História A Maga e o Encantador: destinos traçados! - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Fantasia
Visualizações 8
Palavras 1.412
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 20 - A grande guerra! Parte. 1


Gael

Quando eu vi Harad meu corpo se arrepiou, escutei sua voz e quando ele se preparou para atacar me movi por instinto.

Quando dei por mim já estava em cima da colina, olhei para trás de mim Yumi e Suri paralizadas e no portal Garaham olhando assustada para frente, não sei como cheguei aqui, tudo parecia se mover lentamente, virei para frente e o ataque de Harad estava quase chegando, projetei meu escudo para frente.

Tudo normalizou e o ataque me atingiu.

- AHHHHH - Gritei com o impacto meu corpo parecia queimar, permaneci firme com escudo para frente, nunca havia sentido um poder assim, meu corpo estava queimando e se curando com a mesma rapidez, o selo não se abriu, mas porque?

- GRR AAAHH - meu escudo com reforço de proteção estava derretendo na minha mão, aquele era o poder de um Deus?, era incrível, Gaharam tinha que ser libertada.

Olhei para trás e as duas estavam me olhando assustadas, duas... É ISSO.

- YUMI E SURI VOCÊS TEM QUE ABRIR O PORTAL JUNTAS - Elas me olharam - TENTEM ABRIR O PORTAL JUNTAS EU PROTEJO VOCÊS AHHH - meu corpo todo estava sendo queimado e curado ao mesmo tempo - RÁPIDO - elas se entre olharam e assentiram, correram para o portal o tocaram e fecharam os olhos, olhei para frente.

Harad parou o ataque, eu estava ofegando, meu escudo estava acabado, e minha armadura resfriava meu corpo, o feitiço de proteção colocado nela era forte, minha mãe ensistiu em colocar.

- Quem é você? - Harad perguntou com fúria na voz.

- Meu nome é Gael - apontei para ele, meu corpo soltava uma fumaça, eu estava me curando - e enquanto eu estiver de pé você não passará por mim - falei sério e firme.

Ele rugiu furioso.

- COMO OUSA ME DESAFIAR GAROTO GRRR VOCÊ VAI MORRER - Ele rugiu mais uma vez e todos que estavam aos seus pés começaram a correr para a colina que eu estava, ele puxou o ar e me preparei para segurar mais uma vez o ataque.

Meu corpo parecia queimar as duas atrás de mim começaram a gritar de dor, as olhei brevemente e olhei para frente, ele soltou o ataque, "Escudo de proteção absoluta", oque?.

Um enorme escudo mágico se projetou na minha frente e eu segurei o ataque com as mãos, despertei uma nova habilidade, minhas mãos queimavam e eu gritava com a dor, mas não era tão forte como o primeiro ataque, me senti sendo pressionado na costa, olhei para trás e as duas emanavam um poder imenso, elas estavam aguentando firme juntas, não tinha dúvidas de que o selo se quebraria logo.

Harad parou o ataque e viu que eu ainda estava vivo.

- DESGRAÇADO EU VOU TE MATAR -Ele puxou o ar de novo.

Big

Eu não vi quando meu filho chegou lá, quando o poder de Harad o atingiu Eva gritou.

- NÃOOO - a segurei, ela queria correr até lá - ME SOLTAA - a abraçei e ela começou a chorar.

Olhei para meu filho e ele segurava o ataque firme, meu peito se encheu de orgulho.

- Olhe nosso filho - ela virou lentamente e o olhou, seus olhos brilharam - Ele é o mais forte entre nós - falei orgulhoso e ela sorriu admirada.

Quando o ataque cessou vimos ele apontar para Harad que rugiu e respondeu, todos olhavam impressionados, ele rugiu mais uma vez e vimos os devotos dele começarem a descer a colina que ele estava para atacar, Thel e Star já haviam se juntado a nós. Harad preparava mais um ataque.

- TODOS NÃO DEIXEM QUE ELES CHEGUEM NA OUTRA COLINA - eu gritei e apontei meu machado para frente - ATACAAAR.

Todos deram um grito de guerra.

Os ladinos ficaram invisiveis, seriam os primeiros a atacar.

Corremos juntos e quando chegamos os ladinos saíram de seu estado invisível e começaram a atacar, eu ataquei um paladino, ele tinha os olhos brancos, como um fantasma, muito estranho, Eva o atacou por trás e cortou a garganta dele, mas ele não morreu, um explorador tentou a atacar ela pulou e segurou a cabeça dele que gritou de dor e chamas sairam da sua boca, ele caiu morto.

Rey atacou o paladino que tinha o pescoço cortado e eu segurei o ataque de um mago e o empurrei, ele definhou e morreu, kira havia o atacado, olhei para Harad e agora ele se moveu para cima de Gael com fúria, não dava mais pra segurar isso.

- BÁRBAROS AGORA - Todos os bárbaros assentiram e gritaram.

- GUARDIÃO URSO NEGRO NÓS O INVOCAMOS - uma magia negra se formou na frente de Harad que parou.

Da magia um espírito negro de um urso se formou, ele usava uma armadura toda negra, peitoral e elmo, tinha a metade do tamanho de Harad.

- De quem os devo proteger? - sua voz era grossa.

- DO GRANDE LEÃO - os bárbaros gritaram.

- Entendido - ele ficou em pé e olhou para Harad - daqui você não passa - gruniu.

- EU SOU O DEUS HARAD NADA PODE ME IMPEDIR - rugiu e atacou o urso que segurou Harad pela cabeça.

Ouvi uma explosão e olhei em direção ao meu filho.

Suri

Eu sentia meu corpo ferver por dentro, estava sentindo tudo doer, meus ossos pareciam que iriam quebrar, estava consentrando todo meu poder, olhei para o portal e ele começou a rachar, vovó Gaharam afastou os olhos, olhei para minha irmã e ela pressionava o maxilar grunindo, devia estar aguentando muito mais, o portal todo começou a trincar e ele explodiu.

A explosão me jogou longe junto com minha irmã que estava desmaiada, senti alguém me segurar e segurar minha irmã, olhei, era o guarda de antes, Gael, nós caímos da colina. 

Ele abriu grandes asas como as de um morcego e pousou segurando nós duas, todos em nossa volta lutavam, fiquei em pé, um paladino veio para cima o encarei "Invocar cérberos", meu cachorro o atacou e começou a estrassalhar ele.

- Impressionante - olhei para Gael que segurava Yumi no colo, ele sorriu e eu corei, meu coração palpitou forte, ele é lindo.

Minha irmã começou a acordar, olhou para ele e riu sem graça.

- Me coloca no chão - ele deixou ela no chão.

Um mago ia me atacar, mas uma flecha atravessou a cabeça dele que caiu no chão.

Olhei na direção de onde a flecha veio e um patrulheiro de cabelos vermelhos sorriu para mim e apontou com o arco para outro lugar, ele me parecia familiar.

O mago levantou do chão com a flecha na cabeça e seus olhos eram brancos, me assustei.

- Que merda é essa? - Yumi disse e apontou para ele soltando uma flecha congelante e ele caiu no chão de novo.

Gael estava encarando sério, parecia analisar, ele percebeu meu olhar e me encarou, corei e virei o rosto, meu coração pulsava forte.

- Você se chama Suri não é? - o olhei e ele sorriu largo - prazer em te conhecer.

- O prazer é meu - disse rápido, e ele riu um pouco.

- Já pararam de namorar? - Yumi olhava séria, acho que ela estava com ciúmes, eles devem ter algo, suspirei triste com esse pensamento.

- Não estávamos namorando - ele olhou sério - por enquanto não - completou e sorriu de canto, e eu suspirei apaixonada.

O mago se levantou de novo.

- Agora chega filho da puta - Yumi disse com raiva avançando no mago.

Senti alguém vindo por trás de mim e virei acertando um chute, era um sacerdote, ele voou longe, olhei pra Gael que havia pegado uma maça de duas mãos e entrou em batalha, peguei minha maça na bolsa mágica e também avançei.

Thel

Era como no meu sonho, olhei para a fumaça negra de formando da explosão que teve, os devotos com os olhos brancos, mas diferente do meu sonho Noah não estava aqui e o grande urso guardião segurava os ataques de Harad.

Eu lutava firme, Star atacava junto comigo, mas eles não morriam, podiam ser cortados e queimados, mas ainda levantavam para voltar a atacar, pareciam zumbis.

Harad mordeu o pescoço do Guardião Urso e ele sumiu.

Ouvi um grande grito, olhei para a fumaça negra e grandes asas se abriram, assim como os olhos vermelhos, o bater das asas dispersou a fumaça e a revelou.

Garaham estava livre.


Notas Finais


Ai meu core


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...