1. Spirit Fanfics >
  2. A marinheira da Lua >
  3. Despertar

História A marinheira da Lua - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Oiiiiiii
Só para avisar, tá acabando já, espero q estejam gostando
Boa leitura

Capítulo 11 - Despertar


Chanyeol jogava entediado o jogo da guerreira da justiça, não conseguia passar de fase. Soltou o controle.

— Ah, aposto que o Soo mataria esses monstros facinho — riu — mas agora que tá namorando não deve querer mais jogar. — levantou pegou um casaco e seguiu para porta — mãe, vou dar uma volta. — saiu tranquilo, não tinha chego ao portão quando viu a garotinha confusa olhando as casas.

— Jisoo? — chamou e ela o olhou, tinha os olhos assustados

— Chanyeol! — correu para ele

— O que foi? Aconteceu alguma coisa?

— Meu irmão sumiu!

— Como assim, ele ia … dormir fora — pensou se devia dizer ou não para a menina

— Mas ele voltou para casa, mas… — apertou os lábios tentando não chorar — minha mãe está congelada. Eu não acho a gata que fala, e ninguém vai acreditar em mim. Eu sei que você sabe que ele era a guerreira… — disse tudo num fôlego só.

— Sua mãe tá congelada?

— Sim. Eu não sei o que aconteceu.

— Precisamos pedir ajuda vem. — pegou a mão da pequena, e seguiu apressado para o templo. KyungSoo tinha falado das guerreiras terem a base ali, então a lua deveria estar.



Assim que terminaram de subir todos os degraus que davam acesso ao templo. Chanyeol e Jisoo estavam exaustos. Uma garota veio na direção deles, com a expressão séria, parecia irritada.

— O templo está fechado…

— Espera… — disse sem ar —… KyungSoo está em perigo …

— O que? Quem? — Jihyo, pensou, se lembrava do garoto com aquele nome, mas fingiu não saber

— Ele… precisa da ajuda das guerreiras… — Nayeon se aproximou — você …. Mercúrio, Soo foi capturado. — marte olhou irritada para a outra e novamente para ele

— Do que está falando?

— Que droga de guerreiras vocês são!? — Jisoo esbravejou — meu irmão está em perigo por causa da princesa da lua, e vocês vão fingir que não saber!? Ahaaaaaaaa!! — gritou irritada. Lua e Artemis correram para fora assim que ouviram o grito

— Jisoo, KyungSoo encontrou a princesa?

— Lua, eles o pegaram, congelaram a minha mãe. E estão com ele..

— Não podem ter o pego, ele não ….

— Ele se transformou mesmo sem a caneta — Chan disse já respirando melhor

— Quer dizer … — o gato branco disse pensativo — … temos que acha-la. Guerreiras! — as duas garotas se transformaram em questão de segundos, e saltaram com o gato brancos se afastando rapidamente. Lua se voltou para os dois

— Fiquem aqui é mais seguro, se dark kingdom pegou a princesa, uma guerra está prestes a acontecer.

— Ta. — Chan concordou, Jisoo segurou a mão dele — e a gata também se afastou

— Elas vão achar meu irmão não vão.

— Vão sim.



A água espirrava calmamente pela fonte do chafariz, KyungSoo se via admirando a água, sentiu alguém o abraçar por trás, sabia quem era, segurou as mãos que abraçavam sua cintura. Olhou para elas, viu o anel, tinha um igual em sua mão, percebeu que estavam novamente de vestido, olhou por sobre o ombro, era Jongin ali, novamente o chamou por outro nome, e ele sorriu. Fechou os olhos apenas sentindo o abraço, e quando abriu os olhos, estava no quarto novamente. Apertou os olhos, sentindo as lágrimas virem. Se levantou da cama, as pernas estavam fracas, mas não parou. Caminhou até a porta do quarto, e viu o castanho novamente observando o cristal.

— Está drenando a minha energia, não é? — sua voz saiu fria e firme, sua garganta doeu, ele sabia, não precisava de explicações. O castanho se virou para ele, tinha as marcas de lágrimas do rosto, e os olhos vermelhos de chorar.

— Sim. — disse com pesar

— Mamuru… porquê?

— Porque eu não quero voltar, Millenium… aquele lugar… — ele travou os dentes tentando não chorar — ele não é o lugar que você lembra nos sonhos. — ele respirou fundo — desde criança eu tive sonhos com aquele lugar, neles, sempre nos encontrávamos. E eu queria muito saber quem era você. Um dia, pouco antes de despertar completamente com tuxedomask, eu vi a guerra, eu te vi morrer. Eu não poderia viver com aquilo. Alguns dias depois eu encontrei você na rua, lutando, eu sabia como iria terminar. E eu precisava parar isso. Foi quando encontrei Beryl.

— E ela te entregou o cristal negro?

— Sim, eu me lembrava de tudo, tudo o que foi feito em Millenium, que o levou aquela guerra. Então eu disse que ajudaria, desde que pudesse te tirar disso.

— Como isso iria funcionar?

— Ela não precisa de você morto, apenas do poder da princesa. E depois iremos para qualquer lugar…. Se você quiser vir comigo. — Do caminhou até ele e segurou a sua mão, que estava com a pedra 

— Eu não quero voltar para um lugar que você não esteja. — segurou com as duas mãos e a pedra se iluminou com intensidade. 


….



As guerreiras Millenium viram novamente a luz e começaram a correr naquela direção, mas foram interrompidas, um exército de criaturas que surgiu em seu caminho. Uma risada estridente soou no ar, e logo atrás das criaturas estava a própria rainha Beryl.

— As guerreiras Millenium, acho que chegaram tarde.

— Beryl! Do que está falando? 

— Eu já encontrei a princesa, e já tenho o poder dela, vocês sabem bem o que significa. — deu mais uma gargalhada

— Está blefando! — marte gritou irritada — vamos guerreiras! — deu um salto já atacando as criaturas, as outras guerreiras também começaram a lutar

— É o que vocês acham guardiões? — os dois gatos se entreolharam

— Se fosse verdade, o rei das trevas já teria despertado! — lua disse firme.

— Sim, ele logo despertará, assim que ele …

— Está aqui Beryl. — a voz calma soou, eles olharam, KyungSoo caminhava com o cristal na mão, ao seu lado tuxedo mask — a energia que faltava.

— Você é realmente impressionante tuxedo, convenceu a própria princesa a me entregar o seu poder.

— O que? — lua arregalou os olhos, agora podia ver a aura da princesa, o garoto estava com suas roupas, mas sua aura era inegável, estava muito fraca devido a energia estar toda na Jóia — KyungSoo não dê isso a ela!

— Eu sabia que ele não de confiança! — artemis resmungou

— Não, KyungSoo….

— Pare Lua, Beryl está certa. E também, na primeira oportunidade vocês desistiram de mim. — não tinha qualquer sentimento na voz, mas a frase fez Beryl se deliciar

— Sim, vocês a expulsaram das guerreiras porque não se encaixava. — Do entregou o cristal na mão da rainha, e voltou a lado do mascarado

— A essência das guerreiras Millenium era a amizade, sem ela, não há porque das guerreiras existirem. — Beryl deu mais uma gargalhada satisfeita

— Observem, esse mundo ser destruído, com a vinda do senhor das trevas! — ela ergueu o cristal e atrás de si, um portal se abriu, como um buraco negro, sugava tudo, Beryl apontou o cristal para o portal, e aos poucos, a luz do cristal foi sendo sugada para dentro dele — vocês verão ele surgir! — as criaturas começaram a virar pó, aos poucos não tinha mais nada em frente as guerreiras.

— O que está havendo? — júpiter olhou confusa




Notas Finais


Dae?????


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...