1. Spirit Fanfics >
  2. A menina do sorriso roubado- Noart >
  3. Capítulo 8

História A menina do sorriso roubado- Noart - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Capítulo 8


Os dias se passaram rápido e o tão sonhado momento chegou Sina estava tão feliz quanto triste, ela queria tanto ter seus pais ali com ela ver fo palco os dois de pé batendo palmas para mais uma vitória em sua vida a lembrança dos Pais veio à tona e ela chorou ,chorou muito, chorou tudo que tinha para chorar ,sua perda de memória ,a falta que sentia dos seus pais  o medo que tinha de não saber das coisas que havia feito, quem foi um dia. depois de chorar todas as lágrimas que tinha se levantou tomar um banho começou a se arrumar era seu grande dia o dia que ela sonhara durante toda a sua vida às 8 horas da noite Noah estava na frente da pensão esperando por ela e quando Sina saiu da porta da frente ficou paralisado. ela estava linda com os cabelos loiros presos de lado dentro de um vestido longo lindo azul claro. ela foi até ele

-e aí? Como estou?

-Maravilhosa.Simplesmente maravilhosa

Sina sorriu.

- Então vamos!

Os dois seguiram para o local Noah se acomodou em uma das primeiras cadeiras do auditório da Universidade a cerimônia foi linda na hora de Sina subiu para pegar seu diploma todos bateram Palmas Noah se levantou e assoviou em meio a euforia de ver Sina concluindo Mais uma fase de sua vida  e a alegria de poder fazer parte daquele momento a atensão de Noah se voltou para um casal e uma criança que se levantaram para aplaudir do momento que o Sina recebia seu diploma Aquilo o inquietou ,pois aquele casal foram os únicos além dele a se levantar e aplaudir Sina com muita empolgação eles não conseguiu ver direito quem era por conta da distância e das luzes mas teve sensação de que os conhecia de algum lugar Sina agradeceu a todos e de seu Noah foi assim encontro então ele afastou o pensamento e a recebeu em seus braços.

====\\===//===

 Noah fez de tudo para que Sina fosse a festa mas não adiantou ela é irredutível quanto a isso então os dois foram para um restaurante e passearam pela cidade chegaram uma praça a praça da igreja. Sina adorava aquele lugar ,os dois sentaram em um dos vários banquinhos de madeira que havia espalhado pela praça. Sina olhava para o céu com uma paixão que a que Noah havia visto poucas vezes em seus olhos ele sabia como ela amava o céu e como viaja por ele então não disse nada, apenas observou e tentou guardar em sua mente aquele momento ,procurava decorar cada detalhe do rosto dela, a forma como seu cabelo era espalhado em seu rosto quando a brisa o bagunçava, um simples gesto como umedecer os lábios com a língua que ela fazia involuntariamente lhe Aquecia o Coração

Noah não tinha ideia de quanto tempo estavam ali sentados para ele Parecia ter passado apenas alguns minutos mas quando o céu que antes trazia as mais belas constelações foi se tornando ainda mais negro e sem luz percebeu quanto tempo estavam ali com o tempo ameaçando trazer uma boa sem pestade estavam mais próximos da casa de Noah do que da pensão então Resolveram ir para lá.

- um filme?- Noah perguntou quando entraram em casa.

- com pipoca e brigadeiro. Não tem coisa melhor em uma noite de chuva- Sina respondeu sorrindo e se jogando no sofá.

- ok. A senhorita fica aqui que eu vou para a cozinha. Escolha um filme.

Noah voltou alguns minutos mais tarde, Sina já tinha escolhido o filme é estava esperando por ele.

- e aí, qual vai ser?

- My Sassy Girl.

- Como?- Noah perguntou confuso.

- ironias do amor, é uma comédia romântica. Vem, senta!

- Uou! Ok. Vamos de comédia romântica.

Os dois sentaram no sofá e começaram a ver o filme .Sina acabou dormindo no colo de Noah mas antes mesmo do filme acabar ele a pegou no colo com cuidado para não acordar e levou ela para parte de cima da casa Noah abre a porta do quarto de hóspedes e colocou Sina na cama Ficou ali parado observando- a dormir depois de um tempo se levantou e saiu estava na porta quando a ouviu chamar.

- fica aqui.

Ele voltou, se sentou na cama e ficou olhando pra ela 

- dorme aqui. Não quero ficar sozinha. Não hoje. Pareço não ter ninguém é hoje foi um dia complicado. Pareço não ter ninguém. Tantas pessoas nessa cidade e pra mim parece vazia. Como se só foss eu no mundo inteiro.

- você sabe que não está sozinha, sabe que pode contar comigo sempre

- eu sei.

Noah se levantou e foi para o outro lado da cama, tirou seus sapatos e se enfiou debaixo da coberta.

Sina se virou pra ele e o fitou. Noah não sabá muito bem como agir. Para a surpresa dele, ela acariciou seu rosto.

- obrigada!

Noah se aproximou mais dela. Sina ficou parada, imóvel e tensa.

- ei! Não precisa ficar com medo. Não vou te machucar.

Sina estava diante do amor da sua vida e ela sabia disso, mas também diante do maior medo da sua existência não sabia porque mas parecia ter pavor de tal aproximação, ela tinha seus medos e dilemas mas nunca foi covarde Tinha que acabar com aquela sensação e Era exatamente o que faria. se aproximou de Noah e o beijou. Noah retribuiu o beijo cada vez mais profundo e trouxe ela para si, a virou na cama deixando-a embaixo de si e Sina o beijava como jamais baijou antes, tinha calor e desejo Noah se afastou um pouco e ela começou a tirar a blusa dele.

- Sina, o que você tá fazendo?

Ela sorriu e corou.

- desculpe!

- Não, não precisa se desculpar, só quero saber se tem certeza.

Ela respirou fundo, olhou nos seus olhos e disse:

- toda certeza do mundo.

Noah sorriu e beijou seus lábios com toda a urgência de todos esses longos anos longe dela.

Sina tirou a blua dele, e Noah tirou seu vestido. E ali estava ela, apenas de lingerie. Chegou até ali e não ia fugir de novo. Noah olhou para ela, beijou sua testa e depois seus lábios e ela se entregou a ele, enquanto lá fora chuva caía. 






Notas Finais


1/3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...