História A maldita caixa - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Ação, Amizade, Amor, Aventura, Colegial, Revelaçoes, Romance, Suspense
Visualizações 7
Palavras 1.174
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Meu diário revelado


Fanfic / Fanfiction A maldita caixa - Capítulo 7 - Meu diário revelado

Lilian Narrando:

Já se passaram 2 meses que eu e Henry estamos ficando,e sinto que ele é o cara certo pra mim,ele me passa confiança,me entende,eu me sinto á vontade de contar pra ele qualquer coisa,até já apresentei ele para a minha mãe e ela já o ama hahahaha,acho que ele vai me pedir em namoro ,estou ansiosa para isso.No primeiro mês uma garota da minha sala chamada Chloe (a do ponto de ônibus)quis atrapalhar meu relacionamento com Henry,ela falava comigo o tempo todo para eu abandonar ele enquanto é tempo,que ele não prestava,que ele usou ela e depois contou para a escola toda mentiras horriveis,mas eu nunca acreditei nela,tenho certeza que ela só estava com inveja do meu relacionamento com Henry,mas de repente ela parou,não me procurou mais,nem bilhete mandava,acho que ela tomou vergonha na cara e cansou de me procurar,e sobre aquela caixa,ela está muito bem guardada na gaveta do meu quarto ela está meio esquecida,mas ainda tem noites que eu a pego no colo e sinto uma vontade enorme de abri-la,mas não posso fazer isso agora,minha vida está muito boa,não posso deixar a curiosidade me vencer,eu estou meio deprimida,eu perdi meu diário,já procurei por toda casa,mas não encontro,se aquele diário cair em mãos erradas eu estou acabada.

Henry narrando:

Já se passaram 2 meses que eu estou com a trouxa,tem vezes que dá vontade de me jogar no chão de tanto rir eu sou um ator muito bom, todo esse tempo ela não percebeu que eu tenho outras intenções com ela,eu pensei que com a Lilian seria mais fácil,ela tem uma cara toda boba de apaixonada ,mas ela tá sendo muito difícil,eu não estou acostumado com essa dificuldade toda, quando eu estava com a Chloe ela já deu na minha primeira semana e essa daí tá demorando muito,acho que vou ter que usar o diário dela pra agilizar as coisas.

Falando em Chloe ela estava atrapalhando meus planos,procurava Lilian e contava o que aconteceu ano passado,obvio que Lilian não acreditou,mas mesmo assim eu tive que tomar uma atitude antes que Llilian acreditasse nela,lembro daquele dia como se fosse ontem:

-Eu não tô brincando com você não porra,esquece Lilian, e deixa ela em paz sua desgraça ,você ainda não percebeu que ela não vai acreditar em você?-Falo segurando seu pescoço e ainda apertando uma faca nele-voce entendeu?-ela ficou calada com a respiração rápida demais.-Você entendeu caralho?-falo apertando mais a faca no seu pescoço.

-S-sim-Ela fala com muita dificuldade,dou risada da cara de desespero dela

-Cara ela já entendeu o recado,para com isso a mina já ta toda se tremendo e você ta apertando demais essa faca no pescoço dela-Jhon o meu amigo fala

-Esquece Lilian sua merda-Falo e a solto,na mesma hora ela sai correndo do beco no qual eu a encurralei.

-Que porra cara! Era necessário isso tudo?Lilian não quer foder com você,parte pra outra,você ta levando muito á sério-Jhon fala

-Eu não quero mais ela por prazer,ela se tornou o meu desafio.-eu falo com uma voz meio doentia,até eu tô percebendo que tô ficando meio paranóico com isso.

-Cara você não ta bem,vamos lá pra casa,você ta precisando beber.

E foi assim que me livrei de Chloe,só que se passou 1 mês que Chloe tinha parado de pertubar Lilian e ela continuou sem querer me dá,pelo jeito vou ter que usar meus meios alternativos eu não queria fazer isso(mentira,eu queria sim,só guardei esse diário pra não ficar muito na cara que foi que roubei) mas pelo jeito chegou a hora de usá-lo.

Lilian narrando

Saio do ônibus e meu amor como de costume estar no ponto de ônibus me esperando, solto um sorriso imenso e digo:

-Bom dia vida-E dou um selinho nele

-Bom dia amor-Ele responde com um sorriso imenso

-Aconteceu alguma coisa?Você parece mais animado..-Falo desconfiando de algo

-Eu estou ficando com a garota mais linda do mundo.Tem como eu não ficar feliz?-Ele responde e eu fico toda envergonhada.

Entramos na escola de mãos dadas e logo percebo que a escola estar imunda,muitos papéis no chão,parece as ruas em dias de eleição.

-A escola tá imunda hoje,que estranho-Eu falo,porém outra coisa me prende a atenção,as pessoas estão rindo muito do que estar escrito no papel,resolvo pegar um para vê o que tem de tão engraçado,quando me agacho pra pegar um,alguém grita:

-OLHA GENTE QUEM CHEGOU-ele fala apontando pra mim,todos dão risadas,algumas pessoas até se engasgam de tanto rir-FOI TÃO BOM SENTIR DYLAN DENTRO DE MIM-Ele grita e todos dão muita risada.

Ai caralho,merda,eu reconheço esse trecho,claro que reconheço foi eu que escrevi, merda,alguém pegou meu diário , fez cópias,muitas cópias e espalhou pelo colégio,quem foi o sem coração que faria isso?Pego um papel que está no chão e leio:

-Cresceu uma espinha enorme nas minhas costa,ela é tão grande quem dei até um apelido'' vulcãozinho''-leio e começo uma crise de choro,eu não escrevi isso,eu escrevi que cresceu uma espinha enorme nas minhas costa,mas a pessoa acrescentou o resto.

Eu choro muito,não me importo se as pessoas estão olhando,eu abraço Henry e choro nos seus braços,ele retribui o abraço e fica acariciando meus cabelos,até que ele fala:

-Vem,vamos sair daqui-Ele fala,segura na minha mão e me leva para o banheiro que eu chorei no primeiro dia de aula.

-Como você sabia desse lugar?-Eu pergunto sem para de chorar

-Eu vinha aqui,eu gostava de lê aqui-Ele fala-Aqui é um lugar calmo né?

-Sim,eu descobrir esse banheiro no meu primeiro dia de aula-Falo relembrando daquele dia horrivel.

-O dia do nosso primeiro beijo?Ele pergunta com um sorriso

-Sim,o dia que eu conheci o cara mais legal dessa merda de escola-Eu falo com raiva de cada pessoa que tem nessa escola

-Não esquece que eu também sou o cara mais gostoso que você conhece-Ele fala brincando

-Com certeza,como esqueci desse detalhe tão importante?-Falo debochando

-Também me pergunto isso,hahahahahaha-Ele tem uma risada tão gostosa e contagiante que é dificil resistir

Começo a rir da risada dele,e ele começa a rir da minha cara,e logo estamos deitados no chão rindo igual a idiotas.

-Eu te amo-ele fala quando a crise de risos acaba.

Subo encima dele e falo

-Eu te amo também

Começamos a nos beijar e durante o beijo ele tira a minha blusa e eu tiro a dele,o beijo fica mais quente e eu tiro a calça dele revelando seu volume na cueca,ele tira minha calça e logo estamos só de roupa intíma.
Tomo logo a atitude e vou até a cueca dele e faço um boquete e assim começando a melhor transa do mundo,confesso que ele é bem melhor que Dylan,e sinto que fiz a melhor coisa do mundo,me entregar para o cara que amo.

Quando acaba vestimos nossa roupas e deitamos no chão,eu estou suada e cansada porém me sentindo bastante completa,até que olho para ele e percebo que ele tá com um sorrisão no rosto,estranho e pergunto;

-Ta tudo bem vida?-Ele continua parado,com um sorriso como se tivesse ganhado uma casa ou sei lá.

Continuo olhando e começo a ficar preocupada, até que ele fala:

-Você é uma boba. 


Notas Finais


O que será que Henry vai fazer com Lilían depois de ela ter dado o que ele mais queria?TALVEZ ELE TENHA FEITO UM VÍDEO PORNÔ E POSTAR EM UM DOS SITES MAIS FAMOSOS?TALVEZ.........


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...