História A menina de cachecol laranja. - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Tatah-Gs

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Cachecóis, Fanfic Curta, Fanfics Curtas, Fic Curta, Fics Curtas, Floresta, Menina, Neve, Raposa, Raposas
Visualizações 25
Palavras 382
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esse capítulo foi feito por mim, so_uma_louca, mas podem me chamar de Iasmim.


O próximo será feito pela a minha amiguinha a Tatah.

Espero que gostem.

:3

Capítulo 2 - Inverno - Ano 1


Fanfic / Fanfiction A menina de cachecol laranja. - Capítulo 2 - Inverno - Ano 1

A manhã já nascia, e a raposa branca ja estava fora de sua toca. Ela se distanciava da toca, deixando a garota pálida e de cabelos curtos aconchegada em sua toca.

A raposa agora perseguia uma lebre imensamente branca, assustando corvos brancos que estavam pousados nas árvores brancas de sakura.

A lebre tentava se esconder, mas ela sempre era achada pela raposa, que com seu faro perfeito não deixava escapar nenhum odor. 

Depois de pegar duas lebres, e de sujar sua pelagem com sangue, a raposa voltou para casa e encontrou a garota ainda adormecida.

A raposa então sai novamente voltando com um galho com alguns frutinhos. Ao entrar na toca, a menina ja havia acordado.

A menina, com fome, ainda assim se recusava a comer a carne crua. Ela então, mexendo em sua mochila, encontra uma pequena caixa de fósforos.

--Eu só tenho alguns fósforos, teremos que manter a fogueira acesa. - Ela dizia enquanto a raposa lambia o sangue de seus pêlos.

A menina então, vai até o lado de fora sendo seguida pela raposa.

--Eu tenho que te dar um nome. - Ela disse colhendo alguns galhos secos. - Que tal Yuki? Você consegue ser mais branca que a neve.

A raposa, pra demonstrar que havia gostado do nome, se esfregou contra o cachecol laranja que raspava pelo chão.

-- O meu nome é Haruki. - a menina se agachou para acariciar a raposa de olhos verdes que agora emitia sons como risos. - Não ria do meu nome! - A pequena garota emburrou um pouco a cara, mas logo voltou a sorrir.

Após algum tempo colhendo galhos secos, elas voltaram para a toca, ambas carregando galhos, mas a raposa também tinha um pequeno e branco camundongo.

Assim que entraram, Haruki, acendeu uma fogueira e rasgou a barriga de uma das lebres, colocando-a então num espeto próximo a chama da fogueira.

A raposa, adimirada com aqueles belos tons de vermelho e laranja, se sentou do lado da Haruki, vendo toda a neve da toca derreter com o calor.

-- Agora vamos ficar quentinhas. Mas, depois de comer, podemos brincar lá fora Yuki?

A raposa balançou a cabeça em sinal de sim, e após devorarem a comida correram até o grande lado e começaram a patinar.

Passaram o dia assim, brincando, e depois, no início da noite voltaram a toca, com a fogueira ainda acesa.


Notas Finais


Desculpem o capítulo curto, mas se passarão vários e vários anos, então não quero enrrolação demais.

Caso vocês não tenham entendido, Haruki, em japonês tem o significado de grande beleza, então a raposa achou engraçado uma garota tão comum ter aquele nome.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...