História A Magia Por Trás Das Lâminas - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias League Of Legends (LOL)
Personagens Akali, Shen, Syndra, Zed
Tags Drama, Luta, Romance, Syndra, Zed
Visualizações 152
Palavras 1.189
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Esporte, Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Poesias, Romance e Novela, Saga, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E aí? Desculpa pela demora pra postar, esses dias tão sendo fodas pra mim. Desculpa pelo capitulo pequeno e.e

Espero que tenham uma excelente leitura ^^

Capítulo 4 - Uma Proposta - Parte 1


Fanfic / Fanfiction A Magia Por Trás Das Lâminas - Capítulo 4 - Uma Proposta - Parte 1

Todos os olhares eram direcionados a ela, que caminhava sem entender mais nada do que acontecia. Vários ninjas, bem parecidos com Zed, mas com partes de suas respectivas armaduras diferentes, com olhos vermelhos e lâminas de dois gumes. Alguns deles, a minoria, eram mulheres, já que suas armaduras eram mais flexíveis nas pernas e no quadril, contando também com o contorno feito para os seios no peitoral de cada. Haviam também alguns monges, mas não monges comuns ou mestres de artes marciais, eram monges de magia sombria. 

Eles usavam wafukus (Kimonos orientais) de cor negra, suas cabeças eram raspadas deixando um ligeiro rabo de cavalo atrás. Era utilizado, também, uma máscara de nylon na altura do nariz. 

O templo da Ordem das Sombras era diferente de qualquer templo que já tinha visto, e, até mesmo, do seu próprio, cujo ela julgava ser um dos maiores de Ionia. Situado entre as cidades de Tuula e Raikkon, o Templo da Faca Dentada era o local de refúgio, treinamento e aprendizado para aqueles que quisessem se unir as sombras, embora sua localização fosse conhecida por poucos. O Templo da Faca Dentada, na verdade, pertencia antes a Ordem Kinkou, cujo seu nome era Templo de Kashuri, já que as extensões do templo iam até a cidade de Kashuri, ao oeste de lá. 

Certa época, o templo havia sido invadido por piratas vindos de Águas de Sentina, comandados por um imponente capitão chamado Gangplank, e saqueado pelos mesmos. Porém, para o azar de vários comandados de Gangplank, assim que eles estavam se retirando para a praia ioniana próxima, em direção aos navios, deram de cara com todos os ninjas, incluindo Zed, voltando de uma incursão pelas florestas. Foi um verdadeiro massacre. Zed dilacerou cerca de dezoito inimigos sozinho, sendo que cerca de cem homens vieram a invasão. Ao final do combate, 53 homens de Gangplank haviam sido mortos, enquanto quinze ninjas sombrios também se foram naquele dia. Zed jurou morte ao capitão Gangplank, porém precisava proteger e orientar ao resto de seus alunos. 

De volta ao templo, Syndra agora observava aos detalhes de cada ala do templo. Em sua entrada haviam algumas pilastras de madeira e algumas flores, eram cobertas por um típico telhado oriental. Por dentro dele, era totalmente diferente do que aparentava por fora. Passando por um corredor após a entrada, Zed e Syndra saem por um pátio bem amplo, decorado com perfeitas árvores de cerejeira, uma fonte de águas cristalinas ao centro. O chão era composto por lajotas de pedras cinzentas, haviam algumas plantas e flores nos cantos dando um ar natural a tudo. 

- Uau... Zed, é incrível! - Ela diz, encantada observando alguns bonboris (lanternas de papel orientais) luminosos.

- Estas instalações foram reformadas recentemente, o aspecto melhorou bastante. - Respondeu o ninja enquanto se aproximavam de uma porta.

O ninja retira uma chave de seu bolso e destranca a porta, revelando um escritório, não muito grande, mas bem aconchegante. Havia uma mesa a frente de uma estante de livros. Uma janela trazia a luz da lua para dentro do lugar, o cheiro era algo magnífico, era de incenso de lótus provavelmente. Syndra entrava enfeitiçada pelo cheiro, mal notando que o ninja já havia se sentado e a esperava com uma outra cadeira a sua frente. A maga andava por toda a sala, mexendo em vasos, livros, escrivaninhas e até com uma arara vermelha, cujo nome era... Pipico. 

- Ai que fofinhoo! Ele morde? 

- Bica... - Corrigiu ele.

- Sim, ele bica? 

- Não se você não encostar nele. 

Ela imediatamente se afasta da "amigável" arara após o comentário de Zed, tendo uma risada excelente como resposta. Ela passa mais alguns minutos observando a decoração da sala dele. Pelo visto, ele gostava muito de flores, tendo em vista os vasos e potinhos com flores de lótus e margaridas por todo o lugar. Elas exalavam um cheiro que perfumava a sala, juntamente do incenso, mas podia-se distinguir. 

- Sente-se, Syndra. - Zed disse. - Primeiro, me diga o que achou do templo da Ordem, é bem organizado? 

- Eu gostei muito, é bem maior do que onde eu morava, lá em Zhyun. - Respondeu ela ainda observando a sala. Uma fresca brisa entra pela janela bagunçando seus fios platinados. Ela faz um gesto com a cabeça, movimentando seu pescoço e retirando as madeixas de seu rosto, leve e tranquila. Zed fixou seu olhar na cena, como se estivesse enfeitiçado, recebendo um grunhido de atenção para sair de seus devaneios. 

- Pois bem, eu te chamei aqui pra dizer que você fará parte da Ordem das Sombras a partir de hoje. - Iniciou o mestre, levantando-se de sua cadeira e caminhando em círculos. - Quero ajudá-la a controlar seus poderes e instruí-la com habilidades de combate. Nós aqui da ordem temos variados tipos de artes marciais, como por exemplo; Muay Thai, Wu Shu, Taekwondo. Essas são as lutas físicas, sem armas. Utilizam as armas naturais, ou, o corpo. Nós praticamos  Ninjutsu, Kendo e o Kyudo, artes importantes para as kunais, shurikens, katanas e etc... Syndra, você está prestando atenção? - Ele pergunta após ver a maga o olhando com sua boca aberta, totalmente fora de si. 

- Ah... Sim, eu tô! Mas me diz uma coisa, só... um pequeno detalhe. - Ela cruza suas pernas enquanto dizia com uma voz extremamente calma. 

- Pois não? 

- COMO VOCÊ VAI ME ENSINAR ESSAS COISAS SENDO QUE EU NUNCA NEM PEGUEI UMA ESPADA? - Esbravejou. O ninja manteve sua postura, mesmo sabendo que aquilo, essa gritaria, dentro de seu próprio templo, era um insulto imperdoável. 

Mas era necessário ser paciente, afinal, ele estava lidando com um ser dez vezes mais poderoso que qualquer um em Ionia. Ao longe, parecia mais uma jovem irritada com algo qualquer, mas caso a Soberana se despertasse, tal opinião se mostraria contrária imediatamente. 

- Devo-lhe dizer que, não precisará mostrar preocupação com isso. Afinal, quero melhorar sua concentração e apenas adaptá-la a confrontos rápidos, nada que não consiga fazer. A magia é seu ponto forte, então, façamos. - Respondeu, simplório e calmo. 

- Mas por que você quer fazer isso? E-eu estou tão confusa, mal consigo materializar minhas esferas e também não me lembro de muita coisa. - Disse ela. Seu tom de voz começava a se alterar levemente, uma voz um pouco mais suave, porém com certa emoção. 

- Tenho meus motivos, um deles é que você seria uma ótima aliada a nossa Ordem, sem contar que poderia compartilhar seus segredos mágicos com alguns magos-guerreiros que temos aqui, não acha? 

- Então é isso que sou pra você, apenas uma "aliada"? - Ela se levanta e cruza seus braços, sua feição não era nada amigável. O ninja que estava de costas se virou para ela lentamente, ele tinha seu cotovelo sobre a palma da outra mão e dois dedos em frente a boca, sua face coberta pela máscara apenas revelava uma leve respiração. 

- E você deveria ser algo além disso? - Disse ele, uma voz totalmente diferente da que demonstrava minutos atrás. Não era irônica ou levemente amedrontadora. Era algo... sincero - diga-se de passagem... 

 

 


Notas Finais


E é isso aí. Vamo esperar essa semana passar, provavelmente vou ter mais tranquilidade e tempo pra escrever.

Até a próxima <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...