1. Spirit Fanfics >
  2. A luz em minha sombra >
  3. Cap:27

História A luz em minha sombra - Capítulo 27


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpem à demora, mas em compensação emendei um capítulo no outro.
O desenho na foto eu quem fiz.
E se ficar meio doido é porque começei a viajar enquanto digitava, a parte do filme nem deveria existir era so desligar a TV.
E quem leu isso tudo uma boa leitura e um ótimo dia ( ou noite)

Capítulo 27 - Cap:27


 Um dia à vida de estudante acaba, essa talvez possa continuar, mas isso não vem ao caso. Nossas queridas protagonistas finalizaram mais uma estapa de suas vidas, e agora nada melhor do que comemorar com uma festa.

                      ~ 11:00 ~

-Ah! Estou tão cansada -reclamou Luka

-Eu também, mas é nossa culpa -disse Miku.

-Sim, mas valeu à pena, só de lembrar dessa noite... -suspirou- ... Dá vontade de repiti-lá -Luka se sentou no sofá, seguida por Miku que se sentou em seu colo.

-Se conseguirmos ficar acordadas, não recusarei está oferta -Deu um beijo nos labios da maior e o aprofundou. Sim, é isso que você está pensando. Nossa querida azulada se convergeu em uma pevertida (Culpa da Luka não minha, pode mata-la se quiserem).

-Vamos ter que ir para sua casa! Lembra que meus pais chegarão hoje para formatura? -Teve um"não" como resposta- O que acha de dormimos até tarde, para recuperar energia para noite?

-Claro, por que eu iria recusar? -Disse com um sorriso.

-Tenho um pouco de saudade da menina que ficava envergonhada quando eu fala-se algo do tipo -disse subindo as escadas com Miku em seu colo.

-Então à senhorita prefere quando você me pedia para fazermos e eu negava? Pois se quiser posso voltar a ser.

-De jeito nenhum! Não foi isto que quis dizer. Só que gostava de quando você corava ou ficava nervosa, era bem divertido ver sua reação -Abriu à porta de seu quarto, e colocou à menorna cama se deitando por cima- Mas não é melhor, do que seu rosto quando me pede por mais, ou geme meu nome. -Ela conseguiu deixar Miku corada desviando o olhar- Era desse jeito que você fazia.

-Fica quieta e vai dormir! -empurrou Luka para seu lado, e ficou de costas para ela- ... Me abraça... -pediu.

-Se não pedisse iria fazer do mesmo jeito.

Agora são 16:00 e aquelas duas preguisoças continuam dormindo. No andar de baixo à porta se abriu, mostrando um casal bem vestido, o homem trajava um terno preto, sapatos da mesma cor e seu cabelo rosa de lado fixado por gel. Já a mulher um vestido preto, saltos pretos, seu cabelo cabelo prata solto e uma leve maquiagem. Ambos aparentavam ser da alta sociedade.

-Filha estamos em casa! -gritou o homem, mas não obteve uma resposta.

-Ela deve estar em seu quarto, querido! -disse à mulher- vamos até lá, estou com saudades dela e do Luki -Ambos subiram até o quarto de Luka, e a encontraram dormindo com Miku- Devemos acorda-lá? -Sussurrou.

-Claro, quando era pequena vivia nos acordando para nada! -disse com o mesmo sorriso travesso que Luka tem- Megurine Luka, trate de acordar agora! -Falou seu pai com uma voz autoritária e recebeu um resmungo- Pare de enrrolar!

-Porra, deixa eu... -levantou à cabeça e viu seu pai- P-pai me desculpe, não achei que era o senhor.

-Eu desculpo se você der um abraço no seu velho e me contar quem é a jovem ao seu lado.

-Princesa, acorda... Meus pais estão aqui... -falou no ouvido da menor.

-Quem estão aqui? -perguntou.

-Os pais dela -respondeu à mãe de Luka, deixando Miku um pouco apavorada.

-Mãe e pai, essa é Miku, minha namorada -se levantou da cama acompanhada por Miku e abraçou seus pais.

-Muito prazer Sr. e Sra. Megurine -Miku disse em uma reverência.

-Querida, me chame de Yuno! -Pegou Miku de surpresa lhe dando um abraço- Nem acredito que, Luka, arrumou uma namorada tão fofa.

-Mãe!!!

-Me chame de Arashi -estendeu a mão para Miku que a apertou- agora que estamos apresentados, onde está seu irmão, filha?

-Ele está na casa de Miku, com o irmão dela. Vocês querem o endereço?

-Tem problema irmos a sua casa, Miku? -perguntou Yuno, e recebeu um "não" e um sorriso de Miku, assim Luka passau o endereço- vamos deixar vocês a sós, aproveitem -deu uma piscada para filha- até mais tarde!

-Até... -responderam juntas, quando Luka escutou à porta se fechando, abraçou Miku e se jogou na cama- O que quer fazer?

-Eu quero comer alguma coisa -respondeu Miku.

-Estou bem aqui se quiser... -sugeriu Luka com idéias pevertidas.

-Tentador, mas falo sério, não almoçamos hoje -Luka fez bico e Miku o beijou- vamos lá, irei fazer um lanche para nós -se levantou e foi em direção à cozinha, seguida por uma Luka desanimada- Irei fazer sanduíches!

-Garanto que sou bem melhor que qualquer sanduíche!

-Sim, você é! E como você é melhor que ele... -os olhos de Luka brilharam em esperança- Você conseguirá me ajudar. -abriu a geladeira pegando: Bacon, ovos alface, tomate, maionese e mussarela, colocando tudo em cima da pia de mármore. Pegou algumas frutas e uma frigideira.- Querida, frite esses ovos para mim -disse fatiando o bacon em tiras.

-Só se eu ganhar um beijo...

-Você não tem jeito... -Lavou sua mão após terminar o que estava fazendo. Se aproximou de Luka e lhe deu um selinho.

-Um beijo de verdade...-inflou as bochechas e olhou para o lado.

-Você é muito exigente. -Miku ficou na ponta dos pés e deu-lhe um beijo.

-Só mais um, por favor!

-Esse será o últi... -antes que pudesse continuar, Luka a puxou para seu colo e a beijou, era calmo e desejado por ambas, mesmo Miku não aparentar quere-lo. Quando se separaram, Miku, agarrou a orelha de Luka.

-Nunca me interrompa, e me solta que estou com fome.

-Princesa, as vezes você é muito má...

-Sou sim, sou sim... -quando terminaram tudo, Miku pegou 2 copos de refrigente enquanto Luka escolhia um filme- Qual filme você escolheu? -disse entregando o sanduíche, o refrigerante e as frutas cobertas por leite condensado.

-It' a coisa! -Luka respondeu vendo Miku ficar tensa- Você tem medo?

-Não, claro que não! -Ela mentiu, não queria privar sua namorada de ver o que lhe agradava. (E se fosse pornografia?)

-Tem certeza, posso trocar se quiser. Que tal o novo filme do homem aranha, aquele em vários universos, como chama?

-Into the spider-verse!

-Esse mesmo o que acha?

-Prefiro!- Miku respondeu.

-Ótimo me deixa pegar uma coberta então. Cuidado com o palhaço atrás do sofá -Miku mostrou seus dedos do meio para Luka, que indicou com as mãos para baixo- Aqui é melhor.

Rapidamente Luka voltou trazendo uma coberta e um travesseiro- Ei, cadê o seu sanduíche?

-Talvez alguém tenha comido e sobrou esse? -Disse quase devorando o outro.

-A senhorita já comeu o seu, então devolve! -Miku à entregou.

-Para quem não queria, tá fazendo muita questão, hum!

Luka deu início ao filme, e estava prestes a dar uma mordida em seu lanche, quando viu os olhos de Miku praticamente suplicando para come-lo.

-Só metade! -Ela partiu entregando metade do que estava nas mãos -Satisfeita?

-Já falei que te amo? -Miku ignorou à pergunta.

-Já, mas não ligo em escutar várias vezes, apesar de ser pela metade do sanduíche.

-Sem comida, ou com comida te amo do mesmo jeito! -Miku colocou a mão livre no queixo- Mas com chocolate palavras serão ditas mais vezes.

-Não preciso de chocolate! Quando você vai gozar, você fala que me ama!

-Não diga coisas assim, é vergonhoso! -Miku estava com um leve rubor nas bochechas.

-Não é vergonhoso para mim, enquanto só nós estamos aqui, não me importo. Aliás temos que aproveitar enquanto estamos sozinhas, quando meus pais chegarem não falarei isso em voz alta. E no futuro quero ter pelo menos uma criança, e se falarmos algo assim perto dela seriamos péssimas mães.

-É, mas não deixa de ser vergonhoso! E falar em filhos qual nome você escolheria?

-Se for menina, Hikari ou Mei. Se for um menino, Minato, Naruto ou Yuri. -Luka respondeu.

-Você anda vendo anime de mais, não e? Dois de Naruto, um de Citrus e outro de Sakura trick, certo? E o "Yuri" foi um trocadilho por ser duas mães?

-Sim, sim, talvez. E você não pode falar muito, sabe o nome dos animes, quer dizer que viu!

-Não, você que me contou. Ainda bem que você nunca tentou fazer algo que esses animes passam.

-Na verdade já... -Luka se levantou e ficou no meio da sala- Olhe com atenção! -Ela fez um selo com às mãos- Kage bunshin no justu! -Deu um sorriso- Se eu fosse um ninja de Naruto, talvez eu conseguisse criar um clone das sombras.

-Viaja não! Fico triste de ver você ficando maluca! -Luka se aproximou de Miku.

-Não fale assim...-Luka pediu fazendo bico.

-Luka Maluca, seu novo nome!

-Duvido você conseguir falar esse nome enquanto estamos fazendo. Olha que você chama muito meu nome.

-N-não chamo, não! -corou.

-Que bonitinha corada! -Luka provocou.

-Silêncio! Estou tentando ver o filme!

-Agora é o filme, hum! -Ela olhou para Miku e viu ela começar corar de novo, cada vez mais vermelha- O que houve?

-Vou tomar banho, tchau! -Miku correu para o banheiro.

-O que deu nela? Espera vou com você! -Luka desligou à TV e foi atrás dela. Chegando no quarto escutou Miku falando sozinha.

-Como pude pensar aquilo, se ela soubesse iria me chamar de pevertida. -disse ensaboando o corpo, e quando chegou a sua intimidade, soltou um gemido com o toque- Caralho, como me excitei tanto com aquele pensamento?

-Interessante -Luka falou para si mesma e entrou no banheiro já sem suas roupas- Posso lhe ajudar a se aliviar?

-Hein? Como você...

-Sempre sei quando precisa de mim. Planejava fazer isso sozinha, enquanto sua namorada estava na sala?

-Na verdade não...

-O que você pensou de para ficar assim?

-Fui tentat lembrar se eu chamava muito seu nome, e meio que começei a querer o* toques...

-Depois eu que sou pevertida!-É por isso que não pedi, você vai me zoar.

-Longe de mim, mas agora quero ajuda-lá, posso?-Deve! -Luka se aproximou segurando a cintura da azulada, e a beijando delicadamente.Se separando, ela desceu seus beijos, os levando para perto de onde Miku precisava. Se ajoelhou e Miku sobre seus ombros contra à parede.

Miku segurou à cabeça da rosada ao sentir a língua quente em encontro com sua intimidade. Seu quadril se movia involuntariamente, aos movimentos de Luka.

Somente o barulho dos gemidos existiam para Luka, à água que caía atrás de si nem parecia existir. Levou sua mão a um dos seios e o apertava ganhando mais gemidos. Mas ouve algo que tirou sua concentração o som da porta sendo aberta.

-Filha, voltamos! -Gritou seu pai.

-Porra! Princesa...

-Continue, tentarei não fazer muito barulho.

Recebendo à ordem Luka continuou, e Miku estava na tentativa de não deixar que nem um som escapasse. A menor estava mordendo sua mão, até que estava funcionando, mas parecia que Luka realmente queria ouvi-los, pois havia aumentado a força e velocidade que à chupava.

-Lu...Ka v-vou g-gozar... -Luka intensificou seus movimentos, até sua boca se encher de um líquido quente.

-Isso é muito bom! Pena que não pude te ouvir. -disse se levantando e lavando sua boca.

-Lavar uma vez não adianta, o cheiro é bem forte. Da última vez eu lavei uma vez só, e a Rin me perguntou o que era aquele cheiro. Ao invés de Gumi me ajudar ela ficou rindo da minha cara de desespero.

-Tadinha da minha princesa! -Puxou Miku para um abraço e segurou suas mãos- Obrigada pelo aviso! O que é isso em sua mão?

-A mordida que dei para diminuir o som!

-Quer dizer os gemidos? -Luka provocou.

-Chamo como quiser!

-Você terá que cuidar um pouco, a mordida foi bem forte. Veja está saindo um pouco de sangue.

Extra:

-Querida, o que houve com sua mão para estar enfaixada? -Perguntou Yuno.

-Sua filha me fez fazer isso! -Miku respondeu

-O que você fez para machucar uma pessoa tão fofa?

-Eu assustei ela, e ela estava picando tomate -Falou olhando para o lado.

-Você é muito má, machucar coisa tão fofa... -abraçou Miku, colocando a cabeça da menor em seu peito.

-Acho que machucar não seria o termo certo -Luka disse à si mesma.

-O que disse?

-Mãe ela tá ficando sem ar! -Puxou Miku para si mesma e fez o mesmo que sua mãe- Não toque nessa coisa fofa desse jeito, ela é minha!

Depois disso ouvisse o relato que Miku morreu por falta de ar, meu pêsames.

                   CONTINUA


Notas Finais


Quase fudi com tudo na hora de postar. Sorte que o site deixa tudo do mesmo jeito.
Galera a fic tá quase acabando mais já estou no meio de uma outra e comeiçei mais uma em outro caderno.
#Querosair
Tchau pro 6!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...