História A mente louca de Miguel - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Casal, Fobia, Loucura, Luta, Tortura
Visualizações 2
Palavras 496
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sci-Fi, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais uma surpresa! Pra quem leu vai entender, se não terá que ler anteriormente!

Capítulo 17 - Soltando...


Fanfic / Fanfiction A mente louca de Miguel - Capítulo 17 - Soltando...

Porém, Ana lembra que ele ainda tem poderes então o coloca dentro de um porão e o venda, pois como não vê, não sabe onde Ana esta, nem que objetos tem pra ele atingir, ela tranca a porta e o deixa lá ainda pensando no que oa fazer.

Enquanto isso Miguel no porão começa a pensar em muitas coisas e esses pensamentos lhe fazem rir.

'Uau! Ela realmente é boa, preciso pegar mais pesado com ela, kkkkkkkk! Ai, ai então vamos analisar comigo, se eu fizer um jogo emocional com ela talvez ela me solte se eu ficar agitado ela não vai me soltar, mas vamos ver, além disso aqui não é tão ruim, normalmente tenho ansiedade, aqui estou calmo e em paz, posso ficar aqui pra sempre, mas minhas pernas vão doer ficando aqui pra sempre, então, é ruim se não tiver exercicios, pensando bem não é legal ficar aqui a vida inteira... Meu Deus! Como aquelas meninas que foram sequestradas aguentaram por 10 anos trancadas, eu tenho sentimentos, isso deve ser horrível!' - Termina Miguel rindo dessa última frase.

Ana aparece ali e tira o pano da boca dele.

- Agora grita socorro! - Fala Ana.

- Kkkkkkk, não! Isso chamaria muito atenção! - Fala Miguel rindo.

- Você esta me causando um problema não sei o que fazer com você! - Fala Ana indo de um lado ao outro.

- Parece agitada pelos passos! Ai ai precisa de um exercicio. - Fala Miguel sorrindo.

Ana bufa e faz algo inesperado senta em cima de Miguel e dá um beijinho nele, em seguida, o abraça.

Miguel fica parado sem reação, ele (esse Miguel aí), nunca havia sentido essa situação e ele acaba gostando, deixando uma lágrima correr.

Ana até sente pena por ele estar amarrado e ela resolve deixar a boca destapada sai e tranca a porta, não se escuta nada na casa, Miguel se encontra absolutamente mudo e sem pensamentos, não exatamente sem, ele teve um: ' como algo assim pode nos deixar com dificuldade para pensar em outra coisa'.

No dia seguinte Ana tira a amarração dos seus pés, deixando apenas a venda nos olhos e a amarração nos pés.

Mais um dia se passa e ela resolve tomar uma atitude arriscada, iria soltar Miguel.

- Miguel! Farei o seguinte: isso é muito complicado para mim, então irei te soltar, eu desisto de lutar por você e com você, se quiser me matar, faça-o! - Fala Ana com um pouco de esperança e ansiosa, soltando Miguel.

Na hora que ela solta ele, ela simplesmente dá as costas e vai saindo, mas, Miguel a puxa de volta e vai por cima dela.

- Como você fez isso? Algo está ficando errado! Isso não era pra acontecer. - Fala Miguel agitado.

De repente, Miguel sente dores e desmaia, Ana se preocupa e o leva ao hospital.

Na noite do dia seguinte, ele já recebe alta, e quando ele está saindo, ele fica surpreso ao ver algo: o primeiro funcionário que ele havia matado estava vivo.


Notas Finais


Até amanhã! :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...