História A maldita caixa - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Ação, Amizade, Amor, Aventura, Colegial, Revelaçoes, Romance, Sexo, Suspense
Visualizações 5
Palavras 1.074
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Quase me entreguei


Acordei de madrugada, sentei na cama demorou uns segundos para o meu raciocínio voltar totalmente comecei a lembrar o que aconteceu,eu pesquisei sobre Violetta e meu celular acabou caindo no chão,aí eu deitei na cama pra colocar minha cabeça no lugar e acabei dormindo,eu peguei meu celular e deitei na cama com os meus pensamentos longe até que o mesmo toca e me traz de volta a realidade.
Henry:Oi
Eu:Oi☺
Henry:Me indique livros e séries��

E conversamos durante muito tempo, quando terminamos a conversa já era 04:00 da manhã.Resolvi voltar a dormir e acordei no meu horário normal.
Levanto da cama ainda sonolenta, pego minha farda e vou ao banheiro, tomo banho e tento me arrumar mais do que o normal,passo uma escova tentando arrumar os meus fios rebeldes, demoraram 10 minutos para todo o meu cabelo ficar liso totalmente,vou ao quarto pego minha mochila e desço, vou para cozinha e sento na cadeira e começo a comer.
-Bom dia,coma rápido seu ônibus já vai passar.
-Ok
10 minutos depois meu ônibus chega e eu entro ainda mastigando um pedaço de pão na boca, coloco meu fone e começo a escutar uma musica aleatória, estou prestando atenção para dessa vez não passar do ponto.
Desço do ônibus e olho para a portaria Henry estar conversando totalmente alegre e dando altas risadas com um menino, olho mais atenta e percebo que é o mesmo menino que ele estava conversando aos sussurros ontem na sala, me aproximo para dar bom dia, o garoto cutuca Henry e acena com a cabeça na minha direção (avisando que eu estava ali). Henry vira para minha direção e o sorriso dele vacila um pouco.
-Oi amor. - Ele me cumprimenta e logo em seguida me dar um abraço.(como assim amor?só ficamos uma vez,vou tentar agir normalmente )Olho em volta para vê se alguém ouviu isso, algumas meninas estavam cochichando umas com as outras, que vergonha.
-Oi Henry- dou um sorriso tímido.
-Ah vamos entrar é aula de educação física agora.
-Vamos.
Nós fomos andando em direção a quadra seguidos por vários olhares curiosos,meu estômago meio que da uma reviravolta eu não estou preparada para jogar algum esporte na frente de Henry eu pareço uma barata tonta jogando, preciso arrumar uma desculpa para não jogar.
Entro no vestiário para me trocar, é uma das regras da escola nós temos um uniforme próprio para fazer educação física, as meninas tem que usar um short e uma blusa regata.
Saio do vestiário e vou para a quadra,sinto o olhar de Henry me encarando, não retribuo o olhar, vou em direção ao professor:
-Professor é que.. É que eu estou com uma cólica forte, tem como o senhor me liberar por favor-menti descaradamente, minha voz saiu meio insegura espero que ele não tenha notado.
-Ok vá espera a aula terminar no vestiário - Ele responde e fica uns segundos me encarando,acho que ele estar avaliando se eu estava mentindo ou não.
Saio e vou para o vestiário com um sorriso no rosto, tiro o short e a blusa e fico somente de calcinha e sutiã, aquela roupa estava me incomodando, minha pulseira cai no chão, assim que eu agacho para pegar ouço uma tosse meio que forçada.
Viro para trás e vejo Henry me encarando
-Vo-você não deveria estar aqui-gaguejo levantando e dando um passo para trás.
-Bom isso te incomoda? - Pergunta ele dando alguns passos para minha direção.
-Bom...Esse é o vestiário feminino certamente meio que me incomoda, se alguém te vê aqui você pode ser expulso..-Falo dando o máximo de passos possíveis para trás, mas não consigo pois eu acabei entrando dentro do box e estou embaixo do chuveiro.
-Relaxa, estar todo mundo na aula, ninguém vai me vê - Fala,chegando perto demais.
O corpo dele estar colado no meu, consigo ouvir sua respiração lenta e suave, enquanto a minha estar estranhamente rápida, percebo que estou soando, ele começa a dar uns beijos super sensuais no meu pescoço enquanto solto uns gemidos baixos, não consigo me controlar pego o queixo dele e começamos um beijo super quente e cheio de desejos , a mão dele estar na cintura, enquanto a minha estar arranhando as costas deles, eu desejo muito esse menino,em pouco tempo estamos suados, ele descola sua boca da minha e tira a sua camisa, olho para o corpo dele totalmente definido, ele abre o chuveiro e ficamos ali nos beijando com um beijo cheio de desejo, enquanto nossos corpos se encharcam com a água gelada do chuveiro,ele tentou tirar meu sutiã,mas eu não deixei ,não sou virgem e não quero cometer o mesmo erro que aconteceu com Dylan, lembrar disso é difícil pois ainda não superei , mas quero que minha primeira vez com Henry seja mais planejada.
O sinal tocou e ele me deu um selinho,vestiu rapidamente a camisa e saiu correndo para o vestiário masculino, eu fico ali paralisada em baixo do chuveiro com a água se misturando com o meu suor, olho para o meu corpo a água deslizando nele e o gosto da boca de Henry, a tudo tava tão bom, ele me faz me sentir bonita e desejada, mas logo meus pensamentos sobre Henry foram embora, quando escutei o barulho das meninas cansadas entrando no vestiário sair logo do chuveiro, vestir minha farda e fui para a sala, fui a primeira a chegar já que todos estavam no vestiário se trocando.
Sentei numa cadeira na frente, peguei meu diário e comecei a descrever tudo que aconteceu no vestiário e comecei a escrever nele coisas ridículas mas sincera sobre meus sentimentos sobre Henry,e o quanto eu estava perdidamente apaixonada.
Assim que acabo de escrever a porta se abre e Henry entra com aquele amigo, eles estavam rindo muito por algo que Henry acabou de contar ,ele me encara e se aproxima.
-Você me deixa louco-ele sussura no meu ouvido com uma certa malícia na voz.
Rio tentando ser sensual mas logo abaixo a cabeça com vergonha,ele levanta minha cabeça e começa a me beijar, correspondo o beijo com muita paixão(coitado do amigo dele,segurando uma vela imensa).Ouvimos vozes vindo do corredor e logo acabamos o beijo,ele senta atrás de mim,e o amigo dele vai pro fundo da sala.
Logo o resto da turma entra e parece nem perceber nossa presença,Henry manda um bilhete:

VOU NA SUA CASA HOJE Á NOITE,TUDO BEM?-Pergunta

TUDO BEM-Respondo

As aulas passam rápidas e logo o sinal bate e vou pra casa.


Notas Finais


Espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...