1. Spirit Fanfics >
  2. A Melodia do Amor >
  3. O sabor da felicidade

História A Melodia do Amor - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Olá meus amores!!
Como vocês estão?
Mais um capítulo amorzinho para vocês!
Boa leitura!

Capítulo 14 - O sabor da felicidade


Fanfic / Fanfiction A Melodia do Amor - Capítulo 14 - O sabor da felicidade

Morena e loira se sentiam plenas ao confessarem seu amor uma pela outra e nenhuma das duas se sentiu apressada por se conhecerem apenas há pouco mais de dois meses. A verdade é que ambas tinham a sensação de reencontro. A ligação que as duas sentiam era única e ninguém conseguiria explicar em palavras. A única explicação era o que sentiam uma pela outra.

Os beijos que trocavam eram cada vez mais cheios de luxúria demonstrando a vontade de se amarem por completo e naquela noite Emma e Regina se amaram de todas as formas possíveis até que todas as energias esvaísse de seus corpos. 

Entregaram-se ao prazer e ao amor e foram dormir sentindo o sabor da felicidade. Quando acordaram, as mulheres transbordavam tanta alegria que queriam compartilhar com as pessoas mais importantes de suas vidas.

Emma ligou para Ruby e Regina para sua irmã para combinarem de almoçarem juntas em um restaurante de frente para o Prospect Park. Quando os casais se encontraram Zelena e sua namorada não economizaram no interrogatório e assim tiveram um almoço descontraído e a felicidade emanava da mesa das quatro mulheres. 

- Rê, hoje temos ensaio com a Sassy! Que tal ir com a gente? Podemos aproveitar e contar a novidade para os meninos. – Emma disse antes de dar um selinho em Regina.

- Vem com a gente também Zel. Vou amar ter mais um pouquinho de você! – A morena de mechas vermelhas também convidou sua namorada enquanto piscava o olho em sua direção. As irmãs Mills não hesitaram em aceitar o convite de suas namoradas e logo as mulheres foram em direção a casa dos homens da Sassy.

Quando Killian atendeu a porta não foi possível esconder de seus lábios um sorriso ao ver as irmãs Mills em sua casa. Em seus pensamentos estavam ali por causa da banda e seu grande talento. Logo, o moreno deu passagem às mulheres que foram cumprimentar August e Neal.

No caminho as mulheres decidiram contar a novidade apenas no final do ensaio, pois sabiam que seus amigos iriam enchê-las de questionamentos e esse seria o último ensaio antes do show que teriam na próxima quinta feira.

Os integrantes da banda terminavam de ajeitar a garagem da casa para começarem o ensaio, mas Killian largou o que fazia para se aproximar de Regina e Zelena. Chegou puxando papo com a morena cheio de intimidade, tocando em seus braços a todo o momento e ignorando a ruiva a seu lado. Zelena segurava uma risada ao ver sua irmã dando sorrisos forçados e se afastando do moreno a cada novo toque.

Killian queria conquistar a simpatia de Regina para tirar proveito de sua posição, mas o homem era tão cheio de si que não percebia o incômodo que causava na mulher, que desde o primeiro momento, não gostou do homem e evitava conversas diretas com ele.

Zelena conhecendo muito bem o gênio de sua irmã resolveu parar de se divertir com a situação e fingindo procurar algo em sua bolsa, discretamente discou o número de Regina e fez o telefone da morena tocar.

Ao ver o nome de sua irmã na tela de seu iPhone, a morena agradeceu mentalmente a ruiva.

- Oh Killian, me desculpe! Preciso atender essa ligação. – Disse e logo se afastou sem esperar uma resposta do homem. Killian bufou insatisfeito por ter seu assunto interrompido e voltou para perto dos integrantes da banda que acabavam de ajeitar as coisas.

Regina ao notar que o homem se afastou, rejeitou a chamada de sua irmã e se dirigiu para perto da ruiva abraçando-a por trás e dizendo baixo para ela.

- Já disse que te amo? – Zelena soltou uma sonora gargalhada que chamou a atenção de todos

- Para você dizer que me ama, suponho que as notícias dessa ligação foram mesmo ótimas. – A morena revirou seus olhos pela frase da irmã e corou ao perceber Emma a olhava. 

- Credo Zel! A ligação caiu! – Disse fingindo indignação. – Nem posso mais dizer que amo minha irmã por estar feliz.

Regina disse olhando na direção de Emma que abriu um lindo sorriso em seu rosto e não percebeu a cara de desgosto de Killian que entendeu muito bem o que aconteceu entre as duas irmãs. 

Neal chamou a atenção de todos para começarem o ensaio que seguiu de forma tranquila. Era o primeiro ensaio que Regina e Zelena participavam e todos queriam deixar uma boa impressão nas mulheres. Ao final do ensaio a loira se dirigiu até a morena, depositando um selinho em seus lábios e a puxou mais para dentro da garagem. 

- Galera, quero falar algo para vocês! – A atenção de todos se voltou para Emma que prosseguiu. – Queria contar para vocês que eu estou namorando a mulher mais linda de todas. Estou...

Antes que Emma pudesse completar, Zelena a interrompeu.

- Hey loirinha, como assim? Você também está namorando a Ruby? – A ruiva gargalhava enquanto Emma e Regina rolavam seus olhos em desaprovação.

- Como eu estava dizendo, - Emma diz direcionando um olhar de repreensão para a cunhada que fingia não ver. – eu e Regina estamos namorando.

Assobios e gritos foram ouvidos de Neal, August, Ruby e Zelena, mas foi Killian o primeiro a tomar a iniciativa de cumprimentar Emma e logo após Regina.

Depois de muitos questionamentos por parte dos amigos de Emma, as quatro mulheres foram embora e seguiram seus destinos.

**SQ**

A segunda chegou e Swan acordou ao lado de Mills no apartamento da morena. A loira havia acordado mais cedo, pois seria o primeiro dia de trabalho na Queen’s e precisava passar em seu apartamento para se trocar antes de ir trabalhar. Se levantou com cuidado para não acordar Regina e se dirigiu até a cozinha da morena. 

Preparou um farto café da manhã para sua amada e deixou a mesa posta para quando Mills acordasse. Escreveu um bilhete e colocou junto com o desjejum e outro no travesseiro que havia dormido.

Quando a morena acordou a primeira coisa que fez foi procurar o corpo de Emma com sua mão e ao notar a cama vazia, Regina se virou e encontrou um pequeno bilhete com a caligrafia de Swan no travesseiro ao lado do seu.

Na cozinha.

Achou aquilo estranho, mas antes de procurar por sua namorada realizou toda sua higiene matinal. Quando adentrou a cozinha percebeu não ter ninguém ali, mas vislumbrou sua mesa cheia de delícias para o desjejum e seus olhos correram até mais um bilhete que estava sobre a mesa.

Regis, de pouco em pouco estou te conhecendo, te querendo e te amando mais a cada dia.

Queria estar com você nesse momento, mas precisei ir até meu apartamento antes de ir para a gravadora. 

Espero que goste de seu café da manhã. Nos vemos mais tarde!

Te amo! Emma.

A morena sentiu seu coração aquecido ao ler as palavras escritas por Emma e degustou o que a loira preparou enquanto mandava uma mensagem de texto agradecendo sua namorada e aproveitando para se declarar.

Se encontraram mais tarde na Queen’s para darem início aos trabalhos e na reunião realizada ficou decidido que as primeiras semanas seriam destinadas para Emma e Ruby apresentarem as composições que tinham e decidirem junto com uma equipe especializada quais seriam mais comerciais para o CD e que todo o trabalho seria acompanhado de perto pelas irmãs Mills.

Ao finalizarem a reunião, Regina chamou Emma para que a acompanhasse até sua sala, e ao adentrar logo puxou a loira para um caloroso beijo.

- Agora sim, bom dia! – A morena tinha um sorriso travesso em seus lábios. – Adorei o café! Obrigada!

- Bom dia meu bem! – A loira respondeu da mesma forma.

- Emms... – Mills começou de forma tímida. – Queria te pedir uma coisa.

A morena sabia que poderia assustar Swan com seu pedido, mas algo nela não queria mais guardar aquilo e quando a loira assentiu, Regina continuou.

- Er... Vocêquerdeixaralgumasroupassuasnomeuapartamento? – Mills falou tão rápido que Swan não conseguiu compreender o que a morena havia dito. Ao perceber que Emma não a entendeu Regina tomou uma lufada de ar e começou novamente.

- Emma, queria saber se você quer deixar algumas roupas suas no meu apartamento para quando você dormir lá.

A expressão de Swan era indecifrável. Regina tinha medo de a loira achar que ela estava apressando as coisas entre elas, mas o que Mills poderia fazer? Deseja cada vez mais a presença de Emma a seu lado.

- Com uma condição. – A loira se pronunciou. – Que você leve algumas suas para o meu apartamento. E aceite as chaves de lá.

A reação de Regina foi levar suas mãos ao rosto de Swan e o puxar até selarem seus lábios. Sorriam entre os beijos trocados e afirmavam que fariam o que acabaram de combinar.

Desde a primeira noite que passaram juntas as mulheres haviam automaticamente estabelecido uma rotina para elas e foram poucas as noites que passaram separadas. Sempre se revezavam entre os apartamentos e tentavam ajustar suas rotinas para poderem estar próximas nas coisas simples do dia a dia.


Notas Finais


E então amores, me contem o que estão achando do desenvolver da história do nosso casal e aproveitempara me contar como estão nesse período de quarentena!
Não se esqueçam de se cuidarem e cuidarem daqueles que vocês amam.
Beijos no coração e até a próxima atualização.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...