História A Maçã de Eve - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Carla Tsukinami, Christa, Cordelia, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Richter, Ruki Mukami, Seiji Komori, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yuma Mukami
Tags Diabolik Lovers, Drama
Visualizações 52
Palavras 1.301
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Harem, Hentai, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sinto muito pela demora.
Ultimamente não tive disponibilidade para postar o capítulo.
Mas tentarei o máximo possível para trazer capítulos diariamente.
Aproveitem!

Capítulo 7 - Disputed


Local: Ryoutei Gakuen, Corredor Principal

Quando chegamos na escola, fiquei me perguntando o que teria causado o acidente.

– Oi, Chichinashi, tem certeza de que não se machucou?

– Eh? Ah, não, eu estou bem.

– Ei, sua mão … … – Shuu-san disse apontando para a minha mão direita.

– Ah? – Eu levanto minha mão e havia um corte. Provavelmente teria apoiado minha mão em meio aos cacos de vidro.

– Deixe-me ver isso. – Ayato pega minha mão, quando estava prestes a lamber o sangue que escorria, é interrompido por uma voz vindo do corredor.

– Ah, vocês têm um minuto?

– Eh? – Um homem alto de cabelos brancos, vestido com um jaleco branco e usando óculos perguntou para nós três.

– Hah? Quem é você?

– Eu sou Rainheart, o professor de saúde.

– Ah, mas o que houve com a professora?

– Ela pegou a licença de maternidade, eu sou seu substituto.

– Entendo … … Mas, Sensei, o que você queria?

– Eu gostaria de falar com você por um momento.

– Oi, bastardo … … O que pensa que está fazendo?

– Ah, me desculpe … … Se quiserem me acompanhar também … …

– Por mim tanto faz … …

Local: Enfermaria

Entramos na enfermaria, eu me sento na cama e Shuu se deita na outra, enquanto Ayato-kun apenas observava.

– Ah, poderia estender sua mão direita?

– Sim, claro … … – Eu estendo minha mão para ele, ele olha para ela, a examinando. Logo em seguida, pega soro fisiológico e algodões com uma pinça que estavam na cômoda ao lado da cama.

– Uma pergunta. Como você fez este machucado em sua mão?

– Sofremos um acidente ao caminho para a escola … … – Shuu responde ao professor, sem nenhuma mais palavra.

– Ah, entendo. Realmente uma situação complicada, mas ninguém se feriu gravemente, isso é bom. – Assim, o professor pega a pinça e um algodão, molhando um pouco do algodão com soro fisiológico, passando em minha mão delicadamente.

– Kh … …

– Me desculpe, mas é necessário … …

– Tudo bem … … Aliás, Sensei. Como soube de nossa situação de longe?

– Haha, eu vislumbrei a aura de vocês.

– Aura … …

– Ei, Sensei. De que cor é a aura dela?

– Aposto que seria um vermelho escarlate, haha.

– Uhh ….

– Hmm … … Deixe-me ver … … É cinza … … Não é totalmente branca, nem totalmente preta … … É interessante 

– Cinza!?

– Um rato … …

– Kh … … Shuu-san!

– Haha, desculpe.

– Oi, Chichinashi. Isso deve ser pelo fato de você não ter seios.

– Céus! Que horrível! – Por um momento, eu noto que o professor ficou calado. – Ah, Sensei?

– … … – Ele apenas coloca uma atadura sobre o machucado. – Está se sentindo melhor?

– Sim, obrigada … … – Para falar a verdade, me sinto até mais leve ou aliviada, é estranho.

– Bem, acho melhor vocês irem indo. Logo, logo, o sinal toca para o início das aulas.

– Ah, gostaria de ficar mais um tempo aqui … … Ei, você. Por que não se deita junto comigo?

– E-eeh!?

– Oi, Shuu … … O que pensa que está falando …?

– Era apenas uma piada …

– Nossa … … Que ótima piada … … – Eu fico em pé e me direciono até a porta. – De qualquer forma, muito obrigada, Sensei.

– Não há necessidade de agradecer, é o meu trabalho.

Local: Corredor Principal

– Ei, vocês dois … … Não acharam aquele professor um pouco suspeito?

– Eh? Por que suspeito?

– É, aquele cheiro me parece familiar … …

– O que? Vocês acham que tem algo de errado com o professor de saúde?

– Talvez … …

- O sino toca -

– Bem, vamos … … – Shuu olhou para mim, como se estivesse dizendo para o seguir.

– Oi, Shuu. Espere um momento.

– O que foi?

– Não deixe que nenhum cara encoste na Chichinashi, ouviu?

– Ah? Por que eu faria isso? Ela é sua isca, e não minha. Quem deveria cuidar dela seria você …

– Tch, mas você está no mesmo andar que ela, portanto mais próximo. Mas entenda, eu não a entreguei pra você.

– Ah, quão problemático … … Shiyori, venha … …

– Tudo bem … …

– E você, Chichinashi. Não tente escapar de mim … … – Eu apenas balanço minha cabeça, e subo as escadas.

Quebra de Tempo~

Local: Quarto Andar, Classe 3-C

– Aaah … … – Finalmente as aulas terminam, hoje realmente estava entediante.

– Ei! Ei! Hasegawa Shiyori-san.

– Hm? Uma aluna chama minha atenção.

– Você poderia cumprir minha limpeza de classe hoje? Eu realmente necessito chegar cedo em casa.

– Ah, tudo bem. Eu cuido disso. – A limusine não vai poder nos buscar hoje, então eu posso ficar mais um tempo aqui no colégio.

– Ah! Muito obrigada! Você está fazendo um grande favor para mim!

– Sem problemas … …

Quebra de Tempo~

Local: Fundos da Escola

Eu passo quinze minutos ou mais limpando a sala de aula, após isso, fui levar o lixo para fora.

– Fuu~ Terminado! Preciso somente pegar meus materiais na sala de aula, depois ir embora … … me pergunto se Ayato-kun já foi embora … …

– Então o gado simplesmente abandona seus mestres?

– Eh!? – Ouço uma voz atrás de mim, por isso, imediatamente olho para trás. Lá estava um garoto alto, de cabelos pretos e as pontas brancas e com olhos azuis acinzentado.

– Finalmente … … Eu posso falar com você … … Eve … … – Logo, um garoto usando uma boina e outros dois aparecem.

– Ah? Eve!?

– Não tenha medo, M neko-chan! Não há motivos para isso!

– “Ah?” É a única coisa que você pode quiser!?

– M-me desculpe, mas quem são vocês? E meu nome não é Eve! – Eu me viro de costas, na intenção de ir embora.

– Espere. – O garoto com o cabelo castanho claro agarra meu pulso. 

– Uh … … Me solte! – Eu começo a me debater, querendo me soltar.

– Tch, merda! Pare de resistir! Mesubuta!

– …!? – O garoto de olhos azuis acinzentados se aproxima de mim, pegando meu maxilar.

– Oi, Yuma. Segure as costas dela, essa mulher mostra suas garras aos mestres. – Eu sinto um aperto em minhas costas e cintura.

– Ah … … Me solte!

– Huh, insensata e ousada … … Você deve estar preocupada com o que acontecerá em seguida.

– E-em … … seguida? O que vocês … …

– Hmph, eu ainda não me apresentei. Eu sou Ruki. Mukami Ruki. O garoto que te agarrou é …

– Yuma …

– Eu sou Mukami Kou! Prazer em conhecê-la, M neko-chan! – Disse o garoto de cabelos loiros.

– Eu sou … … Mukami Azusa … … Fico feliz em vê-la … … Eve.

– Meu nome é Shiyori … … Hasegawa Shiyori. Mas, o que vocês têm haver comigo?

– Hehe, somos alunos transferidos.

– Mas e o que têm?

– Você acredita estar no topo, não abra sua boca dessa maneira aos seus superiores.

– Tch … … Vocês não são meus superiores!

– Ara~ M neko-chan é desobediente … …

– Oi, você vai soltá-la? – Eu olho para a direção que veio a voz, e lá estava Shuu, encostado na parede.

– Shuu-san?

– O mais velho dos Sakamaki … … Oi, pessoal … …

– Mas que agitação toda é esta … … ora … … – Acompanhado de Shuu, Reiji-san havia se aproximado para saber o que aconteceu.

– Vamos embora … … – Logo após Ruki-kun falar isto, Yuma me solta e todos eles desaparecem.

– Ah!? Quem eram aqueles bastardos!? Eles tocaram em você, Chichinashi!? – Pouco a pouco, o resto do pessoal Sakamaki aparece.

– Hmm … … Parece que Bitch-chan está sendo disputada … …

– Ahn?

– Realmente, problemático … … O que você acha sobre isso, Teddy?

– Ei, você … … – Subaru chama minha atenção. – Deveria parar de espalhar seu cheiro aos arredores. Está começando a chamar atenção de outros … …

– M-mas … …

– Bem, pessoal. Discutiremos sobre isso mais tarde. Agora vamos para a Limusine.

– Ela foi restaurada?

– Não, apenas outra foi preparada. Agora vamos.

– Uuh … …

“Disputada” … … Seis já não são o suficiente para meu corpo?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...