História A luz na minha escuridão- Imagine Jungkook - Capítulo 5


Escrita por:

Visualizações 933
Palavras 995
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Fiz uma capa nova, o que acharam?

O cap de hoje é meio tristinho, mas logo logo as coisas vão melhorar, eu prometo ❤️

Capítulo 5 - Fizemos tudos que podiamos


Fanfic / Fanfiction A luz na minha escuridão- Imagine Jungkook - Capítulo 5 - Fizemos tudos que podiamos

  Hoje eu levantei mais cedo que o normal, queria passar no hospital antes de ir pra escola, mesmo sem disposição pra nada, tomei banho, fiz minhas higienes, vesti um moleton (do link) com uma calça legging preta, um tênis vans branco e deixei meus cabelos soltos, tomei um café rápido, peguei minhas coisas e fui em direção ao hospital.

Fui até o quarto da Giih e entrei, ela estava acordada, eu fui até ela e a abracei fortemente, mas cuidando para não a machucar, eu já tinha lágrimas nos olhos, ela segura meu rosto com as duas mãos para tentar me acalmar.

S/N: Eu não quero te perder Giih..- Digo entre lágrimas.

Giovana: Calma pequena, você não vai me perder, vai ficar tudo bem, você vai ver.- Ela dizia docemente- Você não tem que ir pra escola?

Eu olho as horas no meu celular e já estava no meu horário de ir.

S/N: É.. tenho.- disse limpando as lágrimas.

Giovana: Não fica assim não viu, vai dar tudo certo, confia em mim.

S/N: Ok.. tchau.- abraço ela mais uma vez.

Giovana: Tchau maninha, se cuida.

Sai de lá e peguei um táxi até a minha escola, chegando lá, eu ia andando até o jardim pra esperar o sinal bater, mas alguém segura meu braço, era o Jungkook, aish! Ele não pode me deixar em paz pelo menos um dia?

Jungkook: E aí nerdzinha.

S/N: Jungkook, me solta!

Jungkook: E se eu não quiser? Você vai fazer o que?- ele se aproxima mais de mim.

Eu tento me soltar mais ele segurava mais forte.

Jungkook: Tá se achando fortinha nerd? Você não sabe com quem tá lidando..

S/N: Ah eu sei sim! Eu tô na frente de um mimadinho, escroto, ridículo, que fica humilhando os outros pra chamar atenção, não tem amor, não tem amigos de verdade, e fica descontando o rancor nos outros, se você é mal amado não é problema meu, eu tô cansada de te aturar Jungkook, chega! - várias pessoa se juntaram pra ver o que estava acontecendo.

Jungkook: Agora você vai ver! - Ele levanta a outra mão pra me bater, eu já me encolho esperando o tapa, mas não sinto o empacto, abro os olhos e Jennie estava segurando a mão dele, com Lisa e Rosé atrás.

Jennie: Você tá louco Jungkook?

Lisa: Você ia mesmo bater nela?

Rosé: Perdeu a noção do perigo foi?

Jennie solta a mão dele com força e o mesmo olha incrédulo pra mim e pra elas que agora estavam do meu lado, na frente dele.

Jungkook: Qual foi? Vocês estão andando com essa nerd agora?

Lisa: Não fala dela assim!

Rosé: E se estivermos, o que você tem a ver com isso?

Jungkook: Ah pronto! Era só o que me faltava. - Ele disse com cara de desprezo.

Jennie: Deixa ela em paz Jungkook, ela não fez nada pra você tratar ela assim, vamos S/N.

Ela pegou no meu braço e chamou as meninas, fomos para o refeitório e sentamos em um banco.

S/N: Obrigada meninas, de verdade..

Jennie: Não precisa agradecer S/N, já tá na hora desses meninos pararem de ser otários!

Lisa: É, você já aguentou demais aqui.

Rosé: Mas mudando de assunto, e sua irmã?

S/N: Ah.. eu fui ver ela hoje de manhã, ela parece bem melhor, mas ainda não está totalmente bem.

Jennie: Tomara que ela melhore..

Rosé: Verdade..

Lisa: Mas e você, como você está?

S/N: Aiish, eu não sei, tá tudo indo tão mal. -digo abaixando a cabeça- agora eu só tenho vocês..

Jennie: Calma amiga, vai dar tudo certo!- Ela poe a mão em meu ombro.

Um tempo depois o sinal bate e fomos pras salas, a aula foi até legal, minha matérias favoritas em 2 aulas seguidas, até me alegrou um pouco, o sinal do intervalo bateu e eu sai da sala, estava indo pro jardim até que ouço minhas amigas gritando meu nome e aparecendo ao meu lado, nós fomos até lá e nos sentamos próximas a uma árvore, estávamos conversando de boa até que um the mônio vulgo Jisoo aparece com cara de brava na nossa frente.

The mônio ops Jisoo: Que história é essa que vocês viraram amiguinhas dessa esquisita aí?

Jennie: É isso mesmo que você ouviu, e não a chame assim! -ela diz se levantando.

Jisoo: Ah me poupe! Eu chamo ela como eu quiser, suas traíras, me trocaram por essazinha aí

Lisa: Jisoo chega! Para com isso! - se levanta também

Rosé: É Jisoo, já estava demorando pra gente perceber que você não é uma boa pessoa.- Ela se levanta depressa me levando junto.

Jisoo: E você pode me dizer por que eu não seria uma boa pessoa?

Jennie: Porque você zoa as pessoas, humilha elas, se diverte com isso, e isso não é certo!

Jisoo: Vocês são umas ridículas mesmo, fiquei ai com essa nerdzinha, vocês se merecem! - Ela sai rebolando, e eu me sento de novo no chão, derrotada.

S/N: Aigoo, agora eu arranjei problemas pra vocês também! -digo me encolhendo

Jennie: Como assim S/N? - Ela se senta ao meu lado novamente como as outras.

S/N: Agora a Jisoo vai ficar perseguindo vocês também, por minha culpa!

Lisa: S/A isso não é nada culpa sua, ser sua amiga foi decisão nossa, e estamos dispostas a passar pelas consequências.

Rosé: É amiga, não fica assim por causa disso.

O sinal do intervalo bateu logo após um tempo, voltamos pras nossas salas, as próximas aulas passaram devagar, eu só conseguia pensar na Giovana, um pressentimento ruim.. Será que ela está bem? Quase não consegui prestar atenção na aula pensando nisso, quando a aula acabou eu sai quase correndo da escola e fui de táxi pro hospital, chegando lá eu procurei o médico da Giih pra perguntar como ela estava, quando eu o encontrei ele me olhou com uma cara de.. dó?

S/N: Doutor, eu estava com um prossentimento ruim, como ela está?

Médico: S/N.. nos desculpe, fizemos tudo que podíamos, mas hoje ela teve uma recaída e.. não resistiu, eu sinto muito.

Eu não estava conseguindo raciocínar direito o que estava acontecendo, ele acabou de falar que ela não resistiu? Eu ouvi isso mesmo?

A Giovana morreu?...


Notas Finais


moleton da S/N: https://pin.it/l7pjs5cgftc5n7

Gente, vou deixar bem claro que eu não tenho NADA contra a Jisoo no BlackPink, mas nessa fanfic eu fiz ela sendo má ok?

amo vcs, até o próximo ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...