História A marrenta e o playboy - Capítulo 11


Escrita por: ~ e ~FlaaviaSantoos

Postado
Categorias Rebelde Brasil
Personagens Carla Ferrer Pires, Diego Luz Maldonado, Pedro Costa, Personagens Originais, Roberta Messi, Tomás Campos Sales Penedo
Tags Aventura, Comedia, Drama, Rebelde Brasil, Revelaçoes, Romance, Ship, Shipper
Visualizações 91
Palavras 817
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Fala gelerinha sz Mó tempão sem atualizar, mas chegou o dia e estamos aqui de volta! E também chegamos... Infelizmente... Ao último capítulo desta história... ._. BAD, porém possivelmente vai ter continuação monamour, rilex! Bom, vão lá nas notas finais e abram o link que deixamos e deem play no vídeo quando for pedido no capítulo. (É sempre de extrema importância).
Espero que gostem e boa leitura!

Capítulo 11 - Eu te amo playboyzinho


Fanfic / Fanfiction A marrenta e o playboy - Capítulo 11 - Eu te amo playboyzinho

Roberta P.O.V.

É... Eu não aguento mais. É tão difícil ignorar alguém que amamos. Eu achando que o ignorando ia fazer sumir o amor que sinto, mas só fez foi aumentar mais. Fiquei conversando com Pedro até ficar de noite então resolvi ir para meu quarto. “Espero que Diego já esteja dormindo”. Me despedi de Pedro e fui andando meia sonolenta pelo corredor em direção ao quarto. Abri a porta do quarto cuidadosamente porque se caso Diego já estivesse dormindo eu não queria acordá-lo. Quando coloquei a metade do rosto dentro do quarto, vejo que ele estava deitado em sua cama. Fechei a porta devagar e fui em direção á ele. Ao chegar perto o olhei, e ele estava dormindo com uma carinha de anjo... “Tão lindo...”. Saí de meus pensamentos, me levantei e fui para minha cama me sentando na mesma. Fiquei o olhando dormir e de repente me deu uma vontade de abraçar e beijá-lo, mas eu não posso. Fui até sua cama de novo me sentando ao seu lado e depois fiquei acariciando seu cabelo e sorri automaticamente.

(Deem play no vídeo)

- Parece até um anjo dormindo. - Acariciei seu rosto e dei um beijo em sua testa.
- Sabe? Achei que te ignorando eu deixaria de te amar, mas só fez eu te amar mais. – Sorri passando a mão pelo seu braço. - Tudo isso por causa do meu orgulho idiota. Eu te amo seu playboyzinho, não consigo mais fingir.

 

Diego P.O.V.

Minhas ideias deram certo! Ela realmente disse algo em relação a mim. Quando a marrenta disse que me amava o meu coração quase sai pela boca. Abri meus olhos e a olhei devagar com medo de sua reação. Eu pensava que ela ia me olhar assustada por saber que eu tinha ouvido o que ela acabara de dizer, mas não... Ela continuou sorrindo como se realmente agora ela não se importasse em se fingir de durona, e tivesse aceitado que definitivamente me ama. Não poderia ter ser melhor. A olhei calmamente e fui chegando perto dela.

- Eu também te amo minha marrentinha! – A beijei com todo o amor e felicidade que eu estava sentindo naquele momento.
- Não se importa mais em eu te chamar de marretinha, né? – Parei o beijo e a olhei um tanto com medo de sua reação, pois nessa hora ela me olhou bem séria como se a qualquer momento fosse me dar uns tapas.
- Desde que você não se importe em eu te chamar de playboyzinho. – Sorriu e me deu um selinho.
- Claro que não me importo, mas com uma condição. – Sorri de lado.
- Qual? – Me olhou atenta e curiosa.
- Só você pode me chamar de “playboyzinho” e só eu posso te chamar de “marrentinha”. – Sorri e ela revirou os olhos. – E então? – A fitei esperando sua resposta.
- Só a gente pode se chamar assim? – Me olhou séria.
- Sim, uai? – Sorri.
- Tipo, exclusivamente a gente e sem ninguém poder fazer o mesmo? Nada, nadinha? – Olhou pra mim mais uma vez séria.
- Exatamente isso ai. – Fiquei sério... Eu estava sem entender. – Por quê? Algum problema?
- Hum, deixa eu pensar... – Olhou pra cima apoiando o queixo em seu dedo indicador.
- E então...? – A fitei aflito. – Qual é? Não é uma resposta tão difícil assim... – Estava começando a ficar sem jeito e meu rosto começou a ficar com um semblante de preocupação. Ela ao me ver assim começou a rir. Cara essa menina é sobrenatural pra caralho. – Que foi? – Ri sem jeito.
- É que você fica muito fofo me olhando com essa cara de preocupado e de quem não está entendendo nada. – Começou a rir de novo e dessa vez eu a acompanhei derrubando-a sobre a cama e ficando bem perto do rosto dela.
- Me responda sobre a proposta que dei. – A fitei esperando sua resposta.
- Mas é só a gen... – A interrompi rapidamente.
- Ah, não vai começar de novo, né? – Sorri e ela sorriu de volta.
- Não, não vou. – Riu de lado.
- Então me responda. Aceita? – A olhei mais uma vez. A mesma me olhava profundamente nos olhos.
- É claro que aceito! – Sorriu e me deu um selinho demorado.
- Então agora está feito, minha mar-ren-ti-nha! - Sorri dando ênfase no “marrentinha”.
- Sim, está meu play-boy-zi-nho – Também deu ênfase no “playboyzinho” e começou a rir da situação.

Acabamos se beijando novamente, e entre risos e mais conversas dormimos na minha cama. “Agora ninguém pode nos separar”.

 

Roberta P.O.V.

“Pela primeira vez eu consegui ser eu mesma, sem ser o que as pessoas esperavam. Pela primeira vez me apaixonei e este "primeira vez" era tudo o que eu precisava pra falar a verdade. Tudo o que eu precisava estava bem ao meu lado e eu não percebia... A única pessoa que eu quero pra mim é você meu playboyzinho”.

 


Notas Finais


Então gente, é isso aí! Obrigado mesmo pelo carinho e apoio de todos, e pelos 76 fav's! Foi um prazer imenso está aqui com vocês, viu? Até as próximas ideias (continuação) desta história! Espero que tenham gostado! Estamos muito felizes por tudo isso!
Link do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=rhFasnCx7rU
Até despois galerinha!
BEIJOS DA LU E DA FLAY! S2 :-* ^_^
ABRAÇOSSSSS!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...