História A Melhor Amiga Do Meu Irmão - Capítulo 49


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Jackson, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 79
Palavras 1.142
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pessoal como eu estava planejando para ela ficar grávida fazia um tempo, não estranhem o tempo blz, como dizem é apenas uma fanfic.

Capítulo 49 - Sim ou claro?


Fomos cantando várias músicas no caminho até a universidade, não é tão longe como já perceberam, chegando lá, Yoongui ficou esperando no estacionamento enquanto eu fui até a parte da direção.

- Olá, eu tenho um horário com a Diretora.

- Pode entrar, Senhorita. - Assenti, entrei na sala e a diretora sorriu.

- Olá Roxy. 

-  Oi, então qual foi o motivo do chamado? - Me sentei no sofá que ficava na frente da sua mesa. 

- Fiquei sabendo que está procurando trabalho. - Assenti. - E que tal fazer parte da nossa equipe.

- Como? - A encarei.

- Eu vi o seu talento desde o momento do teste, você dança, canta, é o inteligente e ainda faz uma produções incríveis! - Anotou algo no computador. - Pode ser temporário, se quiser. Tenho duas coisas em mente para você. 

- E quais seriam?

- Professora de canto, daria aula à tarde para os novatos. Aulas básicas aulas tanto teóricas como práticas. Ou trabalhar na parte técnica.

- Parte técnica?

- Sim, igual ao Jack. 

- Uau... São propostas incríveis. - Suspirei. 

- Você pode tirar um tempo para pensar, podemos discutir os salários mas tem um porém.

- Qual?

- Terá que sair dos aposentos, pois será funcionária e aluna.

- Isso é o de menos, é que as propostas são duas coisas que eu amo. 

- Então, marcamos outro horário semana que vem? E você me fala.

- Isso. - Me Levantei comprimentando sua mão. - Até mais.

- Até. - Sai da sala, fui andando até o carro, chegando la Yoongui estava falando no telefone.

- Então até mais, Wendy. - Desligou o telefone.

- Quem é Wendy? 

- ... Uma moça da empresa. Ela vai apresentar as coisas para mim segunda. 

- Ata... Eu tô com fome. - Ligou o carro, e começou a dirigir.

- Sua avó disse que você estava com desejo de comer algo...

- Vontade sabe, faz tempo que eu não como. 

- Você sabe que sua avó é meio maluquinha.

- Só ela? - Olhei para ele, que Riu.

- Eu sei que você ficou com a Wendy na cabeça não se preocupe.

- Ok... - Coloquei a mão da minha boca, senti uma ânsia, mas uma a ânsia.

- Amor. - Yoongui Estacionou o carro, correu até o outro lado abrindo a porta, sai do carro e comecei a vomitar. Yoongui Segurou meu cabelo e puxou meu vestido para trás. - Você tem que ir ao médico.

- Liga pro Jimim.... - Guspi no chão, Abri o porta malas enquanto ele ligava pro Jimim, peguei uma garrafa de água para fazer gargarejo. 

- Ele disse pra ir pro hospital, ele nos encontra lá. 

- Não precisa...

- Você não tem medo de médico, o que está acontecendo com você?

- Nada de mais, só não quero...

- Nós vamos, estou me sentindo culpado, você deve ter ficado nervosa por conta da Wendy.

- Pode ter sido tudo, Yoongui.

- Tudo? Tudo, o que? - Entrei no carro depois dele.

- Nada, só vamos. - Yoongui deu partida, ele parecia tranquilo e aflito ao mesmo tempo, mas eu não conseguia parar de sorrir, a imagem ficou na minha cabeça. Eu cozinhando em uma cozinha ampla, e ele é o Jimim correndo atrás do bebê. Parece que ele quer isso, e... Eu também! 

- Porque está com esse sorriso? 

- Só pensando.

- Sobre?

- Sobre, o que você me falou mais cedo.

- Sobre os filhos? - Assenti. - Eu sempre quis ter uma filha chamada Karina.

- Karina? Um nome exótico. E se tivéssemos um menino?

- Aí, você pode escolher. O nome do nosso príncipe.

- Nomes coreanos ou brasileiros.

- Eles podem ter os dois. 

- Um de cada vez. 

- Kwan... É um nome lindo.

- Gostei, Kwan e Karina. 

- Tipo KK. - Rimos. Ele entendeu a piada, porque antes eu mandava a risada com vários "K".

- E você vai ver essa Wendy sempre?

- As vezes, depende.

- Hum... 

- Você é a coisa mais fofa do mundo. - Selou nossos lábios quando Estacionou na frente do hospital.  Quando entramos, Yoongui foi falar na recepção e eu fui beber água.

Um tempo depois fui até a recepção colocar as pulseiras de ordens lá, a mulher ia colocar azul que é o normal, mas quando viu os sintomas e que eramos um casal... Nos passou para o Amarelo, que era mais rápido.

Ficamos sentados lá por mais um tempo quando a enfermeira chegou.

- Olá, Senhora Min, correto? - Olhei para o Yoongui que Riu.

- Mais ou menos. - A enfermeira me acompanhou até uma sala, ela me fez sentar em uma maca e começou a medir meus batimentos. 

- E vocês, tiveram relações recentemente? 

- Faz um tempo... Os dias foram muito corridos.

- Usaram camisinha, ou já queriam isso?

- Não usamos, mas tomei os comprimidos depois.

- Sua menstruação está normal?

- Atrasada. 

- Quanto tempo?

- Acho que duas semanas. ( Narradora: E quem disse que a S/N não menstrua! kkkk).

- Vamos fazer um ultrassom, vou chamar a médica. - Assenti, fiquei sentada na maca, quando a médica entrou.

- Olá, Senhorita Min. Vamos ver o que você tem. - Coloquei os meus pés para cima da maca. - Pode erguer o vestido até a altura do sutiã por favor. - Assenti erguendo o vestido, Digamos que eu fiquei mais a vontade por ser uma mulher. - Você fez teste de gravidez? - Disse olhando o meu formulário.

- Meu melhor amigo comprou um... 

- Qual foi o resultado? 

- Positivo... Mas como você sabe não é sempre que esses testes são confiáveis.

- Foi bom você ter vindo, aí já vemos se é verdade. E o possível futuro papai sabe?

- Ainda não...

- Vai fazer uma surpresa?

- Talvez.

- E que tal ela ser hoje.

- Hoje? - Assentiu, aplicando o gel da minha barriga.

- Se você estiver, podemos tirar uma foto do ultrassom. E aqui nós temos sapatinhos brancos unissex, podemos fazer uma surpresinha. Ele está bem aflito lá fora.

- Acha que é uma boa ideia?

- Sim, vocês vão amadurecer muito se estiverem. - Começou a olhar no ultrassom, ficou um silêncio, tentei escutar o máximo possível mas era muito difícil de escutar ou enxergar.


- Parabéns Mamãe. - A médica sorriu para mim, meus olhos se encheram de lágrimas, e um sorriso abriu no meu rosto. - Você está com cerca de 6 semanas e meia. 

- Você poderia ver se o meu melhor amigo chegou?


- Claro, o nome dele é?

- Jimim, Park Jimim. - Ela me deu dois papéis para limpar minha barriga e saiu da sala. 

Enquanto limpava minha barriga a porta se abriu Jimim entrou sozinho.

- Que indecência se vista. - Rimos, abaixei o meu vestido. 

- Jimim, é real!

- Eu vou ser titio?!


- Cala a boca! Vai! - Me abraçou forte. 

- Está todo mundo lá fora, seus avós, sua mãe, Yoongui, Jin e Namjoon.


- Eu vou contar para o Yoongui!

- Eu vou ajudar, quando vai contar?


A enfermeira entrou no quarto com uma sacola. - Agora... - Jimim sorriu.






Notas Finais


BOOMMMMMMM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...