História A Maldição dos herondale- clace - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Jocelyn Fairchild, Magnus Bane, Simon Lewis, Valentim Morgenstern
Tags Clace, Shadowhunters
Visualizações 114
Palavras 742
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - Cabeças rolando


Povs clary on

Eu logo afasto os pensamentos horríveis que tive, Jace jamais iria machucar alguém que amo e que pelo jeito ele conhecia também. Além do mais o lider dos vampiros tem lobos trabalhando pra ele, se eu ver ele eu juro mato.
Fiquei mais uns 10 minutos chorando sem parar e resolvi sair pra correr na floresta, eu preciso aguentar tudo isso pela minha mãe.
To correndo pra ver se consigo tirar aquela imagem horrível da minha mãe morta no chão, eu não tinha mais ninguém, nem pai, nem mãe, só queria estar junto com ele agora. Estou tão perdida nos meus pensamentos que nem percebi quando sem querer bato em alguém.

- me desculpa, eu não tava prestando muita atenção - foi quando vi um menino loiro, um pouco branco de mais levantar.

- sem problemas, a propósito sou Sebastian!- tenho quase certeza ouvi esse nome esses dias.

- Prazer, sou Clary.

- posso correr com você? - eu penso um pouco, afinal ele é um estranho, mas preciso me distrair.

- Claro - começamos a correr e percebo ele me olhar bastante - Você mora aqui perto Sebastian?

- Não, moro bemmm longe, mas vim a procura da minha irmã e de minha mãe - disse parando e sentando no chão da floresta, resolvo sentar junto com ele já que estava exausta.

- E conseguiu achar?

- Nem minha mãe, nem minha irmã estavam em casa.

- Elas moram na cidade? Eu moro lá a muito tempo talvez as conheça- vejo um ponta de esperança em seu rosto.

- não sei o nome de minha irmã, mas minha se chama Jocelyn e minha irmã faz aniversário em 19 de fevereira de 1998 - Não é possível.

- Olha eu sentei aqui pra conversar com você e tu vem com brincadeira de mal gosto, da licença- digo levantando, mas ele segura meu braço me olhando com confuso.

- Não estou brincando Clary.

-Olha aqui, o nome da minha mãe é Jocelyn e ela está morta e essa é data do meu aniversário - ele me olha como se tivesse ganhado na loteria

- Minha irmã - diz me abraçando - eu tenho tanto pra lhe contar, venha comigo.

- Eu nem sei se você é mesmo meu irmão, eu não vou com você.

- Clary se você não fosse como eu saberia essas coisas? Quem me falou isso foi o nosso pai que está vivo, e se o que você falou é verdade e a mamãe está mesmo morta precisamos um do outro, somos uma família.

 
Era tanta coisa pra digerir, eu tinha um irmão, um pai, eu fiquei tão feliz em saber disso que fui com Sebastian na mesma hora sem pensar duas vezes. 

Povs clary off

Povs Jace on


Quando estou quase chegando no quarto de Clary ouço ela chorando, acho melhor deixar ela se acalmar mais um pouco e quando for a hora de comer eu a chamo.
Depois de quase uma hora eu vou no quarto ver se ela está melhor.

- Clary, posso entrar? - bati na porta e ninguém respondeu, resolvo entrar e ela não está ali, meu santo lobinho onde está a Clary.

-ALEC, IZZY, MAGNUSS -depois de procurar ela por todo lugar sem conseguir achar começo a gritar o nome deles e todos aparecem rapidamente.

- Não tenho tempo, a Clary não está no quarto e em mais nenhum lugar do Castelo, temos que achar ela, não posso deixar nada de ruim acontecer pra aquela ruivinha.
No mesmo momento dou uma peça de roupa dela pra Izzy e outra pro Alec pra sentirem seu cheiro, o cheiro nos leva até a floresta e Magnus resolve ir voanda pra ver se acha algo de cima, mas foi em vão.

-Jace o cheiro dela some aqui, acho que alguém a levou.

- EU SEI DISSO ALEC, TAMBÉM SOU UM LOBO QUE SENTE CHEIROS, NÃO PRECISO QUE ME DIGA ISSO - digo aos gritos, não aguento pensar na idéia de alguém a machucando.

- Pessoal, Sebastian está com ela e já sabe que estou com vocês- Magnus disse vindo em nossa direção.

- Como você sabe? - vejo Izzy perguntando.

- Ele mandou um dos empregados pra me dizer- após dizer isso só consegui ver uma cabeça de vampiro rolando.

Eu juro que vou matar o Sebastian com minhas próprias só por ele ter encostado em um fio do cabelo dela.

Povs Jace off


Notas Finais


Gente me desculpem mais uma vez a demora pra postar, não sei se está bom, mas fiquem com mais capitulooooooooooo.
Pelo jeito Sebastian conseguiu o que queria. Será que Jace vai matar ele? FAÇAM SUAS APOSTAAAAASSSS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...