1. Spirit Fanfics >
  2. A Marca do Lobo >
  3. Lobisomem

História A Marca do Lobo - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um capítulo para vocês desse ship que eu amo.

Capítulo 2 - Lobisomem


Fanfic / Fanfiction A Marca do Lobo - Capítulo 2 - Lobisomem

                 Tobirama on/Naruto off 

    Como eu podi ser tão egoísta?! Mal conheci o garoto e já o amaldiçoei com a minha marca. Sou um monstro,e fiz dele um também... 

          Fico sentado na lanchonete em que conversei com ele, certamente quando os sintomas aparecerem ele virá até mim, no lugar em que nos vimos. Bebo um copo de chocolate quente para tentar por para fora minha culpa, tanto por ter marcado o garoto ,como por estar nem um pouco arrependido de tê-lo feito. Já que sou Lobisomem , álcool não tem qualquer efeito em mim, então bebo chocolate pois o açúcar altera um pouco o meu sistema, não me faz ficar "bêbado " mas alivia um pouco as angústias que sinto.

              - Traga mais um copo de chocolate quente! - Digo para a garçonete, que deve achar que sou chocrolota , pois é a quinto copo que ela traz.

                 - Sabia que te encontraria aqui! - Diz Naruto, ele se encontra a minha frente com uma expressão de desgosto, ele puxa uma cadeira e senta, me encara com óculos de escuros.

                  - Por que você está de óculos? Peraí, não me diga que seus olhos já mudam de cor?! - Falo surpreso, nem pensei que ele viria tão cedo, eu o marquei à apenas três dias!

               - Aha! Eu sabia que você tinha conhecimento do que está acontecendo comigo! Afinal você disse que tinha me marcado, né? Pois bem, desfaça agora! - Diz com a voz alterada.

            - Não posso! Após um Lobisomem marca seu parceiro, ambos estarão conectados para sempre. 

              - Lobisomem?! Foi nisso que você me transformou?! Fala sério, isso é mentira, né?

                     - Aff. Você sente um desejo grande por carne crua, seus olhos estão vermelhos, sua força e velocidade aumentaram , um instinto selvagem e assassino o dominar quando sente raiva ou qualquer outro sentimento forte, são esses os sintomas . Estou errado?

                   -Nã-nã-o. Droga! A pouco tempo, eu era uma pessoa normal e agora mal me reconheço!- Diz Naruto com uma voz melancólica. 

                   - Não vamos falar disso aqui. Venha para minha casa.- Digo me levantando, nesse momento a garçonete chega trazendo o meu chocolate quente, eu pego o copo e bebo tudo em um único gole. Tanto a garçonete quanto Naruto me olham estupefados. Pago o chocolate quente e saio com Naruto Usumaki para a minha casa. 

                   

                      Naruto on/Tobirama off

 

                     Tobirama mora em um casa alugada na zona perigosa da cidade. Olho para os lados receoso de que apareça algum assaltante ou coisa pior. Tobirama me convida para entrar, entro e ele fecha porta. Observo sua sala , a maioria dos móveis são brancos ou azuis, em sua estante vejo uns livros de suspense policial, uma TV de 50 polegadas fica a minha direita e no sofá azul vejo sacos de rosquinha de chocolate. Ele gosta mesmo de chocolate!.

       - Então... pode começar a me explicar essa história de Lobisomens. 

       - Ok. Naruto, é o seguinte:Lobisomens transformam outras pessoas em Lobisomens por meio da marca, que pode ser dada tanto em forma de mordida, arranhão ou até mesmo um beijo. O importante é o sentimento do Lobisomem, quanto mais forte for esse sentimento, mais forte será o Lobisomem que ele transformar.

           - Por que você fez isso comigo? 

          - Lobisomens só marcam alguém que sentem algo particularmente forte:ódio, tristeza ou amor...

              Coro quando escuto isso.

              - Tire os óculos escuros. - Diz Tobirama autoritário. Eu os tiro e vejo o de cabelos brancos arquejar de surpresa.

                   - Só fazem três dias...

               - Então não tem jeito,né? Serei um Lobisomem como você. 

                 - Sim. - Diz ele me olhando de maneira estranha , ele se aproxima de mim, sinto meu corpo esquentar, ele chega mais perto e me agarra com força , solto um suspiro de prazer quando sinto sua língua dançando com a minha de forma luxuriosa. Levo minha mãos até o seu cabelo e começo a acricia-lo, de início de forma lenta e carinhosa, porém quanto mais o beijo avançava , mais eu puxava seus cabelos brancos ,para tê-lo cada vez mais perto de mim. Era como isso se quiséssemos que nos fundissemos em um.

      Nos separamos por falta de ar. Ele me encara com um olhar, que agora eu sei, se tratar de um desejo selvagem, quase animalesco, pois agora sinto o mesmo em relação a ele.

   - Bom, como vai ser? Prefere os sábado ou os domingos? Ou é melhor todo o final de semana?- Diz Tobirama. 

      - Ah? Do que você está falando velhote?

       - Velhote?! Não tem amor pela sua vida, não garoto?

         - Enquanto você me chamar de garoto, eu o chamo de velhote. Agora me diga do que você está falando para fazer no final de semana.

             - Treinamento! Você será em pouco tempo um Lobisomem completo, até lá tem que ter aprendido a controlar seus instintos. Começando pela cor de seus olhos, depois sua força e velocidade, e por último sua forma lobo.

            - Ata. Forma lobo?!Interessante. A gente podia começar agora...

             - Nem vem garoto. Já está tarde ,amanhã eu e você temos trabalho, sem falar da sua faculdade. 

             - Chato. Ok, eu já estou indo. 

             - Ainda não. - Ele me puxa e novamente nos beijamos de forma sedenta. Ele interrompe o beijo e começa a espalhar chupões e mordidas pelo meu pescoço. Suas mãos passam pelo meu corpo com carícias, uma delas chega bem perto de um certo lugar, antes porém que isso avance demais eu saio de perto dele, ele me olha com desejo.

                 - Não, afinal você e eu temos trabalho amanhã, e ainda tenho a faculdade. Fica para próxima velhote. 

                      - Você me paga garoto...- Ouço Tobirama dizer enquanto me viro e saio da casa dele e fecho porta. Caminho por alguns metros e viro-me para trás e digo em um sussurro:

           - Eu te pertenço Tobirama, mas você também é meu. Não pense que será tão fácil me ter completamente. 

                  Viro-me para frente e continuo meu caminho. 

 

  Continua...

       


Notas Finais


Gostaram ? Espero que sim!
Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...