1. Spirit Fanfics >
  2. A Love Like War >
  3. Por que comigo?

História A Love Like War - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Ual, faz muito tempo que eu não escrevo...espero que me perdoem caso tenha algum erro, etc...

pretendo voltar a postar até concluir, mesmo que ninguém leia... então se você ler, por favor comenta e me dá um incentivo...

Boa leitura!!

Capítulo 16 - Por que comigo?


- O que? - ele pergunta espantado.

- Não me faça repetir duas vezes... - reviro os olhos.

Nada disso teria acontecido na minha vida se eu não tivesse transado com Jimin... eu no mínimo queria me lembrar como foi, ainda era muito estranho não me lembrar de nada, nem me sentir diferente com algo que na minha concepção é importante para uma mulher...

-Jimin? - chamo já me arrependendo - Como foi nossa transa? Você gostou ao menos?

Sinto minhas bochechas rubras e ele fica um pouco constrangido e pensa um pouco antes de falar...

- Ah não, você está inventando uma resposta né? - o encaro brava - eu faço psicologia, sei quando a pessoa está inventando algo, e quando está se lembrando de algo!

Nossa! será que foi tão ruim assim? Tudo bem que eu não estava nem sóbria... Ah me odeio por isso! Se eu tivesse roubado um caixa eletrônico seria mais aceito do que transar com o Jimin!

- Foi bom Kath. - ele responde nervoso

-Bom? Só isso?

- Nao estamos em um filme da Disney onde sexo é uma coisa mágica... - ele ri.

- Se estivéssemos na Disney, isso jamais aconteceria... - reviro os olhos e peço para ele me ajudar a levantar. - Me leva até meu quarto?

- Se for só para te acompanhar, sim - ele pisca e começa a andar em direção à meu dormitório.

Para quê mais seria? Não queria continuar esse assunto então apenas andei ao seu lado sem falar muito. Jimin me deixou em meu quarto e seguiu rumo à sua fraternidade, e eu tentava assimilar tudo o que acabava de acontecer....

(...)

Olho para o relógio na minha escrivaninha e fazia quase 2 horas que eu estava com as pernas para cima pensando... Passei um bom tempo refletindo comigo mesma todo o acontecido na minha vida. Eu poderia listá-los sem nenhum problema...

1. Minha primeira Briga com Jimin e nosso distanciamento
2. Isolamento social
3. Aproximação de Lisa
4. Lisa namora Jimin
5. Lisa vira uma maluca tóxica e rompemos amizade
6. Aproximação dos bangtan
7. Trabalho de Filosofia
8. Cantar para a escola "toda"
9. Voltei a gostar de Jimin
10. Perdoei Jimin

Me sinto orgulhosa em saber que mesmo surtada, eu consigo organizar minhas listas...

Muita coisa mudou em pouquíssimo tempo, isso normalmente me deixaria apavorada, mas como George Barnard Shaw disse:

“É impossível progredir sem mudanças, e aqueles que não mudam suas mentes não podem mudar nada”

Vai ser estranho não ter ninguém onde posso descontar meu ódio, mas também...Eu não tenho certeza de ainda ter tanto ódio assim, é como se a fonte das energias ruins da minha vida tivesse sido arrancada, e eu juro me sentir tão leve que poderia flutuar por aí. As pessoas deveriam experimentar mais disso, e talvez meu trabalho sobre autoconhecimento se transforme em uma lição de perdão..

Eu tinha o dia todo livre para fazer o que quisesse, inclusive dormir, mas passei minha madrugada escrevendo o trabalho que eu finalmente consegui terminar.

.Ao começar minha jornada por autoconhecimento, eu não fazia ideia de que conheceria não só quem eu estou (que é o eu de agora) mas também quem eu sou (o meu corpo, meus pensamentos, e toda a carga de energia que eu trago do passado, da família e amigos)

"Para a beleza do autoconhecimento florescer, é necessário o período de plantio"

5 passos para o autoconhecimento?

1. Se tornar observador da própria vida

Tá ok, eu precisava apresentar o trabalho essa semana e ainda não fazia ideia do que minha vida é...

Deixo minhas anotações de lado quando vejo uma mensagem de Tae:

"Precisamos conversar, me encontra na ala oeste, sala C3"

A ala oeste é com certeza onde os cursos de canto e dança estão...não tinha certeza do que ele queria que eu fizesse mas provavelmente ele tinha inventado uma coreografia para me pedir desculpas...

Coloco uma camiseta larga azul e uma calça de moletom preta juntamente com um tênis, selecione qualquer música no aleatório do meu telefone e sigo até o local indicado...

Uma nostalgia me invadiu enquanto eu ouvia "Hips don't lie". Não como se eu lembrasse de algo em específico, era apenas uma lembrança Boa de quando você é mais novo e amava uma música.

Deixe-me cantar a música enquanto me aproximava da sala. Quando entrei era uma sala comum de dança, toda espelhada e vazia,

"Tae ainda não deve ter chegado..." - penso comigo mesma...

Canto a música um pouco mais alto ainda com meus fones de ouvido e me olho no espelho, deixo meu corpo inventar alguma dança que faria sentido com a música, fazia muito tempo que eu não dançava dessa forma, por diversão...

Ouço um barulho soar do espelho, e uma porta de abrir.

- Não, não é possível esse tipo de coisa acontecer apenas comigo...

Vi sair dali mais ou menos uns 10 alunos provavelmente que faziam aula aquele horário, juntamente com o professor, tae, Lisa, Jimin, ah mais quem vocês puderem imaginar...


Notas Finais


Link da dancinha da katy:

https://youtu.be/Lgkcsy7OT2E


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...