1. Spirit Fanfics >
  2. A Melodia do Coração >
  3. Coração apaixonado

História A Melodia do Coração - Capítulo 71


Escrita por:


Notas do Autor


Olá meus queridos leitores.
Aqui está mais um capítulo super romântico pra vocês.
Espero que gostem e tenham uma boa leitura.

Capítulo 71 - Coração apaixonado


Algumas horas mais tarde no jatinho particular...

Hélyn

Acordo um pouco assustado ao sentir algumas sacudidas e momentos depois lembro que estamos no ar e certamente passamos por alguma turbulência.
Sinto a minha cintura sendo abraçada e me lembro do momento maravilhoso que tive com Julian, a minha primeira vez foi maravilhosa e jamais a esquecerei.

Depois que almoçamos na sala principal, voltamos pra cá e acabamos dormindo abraçados, fiquei tão exausta que acho que dormi o dia inteiro. Consigo ver a pouca claridade do sol e acredito que esteja anoitecendo.

Está tão bom ficar aqui sendo abraçada pelo meu querido Julian que poderia ficar mais tempo assim com ele, mas preciso me levantar e também estou com muita fome.
Mas quando tento sair da cama, sinto Julian me abraçar um pouco mais forte.

— Como é bom acordar e te ver do meu lado, até parece que estou vivendo um sonho. Mas como se sente?

Julian

Falo assim que acordo com os movimentos da minha amada que se levantava da cama.

— Eu estou me sentindo muito bem meu amor, Também me sinto vivendo um sonho. Não queria ter te acordado, mas preciso me levantar.
— Tenho sono leve seria impossível não acordar se você levantasse. Está sentindo algo querida?
— Só estou com fome e preciso ir ao banheiro. Não sei quanto tempo dormimos, mas acho que foi o dia inteiro. E já estou vendo que acabarei te acordando sempre mesmo tendo muito cuidado.
— Só não sentir o seu cheiro seria o suficiente para me acordar. Só dormirmos a tarde inteira, te esperarei para irmos fazer um lanche juntos.

Dou um beijo rápido nos seus lábios deliciosos e a solto.

Hélyn

Depois que Julian solta a minha cintura me levanto da cama e vejo que o meu vestido ficou todo amarrotado, terei que trocar de roupa pois não posso sair do quarto desse jeito.
Em seguida vou para o banheiro e fecho a porta atrás de mim, agora que estou recuperada da nossa primeira vez consigo o ver melhor, nem parece ser um banheiro de avião.

Depois de me aliviar, lavo as mãos e tento dar uma ajeitada no meu cabelo que está todo desalinhado, ainda bem que agora ele está mais curto pois se estivesse longo me daria um enorme trabalho.

Quando volto para o quarto vejo que Julian já saiu e me troco rapidamente pois o meu estômago não para de reclamar e não quero deixar o azulado me esperando por muito tempo.
Coloco uma roupa leve e confortável e calço uma rasteirinha sem salto que combina perfeitamente com a minha blusa de alcinha, como ela tem bojo não preciso colocar um sutiã.

Em seguida saio do quarto e vejo que a aeromoça está terminando de servir o nosso lanche e quando me aproximo da mesa vejo Julian me olhar admirado.

— Espero não ter demorado muito.

Julian

Assim que a castanha levanta da cama, faço o mesmo, penteio os meus cabelos e uso o outro banheiro, depois peço a aeromoça para preparar o nosso lanche e sento em uma poltrona.
Alguns minutos depois vejo a minha amada vir ao meu encontro, ela está linda com uma saia não muito curta e uma blusinha de bojo que deixa os seus seios mais belos, fico feliz e surpreso ao ver que usa uma sandália sem salto.

— Não demorou nada querida e se fosse necessário esperaria até dez horas para lhe ver tão gostosa.
— Agradeço por ser tão paciente, mas não precisa exagerar meu querido, não sou nenhuma modelo. Vejo que o sol está se pondo, ainda estamos longe do nosso destino?
— Eu te amo e nunca reclamarei de lhe esperar. Estamos perto do nosso destino, falta duas horas para a aterrissagem. Podemos namorar mais um pouco se você quiser.
— Podemos fazer isso no hotel, cansei de ficar em um quarto e preciso terminar aquele trabalho que te falei ontem. Pelo menos é só um e depois estarei totalmente livre para curtimos a viagem.
— Infelizmente terei umas reuniões chatas, mas quero aproveitar o melhor possível o nosso tempo juntos e iremos onde você desejar.
— Não faça essa cara meu querido, tente pensar que depois dessas reuniões chatas nós poderemos passear e conhecer essa cidade. E não se preocupe comigo, eu trouxe algumas coisas pra me distrair enquanto te espero.

Hélyn

Depois que tento animar o meu querido Julian, me sento ao seu lado e dou um suave beijo em seus lábios, sinto que ele queria aprofundar aquele beijo, mas prefiro não fazer isso na frente de outras pessoas.

Quando terminamos de fazer o nosso lanche, pego o meu notebook e abro os arquivos para terminar esse trabalho chato de filosofia.
Essa é a única matéria da minha faculdade que não tem nenhuma ligação com o meu curso, mas é obrigatória.

Com a ajuda do meu amado azulado, terminamos aquele trabalho chato em meia hora e depois Julian coloca uma série para assistirmos durante o resto da viagem.
As vezes tenho medo de estar sonhando, mas sei que isso é real e agradeço aos céus por ter um companheiro tão maravilhoso, Julian está muito mais maduro e até parece ser outra pessoa.

Quando finalmente aterrissamos na Flórida a equipe do jatinho nos ajuda a desembarcar e depois Julian me leva até a imigração onde ele é liberado rapidamente, mas como é a minha primeira vez nesse país, os policiais fazem uma vistoria mais rígida nos meus documentos e nas minhas malas.

Toda essa burocracia me deixa bastante nervosa, mas a policial que está fazendo a perícia me trata bem durante as perguntas de rotina e isso me deixa um pouco mais tranquila.
Em um momento vejo um dos policiais falar com Julian e depois ele se retira da sala e me avisa pelo cosmo que precisa comprar algo que esqueceu de trazer, mas que não vai demorar e ficará me esperando do lado de fora.

Como estou com os meus documentos em dia e não tenho nada a esconder, a minha vistoria é concluída sem nenhum problema e a policial me deseja uma boa estadia aqui na Flórida.
Em seguida saio da sala e encontro Julian sentado em um dos bancos e mexendo no celular, certamente deve estar confirmando alguma reunião para amanhã.

Julian

Enquanto a Hélyn enfrentava a burocracia por ser a primeira vez dela nesse país, fui em uma das lojas que funciona no aeroporto e comprei um gel lubrificante especial para sexo anal, mas não tenho certeza se vou usar.

Também comprei uma caixa de bombons finos, espero que ela goste, se bem que nunca conheci uma mulher que não goste de chocolate fino.
Assim que a minha amada é liberada pela imigração, vamos até onde um carro de luxo nos esperava e entramos nele enquanto nossas malas são colocadas no porta malas.

Após alguns minutos, o motorista para em frente do hotel mais caro da cidade, saímos do carro, seguro a mão da minha mulher e entramos na recepção, onde peço a chave da sua suíte presidencial e falo que não preciso mais da outra suíte que também tinha sido reservada.

Pego a chave da suíte, entramos no elevador, vamos até o último andar onde fica apenas uma suíte e abro a porta dela deixando a minha amada entrar primeiro.

Hélyn

Quando entro na suíte fico sem reação ao ver um quarto enorme com direito a um closet e também uma sala de estar, nunca estive antes em um quarto de hotel tão luxuoso.
Enquanto caminho pelo ambiente vejo que temos até uma varanda e uma piscina privativa, a vista daqui é magnifica e é possível ver toda a cidade iluminada.

Depois que deixo as minhas malas no quarto, vou para o banheiro e vejo que ele também é enorme e possui uma grande banheira de hidromassagem.
Tenho absoluta certeza que Julian deve ter pago uma fortuna pra ficarmos aqui, essa suíte é incrível e vou aproveitar muito bem o nosso tempo aqui pois estou vivendo um verdadeiro sonho.

— Essa suíte é incrível, nunca imaginei que um dia estaria em um lugar como esse.
— Fico feliz que gostou meu amor, mas não quero que se sinta obrigada a nada, não lhe pressionarei a transarmos mesmo dormindo juntos.
— Seria impossível não gostar, esse lugar é maravilhoso. Agradeço por ser tão gentil e compreensivo comigo, não me sinto pressionada por estarmos juntos no mesmo quarto e namorar não se resume somente a sexo. O único empecilho é que não tenho tanta resistência e demoro mais tempo para me recuperar.

Julian

Chego perto da minha castanha e a abro por trás com muito carinho e depois dou um beijo em seu pescoço.

— Você precisa relaxar querida, assim que seu corpo se adaptar melhor com o sexo, sua resistência vai melhorar, apenas não se cobre demais e pare de preocupar tanto.
— Prometo que vou tentar parar com isso, eu realmente tenho essa mania de me cobrar demais. Você é tão carinhoso comigo que sinto uma enorme segurança, obrigada por estar aqui comigo e me fazer me sentir tão feliz.
— Eu que te agradeço por estar comigo. Você precisa relaxar um pouco, não precisa ter medo e pode conversar o que quiser comigo. Agora pedirei o nosso jantar e depois podemos namorarmos na hidromassagem.

Ligo para a recepção do hotel e peço o jantar mais romântico que eles possuem, com direito a champanhe, sequer pergunto o preço, a minha mulher merece o melhor.

Meia hora depois o nosso jantar chega e é servido na mesa que fica na varanda de frente para a piscina, percebo que a minha amada fica impressionada com o nosso jantar e não se incomoda quando sirvo a champanhe para nós dois.

Hélyn

Quando o nosso jantar é servido fico admirada com a elegância da apresentação dos pratos, e tanto cuidado que dá ainda mais vontade de comer e o cheiro está divino.
Em seguida vejo Julian servir o meu prato e depois coloco os outros acompanhamentos, quando começamos a comer percebo que ele me olha com uma expressão satisfeita e feliz, sei bem o que ele deve estar pensando e não consigo deixar de sorrir e depois tomo um gole da champanhe que ele pediu para acompanhar o nosso jantar.

A comida está deliciosa e acabo repetindo mais um pouco, nunca tinha comido antes algo tão divino e não vou ficar de frescuras.
Sei que é por isso que o meu amado Julian estava me olhando daquele jeito, não sou como aquelas duas e como de tudo, acho ridículo ficar se privando de comer algo bom só para ter aquela famosa barriga negativa e agradar um bando de homens machistas.

Durante o jantar nós conversamos bastante sobre os planos para o dia seguinte e vejo que não sou a única que está animada para ir ao parque de diversões, Julian está muito otimista com esse nosso passeio de amanhã pois faz anos que não vai em um parque se divertir..

Quando terminamos de jantar, Julian pega dois pratos que estavam cobertos e quando vejo que a nossa sobremesa é Petit gâteau acompanhado de sorvete, sinto o meu coração quase parar de tão grande que foi a minha surpresa e emoção.
A última vez que comi essa sobremesa foi uma semana antes de perder os meus amados avós, essa era a minha sobremesa favorita, mas tento não ficar viajando nas minhas lembranças pois não quero chorar e estragar esse momento tão especial.

Depois que terminamos de apreciar aquela deliciosa sobremesa, Julian e eu vamos para o banheiro aproveitar a hidromassagem.
Estou me sentindo como se fosse uma princesa e estou amando cada vez mais esse lindo homem que é tão carinhoso comigo. Agora tenho ainda mais certeza de que aquele carinho tão especial que eu sentia por ele é na verdade um lindo amor.

Pouco tempo depois começamos a trocar algumas carícias mais intensas e sinto que Julian está com um enorme desejo pois começou a me tocar de uma forma mais intensa e a suspirar de deleite enquanto acaricio o seu peitoral e beijo o pescoço dele.

Também sinto um forte desejo de estar novamente nos braços dele, mas quando sinto ele tocar mais no meu bumbum o meu coração quase dispara no mesmo instante.
Acho que sei o que ele quer, mas isso me dá um pouco de medo e insegurança.

Julian

Vejo a minha amada comendo com muito prazer, nem parece se importar que estamos saboreando uma massa, ela é tão diferente das outras mulheres que já estive, todas mal comiam para não engordarem, nem tinha vontade de as levar em um restaurante e sempre optava por só sair para transar ou comer algo em casa mesmo.

Quando a vejo repetir a refeição fico muito surpreso mas muito feliz que soube escolher uma comida que ela tanto goste, enquanto comemos tomamos a garrafa inteira da champanhe mas sei que bebi bem mais que ela.

Assim que terminamos a sobremesa, vamos para o banheiro, tiramos nossas roupas e entramos na banheira a qual coloquei sais de banho que possuem deliciosos aromas.

É tão bom ver minha mulher tão a vontade que a puxo para um beijo intenso o qual sou retribuído imediatamente, começo a acariciar o seu delicioso corpo e sinto suas mãos pelo meu corpo o que aumenta o meu desejo sexual e fico muito excitado.

Seguro firmemente o bumbum dela e começo a acariciar ele, fico imaginando como seria fazer anal a primeira vez com uma mulher, já que todas com quem fiz anal eram experientes.
Não quero a assustar então prefiro ir direto ao ponto mesmo tendo certeza que receberia um não como resposta.

— Hélyn, queria fazer sexo anal com você, mas entenderei se não desejar isso.
— Não vou negar que isso me dá bastante medo, mas se você estiver sóbrio e não for me ferir como hoje de manhã, eu posso tentar realizar o seu desejo.
— Estou totalmente sóbrio meu anjo, prometo que nunca ficarei bêbado novamente e não preciso de bebidas se tenho você comigo. Não posso falar que não sentirá dor, mas usarei o meu cosmo para lhe curar e hoje comprei lubrificante anal e camisinhas para lhe preparar corretamente para essa prática.
— Me alegra muito saber que você não precisa mais de bebidas, naquela madrugada você me deixou muito preocupada. As servas e eu achamos que fosse entrar em coma alcoólico, mas felizmente isso não aconteceu. Se você for devagar nós podemos tentar, mas isso pode não dar certo.
— Realmente exagerei naquele dia e só não entrei em coma por causa do meu cosmo. Não quero mais lhe preocupar. Prometo ir devagar e assim que lhe penetrar usarei o meu cosmo para tirar a sua dor.
— Eu confia em você meu amor, vou tentar realizar esse seu desejo.

Hélyn

Antes que Julian pudesse dizer algo, o beijo de forma carinhosa e sinto ele retribuir e acariciar o meu corpo.
Momentos depois saímos da enorme banheira e começo a enxugar o meu corpo e vejo que o azulado já está muito excitado. Só de ver o grande membro dele já sinto um pouco de medo pelo que estou prestes a fazer, mas confesso que também sinto curiosidade e irei até o fim.

Depois que terminamos de nos secar, Julian me pega em seus braços e me leva de volta para o quarto onde me coloca sobre a cama e começa a acariciar e beijar todo o meu corpo.
Dessa vez consigo retribuir mais as caricias dele e me sinto ainda mais desejada enquanto recebo os carinhos dele.

Pouco tempo depois sinto ele chegar no meu baixo ventre e instintivamente abro um pouco mais as minhas pernas e sinto o azulado beijar a minha feminilidade e depois usar a língua e isso me dá ainda mais prazer.

Como tenho medo de acabar puxando os cabelos dele com muita força, agarro o lençol da enorme cama enquanto alguns gemidos escapam da minha boca.
Devido ao enorme prazer que estou sentindo, sinto que Julian precisa segurar o meu quadril pois acabo me mexendo muito e momentos depois sinto um enorme prazer tomar conta do meu corpo e acabo me derramando em sua boca.

Enquanto ainda respiro ofegante devido ao enorme prazer que tive, sinto o azulado traçar um caminho de beijos pelo meu corpo até nos beijarmos novamente.
Sinto o meu gosto em sua boa e ele não é ruim, apenas um pouco estranho mas é algo que dá pra acostumar facilmente.

Momentos depois Julian me pede para relaxar e deixar o resto com ele, sinto um pouco de medo, mas eu confio plenamente nele e sei que não irá me machucar.
O vejo pegar algumas coisas no criado mudo e depois voltar pra cama, por um momento achei que ele fosse me pedir para ficar de quatro, mas sou surpreendida quando ele se deita atrás de mim e sinto um arrepio quando ele toca no meu bumbum e acaricia a minha outra entrada com um dedo mas sem fazer nenhuma pressão.

Isso não me causa desconforto, só é diferente e novo pra mim. Em seguida tento relaxar e respirar profundamente, sei que ele terá cuidado comigo e não vou desistir agora.

Julian

Deito atrás da minha mulher, começo a beijar o seu pescoço, descer por suas costas enquanto vou acariciando seu ânus com um dedo que está coberto por lubrificante, uso bastante para não lhe causar incômodo.
Quando sinto que o seu corpo está acostumando com essa invasão, coloco o segundo dedo e vou os movimentando, os seus gemidos de tesão me deixam mais excitado e coloco a camisinha.

Começo a estimular o seu clitóris e depois começo a penetrar o seu ânus, ela grita de dor e nesse momento uso o meu cosmo e a sinto relaxar novamente.
Aos poucos a penetro totalmente e sinto um enorme prazer ao estar naquele lugar tão apertado e gostoso. Começo a me movimentar lentamente e depois vou aumentando a velocidade, nunca parando de masturbar o seu clitóris.

Sinto o seu corpo tremer de tanto tesão e ter um forte orgasmo, que faz o meu pau ficar muito apertado e acabo gozando também.
É a primeira vez que uma mulher treme assim nos meus braços e fico deslumbrado ao ver seu corpo em êxtase.

Saio do seu corpo e jogo a camisinha usada no chão, em seguida me deito novamente na enorme cama de casal e a puxo para os meus braços, nem sei como descrever a sensação gostosa de ainda sentir o seu corpo se recuperando daquele intenso orgasmo e a beijo carinhosamente.

— Foi maravilhoso meu amor, mas como se sente?
— Eu me sinto bem meu querido. Doeu muito no começo, mas depois foi melhor do que eu imaginava. Está satisfeito em ter o seu desejo realizado?
— Foi muito melhor que no meu sonho, mas o que deixa-me mais feliz é que consegui lhe dar um grande prazer. Agora vamos dormir querida que amanhã temeremos um dia cheio.

Hélyn

Depois de dizer aquelas palavras tão doces, Julian dá um suave beijo no meu rosto e depois me aconchego melhor em seus braços.
Estou exausta mas me sinto muito feliz por estar vivendo esses momentos com esse homem tão atencioso e gentil.

Mas também sinto um pouco de tristeza, pois agora tenho certeza que esse nosso romance só irá durar essa semana. A pior parte é que acabei me apaixonado por ele e sei que o meu coração ficará em pedaços quando tudo isso terminar.

Nós já transamos duas vezes hoje e acabei de realizar o maior desejo do Julian, sei que logo esse encantamento dele comigo irá acabar e voltarei a ficar sozinha.
Ele não deve querer nada sério comigo pois ainda sou muito nova e não pertenço ao mundo dele, não estou a altura desse belo homem e ele jamais iria querer algo sério comigo pois sou apenas uma garota comum e não uma dama da alta sociedade.

Vou aproveitar bem essa semana que está sendo um verdadeiro sonho pra mim, mas o meu coração precisa parar de se encantar e se apaixonar pelo Julian.
O meu destino é ficar sozinha e só me resta aceitar, vai ser pior se eu pensar diferente e ficar me iludindo.


Notas Finais


Vish, coitada da nossa querida pisciana, se apaixonou novamente e agora não sabe se será correspondida.
Bem, no próximo descobriremos quais são as verdadeiras intenções do Julian com a Hélyn.

Um grande abraço e até breve.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...