1. Spirit Fanfics >
  2. A marinheira da Lua >
  3. MarinheirA?

História A marinheira da Lua - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oiiiiii
Olha eu aqui. Então, se vc já viu a sailor moon a série clássica e gostou horrores, e quando viu a capa da fic, ficou tipo "pelos céus, o que ela fez?"
Relaxa, a fic é super inspirada no anime, mas.... É a minha versão, então se vc era fã do Jedite, Zuisite, e dos outros itis, relaxa pq eles não estão aqui.
Agora se vc nunca nem ouviu falar, procure é legalzinho. Antes de surtar e começar a escreve fui eu buscar mais referências, já q tinha assistido a muito tempo. Li um blog fala do q o anime era fraquinho, e eu pensei, puxa, taí, eu gosto de coisas fraquinhas kkkkk não tenho estômago para mais forte.

Mas enfim. A fic vai ter nomes, ideias, e muitas coisas vem escraxadas, mas não vai seguir o roteiro do anime, mesmo pq lá não tinha tinha hot, e aqui vai ter, pq neh kkkkkk
Tá mas de volta ao que importa, pessoal mente aberta, coração aberto, e aproveitem uma fic suave para se divertiverem.
Obrigada pela atenção. E é isso.
Boa leitura

Capítulo 1 - MarinheirA?


KyungSoo saiu correndo, estava atrasado de novo, e era apenas o segundo dia de aula, iria se encrencar muito se aquilo continuasse. Tinha passado o ano anterior por fio, pela bondade dos professores, e não se repetiria. Pegou um atalho para a escola, iria ganhar pelo menos alguns minutos antes do professor fechar a porta. Mas no meio do caminho viu um bolinho de moleques aprontando alguma. Ele não ia parar, não ia se importar, tinha seus próprios problemas, disse mentalmente. Porém como seu corpo não o obedecia, e se viu parado próximo aos garotos, que tacavam pedras em um gatinho que tentava se esconder no lixo.

— Mas vocês não tem mais nada para fazer da vida!! — disse alto e os meninos correram. O sinal alto do colégio soou, confirmando seu atraso. Kyung suspirou longamente e voltou a correr.



Chanyeol olhava o relógio de pulso, como que cronometrado com o professor, Do parou na porta junto com o mais velho.

— Atrasado novamente Do?

— Ah… sinto muito professor, eu vou melhorar.

— Com certeza vai, mas não na minha sala, pode ir para a biblioteca.

— Sim senhor. — abaixou a cabeça e seguiu. Ao sinal da segunda aula, o moreno pode entrar na sala. Sentando ao lado do amigo.

— E então? Ficou jogando até tarde? — Park perguntou com graça

— Não, eu parei no caminho por uns moleques, teria chego antes. — deitou a cabeça na carteira

— Ah KyungSoo..  aceita você não vai conseguir chegar no horário enquanto estudar de manhã — Chan riu animado

— Vou sim, amanhã… — disse já sonolento



O resto da aula foi aquilo, KyungSoo com sono, professores chatos, e piadinhas do amigo.

No caminho de volta para casa, Soo parou naquela rua, nem os moleques, nem o gatinho estava ali. Deu de ombros e seguiu para casa.

— Mãe! Cheguei! — gritou ao passar pela porta e foi pro quarto. Jogou a mochila no chão pegou o um dos mangás sobre a pilha e se jogou na cama. A história era boa e cheia de lutas, Kyung gostava de se imaginar como um herói na batalha. Claro que passava longe, o corpo magro, não chegava nem perto dos guerreiros da história.

— Ah…. Isso seria tão maneiro. — se virou na cama — o soldado… — um barulho soou no quarto e ele deu um pulo olhando ao redor — que foi isso?

— Hmmm… você chegou. — a voz feminina e desconhecida soou, Do olhou ao redor mas não via nada, até finalmente a gatinha saltar sobre a escrivaninha — Olá KyungSoo, eu sou Lua.

— Ahn…? Ahaaaaaaa!!!! Um gata falante!! Socorro! — saltou sobre a cama, e a gata revirou os olhos 

— Olha um humano falante. você é bem mais estranho que eu. — disse ainda se alongando

— O que? Que gata abusada! Pode sair daqui. — fez um gesto com a mão para que ela saísse

— Não, eu vim numa missão importante. E você faz parte dela.

— Ah não. Não, não, não. — desceu da cama — pode ir embora gatinha.

— Você não queria ser um herói como nos seus…. — olhou os mangás — livrinhos?

— Mangás, e do que está falando? Como eu poderia ser como Berserker ou o Blade, sem chance. — balançou a cabeça, a gata tomou uma postura mais altiva

— Mesmo assim, a sua missão é bem mais importante que a deles, você precisa achar a princesa da Lua.

— Uma princesa? Uma princesa de verdade? — o moreno ficou animado

— Sim, o exército do Dark Kingdom já estão na terra atrás dela, por isso precisamos agir rápido.

— Esse nome parece assustador. E como vamos achar ela?

— Uniremos forças, vou lhe dar as armas necessárias para combatê-los. 

— Eu vou ter armas! — os os olhos do moreno ficaram iluminados

— Sim, e um uniforme.

— E um uniforme de combate!? 

— Então você aceita a missão de salvar a princesa da Lua!?

— Sim! Eu estou pronto!

— Muito bem, pegue! — o gato lançou ao ar um objeto, Soo não teve muita certeza de como, apenas pegou rápido e notou que era uma caneta, cor de rosa, com um pingente de lua na ponta

— Ah ...  o que é isso?

— Rápido, levante alto e diga "pelo poder da lua" — ele obedeceu, erguendo a mão

— Pelo poder da lua…

— "Me transforme"

— Me transforme

— "Em marinheira da Lua!"

— Em marinheira da Lua! É o que? — olhou para gata, mas uma luz forte saiu da caneta e o envolveu. Um poder estranho o envolvia, e quando tudo voltou ao normal, ele abriu os olhos em frente ao espelho. A imagem refletida o deixou paralisado. Realmente tinha virado "A marinheirA da Lua". Botinhas vermelhas, saia rodada e curta, uma blusinha de marinheira, uma peruca estranha com duas xuxinhas gigantes num cabelo prateado que não era o seu, e o adereço que o deixou mais feliz, uma máscara nos olhos.

— Tá, porque eu tenho que salvar o mundo de saia?

— Porque as guerreiras milenares ..   eram … guerreiras.

— Não, isso aqui parece… que um velho tarado desenhou. Eu não vou usar isso! — cruzou os braços emburrado

— Não pode desistir, você aceitou. — a gata disse irritada

— Posso sim, você me enganou.

— Não, você está de uniforme.

— Ah tá…. — sentou na cama emburrado

— O que está fazendo, se levante, nós precisamos ir.

— Ir onde?

— Achar a princesa. — a gata foi para janela, Kyung suspirou e a seguiu. 



Ali estava o seu sonho adolescente sendo destruído por uma gata falante louca, ele queria ser um herói, queria levantar uma espada e fazer seus inimigos tremerem, mas ao contrário de tudo o que imaginava, no máximo ia conseguir distraí-los com sua micro saia.

— Eles estão perto! Rápido! — passou a correr, Kyung tentava acompanhar, mas a gata era muita rápida, e logo os dois estavam numa rua mal iluminada, na calada da noite, e um homem estranhamente alto se movia como se algo quisesse sair de dentro do seu corpo.

— O que é aquilo Lua? — Soo falou assustado

—  É uma das criaturas, você precisa destrui-lo antes que ele assuma sua verdadeira forma.

— Eu o que? E como eu faço isso? — um som alto e nojento se fez quando a coisa rompeu a pele humana se transformando num humanoide gosmento e com garras longas — eu tenho que enfrentar aquilo? — sentiu suas pernas tremerem

— Rápido marinheira, ele está vindo na sua direção! — a gata já estava sobre o muro gritando para ele que saiu correndo com a coisa atrás de si.

— Ahaaaaaa! Eu quero a minha mãe!

— Marinheira! Use a tiara!

— Que tiara! — ele continuava a correr pela rua fugindo

— A que está na sua cabeça! E diga : “pelos poderes da tiara lunar!” — Do parou tirando a tiara da cabeça, que realmente não tinha notado antes

— Pelos poderes da tiara lunar! — disse com convicção e o objeto se iluminou, e voou da sua mão, indo em direção a coisa, a queimando quando a atingiu. E depois como um bumerangue voltou para a mão do moreno.

— Uau…. isso funciona. — olhou curiosos para o objeto

— É claro que funciona! — a gata já estava ao seu lado — coloque na cabeça de volta, agora precisamos buscar a princesa! — começou a andar.

— E onde está essa princesa?

— É o que temos que descobrir.

— Mas nós não podemos fazer isso de dia?

— Vamos logo!


….


Notas Finais


Dae???
De preparem q logo vem mais
Digam o q acharam e até
😘😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...