1. Spirit Fanfics >
  2. A mãe da minha melhor amiga >
  3. Apaixonada pela Park Jihyo

História A mãe da minha melhor amiga - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Achou que eu voltaria só na sexta né?
Te enganei. Kkkkkkkkk

Boa leitura.

Capítulo 3 - Apaixonada pela Park Jihyo


Fanfic / Fanfiction A mãe da minha melhor amiga - Capítulo 3 - Apaixonada pela Park Jihyo

Aqui estou eu, ajudando meus pais no restaurante.

 Cliente - bom dia minha jovem, eu reservei uma mesa, está reservado para as 14:00hrs - falou um homem com um acompanhante. 

 - senhor Kim Namjoon - falei depois de ter olhado em meu computador em qual nome estava reservado.

 Nam - sim, sou eu - falou com um sorriso calmo. 

 - por aqui, por favor - o guiei até a mesa e voltei ao meu lugar.

 O restaurante estava cheio de pessoas, por isso vim ajudar meus pais. Fiquei pensando no que eu e a senhora Park fizemos, foi realmente bom, espero que a Chaeyoung não me mate. Era umas 22:00hrs, eu e meus pais estávamos fechando o restaurante. 

 Mãe - obrigada por ter nos ajudado filha - falou depois de trancar o local.

 - mãe, não precisa agradecer. Sempre que precisar é só me chamar, um dia eu vou tomar conta do restaurante. Tenho que aprender tudo, não é mesmo pai? - o olhei dentro do carro em frente ao restaurante. 

 Pai - é isso mesmo, você pra casa ou vai sair com suas amigas? - perguntou me olhando. 

 - vou para casa, estou cansada - fiz uma careta.

 Pai - ok, nos vemos lá - falou e depois foi para casa com minha mãe. 

 Fui até meu carro, entrei e fui para casa.

 Jennie - boa noite, chefinha - falou assim que entrei em casa.

 - boa noite, senhorita Jennie - falei deitando no sofá. 

 Jennie - a senhora vai jantar? seus pais já foram dormir - falou em pé me olhando. 

 - eu comi no restaurante assim como meus pais, já pode ir dormir Jennie - falei de olhos fechados até sentir um peso sobre mim, abrir meus olhos e vir a Kim. 

 Jennie - eu não quero dormir hoje chefinha - sussurrou em meu ouvido. 

 - Jennie, isso não é certo - falei colocando minhas mãos em sua cintura. 

Jennie - eu sei que você quer (S/N), eu sei que você e a Lisa ficam me chamando de afrodite - falou beijando meu pescoço. 

 - pare com isso Jennie - falei manhosa. 

Jennie - só quando você me fuder - me beijou se movimentando no meu colo, sentir meu amiguinho dando sinal de vida. 

 - caralho Jennie - falei depois dela parar o beijo a vendo sorrir. 

 Ela saiu do meu colo e tirou a saia que usava, foi até a minha calça e a desabotoou colocando meu membro para fora. 

 Jennie - vamos (S/N), eu preciso de você - subiu no meu colo novamente, pegou meu membro e guiou até sua entrada toda molhada. 

 Coloquei todo meu membro dentro da mais nova, comecei a movimentar meu membro calmamente até ouvir alguns gemidos. Olhei para a mais nova que estava de olhos fechados. Troquei nossas posições sem sair de dentro da mais nova.

 - Jennie tenta gemer baixinho - fui fazendo movimentos de vai e vem até ouvir a mais nova falar.

 Jennie - mais rápido... eu... eu estou quase - falou ainda de olhos fechados.

 Fui mais rápido com meus vimentos, vir a mais velha morde os lábios para evitar os gemidos. Gozei dentro da mais nova mas continuei com meus movimentos até ela gozar, sair de dentro da mais nova com cuidado. 

 Jennie - gostou chefinha - perguntou depois de me dar um selinho demorado. 

 - gostei - falei ajeitando minha calça. 

Jennie - podemos fazer mais vezes, é só você querer - pegou suas roupas e saiu do local me deixando igual uma trouxa. 

 Subir as escadas indo para meu quarto, tomei um banho vesti meu pijama de panda (Autora: eu amo pandas e se der para falar deles aqui eu falo mesmo) e dormi. 

 - acorda (S/N), acorda (S/N) - eu estava tão bem dormindo mais tinha um demônio me chamando, abri meus olhos e vir a Tzuyu. 

- Tzuyu, o que você está fazendo aqui? eu achei que era um demônio - falei sem mexer um músculo

 Tzuyu - Você não atendeu nossas ligações, então eu e as meninas vinhemos te acorda - falou puxando meu lençol.

 - assim não dá viu, eu tô com sono Tzuyu - me levantei da cama e olhei para a Chou.

 Tzuyu - vai falar isso para a cambada que está lá embaixo te esperando - a mais alta falou rindo.

 - eu vou mandar todo mundo embora - falei brava saindo do quarto e sendo seguida pela a Chou.

 Cheguei na sala e vir todas as meninas que estavam na casa das Park e a Nayeon, Momo, Dahyun e a Jeongyeon. 

 Mina - que fofa - falou indo até mim e me abraçando.

 - obrigada Myoui - retribuir o abraço. 

Tzuyu - a (S/N) falou que iria mandar todo mundo embora - depois da Chou ter falado isso a Myoui desfez o abraço e bateu no meu braço.

 - ai Mina, eu estava brincando - falei com a mão no local da tapa e ouvir um "você mereceu" de todas as meninas. 

 Jennie - o que estão fazendo com a minha chefinha - falou indo até mim e massageando meu braço, vir as meninas olhando para a Jennie com uma cara de "quem é essa louca" e a Jihyo estava com uma cara de brava. 

 - gente essa é a minha empregada, Jennie Kim - as meninas nós olhavam em silêncio. 

 Jennie - você vai tomar café? - falou me olhando sem ligar para as meninas. 

 - sim, mas... - ela saiu sem deixar eu terminar. 

 Jihyo - puta cof... cof ... - olhei para a Park sem acreditar no que acabei de ouvir. 

Gnomo - que chato... VAMOS PARA MINHA CASA GALERA - pulou do sofá e gritou. 

 Acabei saindo de casa sem tomar meu cafezinho da manhã, por que? porque a Jihyo não gostou da Jennie e falou que hoje eu iria ficar na casa dela. 

 - senhora Park, eu estou com fome - falei deitada no sofá da Park.

 Jihyo - porque não pede para sua empregada? - falou sentada em outro sofá a minha frente. 

 Jeongyeon - vixxxxxx - a Yoo estava jogando com a Myoui que deu um tapa fraco no braço da outra.

 - ok, cadê as meninas? - falei deitada de ponta cabeça a Park revirou os olhos. 

 Mina - estão na piscina - falou sem tirar a atenção do jogo. 

 - alguém quer sair? - pulei do sofá e olhei para a Park, ela não expressou reação.   

Vou falar com as meninas - sair do local indo até a piscina.  

 As meninas estavam na piscina só olhando o tempo passar e bebendo, lembrei que dessa vez eu tinha trazido uma mochila com algumas roupas. Fui até o quarto da Chaeyoung peguei minha mochila que estava no canto do quarto, tirei minhas roupas (obs: antes de sair de casa eu troquei de roupas, não iria sair por aí de pijama, não é mesmo?) e coloquei uma box uma parte de cima do biquíni e uma bermuda. Já estava prontinha, virei em direção para a porta e vir a Jihyo encostada na porta me olhando.

 - minha god Jihyo - falei com uma mão no peito a olhando. 

 Jihyo - tá chovendo - falou seria. - mentira? assim do nada. 

Vou mesmo assim - passei pela Park indo para a piscina. As meninas estavam saindo da piscina. 

 - não, não vou perder o dia por causa da chuva - falei passando pelas meninas. Me joguei na piscina, olhei para as meninas elas me olhavam sem acreditar no que eu fiz. 

Mina - (S/N), você vai pegar um resfriado - falou da porta que dava para cozinha, a Yoo estava ao seu lado. 

 - eu tomo remédio Myoui - comecei a nadar na piscina sem me importar com as gotas de água. 

 Jihyo - (S/N) sair daí agora - estava na porta com uma toalha. 

 Fiquei chateada e sair da piscina indo até a Park ela me enrolou na toalha e me levou até seu quarto. 

 - cade as meninas? - falei entrando no quarto. 

 Jihyo - estão trocando de roupa. Sua bolsa está no banheiro, pode ir se trocar - falou sentada na cama. 

 Fui até o banheiro e tranquei a porta, tomei uma banho e vestir minhas roupas íntimas, uma calça rasgada azul claro, uma blusa branca ensaquei a blusa, coloquei meu all star e sair do banheiro. Vir a Jihyo deitada de bruços. 

 - senhora Park, isso é maldade - fui até ela e sentei ao seu lado. 

 Jihyo - vai pedir para sua empregada ser boazinha com você então - sentou na cama e me olhou com uma cara nada boa.  

 - senhora Park, a senhora está com ciúmes? - perguntei.

 Jihyo - SIM, AGORA QUE VOCÊ SABE FICA BEM LONGE DAQUELA PUTA - ela alterou só um pouquinho a voz mas pareciam gritos. 

 Gnomo - Mãe, está tudo bem aí - perguntou no lado de fora da guarto. 

 Jihyo - está sim Chaeyoung, vocês ainda vão sair? - falou mais calma. 

 Gnomo - sim. (S/N), você vai com a gente? - nas últimas palavras ela parecia brava. Jihyo me olhou, parecia esperar a minha resposta.

 - não, eu vou ficar aqui com a sua mãe - falei calma olhando para a Park. 

 Jeongyeon - ok. Até mais (S/N) e senhora Park. Vamos garotas - parecia apressada para sair. 

 Jihyo - tomen cuidado e voltem logo - a Jihyo falou para as meninas. Escutamos as portas serem fechadas. Olhei para a Jihyo parecia um pouco brava.

 - senhora Park - coloquei minhas mãos em seu rosto. 

 - você é tão fofa, não sei como pode ficar tão brava - ela riu. 

 Jihyo - parar (S/N) - tentou tirar as minhas mãos do seu rosto. 

 - senhora Park, estou com fome - falei me levantando da cama.

 Jihyo - vamos pedir alguma coisa - pegou na minha mão e fomos até a cozinha. - vamos pedir pizza? - coloquei minhas mãos nos bolsos procurando meu celular.

 Jihyo - sim, vamos. Desde ontem estou com uma vontade de comer pizza com bastante maionese. falou de olhos fechados e de mãos entrelaçadas.

 - tudo o que você quiser. Senhora Park, você viu meu celular? - falei com as mãos na cintura. 

 Jihyo - está no meu quarto - Dei um joinha e fui no quarto pegar meu celular.

 Fui para a sala a Park estava sentada no sofá sentei ao seu lado. Liguei para a pizzaria e pedimos às pizza. Sim, pedimos mais que uma para deixamos para as meninas. Depois que comemos subimos para o quarto para tomar um banho e esperamos as meninas.

 - senhora Park, você não achar que as meninas já eram para estar em casa? - perguntei entrando no quarto.

 Jihyo - ainda são... 22:11hs. Quando de 23:00 e elas não estiverem em casa eu ligo para a Chaeyoung - falou sentando na cama. Fui até a cama e deitei ao seu lado.

 Jihyo - vou tomar banho - se levantou e foi em direção ao banheiro.

 Passou alguns segundos e ouvir a água caindo, sair da cama e comecei a tirar a minhas roupas. Fui até a porta e abrir lentamente, a Park estava de costa para a porta, fiquei alguns minutos a olhando até meu amiguinho ganhar forma. Fui calmamente até a Jihyo e a abracei por trás. 

Jihyo - que susto (S/N). Não faça mais isso - desligou o chuveiro e se virou.

 - desculpa senhora Jihyo, a senhora é irresistível - falei olhando para seus seios. 

Jihyo - vai ficar só olhando? - perguntou. - não, não vou - quando terminei de falar abocanhei o seio esquerdo da Park e o direto o massageava. 

A Park soltava gemidos baixos e manhosos. Parei de fazer o que eu estava fazendo, a encosto na parede e desço até a intimidade da Park. Com a minha mão direita levantou a perna direta da Park e dou selares até sua intimidade. Ao chegar onde tanto queria começo a chupar seu clitores, olho para a Park que estava de olhos fechados. Coloco minha língua dentro dela e atirando várias vezes. Depois de alguns segundo a Park goza em minha boca, sugou todo o seu líquido. Me levanto e a pegou no colo a levando até a cama. A deitei na cama e fiquei por cima dela.

 - senhora Park, como a senhora consegue ser tão perfeita - ela deu um sorriso meigo. 

 Jihyo - pare com isso (S/N), eu não sou perfeita - Assim que ela falou ataquei os lábios da Park e pedir passagem com a língua que logo foi cedido. 

 Meu membro estava tocando a intimidade úmida da Park, aquilo estava me enlouquecendo. Parei o beijo e fiquei de joelhos na cama peguei meu membro e o direcionei para a entrada da mais velha, a olhei enquanto a preenchia, ela estava fechando os olhos. Coloquei todo o meu membro dentro dela e cada mão ao lado da sua cabeça. Comecei os movimentos de vai e vem  lentamente para provocar a Park. 

 Jihyo - (S/N), mais... mais rápido - pediu manhosa. Atendendo aos seus pedidos fui mais rápido com meus movimentos. Ver a Park entregue para mim era maravilhoso, acho que estou gostando da Park mais do que eu queria. A park estava gemendo alto, acho que ela está perto do seu orgasmo. 

Jihyo - vai (S/N). aaaaaaaaah - aumentei minhas entocadas e ela gozou. Continuei com meus movimentos até eu gozar dentro dela. 

 - Jihyo você é muito gostosa - falei saindo de dentro dela e deitando ao seu lado. Jihyo - obrigada - virou para mim me abraçou e pegou o lençol nós cobrindo. 

 - Jihyo, as meninas ainda não chegaram vamos ligar... - antes de eu terminar de falar a porta foi aberta.

 Nós soltamos e sentamos na cama rapidamente segurando o lençol cobrindo nossos corpos, vimos as meninas na porta e uma Chaeyoung brava nós olhando. 

 Jihyo - filha precisamos conversar - assim que a Park falou isso a Chaeyoung saiu do local com raiva. 

 - meninas vocês podem me espera lá embaixo - ouvir alguns "sim" e as meninas saíram do local. Sair da cama fui até a porta e a fechei. 

Olhei para a Park que estava pegando algumas roupas no guarda roupa. 

 - o que vai dizer para a Chaeyoung? - peguei minha bolsa e sentei na cama. 

 Jihyo - vou falar que a gente só transou algumas vezes, que a gente gosta de fazer isso. Só sentimos atração uma pela outra, só isso - falou entrando no banheiro.

 " só sentimos atração " não era isso que eu queria ouvir, não é apenas isso que eu sinto. Park Jihyo eu estou apaixonada por você. Sentir uma dor no coração mas me segurei para não chora A Park saiu do banheiro e imediatamente entrei no local. Tomei um banho demorado. Terminei e vestir minhas roupas, uma calça preta, uma blusa larga preta e meu all star preto. Sair do banheiro e a Jihyo não estava no quarto com a minha bolsa e celular na mão, sair do local e fui até a sala, me sentei no sofá ao lado da Myoui e vir as meninas me olhando. 

 Sana - (S/N), como você conseguiu pegar a gata da senhora Park? - a olhei sem acreditar no que eu estava ouvindo. Só eu posso chamar a Jihyo de gata.

 Tzuyu - Sana, você quer morrer? - falou depois de bater na mais velha.  - a Chaeyoung vai me bater - falei colocando minha mãos no meu rosto. 

 Mina - (S/N), não pense negativo - falou me abraçando de lado. Peguei meu celular e olhei as horas, era 00:50. Olhei para as escadas e vir às Park descendo as escadas. A Chaeyoung veio até mim e parou em minha frente.

 - Chaeyoung, eu... - antes que eu terminasse a Park me deu um tapa. Jihyo veio até mim analisando meu rosto. 

 Gnomo - isso foi por você não ter me contado antes - eu fiquei com raiva, ok eu merecia realmente aquilo mas depois do que a Jihyo ter falado eu fiquei mal. 

 - desculpa Chaeyoung - me levantei coloquei minha bolsa, coloquei meu celular no bolso, fui até a porta me virei para as meninas fiz reverência e sair da casa das Park. 

 Fui até meu carro parei na porta e procurei a chave dentro da bolsa, meus olhos começaram a lacrimejar, não sabia o certo o motivo daquelas lágrimas, talvez pelas palavras da Jihyo ou pela dor que sentia em meu rosto. Achei a chave e entrei no carro, antes de eu ligar o carro a Mina abriu a porta do passageiro e entrou. 

 Mina - deixa eu te levar para casa - falou sem olhar para mim. 

 A Myoui é a minha melhor amiga, esses dias não estavam nós falando muito por que eu estava ajudando meus pais no restaurante e ela está saindo com a Chaeyoung. Dei as chaves para ela e sair do carro indo para a porta do passageiro abrir a porta e esperei ela sair para depois entrar, ela entrou novamente no carro e o ligou já seguindo para a minha casa. Passamos o caminho todo em silêncio apenas se ouvia meus soluços de tanto chora.

 Mina - chegamos - falou desligando o carro. Saímos do carro e fomos até a porta peguei a chave que fica com a chave do carro e a abrir. 

 - pode entrar Mina - dei espaço para ela entrar. Estavamos indo para meu quarto mais quando chegamos a Jennie estava lá. 

 Jennie - (S/N), isso é hora de chegar em casa? Mi... Mina? - falou olhando nós duas. 

 Mina - oi Jennie - falou a olhando. Fui até a minha cama e me joguei de bruços e comecei a chora.

 Jennie - Mina, por que ela ta chorando? - perguntou preocupada.

 Mina - a Chaeyoung deu uma tapa nela - falou calma. 

 Jennie - Mina, por que ela fez isso? - 

 - Jennie a gente conversa amanhã - a olhei. 

 Jennie - mas chefinha - passou a mão no meu rosto.

 - amanhã, amanhã por favor - se levantou cama e saiu do quarto.

 - Mina fecha a porta por favor - ela fechou e veio até mim e sentou na cama. 

Mina - por que você saiu de lá assim? quero a verdade - falou me olhando.

 - a Jihyo... ela falou que a gente tinha era apenas atração - estava soluçando de tanto chora.

 Mina - você gosta dela, não é mesmo? - falou calma. 

 - sim Myoui, eu gosto da mãe da Chaeyoung - afundei minha cara na almofada. 

 Mina - fica calma, eu vou fala com a Chaeyoung. Ela só está chateada por você não ter falado com ela sobre isso - falou abraçando minha cintura.

 - obrigada Mina. Você pode dormir aqui se quiser - falei ainda com a minha cara na almofada. 

 E assim foi a madrugada. A Myoui passou a madrugada me consolando até eu me acalmar e dormir. 


Notas Finais


Continua????


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...