Hey- protestei.

—Mesmo você não pode negar que Loki merecia um castigo severo por todas as artimanhas dele. 

Meu corpo então se arrepiou com a lembrança dos castigos que li sobre os quais Loki foi submetido—Não posso negar que ele fez muita merda que não deveria mas poxa Odin é pai dele, ele não deveria fazer distinção entre os filhos.  Eu adoro Thor e o considero como irmão formos comparar quem é digno e capaz de governar o resultado óbvio seria Loki. Thor é um guerreiro e Loki um estudioso. Ele sabe as leis e sabe ser diplomático.

—Mas Thor é um líder nato, um verdadeiro general.

Acenti—Sim,ele é um ótimo guerreiro mas ele luta com os punhos , não é um estrategista. Loki é.

Frandal parecia levemente alterado—Isso não vai levar a lugar nenhum.

Esfreguei minha tempora levemente já sentindo o início de uma enxaqueca—Realmente. Não é como se nossas opiniões influenciassem em qualquer coisa. Acho que tenho que ir falar com ele.

—Odin?!

Bate em minha testa mentalmente—Óbvio que não. Vou falar com Loki.

—Não, você não vai. Ficou louca? Ele pode tentar de machucar ou até pior.

—Sim eu vou e não,  ele não vai fazer nada comigo porque ainda sou protegida  da mãe dele, portanto ele não correria risco de contrariar a mãe. 

Frandal me olhou duvidoso —Como pode ter tanta certeza?

Sorri—Porque se tem alguém que tem total devoção e respeito de Loki esse alguém é a mãe dele.

********

Pov Loki

Eu andava de um lado para o outro em meus aposentos. Eu simplesmente não conseguia parar de o fazer desde que vim para meu quarto após descobri a "situação " de Kara e desde então eu não sabia o que fazer. Nunca havia ficado sem saber o que fazer e isso estava começando a me irritar. Mas o que eu ganharia falando para todos oque descobri e principalmente, porque eu deveria falar qualquer coisa que seja a Odin? Não é como se Kara estivesse fazendo algo maligno. 

Ainda.

E era isso que me preocupava. Oque ela planejava, oque fazia em Asgard e principalmente o que ela queria de mim?

O mais sensato seria questiona-la mas eu nunca fui o mais sensato.

—É claro, como eu não pensei nisso antes?que tolo eu sou.

Nada que legimens não pudesse resolver.

 Decidido a descobrir os segredos que aquela mentezinha estranha e incomum guardava ,eu saí então de meu quarto e me pus a ir em direção ao quarto de Kara, aonde ela provavelmente estaria porém não foi preciso pois quando virei o corredor uma pequena figura de longos cabelos negros se chocou contra mim. 

Entendam, como asgardiano minha força nem se comparava a de uma humana então quando Kara se chocou contra mim ela literalmente foi impulsionada para trás quase como se tivesse atingido uma parede mas antes que ela pudesse cair no chão eu a segurei pela cintura e com a força com que ela ia cair e  a que eu a puxei fez com que Kara acabasse se chocando contra mim. E eu nunca admitiria em voz alta que foi uma das melhores coisas que eu já havia sentido perdendo apenas para os lábios carnudos e com sabor de morango (n/a:fumei banana?talvez ).

—Obrigada- ela disse ofegante enquanto me encarava meu rosto sem piscar. 

Eu sei que sou maravilhoso então não foi surpresa a reação de Kara diante de mim. Pra que fingir falsa modestia quando posso ser realista?

—Por nada- sorri ansioso ela me olhar nos olhos e eu poder por meu plano em prática- você está bem? Aonde ia com tanta pressa?

Kara então se afastou delicadamente de meus braços,e eu instantaneamente senti falta de a segurar, e então desviou os olhos levemente corada—Na verdade eu ia te procurar.

Minha surpresa não foi fingida —É mesmo? Pois bem,aqui estou. 

Ela rapidamente olhou meu rosto. Eu já estava começando a me irritar com isso —Podemos falar em um lugar mais reservado?

Agora estou realmente curioso.

—Esta bem, vamos até a sala de estudo.

Fomos andando em silêncio até que chegamos na sala de estudos onde minha mãe passou a ensinar Kara—Pois bem, aqui estamos. Agora o que você queria dizer a mim com tanta urgência? 

Kara mordeu o lábio inferior nervosamente o que me deixou com uma vontade incontrolável de puxar seu lábio com meus dentes enquanto deslizo minha mão por seu corpo. ..

—Eu sei que não era Haldir, sei que era você.  Quero saber o que você ouviusa. 


Notas Finais


Pequena referência a harry Potter
Suponho que a densidade óssea de asgardianos e jotuns seja bem resistente pq o tanto que Thor é Loki apanharam do hulk e não quebraram foi realmente incrível

Tô escrevendo esse cap desde que postei o último capítulo e estou com uma dificuldade enorme pra ter idéias pra seguir e achei que já tava na hora de postar mesmo eu estando tão desanimada pra fazer qualquer coisa(e nem tenho razão pra estar assim)que nem pdf tô lendo
Espero que minha animação volte


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...