História A maldição da evolução - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Alain, Alexa, Ash Ketchum, Bianca, Blue, Bonnie, Calem, Clemont, Cynthia, Dawn Hikari, Delia Ketchum, Gary Carvalho, Giovanni, Grace (mãe de Serena), Hilda, Korrina, Leaf (Green), May, Personagens Originais, Professor Carvalho, Red, Sabrina (Natsume), Serena, Shauna
Tags Amourshipping, Ash, Elfen Lied, Pokémon, Serena
Visualizações 58
Palavras 1.305
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eai meu povo bonito, povo cheroso, como vão? Eu sei que eu vou mal, pois estou em tempo de aula e pra ferrar mais ainda, tem "maratona", ou seja, um monte de coisa obrigatória que a escola faz para a gente ganhar um pouco de nota.

Mas não se preocupem, pois todo sábado terá um novo capitulo, e se não tiver sábado, terá no domingo, e é isto, aproveitem o capitulo.

Capítulo 21 - A Sub-Cidade


Continuando:

~~Enquanto isso~~

~~​Depois de um tempo~~

~~Área noroeste da cidade//Lumiose 14:04~~

E Enquanto a Miette estava dando a sua "aula especial", o Ash estava numa área "estranha" da cidade, pois depois que ele conseguiu fugir da sua tia, ele havia ido para qualquer lugar que ele achasse bom o suficiente para poder usar de rota de fuga, mas ele havia chegado em um local relativamente velho, que havia uma escada para baixo, e ela era bem grande, e quando ele desceu, ele se deparou com um local bem grande, como se fosse uma segunda cidade debaixo de Lumiose, mas o que chamou mais a atenção do Ash, foi o fato de ele ter visto varias pessoas com chifres de diclonius a mostra, e poucos com algo os tapando, mas já que o Ash conviveu muito tempo com vários tipos de pessoas na rua, ele já sabia o que era aquilo.

-Então em Lumiose também existe um A.D. (Abrigo para Diclonius), interessante. Diz Ash enquanto analisava a situação que estava e fazendo uma porcentagem de quantos porcento havia de chance de algo ruim acontecer e rotas de fuga possíveis ele teria naquele lugar, para assim, ele poder saber se manteria a Serena neste lugar ou na casa da Miette ainda.

Enquanto ele pensava, ele andava para um canto aonde ninguém o veria, já que ele esta de jaqueta, ele cobriu a cabeça dele para ninguém desconfiar que havia um humano naquele lugar, pois os Diclonius são que nem as pessoas comuns, odeiam uns aos outros, e são poucos que não se odeiam, mas pela grande quantidade de Diclonius no local, seria impossível ele sobre viver se eles o descobrissem.

-Até que enfim, um bom lugar pra ficar. Diz ele bem baixinho pra ninguém ouvir, mas ele tinha que sempre andar atento, pois ele obviamente não é um diclonius, então eles não podem sentir uma presença vindo do Ash, e isso poderia revelar que ele era uma pessoa comum.

Ele então entra em um mini beco, que no máximo, havia apenas uma área defeituosa que virava para lugar nenhum, mas por isso mesmo que era um bom lugar, pois ele estaria longe do campo de visão deles.

(POV Narrador off)

​(POV Ash Ketchum on)

Bem, agora é só pensar no que fazer, bem, como diria o jack o estripador, "vamos por partes", tenho ao meu lado duas diclonius; pelo que conheço destes lugares, eles estão fora dos conhecimentos das pessoas e agentes de qualquer fundação, e nestes tipos de lugares a sempre varias passagens para se poder entrar e sair; o grande problema é lidar com os diclonius, pois diferente dos cientistas que só querem saber de como o corpo deles funciona para poderem mata-los com mais facilidade, os próprios diclonius se estudaram, e já que eu estou sempre envolvido em confusão, acabo ganhando informação de ambos os lados, mas agora deixa eu me lembrar de o que os diclonius tem.

(POV Ash Ketchum off)

(POV Narrador on)

Dai o Ash começou a listar todas as coisas que os diclonius conseguem fazer ou que eles tem, mas ele listou dizendo, porem dizendo baixo, para ninguém poder escuta-lo.

-Bem, eles tem uma força relativamente maior que as pessoas, dando em media que uma diclonius mulher pode bater de frente com um lutador de MMA, eles também tem uma resistência a doenças e venenos bem fraquinhos, mas em questão de aguentar golpes e tiros e cortes, eles são iguais as pessoas, eles também tem sentidos só um pouco mais aguçados, eles também podem sentir outros diclonius, mas a distancia pode variar, eles também tem os vectors, que são braços invisíveis que em média eles tem 2 metros de comprimento, que os diclonius podem torna-los tangíveis ou intangíveis, mas a algo que muitas pessoas não sabem, os diclonius os tiram de suas costas, então eles também podem os guardar e não deixar suspeitas, mas mesmo que eles fiquem intangíveis, eu não posso esquecer de que eu descobri na cagada, que existem algumas substancias que podem se grudar nos vectors e só saem quando os diclonius os guardam, e ainda por cima, existi uma parte especial no cérebro dos diclonius que os permitem controla-los, mas se ele for ferido, ele perde o controle dos vectors e os inutiliza, porém existi algo bem estranho que eu notei nestes anos todos, os vectors nunca podem ser usados para algo que não seja matar, destruir, ou proteger o dicloniu, pois teve duas vezes, em que um diclonius usou os vectors para ajudar alguém, uma foi um cara que eu atirei, e o outro era uma mulher que eu também meti bala, e nos dois casos eles queriam ajudar o amado/a deles, uma mulher com a barriga aberta por um golpe com faca que eu desferi, e o outro era um cara sem um das pernas, nos dois caos eles usaram os seus vectors para juntar o corpo dos seus amados, e nos dois casos, após terem curados os seus amados, eles começaram a literalmente derreter, mas eu não faço a menor ideia do porque que eles derretem, mas com certeza tem algo haver com a quantidade incrível de energia que eles usaram, mas pelo que eu soube, a antiga e agora morta, "Rainha dos diclonius" ficava durante todo o tempo curando e "concertando" os diclonius que a estavam a ajudar, então isso me leva a crer que apenas aqueles com uma linhagem sanguínea com a "Rainha", podem usar os vectors para mais coisas além de apenas atacar e destruir, mas enfim, também eu não posso esquecer dos poucos diclonius que existem, que tem alguma habilidade a mais, como aquele filho da puta do Bem, ele consegui conduzir eletricidade pelos vectors, mas para de pensar nele, ele já esta morto, então foda-se ele, bem, acho que isso é tudo que eu sei. Diz Ash finalizando de falar.

~~Enquanto isso~~

~~Casa da Miette//Lumiose 14:18~~

A Miette havia acabado de explicar sobre tudo que ela precisava saber sobre sexo, e a Serena estava bem feliz por conseguir aprender mais, mas ao mesmo tempo, ela não sabia o que fazer, e o porque do Ash nunca a ter lhe dito nada sobre isso antes, mas já que ela mesmo sendo inteligente, ela é cabeça de vento, ela só teve que começar a assistir seus desenhos e pronto, mas a Miette estava praticamente com o cú na mão de tanto medo, mas ela já havia aceitado seu destino e havia ido para o seu quarto para passar os seus últimos momentos de vida ouvindo música, e estava tudo calmo.

-Ai ai, como é bom ter um pouco paz e tranquilidade, se bem que eu terei isso daqui a algumas horas, então foda-se, mas ainda assim é bom ouvir um pouco de "「VORACITY」", mas agora eu estou pensando, o que que vai acontecer entre o Ash e a Serena, pois mesmo eu não a conhecendo-a muito tempo, mas eu a conheço a tempo suficiente para saber que ela vai querer experimentar. Diz Miette pensando enquanto escuta uma de suas musicas favoritas, até que ela tem uma ideia.

-É isso! Diz ela contente enquanto se levanta de sua cama.

-Eu só preciso fazer com que ele não tenha tempo de me matar, e caso ele consiga tempo, eu só terei que usar a Serena como escudo, pois ele nunca me mataria na frente dela, este plano é perfeito, agora eu só preciso fazer com que a Serena se sinta com vontade de tentar transar com ele, assim que eu conseguir, será só deixar com o destino o resto do trabalho. Diz ela com um tom de despreocupação, como se ela já soubesse que não iria mais morrer.

-Certo, hora de colocar a mão na massa. Ela diz encanto caminha até a porta do quarto dela e sai de lá.

Continua....


Notas Finais


Eai gostaram deste capitulo? Se não gostaram, eu entendo, pois eu estou um pouco enferrujado, mas daqui a pouco eu fico bom e saira capítulos melhores. E se gostara, que bom. E não se preocupem com a enrolação, pois eu já estou com tudo planejado para fazer o que eu queria, tanto que até mesmo, já estou na parte da historia que começa a acontecer os bagulho doido, então eu espero que tenham aproveitado, e até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...